26 de julho de 2017 - 4ª-feira da 16ª Semana do Tempo Comum - Liturgia Católica Apostólica Romana

Ir para o conteúdo

Menu principal:

26 de julho de 2017 - 4ª-feira da 16ª Semana do Tempo Comum

LITURGIA DIÁRIA > 2017 - JULHO
PUBLICIDADE
São Joaquim e Sant'Ana, pais de Nossa Senhora . Memória - 26 de Julho de 2017

Cor: Branco

1ª Leitura - Eclo 44,1.10-15

Seus nomes duram através das gerações.

Leitura do Livro do Eclesiástico 44,1.10-15
1 Vamos fazer o elogio dos homens famosos, nossos antepassados através das gerações.
10 Estes, são homens de misericórdia; seus gestos de bondade não serão esquecidos.
11 Eles permanecem com seus descendentes; seus próprios netos são a sua melhor herança.
12 A descendência deles mantém-se fiel às alianças,
13 e, graças a eles, também os seus filhos. Sua descendência permanece para sempre, e sua glória jamais se apagará.
14 Seus corpos serão sepultados na paz e seu nome dura através das gerações.
15 Os povos proclamarão a sua sabedoria, e a assembléia vai celebrar o seu louvor.
Palavra do Senhor.


Salmo - Sl 131(132),11.13-14.17-18 (R. Lc 1,32a)

R. O Senhor vai dar-lhe o trono
de seu pai, o rei Davi.

11 O Senhor fez a Davi um juramento, *
uma promessa que jamais renegará:
"Um herdeiro que é fruto do teu ventre *
colocarei sobre o trono em teu lugar! R.

13 Pois o Senhor quis para si Jerusalém *
e a desejou para que fosse sua morada:
14 "Eis o lugar do meu repouso para sempre, *
eu fico aqui: este é o lugar que preferi!" R.

17 "De Davi farei brotar um forte Herdeiro, *
acenderei ao meu Ungido uma lâmpada.
18 Cobrirei de confusão seus inimigos, *
mas sobre ele brilhará minha coroa!" R.


Evangelho - Mt 13,16-17

Muitos profetas e justos
desejaram ver o que vedes, e não viram.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 13,16-17

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
16 "Felizes sois vós, porque vossos olhos vêem e vossos ouvidos ouvem.
17 Em verdade vos digo, muitos profetas e justos desejaram ver o que vedes, e não viram, desejaram ouvir o que ouvis, e não ouviram".
Palavra da Salvação.


Reflexão - Mt 13, 16-17

Todos nós falamos muito em felicidade e todas as pessoas desejam ser felizes. Em nome da felicidade as pessoas fazem as maiores proezas e correm os maiores riscos. A felicidade está sempre naquilo que nós mais valorizamos na nossa vida. É justamente aqui que nós encontramos o elemento de análise principal para encontrarmos a causa de tanto sofrimento e tanta dor que estão presentes no mundo de hoje. Deus é o valor absoluto e somente a partir dele pode haver felicidade verdadeira. Qualquer felicidade que encontre o seu fundamento fora de Deus, coloca o seu fundamento em um falso valor, de modo que é na verdade uma falsa felicidade, que só pode trazer dor e sofrimento.




Fonte: CNBB
PUBLICIDADE
Privacy Policy
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal