04 de novembro de 2018 - Liturgia Católica Apostólica Romana

www.liturgiacatolica.com
www.liturgiacatolica.com
Ir para o conteúdo

04 de novembro de 2018

LITURGIA DIÁRIA > 2018 > NOVEMBRO

1a Leitura - Dt 6,2-6


Leitura do Livro do Deuteronômio 6,2-6

Moisés falou ao povo dizendo:
2 Temerás o Senhor teu Deus, observando durante toda a vida todas as suas leis e os seus mandamentos que te prescrevo, a ti, a teus filhos e netos, a fim de que se prolonguem os teus dias.
3 Ouve, Israel, e cuida de os pôr em prática, para seres feliz e te multiplicares sempre mais, na terra onde corre leite e mel, como te prometeu o Senhor, o Deus de teus pais.
4 Ouve, Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor.
5 Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todas as tuas forças.
6 E trarás gravadas em teu coração todas estas palavras que hoje te ordeno.
Palavra do Senhor.

Salmo - ANO B - Sl 17,2-3a.3bc-4.47.51ab (R. 2)

R. Eu vos amo, ó Senhor, porque sois minha força!

2Eu vos amo, ó Senhor! Sois minha força,*
3aminha rocha, meu refúgio e Salvador!
Ó meu Deus, sois o rochedo que me abriga,*
minha força e poderosa salvação.
R.

3bcÓ meu Deus, sois o rochedo que me abriga*
sois meu escudo e proteção: em vós espero!
4Invocarei o meu Senhor: a ele a glória!*
e dos meus perseguidores serei salvo!
R.
47Viva o Senhor! Bendito seja o meu Rochedo!*
E louvado seja Deus, meu Salvador!
51abConcedeis ao vosso rei grandes vitórias*
e mostrais misericórdia ao vosso Ungido.
R.

2a Leitura - Hb 7,23-28


Leitura da Carta aos Hebreus 7,23-28

Irmãos:
23 Os sacerdotes da antiga aliança sucediam-se em grande número, porque a morte os impedia de permanecer.
24 Cristo, porém, uma vez que permanece para a eternidade, possui um sacerdócio que não muda.
25 Por isso ele é capaz de salvar para sempre aqueles que, por seu intermédio, se aproximam de Deus. Ele está sempre vivo para interceder por eles.
26 Tal é precisamente o sumo sacerdote que nos convinha: santo, inocente, sem mancha, separado dos pecadores e elevado acima dos céus.
27 Ele não precisa, como os sumos sacerdotes oferecer sacrifícios em cada dia, primeiro por seus próprios pecados e depois pelos do povo. Ele já o fez uma vez por todas, oferecendo-se a si mesmo.
28 A Lei, com efeito, constituiu sumos sacerdotes sujeitos à fraqueza, enquanto a palavra do juramento, que veio depois da Lei, constituiu alguém que é Filho, perfeito para sempre.
Palavra do Senhor.



Evangelho - ANO B - Mc 12,28b-34


+ Proclamação do Evangelho de Jesus  Cristo escrito por Marcos 12,28b-34

Naquele tempo:
28 bUm mestre da Lei, aproximou-se de Jesus e perguntou: ‘Qual é o primeiro de todos os mandamentos?’
29 Jesus respondeu: ‘O primeiro é este: Ouve, ó Israel! O Senhor nosso Deus é o único Senhor.
30 Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e com toda a tua força!
31 O segundo mandamento é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo! Não existe outro mandamento maior do que estes’.
32 O mestre da Lei disse a Jesus: ‘Muito bem, Mestre! Na verdade, é como disseste: Ele é o único Deus e não existe outro além dele.
33 Amá-lo de todo o coração, de toda a mente, e com toda a força, e amar o próximo como a si mesmo é melhor do que todos os holocaustos e sacrifícios’.
34 Jesus viu que ele tinha respondido com inteligência, e disse:’Tu não estás longe do Reino de Deus’. E ninguém mais tinha coragem de fazer perguntas a Jesus.
Palavra da Salvação.


REFLEXÃO - PADRE JOÃO LUÍS FÁVERO

“É assim a geração dos que procuram o Senhor!”

Mt 5, 1-12a

Celebrar todos os santos nos leva ao louvor a Deus por todos os discípulos e discipulas do Reino, os missionários do Evangelho, que tiveram sua vida pautada pelas bem-aventuranças. Um caminho de santidade! Um caminho que nos leva a centrar nossa vida em Deus, de modo que o nosso agir revele o agir de Deus na história:
Quem é pobre em espírito recusa as idolatrias, porque Deus é o absoluto em sua vida.  
Quem chora por causa da injustiça humana, espera a consolação do Pai.
Quem é manso, jamais recorre à violência.
Quem tem fome e sede de justiça, espera ser saciado pelo Pai.
Quem é misericordioso, encarna o modo de agir próprio de Deus, no trato com as pessoas.
Quem é puro de coração, busca ser transparente como Deus.
Quem promove a paz, luta para criar o mundo querido por Deus: Justo, humano e fraterno.
Quem é perseguido por causa da justiça, reconhece ter defendido os pobres, por causa de Deus.
Jesus indica o pratica do amor fraterno como o caminho da felicidade, que abre a porta da eternidade para todos. É o caminho que se faz aqui e que nos leva ao céu. É um caminho da santidade; fruto da intimidade com Jesus e da amizade com os irmãos.
No Evangelho, Jesus afirma que será grande a nossa recompensa. Hoje celebramos a alegria dos que foram contemplados com a graça de estarem nos céus, participando do convívio divino, do convívio com os santos e santas.
Uma pessoa santa não é aquela sem defeito; sabemos que os santos foram pessoas limitadas, pecadoras com muitas misérias como nós, mas que no seu dia-a-dia buscaram a Deus sem desviarem e nem se deixaram seduzir pelos falsos deuses que o mundo apresenta o tempo todo.
Que saibamos viver as bem-aventuranças para recebermos a coroa da gloria e as vestes nupciais, alvejadas no sangue do cordeiro. “Sabemos que, quando Jesus se manifestar, seremos semelhantes a Ele... Todo aquele que espera nele, purifica-se a si mesmo, como também Ele é puro.”

Deus abençoe você e sua família!

Padre João Luiz Fávero
Paróquia Nossa Senhora das Dores
Cambuí - Campinas - SP

REFLEXÃO - FREI RINALDO STECANELLA, OSM



Bom dia. Deus abençoe você com toda sua história de vida, sua casa, sua família, seus amigos.... Hoje a liturgia recorda e celebra a festa de todos os santos, que no calendário foi quinta-feira, dia primeiro, porém, sabiamente a Igreja quer que todos os fiéis possam participar desta maravilhosa mística, significado e espiritualidade que a festa nos proporciona, por isso vamos celebrar hoje, domingo, dia do Senhor. Assim ninguém fica de fora dessa riqueza espiritual. Um motivo a mais para louvar e agradecer a Deus, não é verdade?
Salmo 148

Glorificação do Deus Criador

Louvai o Senhor Deus nos altos céus, *
louvai-o no excelso firmamento!
Louvai-o, anjos seus, todos louvai-o, *
louvai-o, legiões celestiais!

Louvai-o, sol e lua, e bendizei-o, *
louvai-o, vós estrelas reluzentes!
Louvai-o, céus dos céus, e bendizei-o, *
e vós, águas que estais por sobre os céus.

–Louvem todos e bendigam o seu nome, *
porque mandou e logo tudo foi criado.
–Instituiu todas as coisas para sempre, *
e deu a tudo uma lei que é imutável.

Louvai o Senhor Deus por toda a terra, *
grandes peixes e abismos mais profundos;
fogo e granizo, e vós, neves e neblinas, *
furacões que executais as suas ordens.

Montes todos e colinas, bendizei-o, *
cedros todos e vós, árvores frutíferas;
feras do mato e vós, mansos animais, *
todos os répteis e os pássaros que voam.

–Reis da terra, povos todos, bendizei-o, *
e vós, príncipes e todos os juízes;
–e vós, jovens, e vós, moças e rapazes,*
anciãos e criancinhas, bendizei-o!

Louvem o nome do Senhor, louvem-no todos, *
porque somente o seu nome é excelso!
A majestade e esplendor de sua glória *
ultrapassam em grandeza o céu e a terra.

Ele exaltou seu povo eleito em poderio *
ele é o motivo de louvor para os seus santos.
É um hino para os filhos de Israel, *
este povo que ele ama e lhe pertence.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm

Evangelho de Domingo: https://www.youtube.com/watch?v=_DO6SX7DAs0

Hoje vou rezar a Missa da Saúde (São Peregrino) às 14h00 na Paróquia Sagrada Família. Vamos juntar nossas vozes, nossos corações e nossas orações em favor de todos os doentes e enfermos!
PUBLICIDADE
App Liturgia Católica
RSS FEED
Voltar para o conteúdo