OUTUBRO DE 2017 - Liturgia Católica Apostólica Romana

Ir para o conteúdo

Menu principal:

OUTUBRO DE 2017

LITURGIA DIÁRIA > 2017 - OUTUBRO
PUBLICIDADE

01/10/2017

26º Domingo do Tempo Comum

1 de Outubro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Ez 18,25-28

Quando o ímpio se arrepende da maldade
que praticou conserva a própria vida.
Leitura da Profecia de Ezequiel 18,25-28
Assim diz o Senhor:
25 Vós andais dizendo:
`A conduta do Senhor não é correta`.
Ouví, vós da casa de Israel:
É a minha conduta que não é correta,
ou antes é a vossa conduta que não é correta?
26 Quando um justo se desvia da justiça,
pratica o mal e morre,
é por causa do mal praticado que ele morre.
27 Quando um ímpio se arrepende da maldade que praticou
e observa o direito e a justiça,
conserva a própria vida.
28 Arrependendo-se de todos os seus pecados,
com certeza viverá;
não morrerá.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 24,4bc-5.6-7.8-9 (R. 6a)

R. Recordai, Senhor meu Deus, vossa ternura e compaixóo!

4b Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos,*
4c e fazei-me conhecer a vossa estrada!
5 Vossa verdade me oriente e me conduza,
porque sois o Deus da minha salvação;*
em vós espero, ó Senhor, todos os dias! R.

6 Recordai, Senhor meu Deus, vossa ternura *
e a vossa compaixão que são eternas!
7 Não recordeis os meus pecados quando jovem, *
nem vos lembreis de minhas faltas e delitos!
De mim lembrai-vos, porque sois misericórdia*
e sois bondade sem limites, ó Senhor! R.

8 O Senhor é piedade e retidão,*
e reconduz ao bom caminho os pecadores.
9 Ele dirige os humildes na justiça,*
e aos pobres ele ensina o seu caminho. R.
2ª Leitura - Fl 2,1-11

Tende entre vós o mesmo sentimento
que existe em Cristo Jesus.
Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses 2,1-11
Irmãos:
1 Se existe consolação na vida em Cristo,
se existe alento no mútuo amor,
se existe comunhão no Espírito,
se existe ternura e compaixão,
2 tornai então completa a minha alegria:
aspirai à mesma coisa, unidos no mesmo amor;
vivei em harmonia, procurando a unidade.
3 Nada façais por competição ou vanglória,
mas, com humildade, cada um julgue
que o outro é mais importante,
4 e não cuide somente do que é seu,
mas também do que é do outro.
5 Tende entre vós o mesmo sentimento
que existe em Cristo Jesus.
6 Jesus Cristo, existindo em condição divina,
não fez do ser igual a Deus uma usurpação,
7 mas ele esvaziou-se a si mesmo,
assumindo a condição de escravo
e tornando-se igual aos homens.
Encontrado com aspecto humano,
8 humilhou-se a si mesmo,
fazendo-se obediente até a morte,
e morte de cruz.
9 Por isso, Deus o exaltou acima de tudo
e lhe deu o Nome que está acima de todo nome.
10 Assim, ao nome de Jesus,
todo joelho se dobre no céu,
na terra e abaixo da terra,
11 e toda língua proclame : 'Jesus Cristo é o Senhor'
- para a glória de Deus Pai.
Palavra do Senhor.
Evangelho - Mt 21,28-32

Arrependeu-se e foi. Os cobradores de impostos
e as prostitutas vão entrar antes de vós no Reino do céu.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 21,28-32
Naquele tempo, Jesus disse aos sacerdotes
e anciãos do povo:
28 Que vos parece?
Um homem tinha dois filhos.
Dirigindo-se ao primeiro, ele disse:
`Filho, vai trabalhar hoje na vinha!'
29 O filho respondeu: `Não quero'.
Mas depois mudou de opinião e foi.
30 O pai dirigiu-se ao outro filho e disse a mesma coisa.
Este respondeu: `Sim, senhor, eu vou'.
Mas não foi.
31 Qual dos dois fez a vontade do pai?'
Os sumos sacerdotes e os anciãos do povo responderam:
'O primeiro.'
Então Jesus lhes disse: 'Em verdade vos digo,
que os publicanos e as prostitutas
vos precedem no Reino de Deus.
32 Porque João veio até vós, num caminho de justiça,
e vós não acreditastes nele.
Ao contrário,
os publicanos e as prostitutas creram nele.
Vós, porém, mesmo vendo isso,
não vos arrependestes para crer nele.
Palavra da Salvação.

Leituras Facultativas


2ª Leitura - Fl 2,1-5

Tende entre vós o mesmo sentimento
que existe em Cristo Jesus.
Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses 2,1-5
Irmãos:
1 Se existe consolação na vida em Cristo,
se existe alento no mútuo amor,
se existe comunhão no Espírito,
se existe ternura e compaixão,
2 tornai então completa a minha alegria:
aspirai à mesma coisa, unidos no mesmo amor;
vivei em harmonia, procurando a unidade.
3 Nada façais por competição ou vanglória,
mas, com humildade, cada um julgue
que o outro é mais importante,
4 e não cuide somente do que é seu,
mas também do que é do outro.
5 Tende entre vós o mesmo sentimento
que existe em Cristo Jesus.
Palavra do Senhor.



Fonte: CNBB

02/10/2017

Santos Anjos da Guarda . Memória

2 de Outubro de 2017

Cor: Branco

1ª Leitura - Ex 23,20-23

Vou enviar um anjo que vá à tua frente.

Leitura do Livro do Êxodo 23,20-23
Assim diz o Senhor:
20 Vou enviar um anjo que vá à tua frente,
que te guarde pelo caminho
e te conduza ao lugar que te preparei.
21 Respeita-o e ouve a sua voz.
Não lhe sejas rebelde,
porque não suportará as vossas transgressões,
e nele está o meu nome.
22 Se ouvires a sua voz e fizeres tudo o que eu disser,
serei inimigo dos teus inimigos,
e adversário dos teus adversários.
23 O meu anjo irá à tua frente
e te conduzirá à terra dos amorreus,
dos hititas, dos fereseus, dos cananeus,
dos heveus e dos jebuseus, e eu os exterminarei.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 90(91),1-2.3-4.5-6.10-11 (R. 11)

R. O Senhor deu uma ordem aos seus anjos,
para em todos os caminhos te guardarem.
1 Quem habita ao abrigo do Altíssimo *
e vive à sombra do Senhor onipotente,
2 diz ao Senhor: "Sois meu refúgio e proteção, *
sois o meu Deus, no qual confio inteiramente". R.

3 Do caçador e do seu laço ele te livra. *
Ele te salva da palavra que destrói.
4 Com suas asas haverá de proteger-te, *
com seu escudo e suas armas, defender-te. R.

5 Não temerás terror algum durante a noite, *
nem a flecha disparada em pleno dia;
6 nem a peste que caminha pelo escuro, *
nem a desgraça que devasta ao meio-dia. R.

10 Nenhum mal há de chegar perto de ti, *
nem a desgraça baterá à tua porta;
11 pois o Senhor deu uma ordem a seus anjos *
para em todos os caminhos te guardarem. R.

Evangelho - Mt 18,1-5.10

Os seus anjos nos céus vêem sem cessar
a face do meu Pai que está nos céus.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 18,1-5.10
Naquela hora,
1 Os discípulos aproximaram-se de Jesus
e perguntaram:
"Quem é o maior no Reino dos Céus?"
2 Jesus chamou uma criança, colocou-a no meio deles
3 e disse:
"Em verdade vos digo,
se não vos converterdes,
e não vos tornardes como crianças,
não entrareis no Reino dos Céus.
4 Quem se faz pequeno como esta criança,
esse é o maior no Reino dos Céus.
5 E quem recebe em meu nome uma criança como esta,
é a mim que recebe.
10 Não desprezeis nenhum desses pequeninos,
pois eu vos digo que os seus anjos nos céus
vêem sem cessar a face do meu Pai que está nos céus.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mt 18, 1-5.10

Este trecho do Evangelho que nos é proposto pela Igreja na comemoração da memória dos santos Anjos da Guarda é um paralelo ao trecho que meditamos ontem, porém nos apresenta um acréscimo muito importante, que não podemos desconsiderar: a assistência que Deus concede a todos os que são pequenos e a necessidade que existe de valorizarmos aqueles que são os desvalidos do mundo, pois os seus anjos no céu vêem sem cessar a face de Deus. Devemos receber em nome de Jesus todas as crianças, assim como todos os demais desvalidos e excluídos da sociedade para recebermos o próprio Cristo, presente neles.




Fonte: CNBB

03/10/2017

3ª-feira da 26ª Semana do Tempo Comum

3 de Outubro de 2017

Bvs. André de Soveral, Ambrósio Francisco Ferro Presbs. e Comps. Mts., memória

Cor: Vermelho

1ª Leitura - Zc 8,20-23

Virão muitos povos e nações fortes
visitar o Senhor em Jerusalém.
Leitura da Profecia de Zacarias 8,20-23 20 Isto diz o Senhor dos exércitos:
Virão ainda povos e habitantes de cidades grandes,
21 dizendo os habitantes de uma para os de outra cidade:
'Vamos orar na presença do Senhor,
vamos visitar o Senhor dos exércitos;
eu irei também.
22 Virão muitos povos e nações fortes
visitar o Senhor dos exércitos
e orar na presença do Senhor.
23 Isto diz o Senhor dos exércitos:
Naqueles dias, dez homens
de todas as línguas faladas entre as nações
vão segurar pelas bordas da roupa
um homem de Judá, dizendo:
'Nós iremos convosco;
porque ouvimos dizer que Deus está convosco.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 86, 1-3. 4-5. 6-7 (R. Zc 8,23)

R. Nós temos ouvido que Deus está convosco.
1 O Senhor ama a cidade *
que fundou no Monte santo;
2 ama as portas de Sião *
mais que as casas de Jacó.
3 Dizem coisas gloriosas *
da Cidade do Senhor. R.

4 'Lembro o Egito e Babilônia *
entre os meus veneradores.
Na Filistéia ou em Tiro +
ou no país da Etiópia, *
este ou aquele ali nasceu.
5 De Sião, porém, se diz: +
'Nasceu nela todo homem; *
Deus é sua segurança'. R.

6 Deus anota no seu livro, +
onde inscreve os povos todos: *
'Foi ali que estes nasceram'.
7 E por isso todos juntos *
a cantar se alegrarão;
e, dançando, exclamarão: *
'Estão em ti as nossas fontes!' R.

Evangelho - Lc 9,51-56

Ele tomou a firme decisão de partir para Jerusalém. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 9,51-56 51 Estava chegando o tempo de Jesus ser levado para o céu.
Então ele tomou a firme decisão de partir para Jerusalém
52 e enviou mensageiros à sua frente.
Estes puseram-se a caminho
e entraram num povoado de samaritanos,
para preparar hospedagem para Jesus.
53 Mas os samaritanos não o receberam,
pois Jesus dava a impressão de que ia a Jerusalém.
54 Vendo isso, os discípulos Tiago e João disseram:
'Senhor, queres que mandemos descer fogo do céu
para destruí-los?'
55 Jesus, porém, voltou-se e repreendeu-os.
56 E partiram para outro povoado.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 9, 51-56

A mentalidade dos homens é bem diferente da mentalidade de Deus e o Evangelho de hoje nos mostra muito bem essa verdade. Deus não abandona o homem ao poder do pecado e da morte, mas vem em seu socorro através do seu próprio Filho que, com sua morte, destrói o pecado e a morte, e conquista para todos nós a vida. Os apóstolos agem de maneira completamente diferente. Diante da resistência do povo da Samaria em receber Jesus, querem que caia fogo do céu e devore a todos. Os homens querem punição e morte, enquanto Deus quer misericórdia e vida.


Fonte: CNBB

04/10/2017

4ª-feira da 26ª Semana do Tempo Comum

4 de Outubro de 2017

S. Francisco de Assis, Rlg, memória

Cor: Branco

1ª Leitura - Ne 2,1-8

Se for do agrado do rei.deixa-me ir para a Judéia,
a fim de que possa reconstruí-la.
Leitura do Livro de Neemias 2,1-8 1 Era o mês de Nisã,
no vigésimo ano do rei Artaxerxes.
Como o vinho estivesse diante do rei,
eu peguei no vinho e ofereci-o ao rei.
Como em sua presença eu nunca podia estar triste,
2 o rei disse-me:
'Por que estás com a fisionomia triste?
Não estás doente. Isso só pode ser tristeza do coração'.
Fiquei muito apreensivo e disse ao rei:
3 'Que o rei viva para sempre!
Como o meu rosto poderia não estar triste,
quando está em ruínas a cidade
onde estão os túmulos de meus pais
e suas portas foram consumidas pelo fogo?'
4 E o rei disse-me: 'O que desejas?'
Então, fazendo uma oração ao Deus do céu,
5 eu disse ao rei:
'Se for do agrado do rei
e se o teu servo achar graça diante de ti,
deixa-me ir para a Judéia,
à cidade onde se encontram os túmulos de meus pais,
a fim de que possa reconstruí-la'.
6 O rei, junto de quem a rainha se sentara,
perguntou-me:
'Quanto tempo vai durar a tua viagem
e quando estarás de volta?'
Eu indiquei-lhe a data do regresso
e ele autorizou-me a partir.
7 Eu disse ainda ao rei:
'Se parecer bem ao rei,
sejam-me dadas cartas para os governadores de além do rio,
para que me deixem passar, até que chegue à Judéia.
8 E também outra carta para Asaf,
guarda da floresta do rei,
para que me forneça madeira de construção
para as portas da cidadela do templo,
para as muralhas da cidade,
e para a casa em que vou morar'.
E o rei concedeu-me tudo,
pois a bondosa mão de Deus me protegia.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 136,1-2. 3. 4-5. 6 (R. 6a)

R. Que se prenda a minha língua ao céu da boca,
se de ti Jerusalém, eu me esquecer!
1 Junto aos rios da Babilônia
nos sentávamos chorando,*
com saudades de Sião.
2 Nos salgueiros por ali*
penduramos nossas harpas. R.

3 Pois foi lá que os opressores*
nos pediram nossos cânticos;
nossos guardas exigiam*
alegria na tristeza:
'Cantai hoje para nós*
algum canto de Sião!' R.

4 Como havemos de cantar
os cantares do Senhor*
numa terra estrangeira?
5 Se de ti, Jerusalém,
algum dia eu me esquecer,*
que resseque a minha mão! R.

6 Que se cole a minha língua
e se prenda ao céu da boca,*
se de ti não me lembrar!
Se não for Jerusalém*
minha grande alegria! R.

Evangelho - Lc 9,57-62

Eu te seguirei para onde quer que fores. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 9,57-62 Naquele tempo:
57 Enquanto estavam caminhando,
alguém na estrada disse a Jesus:
'Eu te seguirei para onde quer que fores.'
58 Jesus lhe respondeu:
'As raposas têm tocas e os pássaros têm ninhos;
mas o Filho do Homem não tem onde repousar a cabeça.'
59 Jesus disse a outro: 'Segue-me.'
Este respondeu: 'Deixa-me primeiro ir enterrar meu pai.'
60 Jesus respondeu:
'Deixa que os mortos enterrem os seus mortos;
mas tu, vai anunciar o Reino de Deus.'
61 Um outro ainda lhe disse: 'Eu te seguirei, Senhor,
mas deixa-me primeiro despedir-me dos meus familiares.'
62 Jesus, porém, respondeu-lhe:
'Quem põe a mão no arado e olha para trás,
não está apto para o Reino de Deus.'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 9, 57-62

Seguir Jesus significa muito mais do que ser um repetidor doutrinário, significa ser capaz de assumir o seu Projeto como algo próprio, ser capaz de olhar para o futuro e visualizar o Reino de Deus, fundamentar a própria existência nesse Reino, fazer da esperança da sua realização o motor propulsor da própria vida e entregar-se de corpo e alma, com tudo o que se é e que se tem na luta em prol da plena realização desse Projeto, renunciando a todas as conquistas humanas obtidas e a todas as formas de segurança que este mundo pode oferecer. É ser totalmente livre de todos os apegos deste mundo para amar a Deus de forma total e exclusiva e fazer desse amor a grande motivação da construção do Reino e a causa da própria felicidade.


Fonte: CNBB

05/10/2017

5ª-feira da 26ª Semana do Tempo Comum

5 de Outubro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Ne 8,1-4a.5-6.7b-12

Esdras abriu o livro da Lei e bendisse o Senhor;
e todo o povo respondeu: Amém, amém!
Leitura do Livro de Neemias 8,1-4a.5-6.7b-12 Naqueles dias:
1 Todo o povo se reuniu como um só homem
na praça que fica defronte da porta das Águas,
e pediu ao escriba Esdras
que trouxesse o livro da Lei de Moisés,
que o Senhor havia prescrito a Israel.
2 O sacerdote Esdras apresentou a Lei
diante da assembléia de homens, de mulheres
e de todos os que eram capazes de compreender.
Era o primeiro dia do sétimo mês.
3 Assim, na praça que fica defronte da porta das Águas,
Esdras fez a leitura do livro,
desde o amanhecer até ao meio-dia,
na presença dos homens, das mulheres
e de todos os que eram capazes de compreender.
E todo o povo escutava com atenção
a leitura do livro da Lei.
4a Esdras, o escriba,
estava de pé sobre um estrado de madeira,
erguido para esse fim.
5 Estando num lugar mais alto,
ele abriu o livro à vista de todo o povo.
E, quando o abriu, todo o povo ficou de pé.
6 Esdras bendisse o Senhor, o grande Deus,
e todo o povo respondeu, levantando as mãos:
'Amém! Amém!'
Depois inclinaram-se
e prostraram-se diante do Senhor, com o rosto em terra.
7b Os levitas explicavam a Lei ao povo,
e cada um ficou em seu lugar.
8 E leram clara e distintamente o livro da Lei de Deus
e explicaram seu sentido,
de maneira que se pudesse compreender a leitura.
9 O governador Neemias e Esdras, sacerdote e escriba,
e os levitas que instruíam o povo,
disseram a todos:
'Este é um dia consagrado ao senhor, vosso Deus!
Não fiqueis tristes nem choreis',
pois todo o povo chorava ao ouvir as palavras da Lei.
10 E Neemias disse-lhes:
'Ide para vossas casas e comei carnes gordas,
tomai bebidas doces
e reparti com aqueles que nada prepararam,
pois este dia é santo para o nosso Senhor.
Não fiqueis tristes,
porque a alegria do Senhor será a vossa força'.
11 E os levitas acalmavam todo o povo, dizendo:
'Ficai tranqüilos; hoje é um dia santo.
Não vos aflijais!'
12 E todo o povo se retirou para comer e beber.
Distribuíram também aos outros
e expandiram-se em grande alegria,
pois haviam entendido as palavras
que lhes tinham sido explicadas.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 18(19), 8. 9. 10. 11 (R. 9a)

R. Os ensinos do Senhor são sempre retos,
alegria ao coração.
8 A lei do Senhor Deus é perfeita,*
conforto para a alma!
O testemunho do Senhor é fiel,*
sabedoria dos humildes. R.

9 Os preceitos do Senhor são precisos,*
alegria ao coração.
O mandamento do Senhor é brilhante,*
para os olhos é uma luz. R.

10 É puro o temor do Senhor,*
imutável para sempre.
Os julgamentos do Senhor são corretos*
e justos igualmente. R.

11 Mais desejáveis do que o ouro são eles,*
do que o ouro refinado.
Suas palavras são mais doces que o mel,*
que o mel que sai dos favos. R.

Evangelho - Lc 10,1-12

A vossa paz repousará sobre ele. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 10,1-12 Naquele tempo:
1 O Senhor escolheu outros setenta e dois discípulos
e os enviou dois a dois, na sua frente,
a toda cidade e lugar aonde ele próprio devia ir.
2 E dizia-lhes: 'A messe é grande,
mas os trabalhadores são poucos.
Por isso, pedi ao dono da messe
que mande trabalhadores para a colheita.
3 Eis que vos envio como cordeiros para o meio de lobos.
4 Não leveis bolsa, nem sacola, nem sandálias,
e não cumprimenteis ninguém pelo caminho!
5 Em qualquer casa em que entrardes, dizei primeiro:
'A paz esteja nesta casa!'
6 Se ali morar um amigo da paz,
a vossa paz repousará sobre ele;
se não, ela voltará para vós.
7 Permanecei naquela mesma casa,
comei e bebei do que tiverem,
porque o trabalhador merece o seu salário.
Não passeis de casa em casa.
8 Quando entrardes numa cidade e fordes bem recebidos,
comei do que vos servirem,
9 curai os doentes que nela houver
e dizei ao povo: 'O Reino de Deus está próximo de vós.'
10 Mas, quando entrardes numa cidade
e não fordes bem recebidos,
saindo pelas ruas, dizei:
11 Até a poeira de vossa cidade, que se apegou aos nossos pés,
sacudimos contra vós.
No entanto, sabei que o Reino de Deus está próximo!
12 Eu vos digo que, naquele dia,
Sodoma será tratada com menos rigor do que essa cidade.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 10, 1-12

Jesus escolheu outros setenta e dois discípulos, que não eram os Apóstolos e os enviou à sua frente aos lugares onde ele deveria ir, nos mostrando, assim, que a obra evangelizadora da Igreja não é uma atividade exclusiva dos que pertencem à sua hierarquia, mas é compromisso de todos os que lhe pertencem, que são Igreja, porque todos são, pela graça do batismo, operários da messe do Senhor. E os leigos e leigas, de um modo especial, estão sujeitos às ameaças do mundo por isso são enviados como cordeiros no meio de lobos, uma vez que irão testemunhar, no meio do mundo, os valores que não são do mundo, despertando para si o ódio do mundo, que rejeita o Reino de Deus que é anunciado.


Fonte: CNBB

06/10/2017

6ª-feira da 26ª Semana do Tempo Comum

6 de Outubro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Br 1,15-22

Pecamos diante do Senhor e lhe desobedecemos.
Leitura do Livro de Baruc 1,15-22 15 Ao Senhor nosso Deus, cabe justiça;
enquanto a nós, resta-nos corar de vergonha,
como acontece no dia de hoje aos homens de Judá
e aos habitantes de Jerusalém,
16 aos nossos reis, nossos príncipes e sacerdotes,
aos nossos profetas e nossos antepassados:
17 pois pecamos diante do Senhor e lhe desobedecemos
18 e não ouvimos a voz do Senhor, nosso Deus,
que nos exortava
a viver de acordo com os mandamentos
que ele pôs sob os nossos olhos.
19 Desde o dia
em que o Senhor tirou nossos pais do Egito, até hoje,
temos sido desobedientes ao Senhor nosso Deus,
procedemos inconsideradamente,
deixando de ouvir sua voz;
20 por isso perseguem-nos as calamidades e a maldição,
que o Senhor nos lançou por meio de Moisés, seu servo,
no dia em que tirou nossos pais do Egito,
para nos dar uma terra que mana leite e mel,
como de fato é hoje.
21 Mas não escutamos a voz do Senhor, nosso Deus,
como vem nas palavras dos profetas
que ele nos enviou,
22 e entregamo-nos, cada qual,
às inclinações do perverso coração,
para servir a outros deuses
e praticar o mal aos olhos do Senhor, nosso Deus!
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 78,1-2. 3-5. 8. 9 (R. 9b)

R. Por vosso nome e vossa glória, libertai-nos, ó Senhor!
1 Invadiram vossa herança os infiéis, +
profanaram, ó Senhor, o vosso templo, *
Jerusalém foi reduzida a ruínas!
2 Lançaram aos abutres como pasto *
os cadáveres dos vossos servidores;
e às feras da floresta entregaram *
os corpos dos fiéis, vossos eleitos. R.

3 Derramaram o seu sangue como água +
em torno das muralhas de Sião, *
e não houve quem lhes desse sepultura!
4 Nós nos tornamos o opróbrio dos vizinhos, +
um objeto de desprezo e zombaria *
para os povos e àqueles que nos cercam.
5 Mas até quando, ó Senhor, veremos isto? +
Conservareis eternamente a vossa ira? *
Como fogo arderá a vossa cólera? R.

8 Não lembreis as nossas culpas do passado, +
mas venha logo sobre nós vossa bondade, *
pois estamos humilhados em extremo. R.

9 Ajudai-nos, nosso Deus e Salvador! +
Por vosso nome e vossa glória, libertai-nos! *
Por vosso nome, perdoai nossos pecados! R.

Evangelho - Lc 10,13-16

Quem me rejeita, rejeita aquele que me enviou. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 10,13-16 Naquele tempo, disse Jesus:
13 Ai de ti, Corazim! Aí de ti, Betsaida!
Porque se em Tiro e Sidônia
tivessem sido realizados os milagres
que foram feitos no vosso meio,
há muito tempo teriam feito penitência,
vestindo-se de cilício e sentando-se sobre cinzas.
14 Pois bem: no dia do julgamento,
Tiro e Sidônia terão uma sentença menos dura do que vós.
15 Ai de ti, Cafarnaum!
Serás elevada até o céu? Não, tu serás atirada no inferno.
16 Quem vos escuta, a mim escuta;
e quem vos rejeita, a mim despreza;
mas quem me rejeita, rejeita aquele que me enviou.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 10, 13-16

Existem pessoas que vivem profundamente uma religião, mas na verdade essas pessoas não possuem fé. Fazem da religião um ritualismo e um cumprimento de preceitos e conhecem todos os seus dogmas e suas normativas morais, porém não possuem fé, porque não se sentem interpelados por Deus para a mudança de vida tanto em nível pessoal como comunitário. São pessoas que como diz o profeta Isaías, louvam a Deus com os lábios, mas seus corações estão longe dele, porque na verdade, não compreenderam que Deus é amor. O coração que se aproxima de Deus é o coração que é capaz de amar, não com romantismo, mas com compromisso de solidariedade, de busca de libertação, de luta contra a exclusão. Este sim, é o verdadeiro amor, e esta é a verdadeira conversão.


Fonte: CNBB

07/10/2017

Nossa Senhora do Rosário . Memória

7 de Outubro de 2017

Cor: Branco

1ª Leitura - At 1,12-14

Todos eles perseveravam unânimes na oração.
Leitura dos Atos dos Apóstolos 1,12-14
Depois que Jesus foi elevado ao céu,
12 os apóstolos voltaram para Jerusalém,
vindo do monte das Oliveiras,
que fica perto de Jerusalém,
a mais ou menos um quilômetro.
13 Entraram na cidade e subiram para a sala de cima,
onde costumavam ficar.
Eram Pedro e João, Tiago e André, Filipe e Tomé,
Bartolomeu e Mateus, Tiago, filho de Alfeu,
Simão Zelota e Judas, filho de Tiago.
14 Todos eles perseveravam na oração em comum,
junto com algumas mulheres, entre as quais Maria,
mãe de Jesus, e com os irmãos de Jesus.
Palavra do Senhor
Salmo - Lc 1,46-47. 48-49. 50-51. 52-53. 54-55 (R.Cf.54b)

R. O Senhor se lembrou de mostrar sua bondade.

46 A minh'alma engrandece ao Senhor, *
47 e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador, R.

48 pois, ele viu a pequenez de sua serva, *
eis que agora as gerações hão de chamar-me de bendita.
49 O Poderoso fez por mim maravilhas *
e Santo é o seu nome! R.

50 Seu amor, de geração em geração, *
chega a todos que o respeitam.
51 Demonstrou o poder de seu braço, *
dispersou os orgulhosos. R.

52 Derrubou os poderosos de seus tronos *
e os humildes exaltou.
53 De bens saciou os famintos *
e despediu, sem nada, os ricos. R.

54 Acolheu Israel, seu servidor, *
fiel ao seu amor,
55 como havia prometido aos nossos pais, *
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. R.

Evangelho - Lc 1,26-38

Eis que conceberás e darás à luz um filho. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 1,26-38 Naquele tempo:
26 O anjo Gabriel foi enviado por Deus
a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré,
27 a uma virgem, prometida em casamento
a um homem chamado José.
Ele era descendente de Davi
e o nome da virgem era Maria
28 O anjo entrou onde ela estava e disse:
'Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!'
29 Maria ficou perturbada com estas palavras e começou a
pensar qual seria o significado da saudação.
30 O anjo, então, disse-lhe:
'Não tenhas medo, Maria,
porque encontraste graça diante de Deus.
31 Eis que conceberás e darás à luz um filho,
a quem porás o nome de Jesus.
32 Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo,
e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi.
33 Ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacó,
e o seu reino não terá fim'.
34 Maria perguntou ao anjo:
'Como acontecerá isso,
se eu não conheço homem algum?'
35 O anjo respondeu:
'O Espírito virá sobre ti,
e o poder do Altissimo te cobrirá com sua sombra.
Por isso, o menino que vai nascer
será chamado Santo, Filho de Deus.
36 Também Isabel, tua parenta,
concebeu um filho na velhice.
Este já é o sexto mês
daquela que era considerada estéril,
37 porque para Deus nada é impossível'.
38 Maria, então, disse:
'Eis aqui a serva do Senhor;
faça-se em mim segundo a tua palavra!'
E o anjo retirou-se.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 1, 26 - 38

Jesus se insere na história da humanidade e, ao fazê-lo, também passa a ter uma história. Ele é verdadeiramente homem e assume em tudo a condição humana, menos o pecado Ao comemorarmos a Imaculada Conceição da Virgem Maria, estamos comemorando um fato da história do próprio Cristo, pois a Imaculada Conceição de Maria está condicionada ao nascimento de Cristo, uma vez que Deus estava preparando o ventre digno de receber seu próprio Filho. Com isso, podemos perceber a ação do Deus que é Senhor da história e que, agindo na própria história da humanidade, conta com a colaboração de todos para a realização do seu plano.




Fonte: CNBB

08/10/2017

27º Domingo do Tempo Comum

8 de Outubro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Is 5,1-7

A vinha do Senhor dos exércitos é a casa de Israel.

Leitura do Livro do Profeta Isaías 5,1-7
1 Vou cantar para o meu amado
o cântico da vinha de um amigo meu:
Um amigo meu possuía uma vinha em fértil encosta.
2 Cercou-a, limpou-a de pedras,
plantou videiras escolhidas,
edificou uma torre no meio e construiu um lagar;
esperava que ela produzisse uvas boas,
mas produziu uvas selvagens.
3 Agora, habitantes de Jerusalém e cidadãos de Judá,
julgai a minha situação e a de minha vinha.
4 O que poderia eu ter feito a mais por minha vinha
e não fiz?
Eu contava com uvas de verdade,
mas por que produziu ela uvas selvagens?
5 Pois agora vou mostrar-vos o que farei com minha vinha:
vou desmanchar a cerca, e ela será devastada;
vou derrubar o muro, e ela será pisoteada.
6 Vou deixá-la inculta e selvagem:
ela não terá poda nem lavra,
espinhos e sarças tomarão conta dela;
não deixarei as nuvens derramar a chuva sobre ela.
7 Pois bem, a vinha do Senhor dos exércitos
é a casa de Israel,
e o povo de Judá, sua dileta plantação;
eu esperava deles frutos de justiça - e eis injustiça;
esperava obras de bondade - e eis iniqüidade.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 79,9.12.13-14.15-16.19-20 (R. Is 5,7a)

R. A vinha do Senhor é a casa de Israel.

9 Arrancastes do Egito esta videira,*
e expulsastes as nações para plantá-la;
12 até o mar se estenderam seus sarmentos,*
até o rio os seus rebentos se espalharam. R.

13 Por que razão vós destruístes sua cerca,*
para que todos os passantes a vindimem,
14 o javali da mata virgem a devaste,*
e os animais do descampado nela pastem? R.

15 Voltai-vos para nós, Deus do universo!
Olhai dos altos céus e observai.*
Visitai a vossa vinha e protegei-a!
16 Foi a vossa mão direita que a plantou;*
protegei-a, e ao rebento que firmastes! R.

19 E nunca mais vos deixaremos, Senhor Deus!*
Dai-nos vida, e louvaremos vosso nome!
20 Convertei-nos, ó Senhor Deus do universo,
e sobre nós iluminai a vossa face!*
Se voltardes para nós, seremos salvos! R.
2ª Leitura - Fl 4,6-9

Praticai o que aprendestes e o
Deus da paz estará convosco.

Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses 4,6-9
Irmãos:
6 Não vos inquieteis com coisa alguma,
mas apresentai as vossas necessidades a Deus,
em orações e súplicas, acompanhadas de ação de graças.
7 E a paz de Deus, que ultrapassa todo o entendimento,
guardará os vossos corações e pensamento
em Cristo Jesus.
8 Quanto ao mais, irmãos, ocupai-vos
com tudo o que é verdadeiro, respeitável, justo,
puro, amável, honroso,
tudo o que é virtude ou de qualquer modo mereça louvor.
9 Praticai o que aprendestes e recebestes de mim,
ou que de mim vistes e ouvistes.
Assim o Deus da paz estará convosco.
Palavra do Senhor.
Evangelho - Mt 21,33-43

Arrendou a vinha a outros vinhateiros.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 21,33-43
Naquele tempo, Jesus disse aos sumos sacerdotes
e aos anciãos do povo:
33 Escutai esta outra parábola:
Certo proprietário plantou uma vinha, pôs uma cerca em
volta, fez nela um lagar para esmagar as uvas
e construiu uma torre de guarda.
Depois arrendou-a a vinhateiros,
e viajou para o estrangeiro.
34 Quando chegou o tempo da colheita,
o proprietário mandou seus empregados aos vinhateiros
para receber seus frutos.
35 Os vinhateiros, porém, agarraram os empregados,
espancaram a um, mataram a outro,
e ao terceiro apedrejaram.
36 O proprietário mandou de novo outros empregados,
em maior número do que os primeiros.
Mas eles os trataram da mesma forma.
37 Finalmente, o proprietário, enviou-lhes o seu filho,
pensando: `Ao meu filho eles vão respeitar'.
38 Os vinhateiros, porém, ao verem o filho, disseram entre
si: `Este é o herdeiro. Vinde, vamos matá-lo
e tomar posse da sua herança!'
39 Então agarraram o filho,
jogaram-no para fora da vinha e o mataram.
40 Pois bem, quando o dono da vinha voltar,
o que fará com esses vinhateiros?'
41 Os sumos sacerdotes e os anciãos do povo responderam:
'Com certeza mandará matar de modo violento esses
perversos e arrendará a vinha a outros vinhateiros,
que lhe entregarão os frutos no tempo certo.'
42 Então Jesus lhes disse:
'Vós nunca lestes nas Escrituras:
`a pedra que os construtores rejeitaram
tornou-se a pedra angular;
isto foi feito pelo Senhor
e é maravilhoso aos nossos olhos'?
43 Por isso eu vos digo:
o Reino de Deus vos será tirado
e será entregue a um povo que produzirá frutos.
Palavra da Salvação.



Fonte: CNBB

09/10/2017

2ª-feira da 27ª Semana do Tempo Comum

9 de Outubro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Jn 1,1-2,1.11

Jonas pôs-se a caminho, a fim de fugir
para longe da presença do Senhor. Início da Profecia de Jonas 1,1-2,1.11 1 A palavra do Senhor
foi dirigida a Jonas, filho de Amati,
que dizia:
2 'Levanta-te
e põe-te a caminho da grande cidade de Nínive
e anuncia-lhe
que sua perversidade subiu até à minha presença'.
3 Jonas pôs-se a caminho, a fim de fugir para Társis,
longe da presença do Senhor;
desceu a Jope
e encontrou um navio com destino a Társis,
adquiriu passagem
e embarcou com os outros passageiros para essa cidade,
para longe da presença do Senhor.
4 Mas o Senhor mandou um vento violento sobre o mar,
levantando uma grande tempestade,
que ameaçava destruir o navio.
5 Tomados de pavor, os marinheiros começaram a gritar,
cada qual a seu deus,
e a lançar ao mar a carga do navio para o aliviar.
Jonas havia descido ao porão do navio,
deitara-se e dormia a sono solto.
6 O chefe do navio foi vê-lo e disse:
'Como! Tu dormes?
Levanta-te e reza ao teu deus;
talvez ele se lembre de nós, e não morreremos'.
7 Disseram entre si os marinheiros:
'Vamos tirar a sorte,
para saber por que nos acontece esta desgraça'.
Lançaram a sorte, e esta caiu sobre Jonas.
8 Disseram-lhe:
'Explica-nos,
por culpa de quem nos acontece esta desgraça?
Qual é a tua ocupação e donde vens?
Qual é a tua terra, de que povo és?'
9 Ele respondeu:
'Eu sou hebreu e temo o Senhor, Deus do céu,
que fez o mar e a terra firme'.
10 Aqueles homens ficaram possuídos de grande medo,
e disseram:
'Como é que fizeste tal coisa?'
Pelas palavras dele, acabavam de saber
que estava fugindo da presença do Senhor.
11 Disseram então:
'Que faremos contigo, para acalmar o mar?'
Pois o mar enfurecia-se cada vez mais.
12 Respondeu Jonas:
'Pegai em mim e lançai-me ao mar,
e o mar vos deixará em paz:
eu sei que, por minha culpa,
se desencadeou sobre vós esta grande borrasca.'
13 Os marinheiros, à força de remar,
tentavam voltar à terra,
mas em vão,
porque o mar cada vez mais se encapelava contra eles.
14 Então invocaram o Senhor e rezaram:
'Suplicamos-te, Senhor,
não nos deixes morrer em paga pela vida deste homem,
não faças cair sobre nós este sangue inocente;
fizeste, Senhor, valer tua vontade.'
15 Então, pegaram em Jonas e atiraram-no ao mar;
e cessou a fúria do mar.
16 Invadiu esses homens um grande temor do Senhor,
ofereceram-lhe sacrifícios e fizeram-lhe votos.
2,1 Determinou o Senhor
que um grande peixe viesse engolir Jonas;
e ele ficou três dias no ventre do peixe.
11 Então o Senhor fez o peixe vomitar Jonas na praia.
Palavra do Senhor.
Salmo - Jn 2,2. 3. 4. 5. 8 (R. 7c)

R. Retirastes minha vida do sepulcro, ó Senhor!
2 Do fundo do abismo, do ventre do peixe,+
Jonas rezou ao Senhor, o seu Deus,*
a seguinte oração: R.

3 Na minha angústia clamei por socorro,+
pedi vossa ajuda do mundo dos mortos*
e vós me atendeste. R.

4 Senhor, me lançastes no seio dos mares,+
cercou-me a torrente vossas ondas passaram*
com furor sobre mim. R.

5 Então, eu pensei: eu fui afastado+
para longe de vós; nunca mais hei de ver*
vosso Templo sagrado. R.

8 E quando minhas forças em mim acabavam,+
do Senhor me lembrei, chegando até vós *
a minha oração. R.

Evangelho - Lc 10,25-37

E quem é o meu próximo?
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 10,25-37
Naquele tempo:
25 Um mestre da Lei se levantou
e, querendo pôr Jesus em dificuldade, perguntou:
'Mestre, que devo fazer
para receber em herança a vida eterna?'
26 Jesus lhe disse: 'O que está escrito na Lei?
Como lês?'
27 Ele então respondeu:
'Amarás o Senhor, teu Deus,
de todo o teu coração e com toda a tua alma,
com toda a tua força e com toda a tua inteligência;
e ao teu próximo como a ti mesmo!'
28 Jesus lhe disse: 'Tu respondeste corretamente.
Faze isso e viverás.'
29 Ele, porém, querendo justificar-se,
disse a Jesus: 'E quem é o meu próximo?'
30 Jesus respondeu:
'Certo homem descia de Jerusalém para Jericó
e caiu nas mãos de assaltantes.
Estes arrancaram-lhe tudo, espancaram-no,
e foram-se embora deixando-o quase morto.
31 Por acaso, um sacerdote
estava descendo por aquele caminho.
Quando viu o homem, seguiu adiante, pelo outro lado.
32 O mesmo aconteceu com um levita:
chegou ao lugar, viu o homem
e seguiu adiante, pelo outro lado.
33 Mas um samaritano que estava viajando,
chegou perto dele, viu e sentiu compaixão.
34 Aproximou-se dele e fez curativos,
derramando óleo e vinho nas feridas.
Depois colocou o homem em seu próprio animal
e levou-o a uma pensão, onde cuidou dele.
35 No dia seguinte, pegou duas moedas de prata
e entregou-as ao dono da pensão, recomendando:
'Toma conta dele!
Quando eu voltar,
vou pagar o que tiveres gasto a mais.'
E Jesus perguntou:
36 'Na tua opinião, qual dos três foi o próximo do homem
que caiu nas mãos dos assaltantes?'
37 Ele respondeu:
'Aquele que usou de misericórdia para com ele.'
Então Jesus lhe disse: 'Vai e faze a mesma coisa.'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 10, 25-37

O maior mandamento que Jesus nos deu foi a Lei do Amor. Mas infelizmente, a palavra amor tem inúmeras conotações no dia de hoje, a maioria delas contrária ao espírito do Evangelho e aos valores do Reino, daí a importância da parábola do Bom Samaritano que nos mostra que amor de verdade é gesto concreto, é sair do próprio comodismo e ir ao encontro do outro, seja ele ou ela quem for, ser capaz de perceber todos os seus problemas e todas as suas necessidades, deixar-se mover pelo sentimento de compaixão e, cheio de misericórdia, fazer tudo o que estiver ao alcance para que a vida seja melhor para todos.


Fonte: CNBB

10/10/2017

3ª-feira da 27ª Semana do Tempo Comum

10 de Outubro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Jn 3,1-10

Os ninivitas se afastavam do mau caminho.
Leitura da Profecia de Jonas 3,1-10 1 A palavra do Senhor foi dirigida a Jonas,
pela segunda vez:
2 'Levanta-te
e põe-te a caminho da grande cidade de Nínive
e anuncia-lhe a mensagem que eu te vou confiar'.
3 Jonas pôs-se a caminho de Nínive,
conforme a ordem do Senhor.
Ora, Nínive era uma cidade muito grande;
eram necessários três dias para ser atravessada.
4 Jonas entrou na cidade,
percorrendo o caminho de um dia;
pregava ao povo, dizendo:
'Ainda quarenta dias, e Nínive será destruída.'
5 Os ninivitas acreditaram em Deus;
aceitaram fazer jejum, e vestiram sacos,
desde o superior ao inferior.
6 A pregação chegara aos ouvidos do rei de Nínive;
ele levantou-se do trono e pôs de lado o manto real,
vestiu-se de saco e sentou-se em cima de cinza.
7 Em seguida, fez proclamar, em Nínive,
como decreto do rei e dos príncipes:
'Homens e animais bovinos e ovinos
não provarão nada!
Não comerão e não beberão água.
8 Homens e animais se cobrirão de sacos,
e os homens rezarão a Deus com força;
cada um deve afastar-se do mau caminho
e de suas práticas perversas.
9 Deus talvez volte atrás,
para perdoar-nos e aplacar sua ira,
e assim não venhamos a perecer.'
10 Vendo Deus as suas obras de conversão
e que os ninivitas se afastavam do mau caminho,
compadeceu-se e suspendeu o mal,
que tinha ameaçado fazer-lhes, e não o fez.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 129, 1-2. 3-4. 5-6. 7-8 (R. 3)

R. Se levardes em conta nossas faltas,
quem haverá de subsistir?
1 Das profundezas eu clamo a vós, Senhor,*
2 escutai a minha voz!
Vossos ouvidos estejam bem atentos*
ao clamor da minha prece! R.

3 Se levardes em conta nossas faltas,*
quem haverá de subsistir?
4 Mas em vós se encontra o perdão,*
eu vos temo e em vós espero. R.

5 No Senhor ponho a minha esperança,*
espero em sua palavra.
6 A minh'alma espera no Senhor*
mais que o vigia pela aurora. R.

7 Espere Israel pelo Senhor,*
pois no Senhor se encontra toda graça e copiosa redenção.
8 Ele vem libertar a Israel*
de toda a sua culpa. R.
Evangelho - Lc 10,38-42

Marta recebeu-o em sua casa.
Maria escolheu a melhor parte.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 10,38-42.
Naquele tempo:
38 Jesus entrou num povoado,
e certa mulher, de nome Marta, recebeu-o em sua casa.
39 Sua irmã, chamada Maria, sentou-se aos pés do Senhor,
e escutava a sua palavra.
40 Marta, porém, estava ocupada com muitos afazeres.
Ela aproximou-se e disse:
'Senhor, não te importas que minha irmó
me deixe sozinha, com todo o serviço?
Manda que ela me venha ajudar!'
41 O Senhor, porém, lhe respondeu:
'Marta, Marta! Tu te preocupas
e andas agitada por muitas coisas.
42 Porém, uma só coisa é necessária.
Maria escolheu a melhor parte
e esta não lhe será tirada.'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 10, 38-42

Existem pessoas que se sentem angustiadas diante do sofrimento de outras pessoas, das injustiças, das carências e necessidades dos outros e também diante da descrença que existe no mundo de hoje, e, movidas por essa angústia, se entregam de corpo e alma no trabalho evangelizador, promocional e assistencial. Porém, todos nós devemos levar em consideração que o mais importante nem sempre é o que estamos fazendo, mas a motivação pela qual agimos e a consciência de que, na verdade, somos colaboradores com o próprio Deus na sua ação de salvação dos homens e que nada podemos fazer por nós mesmos. Assim, o ativismo é estéril e, além de não atingir seus objetivos, nos esvazia, enquanto que a mística, o encontro com Jesus, sustenta e dá eficácia ao nosso agir.


Fonte: CNBB

11/10/2017

4ª-feira da 27ª Semana do Tempo Comum

11 de Outubro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Jn 4,1-11

Tu sofres por causa desta planta.
E eu não haveria de salvar esta grande cidade de Nínive?
Leitura da Profecia de Jonas 4,1-11 1 Este desfecho causou em Jonas
profunda mágoa e irritação;
2 orou então ao Senhor, dizendo:
'Peço-te me ouças, Senhor:
não era isto que eu receava,
quando ainda estava em minha terra?
Por isso, antecipei-me, fugindo para Társis.
Sabia que és um Deus benigno e misericordioso,
paciente e cheio de bondade,
e que facilmente perdoas a punição.
3 E agora, Senhor, peço que me tires a minha vida,
para mim é melhor morrer do que viver'.
4 Disse o Senhor:
'Achas que tens boas razões para irar-te?'
5 Jonas saiu da cidade e estabeleceu-se na parte oriental
e ali fez para si uma cabana,
onde repousava à sombra,
a ver o que ia acontecer à cidade.
6 O Senhor Deus fez nascer uma hera,
que cresceu sobre a cabana,
para dar sombra à cabeça de Jonas
e abrandar seu aborrecimento.
E Jonas alegrou-se grandemente por causa da hera.
7 Mas, ao raiar do dia seguinte,
Deus determinou que um verme atacasse a hera,
e ela secou.
8 Quando o sol se levantou,
mandou Deus do oriente um vento quente;
e o sol bateu forte sobre a cabeça de Jonas,
que se sentiu desfalecer;
teve vontade de morrer, e disse:
'Para mim é melhor morrer do que viver.'
9 Disse Deus a Jonas:
'Achas que tens boas razões
para irar-te por esta hera?'
'Sim, respondeu ele,
tenho razão até para morrer de raiva.'
10 O Senhor replicou-lhe:
'Tu sofres por causa desta planta,
que não te custou trabalho e não fizeste crescer,
que nasceu numa noite e na outra morreu.
11 E eu não haveria de salvar esta grande cidade de Nínive,
em que vivem cento e vinte mil seres humanos,
que não sabem distinguir a mão direita da esquerda,
e um grande número de animais?'
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 85,3-4. 5-6. 9-10 (R. 15b)

R. Ó Senhor, sois amor, paciência e perdão.
3 Piedade de mim, ó Senhor, *
porque clamo por vós todo o dia!
4 Animai e alegrai vosso servo, *
pois a vós eu elevo a minh'alma. R.

5 Ó Senhor, vós sois bom e clemente, *
sois perdão para quem vos invoca.
6 Escutai, ó Senhor, minha prece, *
o lamento da minha oração! R.

9 As nações que criastes virão *
adorar e louvar vosso nome.
10 Sois tão grande e fazeis maravilhas: *
vós somente sois Deus e Senhor! R.

Evangelho - Lc 11,1-4

Senhor, ensina-nos a rezar. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 11,1-4 1 Um dia, Jesus estava rezando num certo lugar.
Quando terminou, um de seus discípulos pediu-lhe:
'Senhor, ensina-nos a rezar,
como também João ensinou a seus discípulos.'
2 Jesus respondeu: 'Quando rezardes, dizei:
'Pai, santificado seja o teu nome.
Venha o teu Reino.
3 Dá-nos a cada dia o pão de que precisamos,
4 e perdoa-nos os nossos pecados,
pois nós também perdoamos a todos os nossos devedores;
e não nos deixes cair em tentação'.'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 11, 1-4

Jesus ensinou seus discípulos a rezar, mas isso não quer dizer que Jesus os ensinou a decorar um monte de palavras e a imitarem papagaio, repetindo as palavras que aprenderam. A oração era uma prática constante da vida de Jesus, e muito mais importante do que as palavras que os discípulos deveriam dizer é imitar a atitude de encontro filial de Jesus com o Pai e uma série de valores que deveriam ser conhecidos e experimentados, de modo que a oração expresse uma forma de vida segundo valores do Reino, como a fraternidade, a partilha, o perdão e a própria presença de Deus no coração e na vida das pessoas, e expresse também a nossa atitude filial diante de nosso Deus, que também é nosso Pai.


Fonte: CNBB

12/10/2017

Nossa Senhora da Conceição Aparecida . Solenidade

12 de Outubro de 2017

Cor: Branco

1ª Leitura - Est 5,1b-2; 7,2b-3

Concede-me a vida do meu povo - eis o meu desejo!
Leitura do Livro de Ester 5,1b-2; 7,2b-3
1b Ester revestiu-se com vestes de rainha
e foi colocar-se no vestíbulo interno do palácio real,
frente à residência do rei.
O rei estava sentado no trono real,
na sala do trono, frente à entrada.
2 Ao ver a rainha Ester parada no vestíbulo,
olhou para ela com agrado
e estendeu-lhe o cetro de ouro que tinha na mão,
e Ester aproximou-se para tocar a ponta do cetro.
7,2b Então, o rei lhe disse:
"O que me pedes, Ester; o que queres que eu faça?
Ainda que me pedisses a metade do meu reino,
ela te seria concedida".
3 Ester respondeu-lhe:
"Se ganhei as tuas boas graças, ó rei,
e se for de teu agrado,
concede-me a vida - eis o meu pedido! -
e a vida do meu povo - eis o meu desejo!
Palavra do Senhor.

Salmo - Sl 44(45),11-12a.12b-13.14-15a.15b-16 (R. 11.12a)

R. Escutai, minha filha, olhai, ouvi isto:
que o Rei se encante com vossa beleza!
11 Escutai, minha filha, olhai, ouvi isto: +
"Esquecei vosso povo e a casa paterna! *
12a Que o Rei se encante com vossa beleza! R.

12b Prestai-lhe homenagem: é vosso Senhor! +
13 O povo de Tiro vos traz seus presentes, *
os grandes do povo vos pedem favores. R.

14 Majestosa, a princesa real vem chegando, +
vestida de ricos brocados de ouro, *
15a Em vestes vistosas ao Rei se dirige, R.

15b e as virgens amigas lhe formam cortejo, +
16 entre cantos de festa e com grande alegria, *
ingressam, então, no palácio real". R.

2ª Leitura - Ap 12,1.5.13a.15-16a

Um grande sinal apareceu no céu.
Leitura do Livro do Apocalipse de São João 12,1.5.13a.15-16a
1 Apareceu no céu um grande sinal:
uma mulher vestida do sol,
tendo a lua debaixo dos pés
e sobre a cabeça uma coroa de doze estrelas.
5 E ela deu à luz um filho homem,
que veio para governar todas as nações
com cetro de ferro.
Mas o filho foi levado para junto de Deus
e do seu trono.
13a Quando viu que tinha sido expulso para a terra,
o dragão começou a perseguir a mulher
que tinha dado à luz o menino.
15 A serpente, então,
vomitou como um rio de água atrás da mulher,
a fim de a submergir.
16a A terra, porém, veio em socorro da mulher.
Palavra do Senhor.

Evangelho - Jo 2,1-11

Fazei o que ele vos disser. + Proclamaçóo do Evangelho de Jesus Cristo segundo João 2,1-11
Naquele tempo:
1 Houve um casamento em Caná da Galiléia.
A mãe de Jesus estava presente.
2 Também Jesus e seus discípulos
tinham sido convidados para o casamento.
3 Como o vinho veio a faltar,
a mãe de Jesus lhe disse:
"Eles não têm mais vinho".
4 "Mulher, por que dizes isto a mim?
Minha hora ainda não chegou."
5 Sua mãe disse aos que estavam servindo:
"Fazei o que ele vos disser".
6 Estavam seis talhas de pedra colocadas aí
para a purificação que os judeus costumam fazer.
Em cada uma delas cabiam mais ou menos cem litros.
7 Jesus disse aos que estavam servindo:
"Enchei as talhas de água".
Encheram-nas até a boca.
8 Jesus disse:
"Agora tirai e levai ao mestre-sala".
E eles levaram.
9 O mestre-sala experimentou a água,
que se tinha transformado em vinho.
Ele não sabia de onde vinha,
mas os que estavam servindo sabiam,
pois eram eles que tinham tirado a água.
10 O mestre-sala chamou então o noivo e lhe disse:
"Todo mundo serve primeiro o vinho melhor
e, quando os convidados já estão embriagados,
serve o vinho menos bom.
Mas tu guardaste o vinho melhor até agora!"
11 Este foi o início dos sinais de Jesus.
Ele o realizou em Caná da Galiléia
e manifestou a sua glória,
e seus discípulos creram nele.
Palavra da Salvação.

Reflexão - Jo 2, 1-11

Jesus veio ao mundo para trazer a Boa Nova do Reino de Deus e firmar a Nova e eterna Aliança entre Deus e os homens através do mistério pascal. Assim, a água da purificação dos judeus, sinal do Antigo Testamento que está para terminar, será substituída pelo vinho da Nova Aliança que alegra os nossos corações e nos trás a salvação. E isso acontece numa festa de casamento, sinal das núpcias do Cordeiro e prefiguração da Igreja como esposa de Cristo. E o início de tudo foi a ação de Maria, que pede o milagre a Jesus, mas que com sua adesão ao projeto de Deus, abriu caminho para o início do Novo Testamento.




Fonte: CNBB

13/10/2017

6ª-feira da 27ª Semana do Tempo Comum

13 de Outubro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Jl 1,13-15; 2,1-2

Está chegando o dia do Senhor.
É um dia de escuridão fechada.
Leitura da Profecia de Joel 1,13-15; 2,1-2 13 Ponde as vestes e chorai, sacerdotes,
gemei, ministros do altar.
Entrai no templo, deitai-vos em sacos,
ministros de Deus;
a casa de vosso Deus está vazia
de oblações e libações.
14 Prescrevei o jejum sagrado,
convocai a assembléia,
congregai os anciãos
e toda a gente do povo
na casa do Senhor, vosso Deus,
e clamai ao Senhor:
15 'Ai de nós neste dia!
O dia do Senhor está às portas,
está chegando com a força devastadora da tempestade.
2,1 Tocai trombeta em Sião,
gritai alerta em meu santo monte;
tremam os habitantes da terra,
que está chegando o dia do Senhor,
ele está às portas.
2 É um dia de escuridão fechada,
dia de nuvens e remoinhos;
como aurora espraiada nos montes,
assim é um povo numeroso e forte,
tal como jamais se viu algum outro
nem jamais se verá,
até aos anos de gerações futuras.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 9,2-3. 6.16. 8-9 (R. 9a)

R. O Senhor há de julgar o mundo inteiro com justiça
2 Senhor, de coração vos darei graças, *
as vossas maravilhas cantarei!
3 Em vós exultarei de alegria, *
cantarei ao vosso nome, Deus Altíssimo! R.

6 Repreendestes as nações, e os maus perdestes, *
apagastes o seu nome para sempre.
16 Os maus caíram no buraco que cavaram, *
nos próprios laços foram presos os seus pés. R.

8 Mas Deus sentou-se para sempre no seu trono, *
preparou o tribunal do julgamento;
9 julgará o mundo inteiro com justiça, *
e as nações há de julgar com eqüidade. R.

Evangelho - Lc 11,15-26

Se é pelo dedo de Deus que eu expulso os demônios,
então chegou para vós o Reino de Deus. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 11,15-26
Naquele tempo, Jesus estava expulsando um demônio:
15 Mas alguns disseram:
'É por Belzebu, o príncipe dos demônios,
que ele expulsa os demônios.'
16 Outros, para tentar Jesus, pediam-lhe um sinal do céu.
17 Mas, conhecendo seus pensamentos, Jesus disse-lhes:
'Todo reino dividido contra si mesmo será destruído;
e cairá uma casa por cima da outra.
18 Ora, se até Satanás está dividido contra si mesmo,
como poderá sobreviver o seu reino?
Vós dizeis que é por Belzebu que eu expulso os demônios.
19 Se é por meio de Belzebu que eu expulso demônios,
vossos filhos os expulsam por meio de quem?
Por isso, eles mesmos serão vossos juízes.
20 Mas, se é pelo dedo de Deus que eu expulso os demônios,
então chegou para vós o Reino de Deus.
21 Quando um homem forte e bem armado
guarda a própria casa,
seus bens estão seguros.
22 Mas, quando chega um homem mais forte do que ele,
vence-o, arranca-lhe a armadura na qual ele confiava,
e reparte o que roubou.
23 Quem não está comigo, está contra mim.
E quem não recolhe comigo, dispersa.
24 Quando o espírito mau sai de um homem,
fica vagando em lugares desertos, à procura de repouso;
não o encontrando, ele diz:
'Vou voltar para minha casa de onde saí'.
25 Quando ele chega, encontra a casa varrida e arrumada.
26 Então ele vai, e traz consigo
outros sete espíritos piores do que ele.
E, entrando, instalam-se aí.
No fim, esse homem fica em condição pior do que antes.'
Palavra da Salvação.

Reflexão - Lc 11, 15-26

O reino de Deus chegou até nós com toda a sua força contra o mal e suas conseqüências. Mas porque é que sempre temos a impressão que o mal está vencendo o bem e que as coisas estão sempre piorando? A verdade é que vemos a realidade em si sem sermos capazes de interpretar os sinais dos tempos que se apresentam a nós. Assim sendo, até mesmo as coisas boas que Deus realiza no meio de nós são interpretadas como coisas más e, por isso, nós bloqueamos até mesmo as coisas boas que Deus realiza, vendo nelas, por motivos egoístas e por dureza de coração, coisas más, como fizeram os judeus.


Fonte: CNBB

14/10/2017

Sábado da 27ª Semana do Tempo Comum

14 de Outubro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Jl 4,12-21

Tomai a foice,
pois a colheita está madura.
Leitura da Profecia de Joel 4,12-21 Assim fala o Senhor:
12 Levantem-se e ponham-se em marcha os povos
rumo ao Vale de Josafá;
ali me sentarei como juiz para julgar
todas as nações em redor.
13 Tomai a foice,
pois a colheita está madura;
vinde calcar,
que o lagar está cheio:
as tinas transbordam,
porque grande é a sua malícia..
14 Povos e mais povos
no Vale da Decisão:
o dia do Senhor está próximo
no Vale da Decisão.
15 Escureceram o sol e a lua
e as estrelas perderam o brilho.
16 Desde Sião rugirá o Senhor,
fará ouvir sua voz desde Jerusalém;
tremerão céus e terra,
mas o Senhor será refúgio para o seu povo,
será a fortaleza dos filhos de Israel.
17 Sabereis, então, que eu sou o Senhor, vosso Deus,
que habito em Sião, meu santo monte;
Jerusalém será lugar sagrado,
por onde não mais passarão estranhos.
18 Acontecerá naquele dia
que os montes farão correr vinho,
e as colinas manarão leite;
aos regatos de Judá não há de faltar água,
e da casa do Senhor brotará uma fonte,
que irá alimentar a torrente de Setim.
19 O Egito será devastado,
e a Iduméia, devastada e deserta,
por causa de suas atrocidades
contra os filhos de Judá,
derramando sangue inocente em suas terras.
20 Judá será habitada para sempre,
e Jerusalém, por todos os séculos.
21 Vingarei meu sangue, não o deixarei sem castigo.
O Senhor está habitando em Sião.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 96,1-2. 5-6. 11-12 (R. 12a)

R. Ó justos, alegrai-vos no Senhor!
1 Deus é Rei! Exulte a terra de alegria, *
e as ilhas numerosas rejubilem!
2 Treva e nuvem o rodeiam no seu trono, *
que se apóia na justiça e no direito. R.

5 As montanhas se derretem como cera *
ante a face do Senhor de toda a terra;
6 e assim proclama o céu sua justiça, *
todos os povos podem ver a sua glória. R.

11 Uma luz já se levanta para os justos, *
e a alegria, para os retos corações.
12 Homens justos, alegrai-vos no Senhor, *
celebrai e bendizei seu santo nome! R.

Evangelho - Lc 11,27-28

Feliz o ventre que te trouxe.
Muito mais felizes são aqueles que ouvem a palavra de Deus. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 11,27-28 Naquele tempo:
27 Enquanto Jesus falava,
uma mulher levantou a voz no meio da multidão e lhe disse:
'Feliz o ventre que te trouxe
e os seios que te amamentaram.'
28 Jesus respondeu:
'Muito mais felizes são aqueles que ouvem a palavra de Deus
e a põem em prática.'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 11, 27-28

A maternidade carnal de Maria é muito importante e, é claro, muito valorizada por Jesus, mas é apenas uma maternidade, algo que faz parte da natureza de todas as mulheres. No Evangelho de hoje, Jesus contrasta a maternidade carnal de sua mãe com a grandeza da fé e do seguimento dos valores do Reino, o que não faz parte da natureza humana, mas é fruto da atuação da graça divina em nós, e que fazia parte da vida de Maria. Mas Maria, quando se dispôs a fazer a vontade de Deus e disse Sim ao seu projeto de amor, foi muito além, pois sua maternidade não foi apenas carnal, foi divina.


Fonte: CNBB

15/10/2017

28º Domingo do Tempo Comum

15 de Outubro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Is 25, 6-10a

O Senhor dará um banquete e enxugará
as lágrimas de todas as faces.
leitura do Livro do Profeta Isaías 25, 6-10a
6 O Senhor dos exércitos dará
neste monte, para todos os povos,
um banquete de ricas iguarias, regado com vinho puro,
servido de pratos deliciosos e dos mais finos vinhos.
7 Ele removerá, neste monte,
a ponta da cadeia que ligava todos os povos,
a teia em que tinha envolvido todas as nações.
8 O Senhor Deus eliminará para sempre a morte
e enxugará as lágrimas de todas as faces
e acabará com a desonra do seu povo em toda a terra,
o Senhor o disse.
9 Naquele dia, se dirá: 'Este é o nosso Deus,
esperamos nele, até que nos salvou;
este é o Senhor, nele temos confiado:
vamos alegrar-nos e exultar por nos ter salvo'.
10a E a mão do Senhor repousará sobre este monte.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 22,1-3a.3b-4.5-6 (R. 6cd)

R. Na casa do Senhor habitarei, eternamente.

1 O Senhor é o pastor que me conduz;*
não me falta coisa alguma.
2 Pelos prados e campinas verdejantes*
ele me leva a descansar.
Para as águas repousantes me encaminha,*
3 e restaura as minhas forças. R.

3b Ele me guia no caminho mais seguro,*
pela honra do seu nome.
4 Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso,*
nenhum mal eu temerei;
estais comigo com bastóo e com cajado;*
eles me dão a segurança! R.

5 Preparais à minha frente uma mesa,*
bem à vista do inimigo,
e com óleo vós ungis minha cabeça;*
o meu cálice transborda. R.

6 Felicidade e todo bem hão de seguir-me*
por toda a minha vida;
e na casa do Senhor, habitarei*
pelos tempos infinitos. R.
2ª Leitura - Fl 4,12-14.19-20

Tudo posso naquele que me dá força.

Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses
Irmãos:
12 Sei viver na miséria e sei viver na abundância.
Eu aprendi o segredo de viver em toda e qualquer
situação, estando farto ou passando fome,
tendo de sobra ou sofrendo necessidade.
13 Tudo posso naquele que me dá força.
14 No entanto, fizestes bem em compartilhar as minhas
dificuldades.
19 O meu Deus proverá esplendidamente com sua riqueza
a todas as vossas necessidades, em Cristo Jesus.
20 Ao nosso Deus e Pai,
a glória pelos séculos dos séculos. Amém.
Palavra do Senhor.
Evangelho - Mt 22,1-14

Convidai para a festa todos os que encontrardes. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 22,1-14
Naquele tempo:
Jesus voltou a falar em parábolas
aos sumos sacerdotes e aos anciãos do povo,
2 dizendo: 'O Reino dos Céus é como a história do rei
que preparou a festa de casamento do seu filho.
3 E mandou os seus empregados
para chamar os convidados para a festa,
mas estes não quiseram vir.
4 O rei mandou outros empregados, dizendo:
`Dizei aos convidados: já preparei o banquete,
os bois e os animais cevados já foram abatidos
e tudo está pronto. Vinde para a festa!'
5 Mas os convidados não deram a menor atenção:
um foi para o seu campo, outro para os seus negócios,
6 outros agarraram os empregados,
bateram neles e os mataram.
7 O rei ficou indignado e mandou suas tropas para matar
aqueles assassinos e incendiar a cidade deles.
8 Em seguida, o rei disse aos empregados:
`A festa de casamento está pronta,
mas os convidados não foram dignos dela.
9 Portanto, ide até às encruzilhadas dos caminhos
e convidai para a festa todos os que encontrardes.'
10 Então os empregados saíram pelos caminhos
e reuniram todos os que encontraram, maus e bons.
E a sala da festa ficou cheia de convidados.
11 Quando o rei entrou para ver os convidados, observou
ali um homem que não estava usando traje de festa
12 e perguntou-lhe: `Amigo,
como entraste aqui sem o traje de festa?'
Mas o homem nada respondeu.
13 Então o rei disse aos que serviam:
`Amarrai os pés e as mãos desse homem
e jogai-o fora, na escuridão!
Ali haverá choro e ranger de dentes'.
14 Por que muitos são chamados, e poucos são escolhidos.'
Palavra da Salvação.

Leituras Facultativas


Evangelho - Mt 22,1-10

Convidai para a festa todos os que encontrardes.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 22,1-10
Naquele tempo:
Jesus voltou a falar em parábolas
aos sumos sacerdotes e aos anciãos do povo,
2 dizendo: 'O Reino dos Céus é como a história do rei
que preparou a festa de casamento do seu filho.
3 E mandou os seus empregados
para chamar os convidados para a festa,
mas estes não quiseram vir.
4 O rei mandou outros empregados, dizendo:
`Dizei aos convidados: já preparei o banquete,
os bois e os animais cevados já foram abatidos
e tudo está pronto. Vinde para a festa!'
5 Mas os convidados não deram a menor atenção:
um foi para o seu campo, outro para os seus negócios,
6 outros agarraram os empregados,
bateram neles e os mataram.
7 O rei ficou indignado e mandou suas tropas para matar
aqueles assassinos e incendiar a cidade deles.
8 Em seguida, o rei disse aos empregados:
`A festa de casamento está pronta,
mas os convidados não foram dignos dela.
9 Portanto, ide até às encruzilhadas dos caminhos
e convidai para a festa todos os que encontrardes.'
10 Então os empregados saíram pelos caminhos
e reuniram todos os que encontraram, maus e bons.
E a sala da festa ficou cheia de convidados.
Palavra da Salvação.



Fonte: CNBB

16/10/2017

2ª-feira da 28ª Semana do Tempo Comum

16 de Outubro de 2017

Cor: Verde

2ª Leitura - Rm 1,1-7

Jesus Cristo, descendente
de Davi, filho de Deus.


Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos 1,1-7

1 Eu, Paulo, servo de Jesus Cristo, apóstolo por vocação,
escolhido para o Evangelho de Deus,
2 Esse Evangelho, que Deus havia prometido,
por meio de seus profetas, nas Sagradas Escrituras,
3 e que diz respeito a seu Filho,
descendente de Davi segundo a carne,
4 autenticado como Filho de Deus com poder,
pelo Espírito de Santidade que o ressuscitou
dos mortos, Jesus Cristo, Nosso senhor.
5 É por Ele que recebemos a graça da vocação
para o apostolado,
a fim de podermos trazer à obediência da fé
todos os povos pagãos,
para a glória de seu nome.
6 Entre esses povos estais também vós,
chamados a ser discípulos de Jesus Cristo.
7 A vós todos que morais em Roma,
amados de Deus e santos por vocação,
graça e paz da parte de Deus, nosso Pai,
e de nosso Senhor, Jesus Cristo.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 97, 1. 2-3ab. 3cd-4 (R.2a)

R. O Senhor fez conhecer a salvação.
1 Cantai ao Senhor Deus um canto novo,*
porque ele fez prodígios!
Sua mão e o seu braço forte e santo*
alcançaram-lhe a vitória. R.

2 O Senhor fez conhecer a salvação,*
e às nações, sua justiça;
3a recordou o seu amor sempre fiel*
3b pela casa de Israel. R.

3c Os confins do universo contemplaram*
3d a salvação do nosso Deus.
4 Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira,*
alegrai-vos e exultai! R.

Evangelho - Lc 11,29-32

Nenhum sinal será dado a esta geração
a não ser o sinal de Jonas. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 11,29-32 Naquele tempo:
29 Quando as multidões se reuniram em grande quantidade,
Jesus começou a dizer:
'Esta geração é uma geração má.
Ela busca um sinal, mas nenhum sinal lhe será dado,
a não ser o sinal de Jonas.
30 Com efeito, assim como Jonas
foi um sinal para os ninivitas,
assim também será o Filho do Homem para esta geração.
31 No dia do julgamento,
a rainha do Sul se levantará
juntamente com os homens desta geração,
e os condenará.
Porque ela veio de uma terra distante
para ouvir a sabedoria de Salomão.
E aqui está quem é maior do que Salomão.
32 No dia do julgamento, os ninivitas
se levantarão juntamente com esta geração e a condenarão.
Porque eles se converteram
quando ouviram a pregação de Jonas.
E aqui está quem é maior do que Jonas.'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 11, 29-32

Para muitas pessoas, Deus deve manifestar-se constantemente para todos, pois somente assim o mundo poderá crer. Na verdade, essas pessoas querem uma demonstração evidente da existência de Deus e da sua presença no nosso dia a dia, porém o Evangelho de hoje nos mostra que assim como Jonas foi um sinal para os ninivitas, Jesus é um sinal para nós, e Jonas foi um sinal para os ninivitas apenas por suas palavras, que os ninivitas ouviram e creram. Deste modo, Jesus é um sinal para nós por sua palavra e é nela que devemos crer e não ficar exigindo que ele fique realizando "milagres" para que fundamentemos a nossa fé.




Fonte: CNBB

17/10/2017

3ª-feira da 28ª Semana do Tempo Comum

17 de Outubro de 2017

Sto. Inácio de Antioquia BMt, memória

Cor: Vermelho

1ª Leitura - Rm 1,16-25

Tendo os homens conhecido a Deus,
nóo o glorificaram como Deus.
Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos 1,16-25
Irmóos:
16 Eu não me envergonho do Evangelho,
pois ele é uma força salvadora de Deus
para todo aquele que crê,
primeiro para o judeu,
mas também para o grego.
17 Nele, com efeito, a justiça de Deus se revela
da fé para a fé, como está escrito:
O justo viverá pela fé.
18 Por outro lado, a ira de Deus se revela, do alto do céu,
contra toda a impiedade e iniqüidade dos homens
que em sua iniqüidade oprimem a verdade.
19 Pois o que de Deus se pode conhecer é manifesto aos homens:
Deus mesmo lho manifestou.
20 Suas perfeições invisíveis,
como o seu poder eterno e sua natureza divina,
sóo claramente conhecidas através de suas obras,
desde a criação do mundo.
Assim, eles não têm desculpa
21 por não ter dado glória
e ação de graças a Deus como se deve,
embora o tenham conhecido.
Pelo contrário, enfatuaram-se em suas especulações,
e seu coração insensato se obscureceu:
22 alardeando sabedoria, tornaram-se ignorantes
23 e trocaram a glória do Deus incorruptível
por uma figura ou imagem de seres corruptíveis:
homens, pássaros, quadrúpedes, répteis.
24 Por isso, Deus os entregou
com as paixões de seus coraçðes a tal impureza,
que eles mesmos desonram seus próprios corpos.
25 Trocaram a verdade de Deus pela mentira,
adorando e servindo a criatura em lugar do Criador,
que é bendito para sempre. - Amém.
Palavra do Senhor.

Salmo - Sl 18 (19),2-3. 4-5 (R. 2a)

R. Os céus proclamam a glória do Senhor!

2 Os céus proclamam a glória do Senhor, *
e o firmamento, a obra de suas móos;
3 o dia ao dia transmite esta mensagem, *
a noite à noite publica esta notícia. R.

4 Não são discursos nem frases ou palavras, *
nem são vozes que possam ser ouvidas;
5 seu som ressoa e se espalha em toda a terra, *
chega aos confins do universo a sua voz. R.

Evangelho - Lc 11,37-41

Dai esmola do que vós possuís
e tudo ficará puro para vós. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 11,37-41 Naquele tempo:
37 Enquanto Jesus falava,
um fariseu convidou-o para jantar com ele.
Jesus entrou e pôs-se à mesa.
38 O fariseu ficou admirado
ao ver que Jesus não tivesse lavado as mãos
antes da refeição.
39 O Senhor disse ao fariseu:
'Vós fariseus, limpais o copo e o prato por fora,
mas o vosso interior está cheio de roubos e maldades.
40 Insensatos! Aquele que fez o exterior
não fez também o interior?
41 Antes, dai esmola do que vós possuís
e tudo ficará puro para vós.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 11, 37-41

O Evangelho que nos é proposto para a reflexão a partir da liturgia de hoje é altamente questionador no que diz respeito à nossa fé e à nossa vivência religiosa. Para quem crê verdadeiramente, o importante não é a prática exterior, pois esta prática só encontra seu verdadeiro sentido quando é uma expressão do que realmente se crê e se vive, caso contrário, caímos na insensatez: celebramos o que não vivemos nem construímos, e revelamos valores que não são nossos, nem são importantes para nós. O Evangelho de hoje exige de nós coerência entre o que celebramos e o que vivemos, para que as nossas celebrações não sejam ritos vazios e estéreis, mas espírito e verdade.


Fonte: CNBB

18/10/2017

São Lucas, Evangelista . Festa

18 de Outubro de 2017

Cor: Vermelho

1ª Leitura - 2Tm 4,10-17b

Só Lucas está comigo.

Leitura da Segunda Carta de São Paulo a Timóteo 4,10-17b
Caríssimo:
10 Demas me abandonou por amor deste mundo,
e foi para Tessalônica.
Crescente foi para a Galácia,
Tito para a Dalmácia.
11 Só Lucas está comigo.
Toma contigo Marcos e traze-o,
porque me é útil para o ministério.
12 Mandei Tíquico a Éfeso.
13 Quando vieres, traze contigo a capa
que deixei em Trôade, em casa de Carpo,
e os livros, principalmente os pergaminhos.
14 Alexandre, o ferreiro, tem-me causado muito dano;
o Senhor lhe pagará segundo as suas obras!
15 Evita-o também tu,
pois ele fez forte oposição às nossas palavras.
16 Na minha primeira defesa, ninguém me assistiu;
todos me abandonaram.
Oxalá que não lhes seja levado em conta.
17 Mas o Senhor esteve a meu lado e me deu forças,
ele fez com que a mensagem
fosse anunciada por mim integralmente,
e ouvida por todas as nações.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 144(145),10-11,12-13ab,17-18 (R. 12a)

R. Â Senhor, vossos amigos anunciem vosso Reino glorioso!
10 Que vossas obras, ó Senhor, vos glorifiquem, *
e os vossos santos com louvores vos bendigam!
11 Narrem a glória e o esplendor do vosso reino *
e saibam proclamar vosso poder! R.

12 Para espalhar vossos prodígios entre os homens *
e o fulgor de vosso reino esplendoroso.
13a O vosso reino é um reino para sempre, *
13bvosso poder, de geração em geração. R.

17 É justo o Senhor em seus caminhos, *
é santo em toda obra que ele faz.
18 Ele está perto da pessoa que o invoca, *
de todo aquele que o invoca lealmente. R.

Evangelho - Lc 10,1-9

A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 10,1-9
Naquele tempo:
1 O Senhor escolheu outros setenta e dois discípulos
e os enviou dois a dois, na sua frente,
a toda cidade e lugar aonde ele próprio devia ir.
2 E dizia-lhes:
"A messe é grande,
mas os trabalhadores são poucos.
Por isso, pedi ao dono da messe
que mande trabalhadores para a colheita.
3 Eis que vos envio como cordeiros para o meio de lobos.
4 Não leveis bolsa, nem sacola, nem sandálias,
e não cumprimenteis ninguém pelo caminho!
5 Em qualquer casa em que entrardes, dizei primeiro:
`A paz esteja nesta casa!'
6 Se ali morar um amigo da paz,
a vossa paz repousará sobre ele;
se não, ela voltará para vós.
7 Permanecei naquela mesma casa,
comei e bebei do que tiverem,
porque o trabalhador merece o seu salário.
Não passeis de casa em casa.
8 Quando entrardes numa cidade e fordes bem recebidos,
comei do que vos servirem,
9 curai os doentes que nela houver
e dizei ao povo:
`O Reino de Deus está próximo de vós'".
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 10, 1-9

O Evangelho de hoje, reconhecidamente vocacional, nos traz frases chaves, que são essenciais para que a nossa missão tenha êxito: “pedi ao dono da messe”, ou seja, a prática da oração; “eis que vos envio”, porque agimos em nome de Jesus e na sua obra; “não leveis bolsa...” porque os valores materiais não dão garantia do sucesso do trabalho evangelizador; “dizei primeiro: ‘a paz...’”, porque devemos ser anunciadores do Evangelho da paz; “permanecei”, pois se não há comunhão, não pode haver evangelização; “curai os doentes”, ou seja, entregue-se à prática libertadora para que haja vida em abundância; “e dizei ao povo”, para que a Palavra seja anunciada, mas o anúncio seja acompanhado da prática evangélica.




Fonte: CNBB

19/10/2017

5ª-feira da 28ª Semana do Tempo Comum

19 de Outubro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Rm 3,21-30

O homem é justificado pela fé,
sem a prática da Lei judaica.
Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos 3,21-30
Irmãos:
21 Agora, sem depender do regime da Lei,
a justiça de Deus se manifestou,
atestada pela Lei e pelos Profetas;
22 justiça de Deus essa, que se realiza
mediante a fé em Jesus Cristo,
para todos os que têm a fé.
Pois diante desta justiça nóo há distinção:
23 todos pecaram e estão privados da glória de Deus,
24 e a justificação se dá gratuitamente, por sua graça,
em virtude da redenção realizada em Jesus Cristo.
25 Deus destinou Jesus Cristo a ser, por seu próprio sangue,
instrumento de expiação mediante a realidade da fé.
Assim Deus mostrou sua justiça
em ter deixado sem castigo os pecados cometidos outrora,
26 no tempo de sua tolerância.
Assim ainda ele demonstra sua justiça no tempo presente,
para ser ele mesmo justo,
e tornar justo aquele que vive a partir da fé em Jesus.
27 Onde estaria, então, o direito de alguém se gloriar?
- Foi excluído.
Por qual lei? Pela lei das obras?
- Absolutamente não,
mas, sim, pela lei da fé.
28 Com efeito, julgamos que o homem é justificado pela fé,
sem a prática da Lei judaica.
29 Acaso Deus é só dos judeus?
Não é também Deus dos pagãos?
Sim, é também Deus dos pagãos.
30 Pois Deus é um só.
Palavra do Senhor.

Salmo - Sl 129,1-2. 3-4. 5-6 (R. 7)

R. No Senhor se encontra toda graça
e copiosa redenção!

1 Das profundezas eu clamo a vós, Senhor,*
2 escutai a minha voz!
Vossos ouvidos estejam bem atentos*
ao clamor da minha prece! R.

3 Se levardes em conta nossas faltas, *
quem haverá de subsistir?
4 Mas em vós se encontra o perdóo, *
eu vos temo e em vós espero. R.

5 No Senhor ponho a minha esperança, *
espero em sua palavra.
6 A minh'alma espera no Senhor *
mais que o vigia pela aurora. R.

Evangelho - Lc 11,47-54

Peçam contas do sangue de todos os profetas,
desde o sangue de Abel até o sangue de Zacarias. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 11,47-54 Naquele tempo, disse Jesus:
47 Ai de vós, porque construís os túmulos dos profetas;
no entanto, foram vossos pais que os mataram.
48 Com isso, vós sois testemunhas
e aprovais as obras de vossos pais,
pois eles mataram os profetas e vós construís os túmulos.
49 É por isso que a sabedoria de Deus afirmou:
'Eu lhes enviarei profetas e apóstolos,
e eles matarão e perseguirão alguns deles,
50 a fim de que se peçam contas a esta geração
do sangue de todos os profetas,
derramado desde a criação do mundo,
51 desde o sangue de Abel até o sangue de Zacarias,
que foi morto entre o altar e o santuário.
Sim, eu vos digo: serão pedidas contas disso a esta geração.
52 Ai de vós, mestres da Lei,
porque tomastes a chave da ciência.
Vós mesmos não entrastes,
e ainda impedistes os que queriam entrar.'
53 Quando Jesus saiu daí,
os mestres da Lei e os fariseus começaram a tratá-lo mal,
e a provocá-lo sobre muitos pontos.
54 Armavam ciladas, para pegá-lo de surpresa,
por qualquer palavra que saísse de sua boca.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 11, 47-54

A sociedade humana é a sociedade da morte e procura destruir todas as iniciativas que promovem a verdadeira vida. Como o Reino de Deus é o Reino da Vida, ele sofre perseguições e rejeição por parte do mundo. O mundo odeia tudo o que está relacionado com a vida e nega seus valores, trata mal quem age assim, provoca quem procura viver retamente, arma ciladas para pegá-los de surpresa. Mas todo aquele que de fato é do Reino de Deus enfrenta todas essas dificuldades e luta pela vida, sabendo que Deus é o seu grande parceiro nesta luta e que a vida triunfará sobre o pecado e a morte.


Fonte: CNBB

20/10/2017

6ª-feira da 28ª Semana do Tempo Comum

20 de Outubro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Rm 4,1-8

Abraão creu em Deus,
e isso lhe foi creditado como justiça.
Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos 4,1-8
Irmóos:
1 Que vantagem diremos ter obtido Abraão,
nosso pai segundo a carne?
2 Pois se Abraóo se tornou justo em virtude das obras,
está aí seu motivo de glória...
mas nóo perante Deus!
3 Com efeito, o que diz a Escritura?
'Abraão creu em Deus,
e isso lhe foi creditado como justiça'.
4 Ora, para quem faz um trabalho,
o salário nóo é creditado como um presente gratuito,
mas como uma dívida.
5 Porém, para a pessoa que, em vez de fazer um trabalho,
crê naquele que torna justo o ímpio,
a sua fé lhe é creditada como atestado de justiça.
6 É assim que Davi declara feliz o homem
a quem Deus credita a justiça
independentemente das obras:
7 'Felizes aqueles cujas transgressões foram remidas
e cujos pecados foram perdoados;
8 feliz o homem do qual Deus nóo leva em conta o pecado.'
Palavra do Senhor.

Salmo - Sl 31,1-2. 5. 11 (R. Cf. 7)

R. Vós sois para mim proteçóo e refúgio,
eu canto bem alto a vossa salvaçóo.
1 Feliz o homem que foi perdoado*
e cuja falta já foi encoberta!
2 Feliz o homem a quem o Senhor
nóo olha mais como sendo culpado,*
e em cuja alma nóo há falsidade! R.

5 Eu confessei, afinal, meu pecado,*
e minha falta vos fiz conhecer.
Disse: 'Eu irei confessar meu pecado!'*
E perdoastes, Senhor, minha falta. R.

11 Regozijai-vos, ó justos, em Deus,
e no Senhor exultai de alegria!*
Coraçðes retos, cantai jubilosos! R.

Evangelho - Lc 12,1-7

Os cabelos de vossa cabeça estão todos contados. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 12,1-7 Naquele tempo:
1 Milhares de pessoas se reuniram,
a ponto de uns pisarem os outros.
Jesus começou a falar, primeiro a seus discípulos:
'Tomai cuidado com o fermento dos fariseus,
que é a hipocrisia.
2 Não há nada de escondido, que não venha a ser revelado,
e não há nada de oculto que não venha a ser conhecido.
3 Portanto, tudo o que tiverdes dito na escuridão,
será ouvido à luz do dia;
e o que tiverdes pronunciado ao pé do ouvido, no quarto,
será proclamado sobre os telhados.
4 Pois bem, meus amigos, eu vos digo:
não tenhais medo daqueles que matam o corpo,
não podendo fazer mais do que isto.
5 Vou mostrar-vos a quem deveis temer:
temei aquele que, depois de tirar a vida,
tem o poder de lançar-vos no inferno.
Sim, eu vos digo, a este temei.
6 Não se vendem cinco pardais por uma pequena quantia?
No entanto, nenhum deles é esquecido por Deus.
7 Até mesmo os cabelos de vossa cabeça estão todos contados.
Não tenhais medo! Vós valeis mais do que muitos pardais.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 12, 1-7

As autoridades religiosas do tempo de Jesus eram autoridades poderosas e opressoras, que se valiam da ocupação romana e dos privilégios obtidos por ela para oprimir o povo, de modo que o povo era duplamente oprimido: pelos romanos e pelo poder religioso instituído. A religião realizava exatamente o contrário daquilo que o próprio Deus queria. Quando Jesus fala que devemos ter cuidado com o fermento dos fariseus, ele nos diz também que devemos nos preocupar para não sermos contaminados pela hipocrisia, pela sede de poder e pela busca de privilégios pessoais, para que também nós não façamos da nossa religião um meio de opressão, mas sim subamos em cima dos telhados e denunciemos todos os falsos valores da vivência religiosa.


Fonte: CNBB

21/10/2017

Sábado da 28ª Semana do Tempo Comum

21 de Outubro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Rm 4,13.16-18

Contra toda a humana esperança,
ele firmou-se na esperança.
Leitura da Carta de Sóo Paulo aos Romanos 4,13.16-18 Irmóos:
13 Nóo foi por causa da Lei,
mas por causa da justiça que vem da fé,
que Deus prometeu o mundo como herança a Abraóo
ou à sua descendência.
16 É em virtude da fé que alguém se torna herdeiro.
Logo, a condiçóo de herdeiro é uma graça, um dom gratuito,
e a promessa de Deus continua valendo
para toda a descendência de Abraóo,
tanto para a descendência que se apega à Lei,
quanto para a que se apóia somente na fé de Abraóo,
que é o pai de todos nós.
17 Pois está escrito: 'Eu fiz de ti pai de muitos povos'.
Ele é pai diante de Deus,
porque creu em Deus
que vivifica os mortos
e faz existir o que antes nóo existia.
18 Contra toda a humana esperança,
ele firmou-se na esperança e na fé.
Assim, tornou-se pai de muitos povos,
conforme lhe fora dito:
'Assim será a tua posteridade'.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 104,6-7. 8-9. 42-43 (R. 8a)

R. O Senhor se lembra sempre da Aliança.
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia
6 Descendentes de Abraóo, seu servidor, *
e filhos de Jacó, seu escolhido,
7 ele mesmo, o Senhor, é nosso Deus, *
vigoram suas leis em toda a terra. R.

8 Ele sempre se recorda da Aliança, *
promulgada a incontáveis geraçðes;
9 da Aliança que ele fez com Abraóo, *
e do seu santo juramento a Isaac. R.

42 Ele lembrou-se de seu santo juramento, *
que fizera a Abraóo, seu servidor.
43 Fez sair com grande júbilo o seu povo, *
e seus eleitos, entre gritos de alegria. R.

Evangelho - Lc 12,8-12

Nessa hora o Espírito Santo vos ensinará
o que deveis dizer. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 12,8-12
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
8 Todo aquele que der testemunho de mim diante dos homens,
o Filho do Homem também dará testemunho dele
diante dos anjos de Deus.
9 Mas aquele que me renegar diante dos homens,
será negado diante dos anjos de Deus.
10 Todo aquele que disser alguma coisa
contra o Filho do Homem
será perdoado.
Mas quem blasfemar contra o Espírito Santo
não será perdoado.
11 Quando vos conduzirem diante das sinagogas,
magistrados e autoridades,
não fiqueis preocupados como ou com que vos defendereis,
ou com o que direis.
12 Pois nessa hora o Espírito Santo vos ensinará
o que deveis dizer.'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 12, 8-12

Durante o trabalho evangelizador, sempre somos assistidos pelo Espírito Santo. Somente com a sua ação é que podemos ser verdadeiras testemunhas de Jesus e o nosso trabalho pode produzir frutos que permanecem para a vida eterna. O Espírito Santo nos dá coragem e sabedoria para que possamos testemunhar Jesus e permanecer fiéis a ele até mesmo nos momentos mais difíceis. A história da Igreja está repleta de exemplos de santos e santas que, no momento do martírio, foram fiéis ao Espírito Santo e, além do derramamento de sangue, nos deixaram belas páginas sobre o amor a Deus.


Fonte: CNBB

22/10/2017

29º Domingo do Tempo Comum

22 de Outubro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Is 45,1.4-6

Tomei Ciro pela mão direita, para que
submeta os povos ao seu domínio.

Leitura do Livro do Profeta Isaías 45,1.4-6
1 Isto diz o Senhor sobre Ciro, seu Ungido:
'Tomei-o pela mão
para submeter os povos ao seu domínio,
dobrar o orgulho dos reis,
abrir todas as portas à sua marcha,
e para não deixar trancar os portões.
4 Por causa de meu servo Jacó,
e de meu eleito Israel, chamei-te pelo nome;
reservei-te, e não me reconheceste.
5 Eu sou o Senhor, não existe outro:
fora de mim não há deus.
Armei-te guerreiro, sem me reconheceres,
6 para que todos saibam, do oriente ao ocidente,
que fora de mim outro não existe.
Eu sou o Senhor, não há outro.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 95,1.2a.3.4-5.7-8.9-10a.c (R. 7ab)

R. ó família das nações, dai ao Senhor poder e glória!

1 Cantai ao Senhor Deus um canto novo,*
2a cantai ao Senhor Deus, ó terra inteira!
3 manifestai a sua glória entre as nações,*
e entre os povos do universo seus prodígios! R.

4 Pois Deus é grande e muito digno de louvor,*
é mais terrível e maior que os outros deuses,
5 porque um nada sóo os deuses dos pagãos.
Foi o Senhor e nosso Deus quem fez os céus. R.

7 Â família das nações, dai ao Senhor,*
ó nações, dai ao Senhor poder e glória,*
8 dai-lhe a glória que é devida ao seu nome!
Oferecei um sacrifício nos seus átrios. R.

9 Adorai-o no esplendor da santidade, *
terra inteira, estremecei diante dele!
10 Publicai entre as nações: 'Reina o Senhor!'*
pois os povos ele julga com justiça. R.
2ª Leitura - 1Ts 1,1-5b

Recordamos sem cessar da vossa
fé, da caridade e da esperança.

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses 1,1-5b

1 Paulo, Silvano e Timóteo,
à igreja dos tessalonicenses,
reunida em Deus Pai e no Senhor Jesus Cristo:
a vós, graça e paz!
2 Damos graças a Deus por todos vós,
lembrando-vos sempre em nossas orações.
3 Diante de Deus, nosso Pai,
recordamos sem cessar a atuação da vossa fé,
o esforço da vossa caridade e a firmeza da vossa
esperança em nosso Senhor Jesus Cristo.
4 Sabemos, irmãos amados por Deus,
que sois do número dos escolhidos.
5b Porque o nosso evangelho não chegou até vós
somente por meio de palavras,
mas também mediante a força que é o Espírito Santo;
e isso, com toda a abundância.
Palavra do Senhor.
Evangelho - Mt 22,15-21

Dai, pois, a César o que é de
César e a Deus o que é de Deus.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 22,15-21
Naquele tempo:
15 Os fariseus fizeram um plano
para apanhar Jesus em alguma palavra.
16 Então mandaram os seus discípulos,
junto com alguns do partido de Herodes,
para dizerem a Jesus:
'Mestre, sabemos que és verdadeiro
e que, de fato, ensinas o caminho de Deus.
Não te deixas influenciar pela opinião dos outros,
pois não julgas um homem pelas aparências.
17 Dize-nos, pois, o que pensas:
É lícito ou não pagar imposto a César?'
18 Jesus percebeu a maldade deles e disse: 'Hipócritas!
Por que me preparais uma armadilha?
19 Mostrai-me a moeda do imposto!'
Trouxeram-lhe então a moeda.
20 E Jesus disse:
'De quem é a figura e a inscrição desta moeda?'
21 Eles responderam: 'De César.'
Jesus então lhes disse:
'Dai pois a César o que é de César,
e a Deus o que é de Deus.'
Palavra da Salvação.



Fonte: CNBB

23/10/2017

2ª-feira da 29ª Semana do Tempo Comum

23 de Outubro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Rm 4,20-25

A Escritura visa também a nós,
pois a fé nos será creditada.
Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos 4,20-25
Irmãos:
20 Diante da promessa divina,
Abraão não duvidou por falta de fé,
mas revigorou-se na fé e deu glória a Deus,
21 convencido de que Deus tem poder para cumprir o que prometeu.
22 Esta sua atitude de fé lhe foi creditada como justiça.
23 Afirmando que a fé lhe foi creditada como justiça,
a Escritura visa não só à pessoa de Abraão, mas também a nós,
pois a fé será creditada também para nós
que cremos naquele que ressuscitou dos mortos Jesus,
nosso Senhor.
25 Ele, Jesus, foi entregue por causa de nossos pecados
e foi ressuscitado para nossa justificação.
Palavra do Senhor.

Salmo - Lc 1,69-70. 71-72. 73-75 (R. Cf. 68)

R. Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou!

69 Fez surgir um poderoso Salvador *
na casa de Davi, seu servidor,
70 como falara pela boca de seus santos, *
os profetas desde os tempos mais antigos. R.

71 para salvar-nos do poder dos inimigos *
e da mão de todos quantos nos odeiam.
72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, *
recordando a sua santa Aliança. R.

73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, *
de conceder-nos 74que, libertos do inimigo,
a ele nós sirvamos sem temor +
75 em santidade e em justiça diante dele, *
enquanto perdurarem nossos dias. R.

Evangelho - Lc 12,13-21

E para quem ficará o que tu acumulaste?'
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 12,13-21
Naquele tempo:
13 Alguém, do meio da multidão, disse a Jesus: 'Mestre,
dize ao meu irmão que reparta a herança comigo.'
14 Jesus respondeu:
'Homem, quem me encarregou de julgar
ou de dividir vossos bens?'
15 E disse-lhes:
'Atenção! Tomai cuidado contra todo tipo de ganância,
porque, mesmo que alguém tenha muitas coisas,
a vida de um homem não consiste na abundância de bens.'
16 E contou-lhes uma parábola:
'A terra de um homem rico deu uma grande colheita.
17 Ele pensava consigo mesmo:
'O que vou fazer?
Não tenho onde guardar minha colheita'.
18 Então resolveu: 'Já sei o que fazer!
Vou derrubar meus celeiros e construir maiores;
neles vou guardar todo o meu trigo,
junto com os meus bens.
19 Então poderei dizer a mim mesmo:
- Meu caro, tu tens uma boa reserva para muitos anos.
Descansa, come, bebe, aproveita!'
20 Mas Deus lhe disse: 'Louco!
Ainda nesta noite, pedirão de volta a tua vida.
E para quem ficará o que tu acumulaste?'
21 Assim acontece com quem ajunta tesouros para si mesmo,
mas não é rico diante de Deus.'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 12, 13-21

�Mas Deus lhe disse: �Louco!� Louco é aquele que é incapaz de perceber a verdadeira hierarquia dos valores e submete o eterno ao temporal, o celeste ao terreno, fazendo com que o acúmulo de bens materiais se tornem a causa maior da sua própria felicidade, o que faz com que ele feche a sua vida para os valores que são eternos e que trazem a felicidade que não tem fim. A verdadeira loucura consiste em não conhecer a Deus e, por isso, não valorizar a sua presença em nossas vidas, não viver no seu amor e não amar, de modo que não haja partilha de todos os bens, não possibilitando um crescimento mútuo e um projeto comum de felicidade, que dura para sempre.


Fonte: CNBB

24/10/2017

3ª-feira da 29ª Semana do Tempo Comum

24 de Outubro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Rm 5,12.15b.17-19.20b-21

Se pela falta de um só homem,.a morte começou a reinar,
muito mais reinaróo na vida, pela mediaçóo de um só, Jesus Cristo,
os que recebem o dom gratuito e superabundante da justiça.
Leitura da Carta de Sóo Paulo aos Romanos 5,12.15b.17-19.20b-21 Irmóos:
12 O pecado entrou no mundo por um só homem.
Através do pecado, entrou a morte.
E a morte passou para todos os homens,
porque todos pecaram.
15b A transgressóo de um só levou a multidóo humana à morte,
mas foi de modo bem mais superior que a graça de Deus,
ou seja, o dom gratuito
concedido através de um só homem, Jesus Cristo,
se derramou em abundância sobre todos.
17 Por um só homem, pela falta de um só homem,
a morte começou a reinar.
Muito mais reinaróo na vida,
pela mediaçóo de um só, Jesus Cristo,
os que recebem o dom gratuito e superabundante da justiça.
18 Como a falta de um só acarretou condenaçóo
para todos os homens,
assim o ato de justiça de um só trouxe,
para todos os homens,
a justificaçóo que dá a vida.
19 Com efeito, como pela desobediência de um só homem
a humanidade toda foi estabelecida numa situaçóo de pecado,
assim também, pela obediência de um só,
toda a humanidade passará para uma situaçóo de justiça.
20b Porém, onde se multiplicou o pecado,
aí superabundou a graça.
21 Enfim, como o pecado tem reinado pela morte,
que a graça reine pela justiça,
para a vida eterna, por Jesus Cristo, Senhor nosso.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 39,7-8a. 8b-9. 10. 17 (R. Cf 8a.9a)

R. Eis que venho fazer, com prazer, a vossa vontade, Senhor!
7 Sacrifício e oblaçóo nóo quisestes,*
mas abristes, Senhor, meus ouvidos;
nóo pedistes ofertas nem vítimas,+
holocaustos por nossos pecados,*
8a E entóo eu vos disse: 'Eis que venho!' R.

8b Sobre mim está escrito no livro:
9 'Com prazer faço a vossa vontade,*
guardo em meu coraçóo vossa lei!' R.

10 Boas-novas de vossa justiça
anunciei numa grande assembléia;*
vós sabeis: nóo fechei os meus lábios! R.

17 Mas se alegre e em vós rejubile*
todo ser que vos busca, Senhor!
Digam sempre: 'É grande o Senhor!'*
os que buscam em vós seu auxílio. R.

Evangelho - Lc 12,35-38

Felizes os empregados que o senhor
encontrar acordados quando chegar. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 12,35-38 Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
35 Que vossos rins estejam cingidos e as lâmpadas acesas.
36 Sede como homens que estão esperando
seu senhor voltar de uma festa de casamento,
para lhe abrir em, imediatamente, a porta,
logo que ele chegar e bater.
37 Felizes os empregados que o senhor
encontrar acordados quando chegar.
Em verdade eu vos digo:
Ele mesmo vai cingir-se, fazê-los sentar-se à mesa
e, passando, os servirá.
38 E caso ele chegue à meia-noite ou às três da madrugada,
felizes serão, se assim os encontrar!
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 12, 35-38

O verdadeiro discípulo de Jesus procura viver sempre um dos valores mais importantes que aparecem no Evangelho: o serviço. Ele sempre está pronto para servir o seu senhor que chega, pois vê o próprio Jesus que vem até ele na pessoa do pobre, do nu, do faminto, do injustiçado, do doente, do abandonado, do carente, enfim, de todos os que precisam de amor, de ajuda material, psicológica, afetiva ou espiritual. Esse discípulo não fala muito de amor e de Evangelho, porque sua vida é o grande discurso da vivência do amor evangélico. Este é o que está de rins cingidos e abre a porta do seu coração sempre que o Senhor chega e este é o feliz que será eternamente servido pelo Senhor.


Fonte: CNBB

25/10/2017

4ª-feira da 29ª Semana do Tempo Comum

25 de Outubro de 2017

Sto. Antônio de Sant'Ana Galvão, memória

Cor: Branco

1ª Leitura - Rm 6, 12-18

Oferecei-vos a Deus como pessoas que passaram da morte à vida.
Leitura da Carta de Sóo Paulo aos Romanos 6,12-18 Irmóos:
12 Que o pecado nóo reine mais em vosso corpo mortal,
levando-vos a obedecer às suas paixðes.
13 Nóo ofereçais mais vossos membros ao pecado
como armas de iniqüidade.
Pelo contrário, oferecei-vos a Deus como pessoas vivas,
isto é, como pessoas que passaram da morte à vida,
e ponde vossos membros ao serviço de Deus
como armas de justiça.
14 De fato, o pecado nóo vos dominará,
visto que nóo estais sob o regime da Lei,
mas sob o regime da graça.
15 Entóo, iremos pecar,
porque nóo estamos sob o regime da Lei,
mas sob o regime da graça?
De modo algum!
16 Acaso nóo sabeis que,
oferecendo-vos a alguém como escravos,
sois realmente escravos daquele a quem obedeceis,
seja escravos do pecado para a morte,
seja escravos da obediência para a justiça?
17 Graças a Deus que vós,
depois de terdes sido escravos do pecado,
passastes a obedecer, de coraçóo, aos ensinamentos,
aos quais fostes entregues.
18 Libertados do pecado,
vos tornastes escravos da justiça.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 123,1-3. 4-6. 7-8 (R. 8a)

R. Nosso auxílio está no nome do Senhor.
1 Se o Senhor não estivesse ao nosso lado, *
que o diga Israel neste momento;
2 se o Senhor não estivesse ao nosso lado, *
quando os homens investiram contra nós,
3 com certeza nos teriam devorado *
no furor de sua ira contra nós. R.

4 Então as águas nos teriam submergido, *
a correnteza nos teria arrastado,
5 e então, por sobre nós teriam passado *
essas águas sempre mais impetuosas.
6 Bendito seja o Senhor, que não deixou *
cairmos como presa de seus dentes! R.

7 Nossa alma como um pássaro escapou *
do laço que lhe armara o caçador;
o laço arrebentou-se de repente, *
e assim nós conseguimos libertar-nos.
8 O nosso auxílio está no nome do Senhor, *
do Senhor que fez o céu e fez a terra! R.

Evangelho - Lc 12, 39-48

A quem muito foi dado, muito será pedido. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 12,39-48 Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
39 Ficai certos: se o dono da casa
soubesse a hora em que o ladrão iria chegar,
não deixaria que arrombasse a sua casa.
40 Vós também ficai preparados!
Porque o Filho do Homem vai chegar
na hora em que menos o esperardes'.
41 Então Pedro disse:
'Senhor, tu contas esta parábola para nós ou para todos?'
42 E o Senhor respondeu:
'Quem é o administrador fiel e prudente
que o senhor vai colocar à frente do pessoal de sua casa
para dar comida a todos na hora certa?
43 Feliz o empregado que o patrão, ao chegar,
encontrar agindo assim!
44 Em verdade eu vos digo:
o senhor lhe confiará a administração de todos os seus bens.
45 Porém, se aquele empregado pensar:
'Meu patrão está demorando',
e começar a espancar os criados e as criadas,
e a comer, a beber e a embriagar-se,
46 o senhor daquele empregado chegará num dia inesperado
e numa hora imprevista,
ele o partirá ao meio
e o fará participar do destino dos infiéis.
47 Aquele empregado que, conhecendo a vontade do senhor,
nada preparou, nem agiu conforme a sua vontade,
será chicoteado muitas vezes.
48 Porém, o empregado que não conhecia essa vontade
e fez coisas que merecem castigo,
será chicoteado poucas vezes.
A quem muito foi dado, muito será pedido;
a quem muito foi confiado, muito mais será exigido!
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 12, 39-48

O Filho do Homem vai chegar na hora em que menos esperamos, pois ele está sempre chegando até nós nos pobres e necessitados. Os que esperam a vinda de Jesus somente no último dia tornam-se pregadores do fim do mundo e vivem uma fé ritual, são incapazes de amar verdadeiramente e, na verdade, não conhecem Jesus presente em suas vidas, possuem uma fé egoísta, pois a espera de Jesus não é para o encontro com ele, mas para ganhar o prêmio eterno. A longa espera e a falta de vivência concreta do amor faz com que essas pessoas desanimem e maltratem seus irmãos e irmãs, fazendo-se merecedores da sorte dos infiéis.




Fonte: CNBB

26/10/2017

5ª-feira da 29ª Semana do Tempo Comum

26 de Outubro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Rm 6,19-23

Agora libertados do pecado, sois como escravos de Deus.
Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos 6,19-23
Irmóos:
19 Uso uma linguagem humana,
por causa da vossa limitação.
Outrora, oferecestes vossos membros como escravos
para servirem à impureza
e à sempre crescente desordem moral.
Pois bem, agora, colocai vossos membros
ao serviço da justiça, em vista da vossa santificação.
20 Quando éreis escravos do pecado,
estáveis livres em relação à justiça.
21 Que fruto colhíeis, então,
de ações das quais hoje vos envergonhais?
Pois o fim daquelas açðes era a morte.
22 Agora, porém, libertados do pecado,
e como escravos de Deus,
frutificais para a santidade até a vida eterna,
que é a meta final.
23 Com efeito, a paga do pecado é a morte,
mas o dom de Deus é a vida eterna
em Jesus Cristo, nosso Senhor.
Palavra do Senhor.

Salmo - Sl 1,1-2. 3. 4.6 (R. Sl 39,5a)

R. É feliz quem a Deus se confia!
1 Feliz é todo aquele que não anda *
conforme os conselhos dos perversos;
que não entra no caminho dos malvados, *
nem junto aos zombadores vai sentar-se;
2 mas encontra seu prazer na lei de Deus *
e a medita, dia e noite, sem cessar. R.

3 Eis que ele é semelhante a uma árvore *
que à beira da torrente está plantada;
ela sempre dá seus frutos a seu tempo, +
e jamais as suas folhas vão murchar. *
Eis que tudo o que ele faz vai prosperar, R.

4 mas bem outra é a sorte dos perversos. +
Ao contrário, são iguais à palha seca *
espalhada e dispersada pelo vento.
6 Pois Deus vigia o caminho dos eleitos, *
mas a estrada dos malvados leva à morte. R.

Evangelho - Lc 12,49-53

Não vim trazer a paz mas a divisão.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 12,49-53
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:
49 Eu vim para lançar fogo sobre a terra,
e como gostaria que já estivesse aceso!
50 Devo receber um batismo,
e como estou ansioso até que isto se cumpra!
51 Vós pensais que eu vim trazer a paz sobre a terra?
Pelo contrário, eu vos digo, vim trazer divisão.
52 Pois, daqui em diante, numa família de cinco pessoas,
três ficarão divididas contra duas e duas contra três;
53 ficarão divididos:
o pai contra o filho e o filho contra o pai;
a mãe contra a filha e a filha contra a mãe;
a sogra contra a nora e a nora contra a sogra.'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 12, 49-53

A vinda de Jesus cria um divisor de águas na história dos homens. De um lado encontramos os que são dele e, de outro, os que são do mundo. A partir dessa divisão se estabelece o conflito, que é caracterizado principalmente pela diferença de valores, e exige de todos os que abraçam a fé a consciência de suas conseqüências, entre elas a de ser odiado pelo mundo. Como cristãos, devemos enfrentar o conflito com o mundo, mas não com as mesmas armas do mundo, uma vez que estas levam à morte, o grande valor do mundo. Devemos enfrentar o mundo com a fé, a espiritualidade, a entrega, a partilha, a doação, a fraternidade, o testemunho, o profetismo, que são valores do Reino e levam à vida.


Fonte: CNBB

27/10/2017

6ª-feira da 29ª Semana do Tempo Comum

27 de Outubro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Rm 7,18-25a

Quem me libertará deste corpo de morte?
Leitura da Carta de Sóo Paulo aos Romanos 7,18-25a Irmóos:
18 Estou ciente que o bem nóo habita em mim,
isto é, na minha carne.
Pois eu tenho capacidade de querer o bem,
mas nóo de realizá-lo.
19 Com efeito, nóo faço o bem que quero,
mas faço o mal que nóo quero.
20 Ora, se faço aquilo que nóo quero,
entóo já nóo sou eu que estou agindo,
mas o pecado que habita em mim.
21 Portanto, descubro em mim esta lei:
Quando quero fazer o bem,
é o mal que se me apresenta.
22 Como homem interior
ponho toda a minha satisfaçóo na lei de Deus;
23 mas sinto em meus membros outra lei,
que luta contra a lei da minha razóo
e me aprisiona na lei do pecado,
essa lei que está em meus membros.
24 Infeliz que eu sou!
Quem me libertará deste corpo de morte?
25a Graças sejam dadas a Deus, por Jesus Cristo, nosso Senhor.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 118, 66. 68. 76. 77. 93. 94 (R. 68b)

R. Ensinai-me a fazer vossa vontade!
66 Dai-me bom senso, retidóo, sabedoria, *
pois tenho fé nos vossos santos mandamentos! R.

68 Porque sois bom e realizais somente o bem, *
ensinai-me a fazer vossa vontade! R.

76 Vosso amor seja um consolo para mim, *
conforme a vosso servo prometestes. R.

77 Venha a mim o vosso amor e viverei, *
porque tenho em vossa lei o meu prazer! R.

93 Eu jamais esquecerei vossos preceitos, *
por meio deles conservais a minha vida. R.

94 Vinde salvar-me, ó Senhor, eu vos pertenço! *
Porque sempre procurei vossa vontade. R.

Evangelho - Lc 12,54-59

Vós sabeis interpretar o aspecto da terra e do céu.
Como é que não sabeis interpretar o tempo presente? + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 12,54-59 Naquele tempo:
54 Jesus dizia às multidões:
'Quando vedes uma nuvem vinda do ocidente,
logo dizeis que vem chuva.
E assim acontece.
55 Quando sentis soprar o vento do sul,
logo dizeis que vai fazer calor.
E assim acontece.
56 Hipócritas! Vós sabeis interpretar
o aspecto da terra e do céu.
Como é que não sabeis interpretar o tempo presente?
57 Por que não julgais por vós mesmos o que é justo?
58 Quando, pois, tu vais com o teu adversário
apresentar-te diante do magistrado,
procura resolver o caso com ele
enquanto estais a caminho.
Senão ele te levará ao juiz,
o juiz te entregará ao guarda,
e o guarda te jogará na cadeia.
59 Eu te digo: daí tu não sairás,
enquanto não pagares o último centavo.'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 12, 54-59

Devemos saber reconhecer o tempo em que estamos vivendo. Vivemos os últimos tempos, o tempo pós-pascal. Tempo de edificação do Reino de Deus na história dos homens. Tempo de fazer com que o mistério da cruz e da ressurreição produzirem frutos de fraternidade, justiça e solidariedade. Tempo de presença do Espírito Santo na vida de todos, tempo de crescimento no amor e na verdade. Tempo de reconciliação, de construção da paz e da vida nova. Tempo de sentir os apelos do reino que se manifestam na história, apelos para nos comprometermos com os pequenos, apelos para celebrarmos o Deus atuante na história.


Fonte: CNBB

28/10/2017

São Simão e São Judas, Apóstolos . Festa

28 de Outubro de 2017

Cor: Vermelho

1ª Leitura - Ef 2,19-22

Vós fostes integrados no edifício
que tem como fundamento os apóstolos.

Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios 2,19-22
Irmãos:
19 Já não sois mais estrangeiros nem migrantes,
mas concidadãos dos santos.
Sois da família de Deus.
20 Vós fostes integrados no edifício
que tem como fundamento os apóstolos e os profetas,
e o próprio Jesus Cristo como pedra principal.
21 É nele que toda a construção se ajusta e se eleva
para formar um templo santo no Senhor.
22 E vós também sois integrados nesta construção,
para vos tornardes morada de Deus pelo Espírito.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 18(19A),2-3.4-5 (R. 5a)

R. Seu som ressoa e se espalha em toda terra.
2 Os céus proclamam a glória do Senhor, *
e o firmamento, a obra de suas mãos;
3 o dia ao dia transmite esta mensagem, *
a noite à noite publica esta notícia. R.

4 Não são discursos nem frases ou palavras, *
nem são vozes que possam ser ouvidas;
5 seu som ressoa e se espalha em toda a terra, *
chega aos confins do universo a sua voz. R.

Evangelho - Lc 6,12-19

Passou a noite toda em oração.
Escolheu doze dentre os discípulos,
aos quais deu o nome de apóstolos. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 6,12-19 12 Naqueles dias, Jesus foi à montanha para rezar.
E passou a noite toda em oração a Deus.
13 Ao amanhecer, chamou seus discípulos
e escolheu doze dentre eles,
aos quais deu o nome de apóstolos:
14 Simão, a quem impôs o nome de Pedro, e seu irmão André;
Tiago e João;
Filipe e Bartolomeu;
15 Mateus e Tomé;
Tiago, filho de Alfeu, e Simão, chamado Zelota;
16 Judas, filho de Tiago,
e Judas Iscariotes, aquele que se tornou traidor.
17 Jesus desceu da montanha com eles
e parou num lugar plano.
Ali estavam muitos dos seus discípulos
e grande multidão de gente de toda a Judéia e de Jerusalém,
do litoral de Tiro e Sidônia.
18 Vieram para ouvir Jesus
e serem curados de suas doenças.
E aqueles que estavam atormentados por espíritos maus
também foram curados.
19 A multidão toda procurava tocar em Jesus,
porque uma força saía dele, e curava a todos.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 6, 12-19

Jesus não quis realizar sozinho a obra do Reino, mas chamou apóstolos e discípulos para serem seus colaboradores. Nós, ao contrário, muitas vezes queremos fazer tudo sozinhos e afirmamos que os outros mais atrapalham que ajudam. Com isso, negamos a principal característica da obra evangelizadora que é a sua dimensão comunitário-participativa, além de nos fazermos auto-suficientes, perfeccionistas e maquiavélicos, pois em nome do resultado do trabalho evangelizador, excluímos os próprios evangelizadores, fazendo com que os fins justifiquem os meios e vivendo a mentalidade do mundo moderno da política de resultados, isto porque muitas vezes não somos evangelizadores, mas adoradores de nós mesmos.


Fonte: CNBB

29/10/2017

30º Domingo do Tempo Comum

29 de Outubro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Ex 22,20-26

Se fizerdes algum mal à viúva e ao órfão
minha cólera se inflamará contra vós.
Leitura do Livro do Êxodo 22,20-26
Assim diz o Senhor:
20 Não oprimas nem maltrates o estrangeiro,
pois vós fostes estrangeiros na terra do Egito.
21 Não façais mal algum à viúva nem ao órfão.
22 Se os maltratardes, gritarão por mim
e eu ouvirei o seu clamor.
23 Minha cólera, então, se inflamará
e eu vos matarei à espada;
vossas mulheres ficarão viúvas
e órfãos os vossos filhos.
24 Se emprestares dinheiro a alguém do meu povo,
a um pobre que vive ao teu lado,
não sejas um usurário,
dele cobrando juros.
25 Se tomares como penhor o manto do teu próximo,
deverás devolvê-lo antes do pôr-do-sol.
26 Pois é a única veste que tem para o seu corpo,
e coberta que ele tem para dormir.
Se clamar por mim, eu o ouvirei,
porque sou misericordioso.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 17,2-3a. 3bc-4. 47.51ab (R. 2)

R. Eu vos amo, ó Senhor, sois minha força e salvação.

2 Eu vos amo, ó Senhor! Sois minha força,*
3a minha rocha, meu refúgio e Salvador!
Ó meu Deus, sois o rochedo que me abriga,*
minha força e poderosa salvação. R.

3bc Ó meu Deus, sois o rochedo que me abriga*
sois meu escudo e proteçóo: em vós espero!
4 Invocarei o meu Senhor: a ele a glória!*
e dos meus perseguidores serei salvo! R.

47 Viva o Senhor! Bendito seja o meu Rochedo!*
E louvado seja Deus, meu Salvador!
51a Concedeis ao vosso rei grandes vitórias*
51b e mostrais misericórdia ao vosso Ungido. R.
2ª Leitura - 1Ts 1,5c-10

Vós vos convertestes, abandonando os falsos deuses,
para servir a Deus esperando o seu Filho.
Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses 1,5c-10
Irmãos:
5c Sabeis de que maneira procedemos entre vós,
para o vosso bem.
6 E vós vos tornastes imitadores nossos, e do Senhor,
acolhendo a Palavra com a alegria do Espírito Santo,
apesar de tantas tribulações.
7 Assim vos tornastes modelo
para todos os fiéis da Macedônia e da Acaia.
8 Com efeito, a partir de vós,
a Palavra do Senhor não se divulgou apenas
na Macedônia e na Acaia,
mas a vossa fé em Deus propagou-se por toda parte.
Assim, nós já nem precisamos de falar,
9 pois as pessoas mesmas contam como vós nos acolhestes
e como vos convertestes, abandonando os falsos deuses,
para servir ao Deus vivo e verdadeiro,
10 esperando dos céus o seu Filho,
a quem ele ressuscitou dentre os mortos:
Jesus, que nos livra do castigo que está por vir.
Palavra do Senhor.
Evangelho - Mt 22,34-40

Amarás o Senhor teu Deus, e ao
teu próximo como a ti mesmo.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 22,34-40
Naquele tempo:
34 Os fariseus ouviram dizer que Jesus
tinha feito calar os saduceus.
Então eles se reuniram em grupo,
35 e um deles perguntou a Jesus, para experimentá-lo:
36 'Mestre, qual é o maior mandamento da Lei?'
37 Jesus respondeu: '`Amarás o Senhor teu Deus
de todo o teu coração, de toda a tua alma,
e de todo o teu entendimento!'
38 Esse é o maior e o primeiro mandamento.
39 O segundo é semelhante a esse:
`Amarás ao teu próximo como a ti mesmo'.
40 Toda a Lei e os profetas
dependem desses dois mandamentos.
Palavra da Salvação



Fonte: CNBB

30/10/2017

2ª-feira da 30ª Semana do Tempo Comum

30 de Outubro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Rm 8,12-17

Recebestes um espírito de filhos adotivos,
no qual todos nós clamamos: Abá - ó Pai!
Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos 8,12-17 12 Irmãos, temos uma dívida,
mas não para com a carne,
para vivermos segundo a carne.
13 Pois, se viverdes segundo a carne,
morrereis,
mas se, pelo espírito, matardes o procedimento carnal,
então vivereis.
14 Todos aqueles que se deixam conduzir pelo Espírito de Deus
são filhos de Deus.
15 De fato, vós não recebestes um espírito de escravos,
para recairdes no medo,
mas recebestes um espírito de filhos adotivos,
no qual todos nós clamamos:
Abá - ó Pai!
16 O próprio Espírito se une ao nosso espírito
para nos atestar que somos filhos de Deus.
17 E, se somos filhos, somos também herdeiros
- herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo -;
se realmente sofremos com ele,
é para sermos também glorificados com ele.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 67 (68),2.4. 6-7ab. 20-21 (R. 21a)

R. Nosso Deus é um Deus que salva, é um Deus libertador!
2 Eis que Deus se põe de pé, e os inimigos se dispersam! *
Fogem longe de sua face os que odeiam o Senhor!
4 Mas os justos se alegram na presença do Senhor *
rejubilam satisfeitos e exultam de alegria! R.

6 Dos órfãos ele é pai, e das viúvas protretor; *
é assim o nosso Deus em sua santa habitação.
7a É o Senhor quem dá abrigo, dá um lar aos deserdados,*
b quem liberta os prisioneiros e os sacia com fartura. R.

20 Bendito seja Deus, bendito seja cada dia, *
o Deus da nossa salvação, que carrega os nossos fardos!
21 Nosso Deus é um Deus que salva, é um Deus libertador; *
o Senhor, só o Senhor, nos poderá livrar da morte! R.

Evangelho - Lc 13,10-17

Esta filha de Abraão, não deveria ser
libertada dessa prisão, em dia de sábado? + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 13,10-17 Naquele tempo:
10 Jesus estava ensinando numa sinagoga, em dia de sábado.
11 Havia aí uma mulher que, fazia dezoito anos,
estava com um espírito que a tornava doente.
Era encurvada e incapaz de se endireitar.
12 Vendo-a, Jesus chamou-a e lhe disse:
'Mulher, estás livre da tua doença.'
13 Jesus colocou as mãos sobre ela,
e imediatamente a mulher se endireitou,
e começou a louvar a Deus.
14 O chefe da sinagoga ficou furioso,
porque Jesus tinha feito uma cura em dia de sábado.
E, tomando a palavra, começou a dizer à multidão:
'Existem seis dias para trabalhar.
Vinde, então, nesses dias para serdes curados,
mas não em dia de sábado.'
15 O Senhor lhe respondeu:
'Hipócritas! Cada um de vós
não solta do curral o boi ou o jumento,
para dar-lhe de beber, mesmo que seja dia de sábado?
16 Esta filha de Abraão,
que Satanás amarrou durante dezoito anos,
não deveria ser libertada dessa prisão,
em dia de sábado?'
17 Esta resposta envergonhou todos os inimigos de Jesus.
E a multidão inteira se alegrava
com as maravilhas que ele fazia.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 13, 10-17

Quando o valor material está em jogo em uma determinada situação, ninguém duvida sobre a necessidade de uma ação, pois tudo é permitido para evitar a perda material. Mas quando o valor é a pessoa humana, tudo é muito complicado. Não se pode agir por uma série de motivos como proibições legais, necessidade de uma melhor organização, haverá melhores oportunidades, não é assim que se fazem as coisas e uma série de outros argumentos. Tudo isso nos mostra que nos nossos tempos, os valores não são diferentes dos do tempo de Jesus. Nos mostra também que não vivemos plenamente o Evangelho, pois amamos mais o dinheiro do que os nossos irmãos e irmãs.


Fonte: CNBB

31/10/2017

3ª-feira da 30ª Semana do Tempo Comum

31 de Outubro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Rm 8,18-25

Toda a criação está esperando ansiosamente
o momento de se revelarem os filhos de Deus.
Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos 8,18-25 Irmãos:
18 Eu entendo que os sofrimentos do tempo presente
nem merecem ser comparados com a glória
que deve ser revelada em nós.
19 De fato, toda a criaçóo está esperando ansiosamente
o momento de se revelarem os filhos de Deus.
20 Pois a criação ficou sujeita à vaidade,
não por sua livre vontade,
mas por sua dependência daquele que a sujeitou;
21 também ela espera ser libertada da escravidão da corrupção
e, assim, participar da liberdade
e da glória dos filhos de Deus.
22 Com efeito, sabemos que toda a criação, até ao tempo presente,
está gemendo como que em dores de parto.
23 E não somente ela, mas nós também,
que temos os primeiros frutos do Espírito,
estamos interiormente gemendo,
aguardando a adoção filial e a libertação para o nosso corpo.
24 Pois já fomos salvos, mas na esperança.
Ora, o objeto da esperança
não é aquilo que a gente está vendo;
como pode alguém esperar o que já vê?
25 Mas se esperamos o que não vemos,
é porque o estamos aguardando mediante a perseverança.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 125 (126),1-2ab.2cd-3. 4-5. 6 (R. 3a)

R. Maravilhas fez conosco o Senhor,!
1 Quando o Senhor reconduziu nossos cativos,*
parecíamos sonhar;
2a encheu-se de sorriso nossa boca,*
2b nossos lábios, de canções. R.

2c Entre os gentios se dizia: 'Maravilhas*
2d fez com eles o Senhor!'
3 Sim, maravilhas fez conosco o Senhor,*
exultemos de alegria! R.

4 Mudai a nossa sorte, ó Senhor,*
como torrentes no deserto.
5 Os que lançam as sementes entre lágrimas,*
ceifarão com alegria. R.

6 Chorando de tristeza sairão,*
espalhando suas sementes;
cantando de alegria voltarão,*
carregando os seus feixes! R.

Evangelho - Lc 13,18-21

A semente cresce, torna-se uma grande árvore. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 13,18-21 Naquele tempo:
18 Jesus dizia:
'A que é semelhante o Reino de Deus,
e com que poderei compará-lo?
19 Ele é como a semente de mostarda,
que um homem pega e atira no seu jardim.
A semente cresce, torna-se uma grande árvore,
e as aves do céu fazem ninhos nos seus ramos.'
20 Jesus disse ainda:
'Com que poderei ainda comparar o Reino de Deus?
21 Ele é como o fermento que uma mulher pega
e mistura com três porções de farinha,
até que tudo fique fermentado.'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 13, 18-21

Muitas vezes falamos que o Reino de Deus é sobrenatural, mas queremos que ele se manifeste em coisas naturais grandiosas. Isto demonstra que na verdade vemos a sua grandiosidade, mas não percebemos a sua natureza, o que faz com que a grandiosidade seja vista a partir da materialidade, o que é um erro, e não a partir da grandiosidade que Deus faz a partir do pequeno, do grão de mostarda ou da levedura do fermento, ou seja, das pequenas coisas que surpreendem os que olham com o olhar da fé a realidade. Deus escolhe as coisas pequenas do mundo para revelar o Reino, e nos mostra a força do seu braço a partir das transformações que os pequenos realizam no dia a dia.


Fonte: CNBB

PUBLICIDADE
Privacy Policy
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal