21 de agosto de 2018 - Liturgia Católica Apostólica Romana

www.liturgiacatolica.com
www.liturgiacatolica.com
Ir para o conteúdo

21 de agosto de 2018

LITURGIA DIÁRIA > 2018 > AGOSTO
21 de Agosto de 2018


SÃO PIO X PAPA E CONFESSOR (Branco, Prefácio Comum ou dos Pastores – Ofício da Memória)


Antífona de entrada

O Senhor o escolheu para a plenitude do sacerdócio e, abrindo seus tesouros, o cumulou de bens.

Oração do Dia

Ó Deus, que, para defender a fé católica e restaurar todas as coisas em Cristo, cumulastes o papa são Pio 10º de sabedoria divina e coragem apostólica, fazei-nos alcançar o prêmio eterno, dóceis às suas instruções e seus exemplos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.


1a Leitura - Ezequiel 28,1-10

Leitura da profecia de Ezequiel.

28 1 A palavra do Senhor foi-me dirigida nestes termos:

2 “Filho do homem, dize ao príncipe de Tiro: Eis o que diz o Senhor Javé: Teu coração elevou-se; tu disseste: “sou um deus assentado sobre um trono divino no coração do mar’. Quando não passas de um homem e não és um deus, tu te julgas em teu coração igual a Deus.

3 Sem dúvida, eis-te mais sábio que Daniel, nenhum mistério te é obscuro.

4 É por tua sutil inteligência que adquiriste bens, e cumulaste ouro e prata em teus tesouros.

5 Por tua grande habilidade comercial tens aumentado as tuas riquezas, e teu coração se ensoberbeceu.

6 Por causa disso, eis o que diz o Senhor Javé: já que em teu coração te julgas igual a Deus,

7 farei vir contra ti os estrangeiros, os mais brutais de todos os povos, que tirarão a espada contra os esplendores de tua sabedoria, e empanarão o teu brilho.

8 Far-te-ão descer à fossa, morrerás como um decapitado no coração do mar.

9 Dirás ainda diante do algoz:’ sou um deus’, quando tu não és senão um homem (e não um deus) nas mãos do teu assassino?

10 Morrerás da morte de um incircunciso, sob os golpes do estrangeiro, sou eu que o digo - oráculo do Senhor Javé”.

Palavra do Senhor.


Salmo -



2a Leitura - Dt 32

Sou eu que tiro a vida, sou eu quem faz viver!


Pensei: “Vou espalhá-los pela terra,

farei cessar sua memória inteiramente”.

Mas receava a reação dos inimigos,

a má interpretação dos adversários.


Ele diriam: "Nossa mão prevaleceu,

não foi o Senhor Deus que isto fez".

Porque meu povo é gente sem juízo,

é gente que não tem discernimento.


Como pode um homem só perseguir mil,

como dois podem fazer fugir dez mil?

Não é porque sua rocha os vendeu,

não é porque o Senhor os entregou?


Já vem o dia em que serão arruinados

e o seu destino se apressa em chegar.

Porque o Senhor fará justiça ao seu povo

e salvará todos aqueles que o servem.


Evangelho - Mateus 19,23-30

Aleluia, aleluia, aleluia.
Jesus Cristo, Senhor nosso, embora sendo rico, para nós se tornou pobre, a fim de enriquecer-nos mediante sua pobreza (2Cor 8,9).


Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.

Naquele tempo, 19 23 Jesus disse então aos seus discípulos: “Em verdade vos declaro: é difícil para um rico entrar no Reino dos céus!

24 Eu vos repito: é mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no Reino de Deus”.

25 A estas palavras seus discípulos, pasmados, perguntaram: “Quem poderá então salvar-se?”

26 Jesus olhou para eles e disse: “Aos homens isto é impossível, mas a Deus tudo é possível”.

27 Pedro então, tomando a palavra, disse-lhe: “Eis que deixamos tudo para te seguir. Que haverá então para nós?”

28 Respondeu Jesus: "Em verdade vos declaro: no dia da renovação do mundo, quando o Filho do Homem estiver sentado no trono da glória, vós, que me haveis seguido, estareis sentados em doze tronos para julgar as doze tribos de Israel.

29 E todo aquele que por minha causa deixar irmãos, irmãs, pai, mãe, mulher, filhos, terras ou casa receberá o cêntuplo e possuirá a vida eterna.

30 Muitos dos primeiros serão os últimos e muitos dos últimos serão os primeiros”.

Palavra da Salvação.


Oração Sobre as Oferendas

Ó Deus, acolhei com bondade as nossas oferendas e dai-nos seguir os ensinamentos de são Pio 10º, para celebrar dignamente estes divinos mistérios e recebê-los com fé. Por Cristo, nosso Senhor.


Antífona de Comunhão

O bom pastor dá a vida por suas ovelhas (Jo 10,11).


Depois da Comunhão

Celebrando a memória do papa são Pio 10º, nós vos pedimos, ó Deus, que a participação na vossa mesa nos torne firmes na fé e unidos na caridade. Por Cristo, nosso Senhor.

REFLEXÃO


“Sou eu que tiro a vida, sou eu que faz viver!”

Mt 19, 23-30

O Evangelho continua reflexão apresentada ontem. Depois que o jovem saiu triste da presença de Jesus porque era muito rico. Jesus apresenta a dificuldade de um rico entrar no Reino dos Céus; na dinâmica da comunidade e do seguimento de Jesus.

Quando a riqueza e o desejo da riqueza ocupam o coração e o olhar da pessoa, ela já não consegue perceber o sentido da vida e do evangelho. Só Deus para ajudar.

Jesus adverte do perigo da riqueza e da sua incompatibilidade com o Reino dos Céus. Esse perigo é tornar o coração soberbo, cheio de si, pensando ser um deus, essa é a grande tentação por trás da riqueza. Jesus nos ensina a esperar em Deus, a salvação é dom que Ele nos dá, não se compra e presente do seu amor generoso.

Os discípulos vão insistir na mentalidade da recompensa, porque ainda não entenderam a proposta. Jesus não promete riquezas nesta terra, mas garante a vida eterna. Ele nos compromete com a vivência do Evangelho e a construção do seu Reino.

O mundo futuro será a inversão do mundo atual: Nele os últimos serão os primeiros e os primeiros serão os últimos. A comunidade de Jesus é a semente dessa esperança lançada na história. E pela graça de Deus que essa esperança vai crescendo na vida das comunidades, na fraternidade, na igualdade e solidariedade, na partilha... na simplicidade e uma vida colocada nas mãos de Deus.

Rezemos: Senhor que a minha escolha seja feita com a pureza de coração, sem esperar recompensa. Que eu seja generoso, fraterno e solidário.   

Deus abençoe você e sua família.

Pe João Luiz Fávero
Paróquia Nossa Senhora das Dores
Cambuí - Campinas - SP
PUBLICIDADE
App Liturgia Católica
RSS FEED
Voltar para o conteúdo