FEVEREIRO DE 2017 - Liturgia Católica Apostólica Romana

www.liturgiacatolica.com
Ir para o conteúdo

Menu principal:

FEVEREIRO DE 2017

LITURGIA DIÁRIA > 2017 - FEVEREIRO

01/02/2017

4ª-feira da 4ª Semana do Tempo Comum

1 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Hb 12,4-7.11-15

O Senhor corrige a quem ele ama.
Leitura da Carta aos Hebreus 12,4-7.11-15 Irmãos:
4 Vós ainda não resististes até ao sangue
na vossa luta contra o pecado,
5 e já esquecestes as palavras de encorajamento
que vos foram dirigidas como a filhos:
'Meu filho, não desprezes a educação do Senhor,
não te desanimes quando ele te repreende;
6 pois o Senhor corrige a quem ele ama
e castiga a quem aceita como filho'.
7 É para a vossa educação que sofreis,
e é como filhos que Deus vos trata.
Pois qual é o filho a quem o pai não corrige?
11 No momento mesmo, nenhuma correção parece alegrar,
mas causa dor.
Depois, porém, produz um fruto de paz e de justiça
para aqueles que nela foram exercitados.
12 Portanto,
'firmai as mãos cansadas e os joelhos enfraquecidos;
13 acertai os passos dos vossos pés',
para que não se extravie o que é manco,
mas antes seja curado.
14 Procurai a paz com todos, e a santificação,
sem a qual ninguém verá o Senhor;
15 cuidai para que ninguém abandone a graça de Deus.
Que nenhuma raiz venenosa cresça no meio de vós,
tumultuando e contaminando a comunidade.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 102,1-2. 13-14. 17-18a (R. Cf. 17)

R. O amor do Senhor por quem o respeita,
é de sempre e para sempre
1 Bendize, ó minha alma, ao Senhor, *
e todo o meu ser, seu santo nome!
2 Bendize, ó minha alma, ao Senhor, *
não te esqueças de nenhum de seus favores! R.

13 Como um pai se compadece de seus filhos, *
o Senhor tem compaixão dos que o temem.
14 Porque sabe de que barro somos feitos, *
e se lembra que apenas somos pó. R.

17 Mas o amor do Senhor Deus por quem o teme *
é de sempre e perdura para sempre;
e também sua justiça se estende *
por gerações até os filhos de seus filhos,
18 aos que guardam fielmente sua Aliança. R.

Evangelho - Mc 6,1-6

Um profeta só não é estimado em sua pátria.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 6,1-6
Naquele tempo:
1 Jesus foi a Nazaré, sua terra,
e seus discípulos o acompanharam.
2 Quando chegou o sábado, começou a ensinar na sinagoga.
Muitos que o escutavam ficavam admirados e diziam:
'De onde recebeu ele tudo isto?
Como conseguiu tanta sabedoria?
E esses grandes milagres
que são realizados por suas mãos?
3 Este homem não é o carpinteiro, filho de Maria
e irmão de Tiago, de Joset, de Judas e de Simão?
Suas irmãs não moram aqui conosco?'
E ficaram escandalizados por causa dele.
4 Jesus lhes dizia: 'Um profeta só não é estimado
em sua pátria, entre seus parentes e familiares'.
5 E ali não pôde fazer milagre algum.
Apenas curou alguns doentes, impondo-lhes as mãos.
6 E admirou-se com a falta de fé deles.
Jesus percorria os povoados das redondezas, ensinando.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 6, 1-6

Muitas vezes, nós nos apegamos apenas à realidade aparente e colocamos a nossa confiança apenas em critérios humanos para a compreensão dessa realidade. Confiamos principalmente nas nossas experiências pessoais e no que as ciências modernas nos ensinam. Tudo isso faz com que tenhamos uma visão míope da realidade, fato que tem como conseqüência o endurecimento do nosso coração e o fechamento ao transcendente, ao sobrenatural e, principalmente, às realidades espirituais e eternas. Quando nos fechamos ao próprio Deus, simplesmente nos tornamos incapazes de ver sua presença no nosso dia a dia e dificultamos a sua ação, que visa principalmente o nosso bem.


Fonte: CNBB

02/02/2017

Apresentação do Senhor . Festa

2 de Fevereiro de 2017

Cor: Branco

1ª Leitura - Ml 3,1-4

O Senhor a quem buscais, virá ao seu Templo.
Leitura da Profecia de Malaquias 3,1-4
Assim diz o Senhor:
1 Eis que envio meu anjo,
e ele há de preparar o caminho para mim;
logo chegará ao seu templo o Dominador,
que tentais encontrar,
e o anjo da aliança, que desejais.
Ei-lo que vem, diz o Senhor dos exércitos;
2 e quem poderá fazer-lhe frente,
no dia de sua chegada?
E quem poderá resistir-lhe, quando ele aparecer?
Ele é como o fogo da forja
e como a barrela dos lavadeiros;
3 e estará a postos,
como para fazer derreter e purificar a prata:
assim ele purificará os filhos de Levi
e os refinará como ouro e como prata,
e eles poderão assim
fazer oferendas justas ao Senhor.
4 Será então aceitável ao Senhor
a oblação de Judá e de Jerusalém,
como nos primeiros tempos e nos anos antigos.
Palavra do Senhor.

Salmo - Sl 23(24),7.8.9.10 (R. 10b)

R."O Rei da glória é o Senhor onipotente!

7 "Ó portas, levantai vossos frontões! +
Elevai-vos bem mais alto, antigas portas, *
a fim de que o Rei da glória possa entrar!" R.

8 Dizei-nos: "Quem é este Rei da glória?" +
"É o Senhor, o valoroso, o onipotente, *
o Senhor, o poderoso nas batalhas!" R.

9 "Ó portas, levantai vossos frontões! +
Elevai-vos bem mais alto, antigas portas, *
a fim de que o Rei da glória possa entrar!" R.

10 Dizei-nos: "Quem é este Rei da glória?" +
"O Rei da glória é o Senhor onipotente, *
o Rei da glória é o Senhor Deus do universo R.

2ª Leitura - Hb 2,14-18

Jesus devia fazer-se em tudo semelhante aos irmãos.
Leitura da Carta aos Hebreus 2,14-18
14 Visto que os filhos têm em comum a carne e o sangue,
também Jesus participou da mesma condição,
para assim destruir, com a sua morte,
aquele que tinha o poder da morte,
isto é, o diabo,
15 e libertar os que, por medo da morte,
estavam a vida toda sujeitos à escravidóo.
16 Pois, afinal, não veio ocupar-se com os anjos,
mas com a descendência de Abraão.
17 Por isso devia fazer-se em tudo semelhante aos irmóos,
para se tornar um sumo sacerdote misericordioso
e digno de confiança nas coisas referentes a Deus,
a fim de expiar os pecados do povo.
18 Pois, tendo ele próprio sofrido ao ser tentado,
é capaz de socorrer os que agora sofrem a tentação.
Palavra do Senhor.

Meus olhos viram a tua salvação.
37 Depois ficara viúva,
e agora já estava com oitenta e quatro anos.
Não saía do Templo, dia e noite servindo a Deus
com jejuns e orações.
38 Ana chegou nesse momento
e pôs-se a louvar a Deus e a falar do menino
a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém.
39 Depois de cumprirem tudo, conforme a Lei do Senhor,
voltaram à Galiléia, para Nazaré, sua cidade.
40 O menino crescia e tornava-se forte,
cheio de sabedoria;
e a graça de Deus estava com ele.
Palavra da Salvação.

Evangelho - Lc 2,22-40

Meus olhos viram a tua salvação. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 2,22-40
22 Quando se completaram os dias
para a purificação da mãe e do filho,
conforme a Lei de Moisés,
Maria e José levaram Jesus a Jerusalém,
a fim de apresentá-lo ao Senhor.
23 Conforme está escrito na Lei do Senhor:
"Todo primogênito do sexo masculino
deve ser consagrado ao Senhor."
24 Foram também oferecer o sacrifício
- um par de rolas ou dois pombinhos -
como está ordenado na Lei do Senhor.
25 Em Jerusalém, havia um homem chamado Simeóo,
o qual era justo e piedoso,
e esperava a consolação do povo de Israel.
O Espírito Santo estava com ele
26 e lhe havia anunciado que não morreria
antes de ver o Messias que vem do Senhor.
27 Movido pelo Espírito, Simeão veio ao Templo.
Quando os pais trouxeram o menino Jesus
para cumprir o que a Lei ordenava,
28 Simeão tomou o menino nos braços e bendisse a Deus:
29 "Agora, Senhor, conforme a tua promessa,
podes deixar teu servo partir em paz;
30 porque meus olhos viram a tua salvação,
31 que preparaste diante de todos os povos:
32 luz para iluminar as nações
e glória do teu povo Israel."
33 O pai e a mãe de Jesus estavam admirados
com o que diziam a respeito dele.
34 Simeão os abençoou e disse a Maria, a mãe de Jesus:
"Este menino vai ser causa
tanto de queda como de reerguimento para muitos em Israel.
Ele será um sinal de contradição.
35 Assim serão revelados
os pensamentos de muitos corações.
Quanto a ti, uma espada te traspassará a alma."
36 Havia também uma profetisa, chamada Ana,
filha de Fanuel, da tribo de Aser.
Era de idade muito avançada;
quando jovem, tinha sido casada
e vivera sete anos com o marido.


Leituras Facultativas


Evangelho - Lc 2,22-32

Meus olhos viram a tua salvação. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 2,22-32
22 Quando se completaram os dias
para a purificação da mãe e do filho,
conforme a Lei de Moisés,
Maria e José levaram Jesus a Jerusalém,
a fim de apresentá-lo ao Senhor.
23 Conforme está escrito na Lei do Senhor:
"Todo primogênito do sexo masculino
deve ser consagrado ao Senhor."
24 Foram também oferecer o sacrifício
- um par de rolas ou dois pombinhos -
como está ordenado na Lei do Senhor.
25 Em Jerusalém, havia um homem chamado Simeão,
o qual era justo e piedoso,
e esperava a consolação do povo de Israel.
O Espírito Santo estava com ele
26 e lhe havia anunciado que não morreria
antes de ver o Messias que vem do Senhor.
27 Movido pelo Espírito, Simeão veio ao Templo.
Quando os pais trouxeram o menino Jesus
para cumprir o que a Lei ordenava,
28 Simeão tomou o menino nos braços
e bendisse a Deus:
29 "Agora, Senhor, conforme a tua promessa,
podes deixar teu servo partir em paz;
30 porque meus olhos viram a tua salvação,
31 que preparaste diante de todos os povos:
32 luz para iluminar as nações
e glória do teu povo Israel".
Palavra da Salvação.

Reflexão - Lc 2, 22-40

Deus está sempre vindo ao nosso encontro, mas precisamos estar abertos à sua presença, precisamos querer vê-lo. Simeão e Ana queriam ver o Messias e estavam abertos à ação do Espírito Santo. Por isso, tiveram a oportunidade de reconhecer o salvador da humanidade naquele menino que, juntamente com tantos outros de sua época, eram apresentados em cumprimento da Lei do Senhor. Quem quer ver Jesus hoje também deve estar aberto ao Espírito Santo que nos move constantemente para a caridade e nos leva a reconhecer a presença do divino Mestre nos pobres e necessitados que precisam na nossa caridade.




Fonte: CNBB

03/02/2017

6ª-feira da 4ª Semana do Tempo Comum

3 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Hb 13,1-8

Jesus Cristo é o mesmo, ontem e hoje
e por toda a eternidade.
Leitura da Carta aos Hebreus 13,1-8 Irmãos:
1 Perseverai no amor fraterno.
2 Não esqueçais a hospitalidade; pois, graças a ela,
alguns hospedaram anjos, sem o perceber.
3 Lembrai-vos dos prisioneiros,
como se estivésseis presos com eles,
e dos que são maltratados,
pois também vós tendes um corpo!
4 O matrimônio seja honrado por todos
e o leito conjugal, sem mancha;
porque Deus julgará os imorais e adúlteros.
5 Que o amor ao dinheiro não inspire a vossa conduta.
Contentai-vos com o que tendes,
porque ele próprio disse:
'Eu nunca te deixarei, jamais te abandonarei'.
6 De modo que podemos dizer, com ousadia:
'O Senhor é meu auxílio, jamais temerei;
que poderá fazer-me o homem?'
7 Lembrai-vos de vossos dirigentes,
que vos pregaram a palavra de Deus,
e considerando o fim de sua vida, imitai-lhes a fé.
8 Jesus Cristo é o mesmo, ontem e hoje
e por toda a eternidade.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 26, 1. 3. 5. 8b-9abc (R. 1a)

R. O Senhor é minha luz e salvação!
1 O Senhor é minha luz e salvação; *
de quem eu terei medo?
+ O Senhor é a proteção da minha vida; *
perante quem eu tremerei? R.

3 Se contra mim um exército se armar, *
não temerá meu coração;
se contra mim uma batalha estourar, *
mesmo assim confiarei. R.

5 Pois um abrigo me dará sob o seu teto *
nos dias da desgraça;
no interior de sua tenda há de esconder-me *
e proteger-me sobre a rocha. R.

8b Senhor, é vossa face que eu procuro; *
não me escondais a vossa face!
9a Não afasteis em vossa ira o vosso servo, *
9b sois vós o meu auxílio!
9c Não me esqueçais nem me deixeis abandonado. R.

Evangelho - Mc 6,14-29

É João Batista a quem mandei cortar a cabeça, que ressuscitou. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 6,14-29 Naquele tempo:
14 O rei Herodes ouviu falar de Jesus,
cujo nome se tinha tornado muito conhecido.
Alguns diziam: 'João Batista ressuscitou dos mortos.
Por isso os poderes agem nesse homem.'
15 Outros diziam: 'É Elias.'
Outros ainda diziam:
'É um profeta como um dos profetas.'
16 Ouvindo isto, Herodes disse:
'Ele é João Batista.
Eu mandei cortar a cabeça dele, mas ele ressuscitou!'
17 Herodes tinha mandado prender João,
e colocá-lo acorrentado na prisão.
Fez isso por causa de Herodíades,
mulher do seu irmão Filipe,
com quem se tinha casado.
18 João dizia a Herodes:
'Não te é permitido ficar com a mulher do teu irmão.'
19 Por isso Herodíades o odiava
e queria matá-lo, mas não podia.
20 Com efeito, Herodes tinha medo de João,
pois sabia que ele era justo e santo,
e por isso o protegia.
Gostava de ouvi-lo,
embora ficasse embaraçado quando o escutava.
21 Finalmente, chegou o dia oportuno.
Era o aniversário de Herodes,
e ele fez um grande banquete para os grandes da corte,
os oficiais e os cidadãos importantes da Galiléia.
22 A filha de Herodíades entrou e dançou,
agradando a Herodes e seus convidados.
Então o rei disse à moça:
'Pede-me o que quiseres e eu to darei.'
23 E lhe jurou dizendo:
'Eu te darei qualquer coisa que me pedires,
ainda que seja a metade do meu reino.'
24 Ela saiu e perguntou à mãe:
'O que vou pedir?'
A mãe respondeu:
'A cabeça de João Batista.'
25 E, voltando depressa para junto do rei, pediu:
'Quero que me dês agora, num prato,
a cabeça de João Batista.'
26 O rei ficou muito triste, mas não pôde recusar.
Ele tinha feito o juramento diante dos convidados.
27 Imediatamente, o rei mandou
que um soldado fosse buscar a cabeça de João.
O soldado saiu, degolou-o na prisão,
28 trouxe a cabeça num prato e a deu à moça.
Ela a entregou à sua mãe.
29 Ao saberem disso, os discípulos de João foram lá,
levaram o cadáver e o sepultaram.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 6, 14-29

Todas as pessoas que participam da missão de Jesus, participam também do seu tríplice múnus: sacerdotal, profético e real. Participam do sacerdócio de Cristo através da busca da santificação pessoal e comunitária, da oração, da intercessão, etc. Participa do múnus profético através da palavra que denuncia o pecado e anuncia o Reino e participa do múnus régio pelo serviço aos irmãos e irmãs. A participação no múnus profético exige compromisso com a verdade e os valores morais, que atrai a ira de todos os que são contrários à proposta de Jesus, e, como no caso de João Batista, acarreta em ódio, vingança, perseguição e pode até levar à morte.


Fonte: CNBB

04/02/2017

Sábado da 4ª Semana do Tempo Comum

4 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Hb 13,15-17.20-21

O Deus da paz, que fez subir dentre os mortos
o grande pastor das ovelhas, vos torne aptos a todo bem,
Leitura da Carta aos Hebreus 13,15-17.20-21
Irmãos:
15 Por meio de Jesus,
ofereçamos a Deus um perene sacrifício de louvor,
isto é, o fruto dos lábios que celebram o seu nome.
16 Não vos esqueçais das boas ações e da comunhão,
pois estes são os sacrifícios que agradam a Deus.
17 Obedecei aos vossos líderes
e segui suas orientações,
porque eles cuidam de vós
como quem há de prestar contas.
Que possam fazê-lo com alegria,
e não com queixas, que não seriam coisa boa para vós.
20 O Deus da paz,
que fez subir dentre os mortos
aquele que se tornou, pelo sangue de uma aliança eterna,
o grande pastor das ovelhas, nosso Senhor Jesus,
21 vos torne aptos a todo bem,
para fazerdes a sua vontade;
que ele realize em nós o que lhe é agradável,
por Jesus Cristo,
ao qual seja dada a glória pelos séculos dos séculos. Amém!
Palavra do Senhor
Salmo - Sl 22,1-3a. 3b-4. 5. 6 (R. 1)

R. O Senhor é o pastor que me conduz,
não me falta coisa alguma.
1 O Senhor é o pastor que me conduz;*
não me falta coisa alguma.
2 Pelos prados e campinas verdejantes*
ele me leva a descansar.
Para as águas repousantes me encaminha,*
3a e restaura as minhas forças. R.

3b Ele me guia no caminho mais seguro,*
pela honra do seu nome.
4 Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso,*
nenhum mal eu temerei.
Estais comigo com bastão e com cajado,*
eles me dão a segurança! R.

5 Preparais à minha frente uma mesa,*
bem à vista do inimigo;
com óleo vós ungis minha cabeça,*
e o meu cálice transborda. R.

6 Felicidade e todo bem hão de seguir-me,*
por toda a minha vida;
e, na casa do Senhor, habitarei*
pelos tempos infinitos. R.

Evangelho - Mc 6,30-34

Eram como ovelhas sem pastor.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 6,30-34
Naquele tempo:
30 Os apóstolos reuniram-se com Jesus
e contaram tudo o que haviam feito e ensinado.
31 Ele lhes disse:
'Vinde sozinhos para um lugar deserto,
e descansai um pouco'.
Havia, de fato, tanta gente chegando e saindo
que não tinham tempo nem para comer.
32 Então foram sozinhos, de barco,
para um lugar deserto e afastado.
33 Muitos os viram partir e reconheceram que eram eles.
Saindo de todas as cidades, correram a pé,
e chegaram lá antes deles.
34 Ao desembarcar,
Jesus viu uma numerosa multidão e teve compaixão,
porque eram como ovelhas sem pastor.
Começou, pois, a ensinar-lhes muitas coisas.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 6, 30-34

Devemos colocar a nossa felicidade onde se encontram os verdadeiros valores. As pessoas que vivem segundo os valores desse mundo colocam a sua felicidade nas coisas do mundo. São pessoas materialistas e hedonistas, marcadas pelo desejo do acúmulo de bens materiais e de poder e também na busca desenfreada de todos os prazeres proporcionados por este mundo, como é o caso do sexo e dos vícios em geral. São pessoas insatisfeitas porque na verdade foram criadas à imagem e semelhança de Deus e só podem ser satisfeitas plenamente em Deus, uma vez que são abertas ao infinito. Somente quem coloca a sua felicidade nos valores eternos encontra em Deus a sua plena satisfação.


Fonte: CNBB

05/02/2017

5º Domingo do Tempo Comum

5 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Is 58,7-10

A tua luz brilhará como a aurora.

Leitura do Livro do Profeta Isaías 58,7-10
Assim diz o Senhor:
7 Reparte o pão com o faminto,
acolhe em casa os pobres e peregrinos.
Quando encontrares um nu, cobre-o,
e não desprezes a tua carne.
8 Então, brilhará tua luz como a aurora
e tua saúde há de recuperar-se mais depressa;
à frente caminhará tua justiça
e a glória do Senhor te seguirá.
9 Então invocarás o Senhor e ele te atenderá,
pedirás socorro, e ele dirá: 'Eis-me aqui'.
Se destruíres teus instrumentos de opressão,
e deixares os hábitos autoritários
e a linguagem maldosa;
10 se acolheres de coração aberto o indigente
e prestares todo o socorro ao necessitado,
nascerá nas trevas a tua luz
e tua vida obscura será como o meio-dia.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 111,4-5.6-7.8a.9 (R.4b.3b)

R. Uma luz brilha nas trevas para o justo,
permanece para sempre o bem que fez.

Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia.

4 Ele é correto, generoso e compassivo,*
como luz brilha nas trevas para os justos.
5 Feliz o homem caridoso e prestativo,*
que resolve seus negócios com justiça. R.

6 Porque jamais vacilará o homem reto,*
sua lembrança permanece eternamente!
7 Ele não teme receber notícias más:*
confiando em Deus, seu coração está seguro. R.

8a Seu coração está tranqüilo e nada teme*
9 Ele reparte com os pobres os seus bens,
permanece para sempre o bem que fez*
e crescerão a sua glória e seu poder. R.
2ª Leitura - 1Cor 2,1-5

Anunciei entre vós o mistério
de Cristo crucificado.
Leitura da Primeira Carta de Sóo Paulo aos Coríntios 2,1-5
1 Irmóos, quando fui à vossa cidade
anunciar-vos o mistério de Deus,
nóo recorri a uma linguagem elevada
ou ao prestígio da sabedoria humana.
2 Pois, entre vós, nóo julguei saber coisa alguma,
a nóo ser Jesus Cristo,
e este, crucificado.
3 Aliás, eu estive junto de vós,
com fraqueza e receio, e muito tremor.
4 Também a minha palavra e a minha pregação
nóo tinham nada dos discursos persuasivos da sabedoria,
mas eram uma demonstraçóo do poder do Espírito,
5 para que a vossa fé se baseasse no poder de Deus
e nóo na sabedoria dos homens.
Palavra do Senhor.
Evangelho - Mt 5,13-16

Vós sois a luz do mundo.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 5,13-16
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:
13 Vós sois o sal da terra.
Ora, se o sal se tornar insosso,
com que salgaremos?
Ele não servirá para mais nada,
senão para ser jogado fora e ser pisado pelos homens.
14 Vós sois a luz do mundo.
Não pode ficar escondida uma cidade
construída sobre um monte.
15 Ninguém acende uma lâmpada, e a coloca
debaixo de uma vasilha, mas sim, num candeeiro,
onde brilha para todos que estão na casa.
16 Assim também brilhe a vossa luz diante dos homens,
para que vejam as vossas boas obras
e louvem o vosso Pai que está nos céus.
Palavra da Salvação.



Fonte: CNBB

06/02/2017

2ª-feira da 5ª Semana do Tempo Comum

6 de Fevereiro de 2017

S. Paulo Miki e Comps. Mts, memória

Cor: Vermelho

1ª Leitura - Gn 1,1-19

Deus disse e assim se fez.
Leitura do Livro do Gênesis 1,1-19 1 No princípio Deus criou o céu e a terra.
2 A terra estava deserta e vazia,
as trevas cobriam a face do abismo
e o Espírito de Deus pairava sobre as águas.
3 Deus disse: 'Faça-se a luz!'
E a luz se fez.
4 Deus viu que a luz era boa
e separou a luz das trevas.
5 E à luz Deus chamou 'dia'
e às trevas, 'noite'.
Houve uma tarde e uma manhã:
primeiro dia.
6 Deus disse:
'Faça-se um firmamento entre as águas,
separando umas das outras'.
7 E Deus fez o firmamento,
e separou as águas que estavam embaixo,
das que estavam em cima do firmamento.
E assim se fez.
8 Ao firmamento Deus chamou 'céu'.
Houve uma tarde e uma manhã:
segundo dia.
9 Deus Disse:
'Juntem-se as águas que estão debaixo do céu
num só lugar
e apareça o solo enxuto!'
E assim se fez.
10 Ao solo enxuto Deus chamou 'terra'
e ao ajuntamento das águas, 'mar'.
E Deus viu que era bom.
11 Deus disse:
'A terra faça brotar vegetação
e plantas que dêem semente,
e árvores frutíferas que dêem fruto segundo a sua espécie,
que tenham nele sua semente sobre a terra'.
E assim se fez.
12 E a terra produziu vegetação
e plantas que trazem semente segundo a sua espécie,
e árvores que dão fruto
tendo nele a semente da sua espécie.
E Deus viu que era bom.
13 Houve uma tarde e uma manhã:
terceiro dia.
14 Deus disse:
'Façam-se luzeiros no firmamento do céu,
para separar o dia da noite.
Que sirvam de sinais para marcar as épocas
os dias e os anos,
15 e que resplandeçam no firmamento do céu
e iluminem a terra'.
E assim se fez.
16 Deus fez os dois grandes luzeiros:
o luzeiro maior para presidir ao dia,
e o luzeiro menor para presidir à noite,
e as estrelas.
17 Deus colocou-os no firmamento do céu
para alumiar a terra,
18 para presidir ao dia e à noite
e separar a luz das trevas.
E Deus viu que era bom.
19 E houve uma tarde e uma manhã:
quarto dia.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 103, 1-2a. 5-6. 10.12. 24.35c (R. 31b)

R. Alegre-se o Senhor em suas obras!
1 Bendize, ó minha alma, ao Senhor! *
Ó meu Deus e meu Senhor, como sois grande!
2a De majestade e esplendor vos revestis *
e de luz vos envolveis como num manto. R.

5 A terra vós firmastes em suas bases, *
ficará firme pelos séculos sem fim;
6 os mares a cobriam como um manto, *
e as águas envolviam as montanhas. R.

10 Fazeis brotar em meio aos vales as nascentes *
que passam serpeando entre as montanhas;
12 às suas margens vêm morar os passarinhos, *
entre os ramos eles erguem o seu canto. R.

24 Quão numerosas, ó Senhor, são vossas obras, +
e que sabedoria em todas elas! *
Encheu-se a terra com as vossas criaturas!*
35c Bendize, ó minha alma, ao Senhor! R.

Evangelho - Mc 6,53-56

E todos quantos o tocavam ficavam curados. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 6,53-56 Naquele tempo:
53 Tendo Jesus e seus discípulos
acabado de atravessar o mar da Galiléia,
chegaram a Genesaré e amarraram a barca.
54 Logo que desceram da barca,
as pessoas imediatamente reconheceram Jesus.
55 Percorrendo toda aquela região,
levavam os doentes deitados em suas camas
para o lugar onde ouviam falar que Jesus estava.
56 E, nos povoados, cidades e campos onde chegavam,
colocavam os doentes nas praças
e pediam-lhe para tocar, ao menos, a barra de sua veste.
E todos quantos o tocavam ficavam curados.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 6, 53-56

O cristão de verdade não pode ficar parado. Ele nunca pode dizer que cumpriu a sua missão, pois ele deve estar sempre a caminho, sempre se lançando rumo aos novos trabalhos, prestando atenção aos apelos que a realidade faz, buscando superar novos desafios e obstáculos, sempre olhando com misericórdia os irmãos e irmãs, procurando conhecer os seus problemas e necessidades e sendo para todos a manifestação do amor de Deus que responde ao clamor dos seus filhos e filhas. Por isso, quando terminamos uma etapa da caminhada, devemos iniciar outra imediatamente, pois a proposta do Reino exige isso.


Fonte: CNBB

07/02/2017

3ª-feira da 5ª Semana do Tempo Comum

7 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Gn 1,20 - 2,4a

Façamos o homem à nossa imagem
e segundo a nossa semelhança.
Leitura do Livro do Gênesis 1,20 - 2,4a 20 Deus disse:
'Fervilhem as águas de seres animados de vida
e voem pássaros sobre a terra,
debaixo do firmamento do céu'.
21 Deus criou os grandes monstros marinhos
e todos os seres vivos que nadam, em multidão, nas águas,
segundo as suas espécies,
e todas as aves, segundo as suas espécies.
E Deus viu que era bom.
22 E Deus os abençoou, dizendo:
'Sede fecundos e multiplicai-vos
e enchei as águas do mar,
e que as aves se multipliquem sobre a terra'.
23 Houve uma tarde e uma manhã: quinto dia.
24 Deus disse:
'Produza a terra seres vivos
segundo as suas espécies,
animais domésticos, répteis e animais selvagens,
segundo as suas espécies'.
E assim se fez.
25 Deus fez os animais selvagens,
segundo as suas espécies,
os animais domésticos
segundo as suas espécies
e todos os répteis do solo
segundo as suas espécies.
E Deus viu que era bom.
26 Deus disse:
'Façamos o homem à nossa imagem
e segundo a nossa semelhança,
para que domine sobre os peixes do mar,
sobre as aves do céu,
e sobre todos os répteis que rastejam sobre a terra'.
27 E Deus criou o homem à sua imagem,
à imagem de Deus ele o criou:
homem e mulher os criou.
28 E Deus os abençoou e lhes disse:
'Sede fecundos e multiplicai-vos,
enchei a terra e submetei-a!
Dominai sobre os peixes do mar,
sobre os pássaros do céu
e sobre todos os animais
que se movem sobre a terra'.
29 E Deus disse:
'Eis que vos entrego todas as plantas
que dão semente sobre a terra,
e todas as árvores que produzem fruto com sua semente,
para vos servirem de alimento.
30 E a todos os animais da terra,
e a todas as aves do céu,
e a tudo o que rasteja sobre a terra e que é animado de vida,
eu dou todos os vegetais para alimento'.
E assim se fez.
31 E Deus viu tudo quanto havia feito,
e eis que tudo era muito bom.
Houve uma tarde e uma manhó:
sexto dia.
2,1 E assim foram concluídos o céu e a terra
com todo o seu exército.
2 No sétimo dia, Deus considerou acabada
toda a obra que tinha feito;
e no sétimo dia descansou
de toda a obra que fizera.
3 Deus abençoou o sétimo dia e o santificou,
porque nesse dia descansou de toda a obra da criação.
4a Esta é a história do céu e da terra,
quando foram criados.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 8,4-5. 6-7. 8-9 (R. 2a)

R. Ó Senhor nosso Deus, como é grande
vosso nome por todo o universo!
4 Contemplando estes céus que plasmastes*
e formastes com dedos de artista;
vendo a lua e estrelas brilhantes,*
5 perguntamos: 'Senhor, que é o homem,
para dele assim vos lembrardes*
e o tratardes com tanto carinho?' R.

6 Pouco abaixo de Deus o fizestes,*
coroando-o de glória e esplendor;
7 vós lhe destes poder sobre tudo,*
vossas obras aos pés lhe pusestes. R.

8 as ovelhas, os bois, os rebanhos,*
todo o gado e as feras da mata;
9 passarinhos e peixes dos mares,*
todo ser que se move nas águas. R.

Evangelho - Mc 7,1-13

Vós abandonais o mandamento de Deus
para seguir a tradição dos homens. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 7,1-13 Naquele tempo:
1 Os fariseus e alguns mestres da Lei
vieram de Jerusalém e se reuniram em torno de Jesus.
2 Eles viam que alguns dos seus discípulos
comiam o pão com as mãos impuras,
isto é, sem as terem lavado.
3 Com efeito, os fariseus e todos os judeus
só comem depois de lavar bem as mãos,
seguindo a tradição recebida dos antigos.
4 Ao voltar da praça,
eles não comem sem tomar banho.
E seguem muitos outros costumes que receberam por tradição:
a maneira certa de lavar copos, jarras e vasilhas de cobre.
5 Os fariseus e os mestres da Lei
perguntaram então a Jesus:
'Por que os teus discípulos
não seguem a tradição dos antigos,
mas comem o pão sem lavar as mãos?'
6 Jesus respondeu:
'Bem profetizou Isaías a vosso respeito, hipócritas,
como está escrito:
'Este povo me honra com os lábios,
mas seu coração está longe de mim.
7 De nada adianta o culto que me prestam,
pois as doutrinas que ensinam são preceitos humanos'.
8 Vós abandonais o mandamento de Deus
para seguir a tradição dos homens.'
9 E dizia-lhes:
'Vós sabeis muito bem como anular o mandamento de Deus,
a fim de guardar as vossas tradições.
10 Com efeito, Moisés ordenou:
'Honra teu pai e tua mãe'.
E ainda: 'Quem amaldiçoa o pai ou a mãe, deve morrer'.
11 Mas vós ensinais que é lícito
alguém dizer a seu pai e à sua mãe:
'O sustento que vós poderíeis receber de mim
é Corban, isto é, Consagrado a Deus'.
12 E essa pessoa fica dispensada
de ajudar seu pai ou sua mãe.
13 Assim vós esvaziais a Palavra de Deus
com a tradição que vós transmitis.
E vós fazeis muitas outras coisas como estas.'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 7, 1-13

Jesus, citando o profeta Isaías, diz: 'Este povo me honra com os lábios, mas seu coração está longe de mim'. Precisamos saber se somos cristãos de palavras ou de coração. O cristão de palavras é aquele que vive uma religiosidade de cumprimento de preceitos, normas e rituais, que em nada difere dos rituais de alquimia e bruxaria que existem por aí; o que muda é que no lugar de abracadabra, fala frases bonitas com efeitos especiais. O cristão de coração é aquele que ama a Deus, ama os seus irmãos que são templos dele e procura servir a Deus no serviço aos irmãos e irmãs, na valorização da pessoa humana e promoção da sua dignidade. O cristão de coração fala pouco e nem sempre sabe falar bonito, mas ama muito, é solidário, generoso e fraterno.


Fonte: CNBB

08/02/2017

4ª-feira da 5ª Semana do Tempo Comum

8 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Gn 2,4b-9.15-17

O Senhor Deus tomou o homem e colocou-o no jardim de Éden.
Leitura do Livro do Gênesis 2,4b-9.15-17 4b No dia em que o Senhor fez a terra e o céu,
5 ainda não havia nenhum arbusto do campo sobre a terra,
e ainda nenhuma erva do campo tinha brotado,
porque o Senhor Deus não tinha feito chover sobre a terra,
e nem existia homem para cultivar o solo.
6 Mas uma fonte brotava da terra,
e lhe regava toda a superfície.
7 Então o Senhor Deus formou o homem do pó da terra,
soprou-lhe nas narinas o sopro da vida
e o homem tornou-se um ser vivente.
8 Depois, o Senhor Deus plantou um jardim em Éden,
a oriente, e ali pôs o homem que havia formado.
9 E o Senhor Deus fez brotar da terra
toda sorte de árvores de aspecto atraente
e de fruto saboroso ao paladar,
a árvore da vida no meio do jardim
e a árvore do conhecimento do bem e do mal.
15 O Senhor Deus tomou o homem e colocou-o no jardim de Éden,
para o cultivar e guardar.
16 E o Senhor Deus deu ao homem uma ordem, dizendo:
'Podes comer de todas as árvores do jardim,
17 mas não comas da árvore do conhecimento do bem e do mal;
porque, no dia em que fizeres, sem dúvida morrerás'.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 103,1-2a. 27-28. 29bc-30 (R. 1a)

R. Bendize, ó minha alma, ao Senhor!
1 Bendize, ó minha alma, ao Senhor!*
Ó meu Deus e meu Senhor, como sois grande!
2a De majestade e esplendor vos revestis
e de luz vos envolveis como num manto. R.

27 Todos eles, ó Senhor, de vós esperam*
que a seu tempo vós lhes deis o alimento;
28 vós lhes dais o que comer e eles recolhem,*
vós abris a vossa mão e eles se fartam. R.

29a Se tirais o seu respiro, eles perecem*
29b e voltam para o pó de onde vieram;
30 enviais o vosso espírito e renascem*
e da terra toda a face renovais. R.

Evangelho - Mc 7,14-23

O que torna impuro o homem é o que sai do seu interior. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 7,14-23
Naquele tempo:
14 Jesus chamou a multidão para perto de si
e disse: 'Escutai todos e compreendei:
15 o que torna impuro o homem
não é o que entra nele vindo de fora,
mas o que sai do seu interior.
16 Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.'
17 Quando Jesus entrou em casa, longe da multidão,
os discípulos lhe perguntaram sobre essa parábola.
18 Jesus lhes disse:
'Será que nem vós compreendeis?
Não entendeis que nada do que vem de fora
e entra numa pessoa, pode torná-la impura,
19 porque não entra em seu coração,
mas em seu estômago e vai para o fossa?'
Assim Jesus declarava
que todos os alimentos eram puros.
20 Ele disse: 'O que sai do homem,
isso é que o torna impuro.
21 Pois é de dentro do coração humano
que saem as más intençðes, imoralidades, roubos, assassínios,
22 adultérios, ambiçðes desmedidas, maldades, fraudes,
devassidão, inveja, calúnia, orgulho, falta de juízo.
23 Todas estas coisas más saem de dentro,
e são elas que tornam impuro o homem.'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 7, 14-23

Todos nós somos capazes de ver a influência que a sociedade exerce sobre o comportamento das pessoas e muitas vezes ouvimos pessoas que querem responsabilizar outras pessoas ou a sociedade pelos seus próprios atos. Jesus, no Evangelho de hoje, nos mostra que, na verdade, a responsabilidade do ato compete à própria pessoa, pois a pessoa age de acordo com os valores ou desvios que estão presentes no seu coração. É claro que existe a influência do meio, mas ela só determina a vida da pessoa se encontra eco no seu coração, caso contrário, a pessoa rejeita essa influência.


Fonte: CNBB

09/02/2017

5ª-feira da 5ª Semana do Tempo Comum

9 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Gn 2,18-25

O Senhor Deus formou a mulher e conduziu-a a Adão;
e eles serão uma só carne.
Leitura do Livro do Gênesis 2,18-25 18 O Senhor Deus disse:
'Não é bom que o homem esteja só.
Vou dar-lhe uma auxiliar semelhante a ele'.
19 Então o Senhor Deus formou da terra
todos os animais selvagens e todas as aves do céu,
e trouxe-os a Adão para ver como os chamaria;
todo o ser vivo teria o nome que Adão lhe desse.
20 E Adão deu nome a todos os animais domésticos,
a todas as aves do céu e a todos os animais selvagens,
mas Adão não encontrou
uma auxiliar semelhante a ele.
21 Então o Senhor Deus fez cair
um sono profundo sobre Adão.
Quando tirou-lhe uma das costelas e fechou o lugar com carne.
22 Depois, da costela tirada de Adão,
O Senhor Deus formou a mulher
e conduziu-a a Adão.
23 E Adão exclamou:
'Desta vez, sim, é osso dos meus ossos
e carne da minha carne!
Ela será chamada 'mulher'
porque foi tirada do homem'.
24 Por isso, o homem deixará
seu pai e sua mãe
e se unirá à sua mulher,
e eles serão uma só carne.
25 Ora, ambos estavam nus, Adão e sua mulher,
e não se envergonhavam.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 127,1-2. 3. 4-5 (R. Cf 1a)

R. Felizes todos os que respeitam o Senhor.
1 Feliz és tu se temes o Senhor*
e trilhas seus caminhos!
2 Do trabalho de tuas mãos hás de viver,*
serás feliz, tudo irá bem! R.

3 A tua esposa é uma videira bem fecunda*
no coração da tua casa;
os teus filhos são rebentos de oliveira*
ao redor de tua mesa. R.

4 Será assim abençoado todo homem*
que teme o Senhor.
5 O Senhor te abençoe de Sião,*
cada dia de tua vida. R.

Evangelho - Mc 7,24-30

Os cachorrinhos, debaixo da mesa,
comem as migalhas que as crianças deixam cair. + Proclamaçóo do Evangelho de Jesus Cristo segundo Sóo Marcos 7,24-30 Naquele tempo:
24 Jesus saiu dali
e foi para a regióo de Tiro e Sidônia.
Entrou numa casa
e nóo queria que ninguém soubesse onde ele estava.
Mas nóo conseguiu ficar escondido.
25 Uma mulher, que tinha uma filha com um espírito impuro,
ouviu falar de Jesus.
Foi até ele e caiu a seus pés.
26 A mulher era pagó, nascida na Fenícia da Síria.
Ela suplicou a Jesus
que expulsasse de sua filha o demônio.
27 Jesus disse:
'Deixa primeiro que os filhos fiquem saciados,
porque nóo está certo tirar o póo dos filhos
e jogá-lo aos cachorrinhos.'
28 A mulher respondeu: 'É verdade, Senhor;
mas também os cachorrinhos, debaixo da mesa,
comem as migalhas que as crianças deixam cair.'
29 Entóo Jesus disse:
'Por causa do que acabas de dizer,
podes voltar para casa.
O demônio já saiu de tua filha.'
30 Ela voltou para casa
e encontrou sua filha deitada na cama,
pois o demônio já havia saído dela.
Palavra da Salvaçóo.
Reflexão - Mc 7, 24-30

Existem pessoas que acreditam que somente quem pertence à sua religião ou mesmo apenas ao seu movimento religioso ou espiritualidade será salvo. Essas pessoas esquecem que Jesus veio ao mundo para que o mundo fosse salvo por ele, e não somente os daquela religião ou daquela forma de espiritualidade. Essas pessoas acabam por fazer do próprio Deus propriedade delas e querem que Deus aja segundo os seus critérios. A ação divina depende da vontade divina, que quer o bem e a salvação para todas as pessoas, de todos os povos, de todos os credos, línguas, etc., pois verdadeiramente Deus não faz distinção de pessoas.


Fonte: CNBB

10/02/2017

6ª-feira da 5ª Semana do Tempo Comum

10 de Fevereiro de 2017

Sta. Escolástica Vg, memória

Cor: Branco

1ª Leitura - Gn 3,1-8

Vós sereis como Deus, conhecendo o bem e o mal.
Leitura do Livro do Gênesis 3,1-8
1 A serpente era o mais astuto de todos os animais dos campos
que o Senhor Deus tinha feito.
Ela disse à mulher:
'É verdade que Deus vos disse:
'Não comereis de nenhuma das árvores do jardim?' '
2 E a mulher respondeu à serpente:
'Do fruto das árvores do jardim, nós podemos comer.
3 Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim,
Deus nos disse:
'Não comais dele
nem sequer o toqueis,
do contrário, morrereis.' '
4 A serpente disse à mulher:
'Não, vós não morrereis.
5 Mas Deus sabe que no dia em que dele comerdes,
vossos olhos se abrirão
e vós sereis como Deus,
conhecendo o bem e o mal'.
6 A mulher viu que seria bom comer da árvore,
pois era atraente para os olhos
e desejável para obter conhecimento.
E colheu um fruto,
comeu e deu também ao marido, que estava com ela,
e ele comeu.
7 Então, os olhos dos dois se abriram;
e, vendo que estavam nus,
teceram tangas para si com folhas de figueira.
8 Quando ouviram a voz do Senhor Deus,
que passeava pelo jardim à brisa da tarde,
Adão e sua mulher esconderam-se do Senhor Deus
no meio das árvores do jardim.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 31, 1-2. 5. 6. 7 (R. Cf. 1a)

R. Feliz aquele cuja falta é perdoada!
1 Feliz o homem que foi perdoado *
e cuja falta já foi encoberta!
2 Feliz o homem a quem o Senhor +
não olha mais como sendo culpado, *
e em cuja alma não há falsidade! R.

5 Eu confessei, afinal, meu pecado, *
e minha falta vos fiz conhecer.
Disse: 'Eu irei confessar meu pecado!' *
E perdoastes, Senhor, minha falta. R.

6 Todo fiel pode, assim, invocar-vos, *
durante o tempo da angústia e aflição,
porque, ainda que irrompam as águas, *
não poderão atingi-lo jamais. R.

7 Sois para mim proteção e refúgio; *
na minha angústia me haveis de salvar,
e envolvereis a minha alma no gozo *
da salvação que me vem só de vós. R.

Evangelho - Mc 7,31-37

Aos surdos faz ouvir e aos mudos falar.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 7,31-37
Naquele tempo:
31 Jesus saiu de novo da região de Tiro,
passou por Sidônia
e continuou até o mar da Galiléia,
atravessando a região da Decápole.
32 Trouxeram então um homem surdo,
que falava com dificuldade,
e pediram que Jesus lhe impusesse a mão.
33 Jesus afastou-se com o homem, para fora da multidão;
em seguida colocou os dedos nos seus ouvidos,
cuspiu e com a saliva tocou a língua dele.
34 Olhando para o céu, suspirou e disse:
'Efatá!', que quer dizer: 'Abre-te!'
35 Imediatamente seus ouvidos se abriram,
sua língua se soltou
e ele começou a falar sem dificuldade.
36 Jesus recomendou com insistência
que não contassem a ninguém.
Mas, quanto mais ele recomendava, mais eles divulgavam.
37 Muito impressionados, diziam:
'Ele tem feito bem todas as coisas:
Aos surdos faz ouvir e aos mudos falar'.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 7, 31-37

A comunicação é fundamental para que a pessoa possa viver em sociedade, e quem tem dificuldades para se comunicar pode facilmente ser excluído da comunidade à qual pertence. Quando vemos Jesus curar o surdo-mudo, ele não está simplesmente resolvendo o problema de saúde de alguém, mas está criando condições para que essa pessoa possa ser integrada na comunidade em que vive, possa também discutir os seus valores e deixar de ser uma pessoa com dependência, mas ser protagonista da sua história e da sua própria vida, portanto os benefícios que Jesus propicia ao surdo mudo vai muito além da simples cura.


Fonte: CNBB

11/02/2017

Sábado da 5ª Semana do Tempo Comum

11 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Gn 3,9-24

E o Senhor Deus o expulsou do jardim de Éden,
para que ele cultivasse a terra.
Leitura do Livro do Gênesis 3,9-24
9 O Senhor Deus chamou Adão, dizendo:
'Onde estás?'
10 E ele respondeu:
'Ouvi tua voz no jardim,
e fiquei com medo
porque estava nu; e me escondi'.
11 Disse-lhe o Senhor Deus:
'E quem te disse que estavas nu?
Então comeste da árvore,
de cujo fruto te proibi comer?'
12 Adão disse:
'A mulher que tu me deste por companheira,
foi ela que me deu
do fruto da árvore,
e eu comi'.
13 Disse o Senhor Deus à mulher:
'Por que fizeste isso?'
E a mulher respondeu:
'A serpente enganou-me e eu comi'.
14 Então o Senhor Deus disse à serpente:
'Porque fizeste isso, serás maldita
entre todos os animais domésticos
e todos os animais selvagens!
Rastejarás sobre o ventre
e comerás pó todos os dias da tua vida!
15 Porei inimizade entre ti e a mulher,
entre a tua descendência e a dela.
Esta te ferirá a cabeça
e tu lhe ferirás o calcanhar'.
16 È mulher ele disse:
'Multiplicarei os sofrimentos da tua gravidez:
entre dores darás à luz os filhos;
teus desejos te arrastarão para o teu marido,
e ele te dominará'.
17 E disse em seguida a Adão:
'Porque ouviste a voz da tua mulher
e comeste da árvore,
de cujo fruto te proibi comer,
amaldiçoado será o solo por tua causa!
Com sofrimento tirarás dele o alimento
todos os dias da tua vida.
18 Ele produzirá para ti espinhos e cardos
e comerás as ervas da terra;
19 comerás o pão com o suor do teu rosto
até voltares à terra de que foste tirado,
porque és pó e ao pó hás de voltar'.
20 E Adão chamou à sua mulher 'Eva',
porque ela é a mãe de todos os viventes.
21 Então o Senhor Deus fez para Adão e sua mulher
túnicas de pele e os vestiu.
22 Disse, depois, o Senhor Deus:
'Eis que o homem se tornou como um de nós,
capaz de conhecer o bem e o mal.
Não aconteça, agora, que ele estenda a mão
também à árvore da vida
para comer dela e viver para sempre!'.
23 E o Senhor Deus o expulsou do jardim de Éden,
para que ele cultivasse a terra donde fora tirado.
24 Expulsou o homem,
e colocou a oriente do jardim de Éden os querubins,
e a espada lampejante de chamas,
para guardar o caminho da árvore da vida.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 89, 2. 3-4. 5-6. 12-13. (R.1)

R. Ó Senhor, vós fostes sempre um refúgio para nós.
2 Já bem antes que as montanhas fossem feitas+
ou a terra e o mundo se formassem,*
desde sempre e para sempre vós sois Deus. R.

3 Vós fazeis voltar ao pó todo mortal,*
quando dizeis: 'Voltai ao pó, filhos de Adão!'
4 Pois mil anos para vós são como ontem,*
qual vigília de uma noite que passou. R.

5 Eles passam como o sono da manhã,*
6 são iguais à erva verde pelos campos:
De manhã ela floresce vicejante,*
mas à tarde é cortada e logo seca. R.

12 Ensinai-nos a contar os nossos dias,*
e dai ao nosso coração sabedoria!
13 Senhor, voltai-vos! Até quando tardareis?
Tende piedade e compaixão de vossos servos! R.

Evangelho - Mc 8,1-10

Comeram e ficaram satisfeitos. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 8,1-10
1 Naqueles dias, havia de novo uma grande multidão
e não tinha o que comer.
Jesus chamou os discípulos e disse:
2 'Tenho compaixóo dessa multidão,
porque já faz três dias que está comigo
e não têm nada para comer.
3 Se eu os mandar para casa sem comer,
vão desmaiar pelo caminho,
porque muitos deles vieram de longe.'
4 Os discípulos disseram:
'Como poderia alguém saciá-los de póo aqui no deserto?'
5 Jesus perguntou-lhes: 'Quantos póes tendes?'
Eles responderam: 'Sete.'
6 Jesus mandou que a multidão se sentasse no chão.
Depois, pegou os sete póes, e deu graças,
partiu-os e ia dando aos seus discípulos,
para que os distribuíssem.
E eles os distribuíam ao povo.
7 Tinham também alguns peixinhos.
Depois de pronunciar a bênção sobre eles,
mandou que os distribuíssem também.
8 Comeram e ficaram satisfeitos,
e recolheram sete cestos com os pedaços que sobraram.
9 Eram quatro mil, mais ou menos.
E Jesus os despediu.
10 Subindo logo na barca com seus discípulos,
Jesus foi para a região de Dalmanuta.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 8, 1-10

Jesus age por compaixão em relação aos sofrimentos e dificuldades do povo de sua época. Ele ama com amor eterno e o seu amor se transforma em solidariedade, em gesto concreto. Jesus não para diante das dificuldades que são apresentadas, porque sabe que o amor supera todas as dificuldades. Jesus leva as outras pessoas a sentirem compaixão com ele e assim colaborarem na superação dos problemas. Os discípulos colaboram na medida em que organizam o povo e distribuem os pães. Outros contribuem também doando os sete pães, que poderiam garantir o próprio sustento. Assim, a compaixão cria uma rede de solidariedade que supera a fome no deserto.


Fonte: CNBB

12/02/2017

6º Domingo do Tempo Comum

12 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Eclo 15,16-21 (Gr.15-20)

A ninguém mandou agir como ímpio.

Leitura do Livro do Eclesiástico 15,16-21 (Gr.15-20)
16 Se quiseres observar os mandamentos, eles te guardarão;
se confias em Deus, tu também viverás.
17 Diante de ti, Ele colocou o fogo e a água;
para o que quiseres, tu podes estender a mão.
18 Diante do homem estão a vida e a morte, o bem e o mal;
ele receberá aquilo que preferir.
19 A sabedoria do Senhor é imensa,
ele é forte e poderoso e tudo vê continuamente.
20 Os olhos do Senhor estão voltados para os que o temem.
Ele conhece todas as obras do homem.
21 Não mandou a ninguém agir como ímpio
e a ninguém deu licença de pecar.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 118,1-2.4-5.17-18.33-34 (R.1)

R. Feliz o homem sem pecado em seu caminho,
que na lei do Senhor Deus vai progredindo!

1 Feliz o homem sem pecado em seu caminho,*
que na lei do Senhor Deus vai progredindo!
2 Feliz o homem que observa seus preceitos,*
e de todo o coração procura a Deus! R.

4 Os vossos mandamentos vós nos destes,*
para serem fielmente observados.
5 Oxalá seja bem firme a minha vida*
em cumprir vossa vontade e vossa lei! R.

17 Sede bom com vosso servo, e viverei,*
e guardarei vossa palavra, ó Senhor.
18 Abri meus olhos, e então contemplarei*
as maravilhas que encerra a vossa lei! R.

33 Ensinai-me a viver vossos preceitos;*
quero guardá-los fielmente até o fim!
34 Dai-me o saber, e cumprirei a vossa lei,*
e de todo o coração a guardarei. R.
2ª Leitura - 1Cor 2, 6-10

Deus destinou, desde a eternidade,
uma sabedoria para nossa glória.

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 2, 6-10
Irmãos:
6 Entre os perfeitos nós falamos de sabedoria,
não da sabedoria deste mundo
nem da sabedoria dos poderosos deste mundo,
que, afinal, estão votados à destruição.
7 Falamos, sim, da misteriosa sabedoria de Deus,
sabedoria escondida, que, desde a eternidade,
Deus destinou para nossa glória.
8 Nenhum dos poderosos deste mundo conheceu essa
sabedoria.
Pois, se a tivessem conhecido,
não teriam crucificado o Senhor da glória.
9 Mas, como está escrito,
'o que Deus preparou para os que o amam
é algo que os olhos jamais viram
nem os ouvidos ouviram
nem coração algum jamais pressentiu'.
10 A nós Deus revelou esse mistério
através do Espírito.
Pois o Espírito esquadrinha tudo,
mesmo as profundezas de Deus.
Palavra do Senhor.
Evangelho - Mt 5,17-37

Assim foi dito aos antigos; eu, porém, vos digo.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 5,17-37
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:
17 Não penseis que vim abolir a Lei e os Profetas.
Não vim para abolir,
mas para dar-lhes pleno cumprimento.
18 Em verdade, eu vos digo:
antes que o céu e a terra deixem de existir,
nem uma só letra ou vírgula serão tiradas da Lei,
sem que tudo se cumpra.
19 Portanto, quem desobedecer
a um só destes mandamentos, por menor que seja,
e ensinar os outros a fazerem o mesmo,
será considerado o menor no Reino dos Céus.
Porém, quem os praticar e ensinar
será considerado grande no Reino dos Céus.
20 Porque eu vos digo:
Se a vossa justiça não for maior
que a justiça dos mestres da Lei e dos fariseus,
vós não entrareis no Reino dos Céus.
21 Vós ouvistes o que foi dito aos antigos:
'Não matarás!
Quem matar será condenado pelo tribunal'.
22 Eu, porém, vos digo:
todo aquele que se encoleriza com seu irmão
será réu em juízo;
quem disser ao seu irmão: 'patife!'
será condenado pelo tribunal;
quem chamar o irmão de 'tolo'
será condenado ao fogo do inferno.
23 Portanto, quando tu estiveres levando
a tua oferta para o altar, e ali te lembrares
que teu irmão tem alguma coisa contra ti,
24 deixa a tua oferta ali diante do altar,
e vai primeiro reconciliar-te com o teu irmão.
Só então vai apresentar a tua oferta.
25 Procura reconciliar-te com teu adversário,
enquanto caminha contigo para o tribunal.
Senão o adversário te entregará ao juiz,
o juiz te entregará ao oficial de justiça,
e tu serás jogado na prisão.
26 Em verdade eu te digo: dali não sairás,
enquanto nóo pagares o último centavo.
27 Ouvistes o que foi dito:
'Não cometerás adultério'.
28 Eu, porém, vos digo:
Todo aquele que olhar para uma mulher,
com o desejo de possuí-la,
já cometeu adultério com ela no seu coração.
29 Se o teu olho direito é para ti ocasião de pecado,
arranca-o e joga-o para longe de ti!
De fato, é melhor perder um de teus membros,
do que todo o teu corpo ser jogado no inferno.
30 Se a tua mão direita é para ti ocasião de pecado,
corta-a e joga-a para longe de ti!
De fato, é melhor perder um dos teus membros,
do que todo o teu corpo ir para o inferno.
3l Foi dito também:
'Quem se divorciar de sua mulher,
dê-lhe uma certidão de divórcio'.
32 Eu, porém, vos digo:
Todo aquele que se divorcia de sua mulher,
a não ser por motivo de união irregular,
faz com que ela se torne adúltera;
e quem se casa com a mulher divorciada
comete adultério.
33 Vós ouvistes também o que foi dito aos antigos:
'Não jurarás falso',
mas 'cumprirás os teus juramentos feitos ao Senhor'.
34 Eu, porém, vos digo:
Não jureis de modo algum:
nem pelo céu, porque é o trono de Deus;
35 nem pela terra,
porque é o suporte onde apóia os seus pés;
nem por Jerusalém, porque é a cidade do Grande Rei.
36 Não jures tão pouco pela tua cabeça,
porque tu não podes tornar branco ou preto
um só fio de cabelo.
37 Seja o vosso 'sim': 'Sim',
e o vosso 'não': 'Não'.
Tudo o que for além disso vem do Maligno.
Palavra da Salvação.

Leituras Facultativas


Evangelho - Mt 5,20-22a.27-28.33-34a.37

Assim foi dito aos antigos; eu, porém, vos digo.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 5,20-22a.27-28.33-34a.37
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:
20 Eu vos digo:
Se a vossa justiça não for maior
que a justiça dos mestres da Lei e dos fariseus,
vós não entrareis no Reino dos Céus.
21 Vós ouvistes o que foi dito aos antigos:
'Não matarás!'
Quem matar será condenado pelo tribunal.
22a Eu, porém, vos digo:
todo aquele que se encoleriza com seu irmóo
será réu em juízo.
27 Ouvistes o que foi dito:
'Não cometerás adultério'.
28 Eu, porém, vos digo:
Todo aquele que olhar para uma mulher,
com o desejo de possuí-la,
já cometeu adultério com ela no seu coração.
33 Vós ouvistes também o que foi dito aos antigos:
'Não jurarás falso',
mas 'cumprirás os teus juramentos feitos ao Senhor'.
34a Eu, porém, vos digo:
Não jureis de modo algum.
37 Seja o vosso 'sim': 'Sim',
e o vosso 'não': 'Não'.
Tudo o que for além disso vem do Maligno.
Palavra da Salvação.



Fonte: CNBB

13/02/2017

2ª-feira da 6ª Semana do Tempo Comum

13 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

2ª Leitura - Gn 4,1-15.25

Caim atirou-se sobre o seu irmão Abel e matou-o.
Leitura do Livro do Gênesis 4,1-15.25 1 Adão conheceu Eva, sua mulher,
e ela concebeu e deu à luz Caim, dizendo:
'Gerei um homem com a ajuda do Senhor'.
2 E deu também à luz Abel, irmão de Caim.
Abel foi pastor de ovelhas e Caim, agricultor.
3 Aconteceu, tempos depois, que Caim ofereceu frutos da terra
como sacrifício ao Senhor,
4 e Abel ofereceu primogênitos do seu rebanho,
com sua gordura.
O Senhor olhou para Abel e sua oferenda,
5 mas para Caim e sua oferenda não olhou.
Caim encheu-se de cólera e seu rosto tornou-se abatido.
6 Então o Senhor perguntou a Caim:
'Por que estás cheio de cólera
e andas com o rosto abatido?
7 É verdade que, se fizeres o bem,
andarás de cabeça erguida;
mas se fizeres o mal,
o pecado estará à porta,
espreitando-te.
Tu, porém, poderás dominá-lo'.
8 Caim disse a seu irmão Abel:
'Vamos ao campo'.
Logo que chegaram ao campo,
Caim atirou-se sobre o seu irmão Abel e matou-o.
9 E o Senhor perguntou a Caim:
'Onde está o teu irmão Abel?'
Ele respondeu: 'Não sei.
Acaso sou o guarda do meu irmão?'
10 O Senhor lhe disse: 'Que fizeste?
A voz do sangue do teu irmão
está clamando por mim, da terra.
11 Agora, pois, serás amaldiçoado pela terra
que abriu a boca para receber das tuas mãos
o sangue do teu irmão!
12 Quando tu a cultivares,
ela te negará seus frutos.
E serás um fugitivo,
vagando sobre a terra'.
13 Caim disse ao Senhor:
'Meu castigo é grande demais
para que eu o possa suportar.
14 Se, hoje, me expulsas desta terra,
devo esconder-me de ti,
tornando-me um fugitivo a vaguear sobre a terra;
qualquer um que me encontrar, me matará'.
15 E o Senhor lhe disse:
'Não! mas aquele que matar Caim,
será punido sete vezes!'
O Senhor pôs, então, um sinal em Caim,
para que ninguém, ao encontrá-lo, o matasse.
25 Adão conheceu de novo sua mulher.
Ela deu à luz um filho,
a quem chamou Set, dizendo:
'O Senhor deu-me um outro descendente
no lugar de Abel,
que Caim matou'.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 49, 1.8. 16bc-17. 20-21 (R. 14a)

R. Imola a Deus um sacrifício de louvor!

1 Falou o Senhor Deus, chamou a terra, *
do sol nascente ao sol poente a convocou.
8 Eu não venho censurar teus sacrifícios, *
pois sempre estão perante mim teus holocaustos; R.

16b 'Como ousas repetir os meus preceitos *
16c e trazer minha Aliança em tua boca?
17 Tu que odiaste minhas leis e meus conselhos *
e deste as costas às palavras dos meus lábios! R.

20 Assentado, difamavas teu irmão, *
e ao filho de tua mãe injuriavas.
21 Diante disso que fizeste, eu calarei? *
Acaso pensas que eu sou igual a ti?
É disso que te acuso e repreendo *
e manifesto essas coisas aos teus olhos. R.

Evangelho - Mc 8,11-13

Por que esta gente pede um sinal? + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 8,11-13 Naquele tempo:
11 Os fariseus vieram e começaram a discutir com Jesus.
E, para pô-lo à prova, pediam-lhe um sinal do céu.
12 Mas Jesus deu um suspiro profundo
e disse: 'Por que esta gente pede um sinal?
Em verdade vos digo,
a esta gente não será dado nenhum sinal.'
13 E, deixando-os, Jesus entrou de novo na barca
e se dirigiu para a outra margem.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 8, 11-13

Quando Jesus foi tentado pelo demônio no deserto, a segunda tentação era que ele se atirasse do pináculo do Templo, uma vez que os anjos cuidariam dele.Mas a resposta que Jesus deu ao demônio foi: "Não tentarás o Senhor teu Deus". O Evangelho de hoje nos mostra que existem pessoas que sempre estão tentando a Deus, pois, assim como os fariseus pediam um sinal do céu para por Jesus à prova, muitas pessoas querem fazer chantagem com Deus, fazendo uma série de exigências e pedidos mesquinhos para satisfazer seus desejos e fundamentam a sua fé não no amor a Deus, mas na satisfação de suas exigências.




Fonte: CNBB

14/02/2017

3ª-feira da 6ª Semana do Tempo Comum

14 de Fevereiro de 2017

S. Cirilo, monge, e S. Metódio B. memória

Cor: Branco

1ª Leitura - Gn 6,5-8; 7,1-5.10

Vou exterminar, da face da terra, o homem que criei.
Leitura do Livro do Gênesis 6,5-8; 7,1-5.10 5 O Senhor viu que havia crescido a maldade do homem na terra,
e como os projetos do seu coração tendiam sempre para o mal.
6 Então o Senhor arrependeu-se de ter feito o homem na terra e
ficou com o coração muito magoado,
7 e disse: 'Vou exterminar da face da terra o homem que criei;
e com ele, os animais, os répteis e até as aves do céu,
pois estou arrependido de os ter feito!'
8 Mas Noé encontrou graça aos olhos do Senhor.
7,1 O Senhor disse a Noé:
'Entra na arca com toda a tua família,
pois tu és o único homem justo que vejo no meio desta geração.
2 De todos os animais puros toma sete casais, machos e fêmeas,
e dos animais impuros, um casal, macho e fêmea.
3 Também das aves do céu tomarás sete casais, machos e fêmeas,
para que suas espécies se conservem vivas sobre a face da terra.
4 Pois, dentro de sete dias, farei chover sobre a terra,
quarenta dias e quarenta noites,
e exterminarei da superfície da terra
todos os seres vivos que fiz'.
5 Noé fez tudo o que o Senhor lhe havia ordenado.
10 E, passados os sete dias,
caíram sobre a terra as águas do dilúvio.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 28,1a.2. 3ac-4. 3b.9b-10 (R.11b)

R. Que o Senhor abençoe, com a paz, o seu povo!
1a Filhos de Deus, tributai ao Senhor,*
tributai-lhe a glória e o poder!
2 Dai-lhe a glória devida ao seu nome;*
adorai-o com santo ornamento! R.

3a Eis a voz do Senhor sobre as águas,*
3c sua voz sobre as águas imensas!
4 Eis a voz do Senhor com poder!*
Eis a voz do Senhor majestosa. R.

3b Sua voz no trovão reboando!*
9b No seu templo os fiéis bradam: 'Glória!'
10 É o Senhor que domina os dilúvios,*
o Senhor reinará para sempre! R.

Evangelho - Mc 8,14-21

Tomai cuidado com o fermento dos fariseus
e com o fermento de Herodes.' + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 8,14-21 Naquele tempo:
14 Os discípulos tinham se esquecido de levar pães.
Tinham consigo na barca apenas um pão.
15 Então Jesus os advertiu:
'Prestai atenção e tomai cuidado
com o fermento dos fariseus
e com o fermento de Herodes.'
16 Os discípulos diziam entre si:
'É porque não temos pão.'
17 Mas Jesus percebeu e perguntou-lhes:
'Por que discutis sobre a falta de pão?
Ainda não entendeis e nem compreendeis?
Vós tendes o coração endurecido?
18 Tendo olhos, vós não vedes,
e tendo ouvidos, não ouvis?
Não vos lembrais
19 de quando reparti cinco pães para cinco mil pessoas?
Quantos cestos vós recolhestes cheios de pedaços?'
Eles responderam: 'Doze.'
20 Jesus perguntou:
E quando reparti sete pães com quatro mil pessoas,
quantos cestos vós recolhestes cheios de pedaços?
Eles responderam: 'Sete.'
21 Jesus disse:
'E vós ainda não compreendeis?'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 8, 14-21

Todos nós temos uma hierarquia de valores que servem como critério para a nossa vida e tudo o que temos e fazemos está subordinado a essa hierarquia. A maioria das pessoas orienta a sua vida para a satisfação das suas necessidades primárias e instintivas. Assim, os seus valores principais são a comida, a bebida e o sexo, de modo que essas pessoas, apesar de civilizadas, possuem a mesma hierarquia de valores que os animais: buscam apenas a satisfação dos próprios instintos. Essas pessoas não aceitam a Jesus e criticam a sua doutrina porque a sua dependência aos instintos lhes cega a vista e endurece os seus corações, de modo que não podem compreender a verdadeira hierarquia de valores que Jesus veio trazer para que as pessoas não vivam instintivamente, mas tenham vida em abundância.


Fonte: CNBB

15/02/2017

4ª-feira da 6ª Semana do Tempo Comum

15 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Gn 8,6-13.20-22

Noé olhou e viu que toda a superfície da terra estava seca.
Leitura do Livro do Gênesis 8,6-13.20-22 6 Passados quarenta dias,
Noé abriu a janela, que tinha feito na arca,
e soltou um corvo,
7 que ficou revoando,
até que secassem as águas sobre a terra.
8 Soltou, também, uma pomba
para ver se as águas tinham baixado
sobre a face da terra.
9 Mas a pomba, não achando onde pousar,
voltou para junto dele na arca;
porque as águas ainda cobriam a superfície de toda a terra.
Noé estendeu a mão para fora,
apanhou a pomba e recolheu-a na arca.
10 Esperou, então, mais sete dias
e soltou de novo a pomba.
11 Pela tardinha, ela voltou,
e eis que trazia no bico um ramo de oliveira com as folhas
verdes. Assim, Noé compreendeu que as águas tinham cessado de
cobrir a terra.
12 Esperou ainda sete dias, e soltou a pomba,
que não voltou mais.
13 Foi no ano seiscentos e um da vida de Noé,
no primeiro dia do primeiro mês,
que as águas se retiraram da terra.
Noé abriu o teto da arca, olhou
e viu que toda a superfície da terra estava seca.
20 Então Noé construiu um altar ao Senhor
e, tomando animais e aves de todas as espécies puras,
ofereceu holocaustos sobre o altar.
21 O Senhor aspirou o agradável odor e disse consigo mesmo:
'Nunca mais tornarei a amaldiçoar a terra
por causa do homem,
pois as inclinações do seu coração
são más desde a juventude.
Não tornarei, também, a ferir todos os seres vivos, como fiz.
22 Enquanto a terra durar,
plantio e colheita, frio e calor,
verão e inverno, dia e noite,
jamais hão de acabar'.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 115, 12-13. 14-15. 18-19 (R. 17a)

R. Oferto ao Senhor um sacrifício de louvor.


Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia

12 Que poderei retribuir ao Senhor Deus *
por tudo aquilo que ele fez em meu favor?
13 Elevo o cálice da minha salvação, *
invocando o nome santo do Senhor. R.

14 Vou cumprir minhas promessas ao Senhor *
na presença de seu povo reunido.
15 É sentida por demais pelo Senhor *
a morte de seus santos, seus amigos. R.

18 Vou cumprir minhas promessas ao Senhor *
na presença de seu povo reunido;
19 nos átrios da casa do Senhor, *
em teu meio, ó cidade de Sião! R.

Evangelho - Mc 8,22-26

O cego ficou curado,
e enxergava todas as coisas com nitidez. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 8,22-26 Naquele tempo:
22 Jesus e seus discípulos chegaram a Betsaida.
Algumas pessoas trouxeram-lhe um cego
e pediram a Jesus que tocasse nele.
23 Jesus pegou o cego pela mão,
levou-o para fora do povoado,
cuspiu nos olhos dele,
colocou as mãos sobre ele, e perguntou:
'Estás vendo alguma coisa?'
24 O homem levantou os olhos e disse:
'Estou vendo os homens.
Eles parecem árvores que andam.'
25 Então Jesus colocou de novo as mãos sobre os olhos dele
e ele passou a enxergar claramente.
Ficou curado,
e enxergava todas as coisas com nitidez.
26 Jesus mandou o homem ir para casa,
e lhe disse: 'Não entres no povoado!'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 8, 22-26

Jesus retira o homem do povoado, não o cura totalmente na primeira vez que lhe impõe as mãos, o deixa totalmente curado na segunda vez que lhe impõe as mãos e diz para ele não entrar no povoado. Esses elementos nos ajudam numa reflexão sobre o Evangelho de hoje. As pessoas vivem em sociedade e, geralmente, assumem integralmente os seus valores. Esses valores muitas vezes se tornam um obstáculo para a atuação da graça e para a verdadeira libertação dessas pessoas. Depois que a libertação acontece, essas pessoas não podem assumir novamente todos os valores da sociedade, pois voltarão a viver na escuridão do erro e do pecado.


Fonte: CNBB

16/02/2017

5ª-feira da 6ª Semana do Tempo Comum

16 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Gn 9,1-13

Ponho meu arco nas nuvens
como sinal de aliança entre mim e a terra.
Leitura do Livro do Gênesis 9,1-13 1 Deus abençoou Noé e seus filhos, dizendo-lhes:
'Sede fecundos, multiplicai-vos e enchei a terra.
2 Vós sereis objeto de medo e terror
para todos os animais da terra, todas as aves do céu,
tudo o que se move sobre a terra
e todos os peixes do mar:
eis que os entrego todos em vossas mãos.
3 Tudo o que vive e se move vos servirá de alimento.
Entrego-vos tudo, como já vos dei os vegetais.
4 Contudo, não deveis comer carne com sangue, que é sua vida.
Da mesma forma, pedirei contas do vosso sangue, que é vida,
a qualquer animal.
E ao homem pedirei contas da vida do homem, seu irmão.
6 Quem derramar sangue humano,
por mãos de homem terá seu sangue derramado,
porque o homem foi feito à imagem de Deus.
7 Quanto a vós, sede fecundos e multiplicai-vos,
enchei a terra e dominai-a'.
8 Disse Deus a Noé e a seus filhos:
9 'Eis que vou estabelecer minha aliança convosco
e com vossa descendência,
10 com todos os seres vivos que estão convosco:
aves, animais domésticos e selvagens,
enfim, com todos os animais da terra,
que saíram convosco da arca.
11 Estabeleço convosco a minha aliança:
nenhuma criatura será mais exterminada pelas águas do dilúvio,
e não haverá mais dilúvio para devastar a terra'.
12 E Deus disse:
'Este é o sinal da aliança que coloco entre mim e vós,
e todos os seres vivos que estão convosco,
por todas as gerações futuras.
13 Ponho meu arco nas nuvens
como sinal de aliança entre mim e a terra.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 101, 16-18. 19-21. 29.22-23 (R. 20b)

R. O Senhor olhou a terra do alto céu.
16 As nações respeitarão o vosso nome, *
e os reis de toda a terra, a vossa glória;
17 quando o Senhor reconstruir Jerusalém *
e aparecer com gloriosa majestade,
18 ele ouvirá a oração dos oprimidos *
e não desprezará a sua prece. R.

19 Para as futuras gerações se escreva isto, *
e um povo novo a ser criado louve a Deus.
20 Ele inclinou-se de seu templo nas alturas, *
e o Senhor olhou a terra do alto céu,
21 para os gemidos dos cativos escutar *
e da morte libertar os condenados. R.

29 Assim também a geração dos vossos servos +
terá casa e viverá em segurança, *
e ante vós se firmará sua descendência.
22 Para que cantem o seu nome em Sião *
e louve ao Senhor Jerusalém,
23 quando os povos e as nações se reunirem *
e todos os impérios o servirem. R.

Evangelho - Mc 8,27-33

Tu és o Messias...
E começou a ensiná-los, dizendo
que o Filho do Homem devia sofrer muito. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 8,27-33 Naquele tempo:
27 Jesus partiu com seus discípulos
para os povoados de Cesaréia de Filipe.
No caminho perguntou aos discípulos:
'Quem dizem os homens que eu sou?'
28 Eles responderam:
'Alguns dizem que tu és João Batista;
outros que és Elias; outros, ainda, que és um dos profetas.'
29 Então ele perguntou:
'E vós, quem dizeis que eu sou?'
Pedro respondeu:
'Tu és o Messias.'
30 Jesus proibiu-lhes severamente
de falar a alguém a seu respeito.
31 Em seguida, começou a ensiná-los, dizendo
que o Filho do Homem devia sofrer muito,
ser rejeitado pelos anciãos,
pelos sumos sacerdotes e doutores da Lei,
devia ser morto, e ressuscitar depois de três dias.
32 Ele dizia isso abertamente.
Então Pedro tomou Jesus à parte
e começou a repreendê-lo.
33 Jesus voltou-se, olhou para os discípulos
e repreendeu a Pedro, dizendo:
'Vai para longe de mim, Satanás!'
Tu não pensas como Deus,
e sim como os homens.'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 8, 27-33

A resposta que damos à pergunta que Jesus faz aos discípulos e a cada um de nós no Evangelho de hoje mostra principalmente o significado que ele tem em nossas vidas e exige coerência no relacionamento que nós temos com ele. Para Pedro, Jesus é o Messias, o enviado de Deus, o Ungido, o Salvador, mas Pedro é incoerente no relacionamento, pois não quer submeter-se a ele e aceitar os caminhos da salvação. Assim também acontece conosco: dizemos que Jesus é amor, mas não amamos; que é Deus, mas não o servimos; que é o enviado do Pai, mas não o ouvimos; que é nosso irmão, mas não criamos fraternidade.


Fonte: CNBB

17/02/2017

6ª-feira da 6ª Semana do Tempo Comum

17 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Gn 11,1-9

Foi chamada Babel, porque foi lá que o Senhor
confundiu a linguagem de todo o mundo.
Leitura do Livro do Gênesis 11,1-9 1 Toda a terra tinha uma só linguagem
e servia-se das mesmas palavras.
2 E aconteceu que, partindo do oriente,
os homens acharam uma planície na terra de Senaar,
e ali se estabeleceram.
3 E disseram uns aos outros:
'Vamos, façamos tijolos e cozamo-los ao fogo'.
Usaram tijolos em vez de pedra,
e betume em lugar de argamassa.
4 E disseram: 'Vamos, façamos para nós uma cidade
e uma torre cujo cimo atinja o céu.
Assim, ficaremos famosos,
e não seremos dispersos por toda a face da terra'.
5 Então o Senhor desceu para ver a cidade e a torre
que os homens estavam construindo.
6 E o Senhor disse: 'Eis que eles são um só povo
e falam uma só língua.
E isto é apenas o começo de seus empreendimentos.
Agora, nada os impedirá de fazer o que se propuserem.
7 Desçamos e confundamos a sua língua,
de modo que não se entendam uns aos outros'.
8 E o Senhor os dispersou daquele lugar
por toda a superfície da terra,
e eles cessaram de construir a cidade.
9 Por isso, foi chamada Babel, porque foi lá
que o Senhor confundiu a linguagem de todo o mundo,
e de lá dispersou os homens por toda a terra.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 32,10-11. 12-13. 14-15 (R. 12b)

R. Feliz o povo que o Senhor escolheu por sua herança!
10 O Senhor desfaz os planos das nações *
e os projetos que os povos se propõem.
11 Mas os desígnios do Senhor são para sempre, +
e os pensamentos que ele traz no coração, *
de geração em geração, vão perdurar. R.

12 Feliz o povo cujo Deus é o Senhor, *
e a nação que escolheu por sua herança!
13 Dos altos céus o Senhor olha e observa; *
ele se inclina para olhar todos os homens. R.

14 Ele contempla do lugar onde reside *
e vê a todos os que habitam sobre a terra.
15 Ele formou o coração de cada um *
e por todos os seus atos se interessa. R.

Evangelho - Mc 8,34-9,1

Quem perder a sua vida por causa de mim
e do Evangelho, vai salvá-la. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 8,34-9,1 Naquele tempo:
34 Chamou Jesus a multidão com seus discípulos
e disse: 'Se alguém me quer seguir,
renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e me siga.
35 Pois quem quiser salvar a sua vida, vai perdê-la;
mas quem perder a sua vida por causa de mim
e do Evangelho, vai salvá-la.
36 Com efeito, de que adianta ao homem
ganhar o mundo inteiro, se perde a própria vida?
37 E o que poderia o homem dar
em troca da própria vida?
38 Se alguém se envergonhar de mim e das minhas palavras
diante dessa geração adúltera e pecadora,
também o Filho do Homem se envergonhará dele,
quando vier na glória do seu Pai
com seus santos anjos.'
9,1 Disse-lhes Jesus: 'Em verdade vos digo,
alguns dos que aqui estão,
não morrerão sem antes terem visto o Reino de Deus
chegar com poder.'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 8, 34 - 9,1

O Evangelho de hoje nos mostra um significado fundamental para entendermos o mistério da cruz. Jesus diz: "renuncie a si mesmo e tome a sua cruz". A cruz significa antes de tudo não ser mais nada para si e ser tudo para os outros. De fato, Jesus no alto da cruz já não tinha nada que fosse seu, a não ser a sua própria vida, e até ela nos é dada conforme ele mesmo nos diz: "Ninguém tira a minha vida, eu a dou livremente". Mas esse fato é o coroamento de toda a vida de Jesus que não se apegou ciosamente à sua condição divina, mas se fez homem, obediente até a morte e morte de cruz, vivendo totalmente para servir ao seu Pai e aos seus irmãos e irmãs, numa total oblação.




Fonte: CNBB

18/02/2017

Sábado da 6ª Semana do Tempo Comum

18 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Hb 11,1-7

Foi pela fé que compreendemos
que o universo foi organizado por uma palavra de Deus.
Leitura da Carta aos Hebreus 11,1-7 Irmãos:
1 A fé é um modo de já possuir o que ainda se espera,
a convicção acerca de realidades que não se vêem.
2 Foi a fé que valeu aos antepassados um bom testemunho.
3 Foi pela fé que compreendemos
que o universo foi organizado por uma palavra de Deus.
Assim, as coisas visíveis provêm daquilo que não se vê.
4 Foi pela fé que Abel ofereceu a Deus
um sacrifício melhor que o de Caim;
e por causa dela, ele foi declarado justo,
pois Deus aprovou a sua oferta.
Graças a ela, mesmo depois de morto, Abel ainda fala!
5 Foi pela fé que Henoc foi arrebatado, para não ver a morte;
e não mais foi encontrado, porque Deus o arrebatou.
Antes de ser arrebatado, porém,
recebeu o testemunho de que foi agradável a Deus.
6 Ora, sem a fé é impossível ser-lhe agradável.
pois aquele que se aproxima de Deus
deve crer que ele existe
e que recompensa os que o procuram.
7 Foi pela fé que Noé,
avisado divinamente daquilo que ainda não se via,
levou a sério o oráculo
e construiu uma arca para salvar a sua família.
Pela fé, ele se separou do mundo,
tornando-se herdeiro da justiça que se obtém pela fé.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 144 (145),2-3. 4-5. 10-11 (R. (Cf. 1b)

R. Bendirei o vosso nome pelos séculos, Senhor!
2 Todos os dias haverei de bendizer-vos, *
hei de louvar o vosso nome para sempre.
3 Grande é o Senhor e muito digno de louvores, *
e ninguém pode medir sua grandeza. R.

4 Uma idade conta à outra vossas obras *
e publica os vossos feitos poderosos;
5 proclamam todos o esplendor de vossa glória *
e divulgam vossas obras portentosas! R.

10 Que vossas obras, ó Senhor, vos glorifiquem, *
e os vossos santos com louvores vos bendigam!
11 Narrem a glória e o esplendor do vosso reino *
e saibam proclamar vosso poder! R.

Evangelho - Mc 9,2-13

Transfigurou-se diante deles. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 9,2-13 Naquele tempo:
2 Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João,
e os levou sozinhos a um lugar à parte
sobre uma alta montanha.
E transfigurou-se diante deles.
3 Suas roupas ficaram brilhantes e tão brancas
como nenhuma lavadeira sobre a terra poderia alvejar.
4 Apareceram-lhe Elias e Moisés,
e estavam conversando com Jesus.
5 Então Pedro tomou a palavra e disse a Jesus:
'Mestre, é bom ficarmos aqui.
Vamos fazer três tendas:
uma para ti, outra para Moisés e outra para Elias.'
6 Pedro não sabia o que dizer,
pois estavam todos com muito medo.
7 Então desceu uma nuvem e os encobriu com sua sombra.
E da nuvem saiu uma voz:
'Este é o meu Filho amado. Escutai o que ele diz!'
8 E, de repente, olhando em volta,
não viram mais ninguém, a não ser somente Jesus com eles.
9 Ao descerem da montanha,
Jesus ordenou que não contassem a ninguém
o que tinham visto,
até que o Filho do Homem tivesse ressuscitado dos mortos.
10 Eles observaram esta ordem, mas comentavam entre si
o que queria dizer 'ressuscitar dos mortos'.
11 Os três discípulos perguntaram a Jesus:
'Por que os mestres da Lei dizem
que antes deve vir Elias?'
12 Jesus respondeu: 'De fato, antes vem Elias,
para colocar tudo em ordem.
Mas, como dizem as Escrituras,
que o Filho do Homem deve sofrer muito e ser rejeitado?
13 Eu, porém, vos digo:
Elias já veio, e fizeram com ele tudo o que quiseram,
exatamente como as Escrituras falaram a respeito dele.'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 9, 2-13

A transfiguração nos mostra que Jesus, verdadeiro homem, vive todas as dimensões da existência humana, ou seja, da glória até o sofrimento e a morte. No alto do Monte Tabor, a sua glória torna-se manifesta, porém Jesus está diante de Moisés e Elias, ou seja, diante de todas as profecias que foram feitas em relação a ele, principalmente as que se referem à sua morte e ressurreição. E Jesus nos mostra que a verdadeira realização humana encontra-se em fazer a vontade de Deus, ou seja, amar até o fim. A morte de cruz foi colocada pelos homens como condição para que Jesus amasse até o fim, e Jesus não fugiu do seu compromisso, nos mostrando que é perfeitamente possível cumprir a vontade do Pai até o fim.


Fonte: CNBB

19/02/2017

7º Domingo do Tempo Comum

19 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Lv 19,1-2.17-18

Amarás a teu próximo como a ti mesmo!

Leitura do Livro do Levítico 19,1-2.17-18
1 O Senhor falou a Moisés, dizendo:
2 'Fala a toda a comunidade dos filhos de Israel,
e dize-lhes:
Sede santos, porque eu, o Senhor vosso Deus, sou santo.
17 Não tenhas no coração ódio contra teu irmão.
Repreende o teu próximo,
para não te tornares culpado de pecado por causa dele.
18 Não procures vingança, nem guardes rancor
dos teus compatriotas.
Amarás o teu próximo como a ti mesmo.
Eu sou o Senhor.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 102,1-2.3-4.8.10.12-13 (R.1a.8a)

R. Bendize ó minh'alma, ao Senhor,
pois ele é bondoso e compassivo!

1 Bendize, ó minha alma, ao Senhor,*
e todo o meu ser, seu santo nome!
2 Bendize, ó minha alma, ao Senhor,*
não te esqueças de nenhum de seus favores! R.
3 Pois ele te perdoa toda culpa,*
e cura toda a tua enfermidade;
4 da sepultura ele salva a tua vida*
e te cerca de carinho e compaixão. R.
8 O Senhor é indulgente, é favorável,*
é paciente, é bondoso e compassivo.
10 Não nos trata como exigem nossas faltas,*
nem nos pune em proporção às nossas culpas. R.
12 quanto dista o nascente do poente,*
tanto afasta para longe nossos crimes.
13 Como um pai se compadece de seus filhos,*
o Senhor tem compaixão dos que o temem. R.
2ª Leitura - 1Cor 3,16-23

Tudo é vosso. Mas vós sois de
Cristo, e Cristo é de Deus.

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 3,16-23
Irmãos:
16 Acaso não sabeis que sois santuário de Deus
e que o Espírito de Deus mora em vós?
17 Se alguém destruir o santuário de Deus,
Deus o destruirá,
pois o santuário de Deus é santo,
e vós sois esse santuário.
18 Ninguém se iluda:
Se algum de vós pensa que é sábio nas coisas deste
mundo, reconheça sua insensatez,
para se tornar sábio de verdade;
19 pois a sabedoria deste mundo
é insensatez diante de Deus.
Com efeito, está escrito:
'Aquele que apanha os sábios em sua própria astúcia',
20 e ainda:
'O Senhor conhece os pensamentos dos sábios;
sabe que são vãos'.
21 Portanto,
que ninguém ponha a sua glória em homem algum.
Com efeito, tudo vos pertence:
22 Paulo, Apolo, Cefas,
o mundo, a vida, a morte, o presente, o futuro;
tudo é vosso,
23 mas vós sois de Cristo,
e Cristo é de Deus.
Palavra do Senhor.
Evangelho - Mt 5,38-48

Amai os vossos inimigos.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 5,38-48
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:
38 Vós ouvistes o que foi dito:
'Olho por olho e dente por dente!'
39 Eu, porém, vos digo:
Não enfrenteis quem é malvado!
Pelo contrário, se alguém te dá um tapa na face
direita, oferece-lhe também a esquerda!
40 Se alguém quiser abrir um processo
para tomar a tua túnica, dá-lhe também o manto!
41 Se alguém te forçar a andar um quilômetro,
caminha dois com ele!
42 Dá a quem te pedir
e não vires as costas a quem te pede emprestado.
43 Vós ouvistes o que foi dito:
'Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo!'
44 Eu, porém, vos digo: Amai os vossos inimigos
e rezai por aqueles que vos perseguem!
45 Assim, vos tornareis filhos
do vosso Pai que está nos céus,
porque ele faz nascer o sol sobre maus e bons,
e faz cair a chuva sobre justos e injustos.
46 Porque, se amais somente aqueles que vos amam,
que recompensa tereis?
Os cobradores de impostos não fazem a mesma coisa?
47 E se saudais somente os vossos irmãos,
o que fazeis de extraordinário?
Os pagãos não fazem a mesma coisa?
48 Portanto, sede perfeitos
como o vosso Pai celeste é perfeito.'
Palavra da Salvação.



Fonte: CNBB

20/02/2017

2ª-feira da 7ª Semana do Tempo Comum

20 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Eclo 1,1-10

Antes de todas as coisas foi criada a sabedoria. Início do Livro de Jesus filho de Sirac 1,1-10 1 Toda sabedoria vem do Senhor Deus.
Ela esteve e está sempre com Ele.
2 Quem pode contar a areia do mar,
as gotas de chuva, os dias do tempo?
3 Quem poderá medir a altura do céu,
a extensão da terra, a profundeza do abismo?
4 Antes de todas as coisas foi criada a sabedoria,
a inteligência prudente vem da eternidade.
5 Fonte da sabedoria é a palavra de Deus
no mais alto dos céus
e seus caminhos são os mandamentos eternos.
6 A quem foi revelada a raiz da sabedoria?
Quem conheceu as capacidades do seu engenho?
7 A ciência da sabedoria, a quem foi revelada?
E quem compreendeu sua grande experiência?
8 Só um é o altíssimo, criador onipotente,
rei poderoso e a quem muito se deve temer,
assentado em seu trono e dominando tudo, Deus.
9 Ele é quem a criou no espírito santo:
Ele a viu, a enumerou e mediu;
10 ele a derramou sobre todas as suas obras
e em cada ser humano, segundo a sua bondade.
Ele a concede àqueles que o temem.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 92, 1ab. 1c-2. 5 (R.1a)

R. Reina o Senhor, revestiu-se de esplendor.
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia
1a Deus é Rei e se vestiu de majestade,*
1b revestiu-se de poder e de esplendor! R.

1c Vós firmastes o universo inabalável,
2 vós firmastes vosso trono desde a origem,*
desde sempre, ó Senhor, vós existis! R.

5 Verdadeiros são os vossos testemunhos,
refulge a santidade em vossa casa,*
refulge a santidade em vossa casa,*
refulge a santidade em vossa casa,*
pelos séculos dos séculos, Senhor! R.
Evangelho - Mc 9,14-29

'Eu tenho fé, mas ajuda a minha falta de fé.' + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 9,14-29 Naquele tempo:
14 Descendo Jesus do monte com Pedro, Tiago e João
e chegando perto dos outros discípulos,
viram que estavam rodeados por uma grande multidão.
Alguns mestres da Lei estavam discutindo com eles.
15 Logo que a multidão viu Jesus,
ficou surpresa e correu para saudá-lo.
16 Jesus perguntou aos discípulos:
'O que discutis com eles?'
17 Alguém da multidão respondeu:
'Mestre, eu trouxe a ti meu filho
que tem um espírito mudo.
18 Cada vez que o espírito o ataca,
joga-o no chão e ele começa a espumar,
range os dentes e fica completamente rijo.
Eu pedi aos teus discípulos para expulsarem o espírito.
Mas eles não conseguiram.'
19 Jesus disse: 'Ó geração incrédula!
Até quando estarei convosco?
Até quando terei que suportar-vos?
Trazei aqui o menino.'
20 E levaram-lhe o menino.
Quando o espírito viu Jesus,
sacudiu violentamente o menino,
que caiu no chão e começou a rolar e a espumar pela boca.
21 Jesus perguntou ao pai:
'Desde quando ele está assim?'
O pai respondeu: 'Desde criança.
22 E muitas vezes,
o espírito já o lançou no fogo e na água para matá-lo.
Se podes fazer alguma coisa,
tem piedade de nós e ajuda-nos.'
23 Jesus disse: 'Se podes!...
Tudo é possível para quem tem fé.'
24 O pai do menino disse em alta voz:
'Eu tenho fé, mas ajuda a minha falta de fé.'
25 Jesus viu que a multidão acorria para junto dele.
Então ordenou ao espírito impuro:
'Espírito mudo e surdo, eu te ordeno
que saias do menino e nunca mais entres nele.'
26 O espírito sacudiu o menino com violência,
deu um grito e saiu.
O menino ficou como morto,
e por isso todos diziam: 'Ele morreu!'
27 Mas Jesus pegou a mão do menino,
levantou-o e o menino ficou de pé.
28 Depois que Jesus entrou em casa,
os discípulos lhe perguntaram a sós:
'Por que nós não conseguimos expulsar o espírito?'
29 Jesus respondeu:
'Essa espécie de demônios
não pode ser expulsa de nenhum modo, a não ser pela oração.'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 9, 14-29

Todos nós queremos dar soluções rápidas para todos os problemas e, por isso, podemos ser surpreendidos porque não conseguimos revolvê-los de forma satisfatória ou eles voltam a acontecer. Isso acontece principalmente porque não paramos para refletir sobre o problema e não buscamos todos os meios necessários para a sua superação. Jesus, antes de realizar o exorcismo, conversou com o pai da criança e exigiu dele uma postura de fé. Depois, chamou a atenção dos discípulos sobre a necessidade da oração. Devemos conhecer profundamente os desafios que nos são colocados no trabalho evangelizador e nos preparar em todos os sentidos para a sua superação.


Fonte: CNBB

21/02/2017

3ª-feira da 7ª Semana do Tempo Comum

21 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Eclo 2,1-13 (Gr. 1-11)

Prepara a tua alma para a provação.
Leitura do Livro do Eclesiástico 2,1-13 (Gr. 1-11) 1 Filho, se decidires servir o Senhor,
permanece na justiça e no temor
e prepara a tua alma para a provação.
2 Mantém o teu coração firme e sê constante,
inclina teu ouvido e acolhe as palavras de inteligência,
e não te assustes no momento da contrariedade.
3 Suporta as demoras de Deus, agarra-te a ele e não o deixes,
para que sejas sábio em teus caminhos.
4 Tudo o que te acontecer, aceita-o, e sê constante na dor;
e nas contrariedades de tua pobre condição, sê paciente,
5 Pois é no fogo que o ouro e a prata são provados
e, no cadinho da humilhação, os homens agradáveis a Deus.
6 Crê em Deus, e ele cuidará de ti;
endireita os teus caminhos e espera nele.
Conserva o seu temor, e nele envelhecerás.
7 Vós que temeis o Senhor, contai com a sua misericórdia
e não vos desvieis, para não cair.
8 Vós, que temeis o Senhor, confiai nele,
e a recompensa não vos faltará.
9 Vós, que temeis o Senhor, esperai coisas boas:
alegria duradoura e misericórdia.
10 Vós, que temeis o Senhor, amai-o,
e vossos corações ficarão iluminados.
11 Considerai, filhos, as gerações passadas e vede:
Quem confiou no Senhor e ficou desiludido?
12 Quem permaneceu nos seus mandamentos e foi abandonado?
Quem o invocou e foi por ele desprezado?
13 Pois o Senhor é compassivo e misericordioso,
perdoa os pecados no tempo da tribulação,
e protege a todos os que o procuram com sinceridade.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 36,3-4. 18-19. 27-28. 39-40 (R. Cf. 5)

R. Entrega teu caminho ao Senhor, e o mais ele fará.
3 Confia no Senhor e faze o bem, *
e sobre a terra habitarás em segurança.
4 Coloca no Senhor tua alegria, *
e ele dará o que pedir teu coração. R.

18 O Senhor cuida da vida dos honestos, *
e sua herança permanece eternamente.
19 Não serão envergonhados nos maus dias, *
mas nos tempos de penúria, saciados. R.

27 Afasta-te do mal e faze o bem, *
e terás tua morada para sempre.
28 Porque o Senhor Deus ama a justiça, *
e jamais ele abandona os seus amigos.
Os malfeitores hão de ser exterminados, *
e a descendência dos malvados destruída. R.

39 A salvação dos piedosos vem de Deus; *
ele os protege nos momentos de aflição.
40 O Senhor lhes dá ajuda e os liberta, +
defende-os e protege-os contra os ímpios, *
e os guarda porque nele confiaram. R.

Evangelho - Mc 9,30-37

O Filho do Homem vai ser entregue...
Se alguém quiser ser o primeiro, que
seja aquele que serve a todos!
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 9,30-37
Naquele tempo:
30 Jesus e seus discípulos atravessavam a Galiléia.
Ele não queria que ninguém soubesse disso,
31 pois estava ensinando a seus discípulos.
E dizia-lhes:
'O Filho do Homem vai ser entregue nas mãos dos homens,
e eles o matarão.
Mas, três dias após sua morte, ele ressuscitará'.
32 Os discípulos, porém, não compreendiam estas palavras
e tinham medo de perguntar.
33 Eles chegaram a Cafarnaum.
Estando em casa, Jesus perguntou-lhes:
'O que discutíeis pelo caminho?'
34 Eles, porém, ficaram calados,
pois pelo caminho tinham discutido quem era o maior.
35 Jesus sentou-se, chamou os doze e lhes disse:
'Se alguém quiser ser o primeiro,
que seja o último de todos
e aquele que serve a todos!'
36 Em seguida, pegou uma criança, colocou-a no meio deles,
e abraçando-a disse:
37 'Quem acolher em meu nome uma destas crianças,
é a mim que estará acolhendo.
E quem me acolher, está acolhendo, não a mim,
mas àquele que me enviou'.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 9, 30-37

O que faz com que na maioria das vezes não compreendamos corretamente a mensagem de Jesus geralmente são as diferenças que existem entre os nossos interesses e os dele. Enquanto Jesus estava pensando na necessidade da cruz para a realização do Reino de Deus, seus discípulos estavam pensando em um reino com critérios humanos, fundamentado principalmente nas diferenças, nas relações de poder e na hierarquia social, econômica e política. Sempre que não nos colocamos em sintonia com o projeto de Jesus e não colocamos o amor como o critério último das nossas vidas, podemos nos equivocar na compreensão do Evangelho e buscar interpretações que existem muito mais para legitimar os nossos interesses do que para nos conduzir à verdade e ao Reino.


Fonte: CNBB

22/02/2017

Cátedra de São Pedro, Apóstolo . Festa

22 de Fevereiro de 2017

Cor: Branco

1ª Leitura - 1Pd 5,1-4

Eu, presbítero como eles,
testemunha dos sofrimentos de Cristo.

Leitura da Primeira Carta de São Pedro 5,1-4
Caríssimos:
1 Exorto aos presbíteros que estão entre vós,
eu, presbítero como eles,
testemunha dos sofrimentos de Cristo
e participante da glória que será revelada:
2 Sede pastores do rebanho de Deus, confiado a vós;
cuidai dele, não por coação, mas de coração generoso;
não por torpe ganância, mas livremente;
3 não como dominadores daqueles que vos foram confiados,
mas antes, como modelos do rebanho.
4 Assim, quando aparecer o pastor supremo,
recebereis a coroa permanente da glória.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 22 (23),1-3a. 3b-4. 5. 6 (R. 1)

R. O Senhor é o pastor que me conduz,
não me falta coisa alguma.
1 O Senhor é o pastor que me conduz;*
não me falta coisa alguma.
2 Pelos prados e campinas verdejantes*
ele me leva a descansar.
Para as águas repousantes me encaminha,*
3a e restaura as minhas forças. R.

3b Ele me guia no caminho mais seguro,*
pela honra do seu nome.
4 Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso,*
nenhum mal eu temerei.
Estais comigo com bastão e com cajado,*
eles me dão a segurança! R.

5 Preparais à minha frente uma mesa,*
bem à vista do inimigo;
com óleo vós ungis minha cabeça,*
e o meu cálice transborda. R.

6 Felicidade e todo bem hão de seguir-me,*
por toda a minha vida;
e, na casa do Senhor, habitarei*
pelos tempos infinitos. R.

Evangelho - Mt 16,13-19

Tu és Pedro e eu te darei as
chaves do Reino dos Céus. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 16,13-19
Naquele tempo:
13 Jesus foi à região de Cesaréia de Filipe
e ali perguntou aos seus discípulos:
"Quem dizem os homens ser o Filho do Homem?"
14 Eles responderam:
"Alguns dizem que é João Batista; outros que é Elias;
Outros ainda, que é Jeremias ou algum dos profetas".
15 Então Jesus lhes perguntou:
"E vós, quem dizeis que eu sou?"
16 Simão Pedro respondeu:
"Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo".
17 Respondendo, Jesus lhe disse:
"Feliz es tu, Simão, filho de Jonas,
porque não foi um ser humano que te revelou isso,
mas o meu Pai que está no céu.
18 Por isso eu te digo que tu és Pedro,
e sobre esta pedra construirei a minha Igreja,
e o poder do inferno nunca poderá vencê-la.
19 Eu te darei as chaves do Reino dos Céus:
tudo o que tu ligares na terra será ligado nos céus;
tudo o que tu desligares na terra
será desligado nos céus".
Palavra da Salvação.

Reflexão - Mt 16, 13-19

Os valores que Jesus pregou durante toda a sua vida e que chegaram até nós graças ao trabalho apostólico não podem ser somente objetos do nosso conhecimento, mas precisam ser encarnados na nossa vida e na nossa história. Esses valores precisam de uma mediação institucional para fazer parte da vida das pessoas. Jesus Cristo escolheu como mediação para essa encarnação a Igreja, conforme nos revela o Evangelho de hoje. Deste modo, fica claro para todos nós qual é o papel da Igreja e de todos os seus membros no processo de construção do Reino de Deus, como também a responsabilidade de todos no sentido de procurar fazer com que cada vez mais a Igreja seja fiel aos ensinamentos de Jesus.




Fonte: CNBB

23/02/2017

5ª-feira da 7ª Semana do Tempo Comum

23 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Eclo 5,1-10 (Gr. 1-8)

Não demores em voltar para o Senhor.
Leitura do Livro do Eclesiástico 5,1-10 (Gr. 1-8) 1 Não confies nas tuas riquezas
e não digas: 'Basta-me viver!'
2 Não deixes que tua força
te leve a seguir as paixões do coração.
3 Não digas: 'Quem terá poder sobre mim?'
ou: 'Quem me fará prestar contas das minhas ações?',
pois o Senhor, com certeza, te castigará.
4 Não digas: 'Pequei, e que de mal me aconteceu?',
pois o Altíssimo é paciente.
5 Não percas o temor por causa do perdão,
cometendo pecado sobre pecado.
6 Não digas: 'A misericórdia do Senhor é grande,
ele me perdoará a multidão dos meus pecados!',
7 pois dele procedem misericórdia e cólera,
e sua ira se abate sobre os pecadores.
8 Não demores em voltar para o Senhor,
e não adies de um dia para outro,
9 pois a sua cólera vem de repente
e, no dia do castigo, serás aniquilado.
10 Não te apóies em riquezas injustas,
pois elas de nada te valerão no dia da desgraça.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 1,1-2. 3. 4.6 (R. Sl 39,5a)

R. É feliz quem a Deus se confia!
1 Feliz é todo aquele que não anda *
conforme os conselhos dos perversos;
que não entra no caminho dos malvados, *
nem junto aos zombadores vai sentar-se;
2 mas encontra seu prazer na lei de Deus *
e a medita, dia e noite, sem cessar. R.

3 Eis que ele é semelhante a uma árvore *
que à beira da torrente está plantada;
ela sempre dá seus frutos a seu tempo, +
e jamais as suas folhas vão murchar. *
Eis que tudo o que ele faz vai prosperar, R.

4 mas bem outra é a sorte dos perversos. +
Ao contrário, são iguais à palha seca *
espalhada e dispersada pelo vento.
6 Pois Deus vigia o caminho dos eleitos, *
mas a estrada dos malvados leva à morte. R.

Evangelho - Mc 9,41-50

É melhor entrar na Vida sem uma das mãos,
do que, tendo as duas, ir para o inferno. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 9,41-50 Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
41 Quem vos der a beber um copo de água, porque sois de Cristo,
não ficará sem receber a sua recompensa.
42 E se alguém escandalizar um destes pequeninos que crêem,
melhor seria que fosse jogado no mar
com uma pedra de moinho amarrada ao pescoço.
43 Se tua mão te leva a pecar, corta-a!
É melhor entrar na Vida sem uma das mãos,
do que, tendo as duas, ir para o inferno,
para o fogo que nunca se apaga.
45 Se teu pé te leva a pecar, corta-o!
É melhor entrar na Vida sem um dos pés,
do que, tendo os dois, ser jogado no inferno.
47 Se teu olho te leva a pecar, arranca-o!
É melhor entrar no Reino de Deus com um olho só,
do que, tendo os dois, ser jogado no inferno,
48 'onde o verme deles não morre,
e o fogo não se apaga'.'
49 Pois todos hão de ser salgados pelo fogo.
50 Coisa boa é o sal.
Mas se o sal se tornar insosso,
com que lhe restituireis o tempero?
Tende, pois, sal em vos mesmos
e vivei em paz uns com os outros.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 9, 41-50

É muito comum ouvirmos que isso ou aquilo é escandaloso e, normalmente, quando isso acontece, o fato está relacionado com questões de sexualidade. O escândalo é muito mais do que isso. Dar escândalo significa ser ocasião de pecado para as outras pessoas, independentemente da natureza ou da forma do pecado. Jesus nos mostra no Evangelho de hoje a importância que devemos dar para os nossos atos, para que eles sejam testemunho da nossa adesão ao Reino de Deus e não uma negação da nossa adesão que tenha como conseqüência o afastamento das pessoas. Não podemos nos esquecer de que a nossa fidelidade a Jesus no nosso dia a dia é a nossa grande arma no trabalho evangelizador.


Fonte: CNBB

24/02/2017

6ª-feira da 7ª Semana do Tempo Comum

24 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Eclo 6,5-17

Ao amigo fiel não há nada que se compare.

Leitura do Livro do Eclesiástico 6,5-17 5 Uma palavra amena multiplica os amigos e acalma os inimigos;
uma língua afável multiplica as saudações.
6 Sejam numerosos os que te saúdam,
mas teus conselheiros, um entre mil.
7 Se queres adquirir um amigo, adquire-o na provação;
e não te apresses em confiar nele.
8 Porque há amigo de ocasião,
que não persevera no dia da aflição.
9 Há amigo que passa para a inimizade,
e que revela as desavenças para te envergonhar.
10 Há amigo que é companheiro de mesa
e que não persevera no dia da necessidade.
11 Quando fores bem sucedido, ele será como teu igual
e, sem cerimônia, dará ordens a teus criados.
12 Mas, se fores humilhado, ele estará contra ti
e se esconderá da tua presença.
13 Afasta-te dos teus inimigos
e toma cuidado com os amigos.
14 Um amigo fiel é poderosa proteção:
quem o encontrou, encontrou um tesouro.
15 Ao amigo fiel não há nada que se compare,
é um bem inestimável.
16 Um amigo fiel é um bálsamo de vida;
os que temem o Senhor vão encontrá-lo.
17 Quem teme o Senhor, conduz bem a sua amizade:
como ele é, tal será o seu amigo.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 118, 12. 16. 18. 27. 34. 35 (R. 35a)

R. Guiai-me pela estrada do vosso ensinamento!
12 Ó Senhor, vós sois bendito para sempre; *
os vossos mandamentos ensinai-me! R.

16 Minha alegria é fazer vossa vontade; *
eu não posso esquecer vossa palavra. R.

18 Abri meus olhos, e então contemplarei *
as maravilhas que encerra a vossa lei! R.

27 Fazei-me conhecer vossos caminhos, *
e então meditarei vossos prodígios! R.

34 Dai-me o saber, e cumprirei a vossa lei, *
e de todo o coração a guardarei. R.

35 Guiai meus passos no caminho que traçastes, *
pois só nele encontrarei felicidade. R.

Evangelho - Mc 10,1-12

O que Deus uniu, o homem não separe! + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 10,1-12 Naquele tempo:
1 Jesus foi para o território da Judéia,
do outro lado do rio Jordão.
As multidões se reuniram de novo, em torno de Jesus.
E ele, como de costume, as ensinava.
2 Alguns fariseus se aproximaram de Jesus.
Para pô-lo à prova,
perguntaram se era permitido ao homem
divorciar-se de sua mulher.
3 Jesus perguntou:
'O que Moisés vos ordenou?'
4 Os fariseus responderam:
'Moisés permitiu escrever uma certidão de divórcio
e despedi-la'.
5 Jesus então disse:
'Foi por causa da dureza do vosso coração
que Moisés vos escreveu este mandamento.
6 No entanto, desde o começo da criação,
Deus os fez homem e mulher.
7 Por isso, o homem deixará seu pai e sua mãe
e os dois serão uma só carne.
8 Assim, já não são dois, mas uma só carne.
9 Portanto, o que Deus uniu, o homem não separe!'
10 Em casa, os discípulos fizeram, novamente,
perguntas sobre o mesmo assunto.
11 Jesus respondeu:
'Quem se divorciar de sua mulher e casar com outra,
cometerá adultério contra a primeira.
12 E se a mulher se divorciar de seu marido
e casar com outro, cometerá adultério.'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 10, 1-12

A nossa vida é condicionada por leis que os homens fizeram, às quais nós devemos nos submeter para viver na legalidade. Porém, devemos ter consciência do fato de que, nem tudo o que é legal, é justo, no sentido pleno da palavra. Podemos citar alguns exemplos como a questão dos juros: é legal para o banco pagar menos de 1% ao mês para cadernetas de poupança e cobrar mais de 10% ao mês por empréstimos que realiza. É legal na sociedade brasileira o divórcio que, perante os olhos de Deus, não conduz o homem à justiça, mas sim ao pecado e à morte, pois desrespeita compromissos e direitos de cônjuges, filhos, da comunidade eclesial e da própria sociedade.


Fonte: CNBB

25/02/2017

Sábado da 7ª Semana do Tempo Comum

25 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Eclo 17,1-13 (Gr.1-15)

Deus criou o homem, e o formou à sua imagem.
Leitura do Livro do Eclesiástico 17,1-13 (Gr.1-15) 1 Da terra Deus criou o homem,
e o formou à sua imagem.
2 E à terra o faz voltar novamente,
embora o tenha revestido de poder, semelhante ao seu.
3 Concedeu-lhe dias contados e tempo determinado,
deu-lhe autoridade sobre tudo o que está sobre a terra.
4 Em todo ser vivo infundiu o temor do homem,
fazendo-o dominar sobre as feras e os pássaros.
5 Deu aos homens discernimento, língua, olhos, ouvidos,
e um coração para pensar;
encheu-os de inteligência e de sabedoria.
6 Deu-lhes ainda a ciência do espírito,
encheu o seu coração de bom senso
e mostrou-lhes o bem e o mal.
7 Infundiu o seu temor em seus corações,
mostrando-lhes as grandezas de suas obras.
8 Concedeu-lhes que se gloriassem de suas maravilhas,
louvassem o seu Nome santo
e proclamassem as grandezas de suas obras.
9 Concedeu-lhes ainda a instrução
e entregou-lhes por herança a lei da vida.
10 Firmou com eles uma aliança eterna
e mostrou-lhes sua justiça e seus julgamentos.
11 Seus olhos viram as grandezas da sua glória
e seus ouvidos ouviram a glória da sua voz.
Ele lhes disse: 'Tomai cuidado com tudo o que é injusto!'
12 E a cada um deu mandamentos em relação ao seu próximo.
13 Os caminhos dos homens estão sempre diante do Senhor
e não podem ficar ocultos a seus olhos.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 102, 13-14. 15-16. 17-18a (R. Cf. 17)

R. O amor do Senhor por quem o respeita,
é de sempre e para sempre
13 Como um pai se compadece de seus filhos, *
o Senhor tem compaixão dos que o temem.
14 Porque sabe de que barro somos feitos, *
e se lembra que apenas somos pó. R.

15 Os dias do homem se parecem com a erva, *
ela floresce como a flor dos verdes campos;
16 mas apenas sopra o vento ela se esvai, *
já nem sabemos onde era o seu lugar. R.

17 Mas o amor do Senhor Deus por quem o teme *
é de sempre e perdura para sempre;
e também sua justiça se estende *
por gerações até os filhos de seus filhos,
18a aos que guardam fielmente sua Aliança. R.

Evangelho - Mc 10,13-16

Quem não receber o Reino de Deus como uma criança,
não entrará nele. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 10,13-16 Naquele tempo:
13 Traziam crianças para que Jesus as tocasse.
Mas os discípulos as repreendiam.
14 Vendo isso, Jesus se aborreceu e disse:
'Deixai vir a mim as crianças. Não as proibais,
porque o Reino de Deus é dos que são como elas.
15 Em verdade vos digo:
quem não receber o Reino de Deus como uma criança,
não entrará nele.'
16 Ele abraçava as crianças
e as abençoava, impondo-lhes as mãos.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 10, 13-16

O Reino de Deus é para aqueles que são como crianças. A criança é aquela que depende totalmente das outras pessoas e não tem nada a oferecer em troca daquilo que lhes dão. Assim devemos ser diante de Deus. Devemos ter plena consciência de que dependemos totalmente dele para que possamos entrar no Reino dos Céus e nada podemos oferecer em troca disso. A salvação nos é dada pelo amor gratuito de Deus e pelos méritos de Jesus Cristo. Ninguém pode se salvar. Jesus é o único salvador.Devemos, como as crianças diante dos adultos, colocar a nossa confiança em Deus, e viver em constante ação de graças porque ele, gratuitamente, nos salva.


Fonte: CNBB

26/02/2017

8º Domingo do Tempo Comum

26 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Is 49,14-15

Eu não te esquecerei.

Leitura do Livro do Profeta Isaías 49,14-15
14 Disse Sião: 'O Senhor abandonou-me,
o Senhor esqueceu-se de mim!'
15 Acaso pode a mulher esquecer-se do filho pequeno,
a ponto de não ter pena do fruto de seu ventre?
Se ela se esquecer, eu, porém, não me esquecerei de ti.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 61,2-3.6-7.8-9ab (R.6a)

R. Só em Deus a minha alma tem repouso,
só ele é meu rochedo e salvação.

2 Só em Deus a minha alma tem repouso,*
porque dele é que me vem a salvação!
3 Só ele é meu rochedo e salvação,*
a fortaleza, onde encontro segurança! R.

6 Só em Deus a minha alma tem repouso,*
porque dele é que me vem a salvação!
7 Só ele é meu rochedo e salvação,*
a fortaleza, onde encontro segurança! R.

8 A minha glória e salvação estão em Deus;*
o meu refúgio e rocha firme é o Senhor!
9a Povo todo, esperai sempre no Senhor,*
e abri diante dele o coração. R.
2ª Leitura - 1Cor 4,1-5

O Senhor manifestará os projetos dos corações.
Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 4,1-5
Irmãos:
1 Que todo o mundo nos considere como servidores de
Cristo e administradores dos mistérios de Deus.
2 A este respeito,
o que se exige dos administradores
é que sejam fiéis.
3 Quanto a mim, pouco me importa ser julgado por vós
ou por algum tribunal humano.
Nem eu me julgo a mim mesmo.
4 É verdade que a minha consciência nóo me acusa de nada.
Mas não é por isso que eu posso ser considerado justo.
5 Quem me julga é o Senhor.
Portanto, não queirais julgar antes do tempo.
Aguardai que o Senhor venha.
Ele iluminará o que estiver escondido nas trevas
e manifestará os projetos dos corações.
Então, cada um receberá de Deus
o louvor que tiver merecido.
Palavra do Senhor.
Evangelho - Mt 6,24-34

Não vos preocupeis com o dia de amanhã.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 6,24-34
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:
24 Ninguém pode servir a dois senhores:
pois, ou odiará um e amará o outro,
ou será fiel a um e desprezará o outro.
Vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro.
25 Por isso eu vos digo:
não vos preocupeis com a vossa vida,
com o que havereis de comer ou beber;
nem com o vosso corpo,
com o que havereis de vestir.
Afinal, a vida não vale mais do que o alimento,
e o corpo, mais do que a roupa?
26 Olhai os pássaros dos céus:
eles não semeiam, não colhem,
nem ajuntam em armazéns.
No entanto, vosso Pai que está nos céus os alimenta.
Vós não valeis mais do que os pássaros?
27 Quem de vós pode prolongar a duração da própria vida,
só pelo fato de se preocupar com isso?
28 E por que ficais preocupados com a roupa?
Olhai como crescem os lírios do campo:
eles não trabalham nem fiam.
29 Porém, eu vos digo:
nem o rei Salomão, em toda a sua glória,
jamais se vestiu como um deles.
30 Ora, se Deus veste assim a erva do campo,
que hoje existe e amanhã é queimada no forno,
não fará ele muito mais por vós, gente de pouca fé?
31 Portanto, nóo vos preocupeis, dizendo:
O que vamos comer? O que vamos beber?
Como vamos nos vestir?
32 Os pagãos é que procuram essas coisas.
Vosso Pai, que está nos céus,
sabe que precisais de tudo isso.
33 Pelo contrário, buscai em primeiro lugar
o Reino de Deus e a sua justiça,
e todas estas coisas vos serão dadas por acréscimo.
34 Portanto, não vos preocupeis com o dia de amanhã,
pois o dia de amanhã terá suas preocupações!
Para cada dia, bastam seus próprios problemas.'
Palavra da Salvação.



Fonte: CNBB

27/02/2017

2ª-feira da 8ª Semana do Tempo Comum

27 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Eclo 17,20-28 (Gr 24-29)

Volta ao Altíssimo e conhece a justiça
e os juízos de Deus..
Leitura do Livro do Eclesiástico 17,20-28 (Gr 24-29)
20 Aos arrependidos Deus concede o caminho de regresso,
e conforta aqueles que perderam a esperança,
e lhes dá a alegria da verdade.
21 Volta ao Senhor e deixa os teus pecados,
22 suplica em sua presença
e diminui as tuas ofensas.
23 Volta ao Altíssimo, desvia-te da injustiça
e detesta firmemente a iniqüidade.
24 Conhece a justiça e os juízos de Deus
e permanece constante no estado em que ele te colocou,
e na oração ao Deus altíssimo.
25 Anda na companhia do povo santo,
com aqueles, que vivem e proclamam a glória de Deus.
26 Nóo te demores no erro dos ímpios,
louva a Deus antes da morte;
o morto, como quem não existe, já não louva.
27 Louva a Deus enquanto vives;
glorifica-o enquanto tens vida e saúde.
louva a Deus e glorifica-o nas suas misericórdias.
28 Quão grande é a misericórdia do Senhor,
e o seu perdão para com todos aqueles
que a ele convertem!
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 31, 1-2. 5. 6. 7 (R. 11a)

R. Ó justos, alegrai-vos no Senhor!
1 Feliz o homem que foi perdoado *
e cuja falta já foi encoberta!
2 Feliz o homem a quem o Senhor +
não olha mais como sendo culpado, *
e em cuja alma não há falsidade! R.

5 Eu confessei, afinal, meu pecado, *
e minha falta vos fiz conhecer.
Disse: 'Eu irei confessar meu pecado!' *
E perdoastes, Senhor, minha falta. R.

6 Todo fiel pode, assim, invocar-vos, *
durante o tempo da angústia e aflição,
porque, ainda que irrompam as águas, *
não poderão atingi-lo jamais. R.

7 Sois para mim proteção e refúgio; *
na minha angústia me haveis de salvar,
e envolvereis a minha alma no gozo *
da salvação que me vem só de vós. R.

Evangelho - Mc 10,17-27

Vende tudo o que tens e segue-me!


+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 10,17-27

Naquele tempo:
17 Quando Jesus saiu a caminhar, veio alguém correndo,
ajoelhou-se diante dele, e perguntou:
'Bom Mestre, que devo fazer para ganhar a vida eterna?'
18 Jesus disse: 'Por que me chamas de bom?'
Só Deus é bom, e mais ninguém.
19 Tu conheces os mandamentos:
não matarás; não cometerás adultério; não roubarás;
não levantarás falso testemunho;
não prejudicarás ninguém;
honra teu pai e tua móe!'
20 Ele respondeu: 'Mestre, tudo isso
tenho observado desde a minha juventude'.
21 Jesus olhou para ele com amor, e disse:
'Só uma coisa te falta:
vai, vende tudo o que tens e dá aos pobres,
e terás um tesouro no céu.
Depois vem e segue-me!'
22 Mas quando ele ouviu isso, ficou abatido
e foi embora cheio de tristeza,
porque era muito rico.
23 Jesus então olhou ao redor e disse aos discípulos:
'Como é difícil para os ricos entrar no Reino de Deus!'
24 Os discípulos se admiravam com estas palavras,
mas ele disse de novo:
'Meus filhos, como é difícil entrar no Reino de Deus!
25 É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha
do que um rico entrar no Reino de Deus!'
26 Eles ficaram muito espantados ao ouvirem isso,
e perguntavam uns aos outros:
'Então, quem pode ser salvo?'
27 Jesus olhou para eles e disse:
'Para os homens isso é impossível, mas não para Deus.
Para Deus tudo é possível'.
Palavra da Salvação.

Reflexão - Mc 10, 17-27

O evangelho de hoje nos apresenta, no caso do jovem rico, um grave erro que pode ocorrer na vida de todos nós no que diz respeito à questão da salvação e que se refere ao sujeito da salvação. Às vezes, a gente escuta que as pessoas devem esforçar-se para se salvarem e eu penso que eu devo conseguir me salvar. Ora, ninguém salva a si próprio. Eu não posso ser o meu salvador. Os discípulos perguntaram: "Quem então poderá salvar-se?" A resposta de Jesus é: "Para os homens isso é impossível, mas não para Deus. Para Deus, tudo é possível". Não podemos confiar a nossa salvação nem em nós mesmos, nem nos outros e nem nos bens materiais, pois nada ou ninguém, a não ser o próprio Deus, podem nos salvar.




Fonte: CNBB

28/02/2017

3ª-feira da 8ª Semana do Tempo Comum

28 de Fevereiro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Eclo 35,1-15 (Gr. 1-12)

Aquele que cumpre os preceitos
oferece um sacrifício salutar.
Leitura do Livro do Eclesiástico 35,1-15 (Gr. 1-12) 1 Aquele que guarda a lei faz muitas oferendas;
2 aquele que cumpre os preceitos
oferece um sacrifício salutar. (3)
4 Aquele que mostra agradecimento,
oferece flor de farinha,
e o que pratica a beneficência
oferece um sacrifício de louvor.
5 O que agrada ao Senhor é afastar-se do mal,
e o que o aplaca é deixar a injustiça.
6 Não te apresentes na presença de Deus de mãos vazias,
7 porque tudo isso se faz em virtude do preceito.
8 O sacrifício do justo enriquece o altar,
o seu perfume sobe ao Altíssimo.
9 A oblação do justo é aceitável,
e sua memória não cairá no esquecimento.
10 Honra ao Senhor com coração generoso
e não regateies as primícias que apresentares.
11 Faze todas as tuas oferendas com semblante sereno,
e com alegria consagra o teu dízimo.
12 Dá a Deus segundo a doação que ele te fez,
e com generosidade, conforme as tuas posses;
13 porque ele é um Deus retribuidor,
e te recompensará sete vezes mais.
14 Não tentes corrompê-lo com presentes:
ele não os aceita;
15 nem confies em sacrifício injusto,
porque o Senhor é um juíz
que não faz discriminação de pessoas.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 49, 5-6. 7-8. 14.23 (R. 23b)

R. A todos que procedem retamente,
eu mostrarei a salvação que vem de Deus

5 'Reuni à minha frente os meus eleitos, *
que selaram a Aliança em sacrifícios!'
6 Testemunha o próprio céu seu julgamento, *
porque Deus mesmo é juiz e vai julgar. R.

7 'Escuta, ó meu povo, eu vou falar; +
ouve, Israel, eu testemunho contra ti: *
Eu, o Senhor, somente eu, sou o teu Deus!
8 Eu não venho censurar teus sacrifícios, *
pois sempre estão perante mim teus holocaustos; R.

14 Imola a Deus um sacrifício de louvor *
e cumpre os votos que fizeste ao Altíssimo.
23 Quem me oferece um sacrifício de louvor, *
este sim é que me honra de verdade.
A todo homem que procede retamente, *
eu mostrarei a salvação que vem de Deus'. R.

Evangelho - Mc 10,28-31

Receberá cem vezes mais agora, durante esta vida
com perseguições e, no mundo futuro, a vida eterna. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 10,28-31 Naquele tempo:
28 Começou Pedro a dizer a Jesus:
'Eis que nós deixamos tudo e te seguimos.'
29 Respondeu Jesus:
'Em verdade vos digo,
quem tiver deixado casa, irmãos, irmãs, mãe, pai, filhos,
campos, por causa de mim e do Evangelho,
30 receberá cem vezes mais agora, durante esta vida
- casa, irmãos, irmãs, mães, filhos e campos,
com perseguições -
e, no mundo futuro, a vida eterna.
31 Muitos que agora sóo os primeiros serão os últimos.
E muitos que agora são os últimos serão os primeiros.'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 10, 28-31

Eu posso contribuir para a minha salvação na medida em que eu faço de Deus o centro da minha vida e a causa da minha felicidade, submetendo-me totalmente a ele. Se eu vivo apegado às coisas do mundo, eu vivo em função delas e coloco nelas a minha felicidade, fechando o meu coração à ação divina e a minha vida ao projeto do reino dos céus. Para conseguir o desapego das coisas do mundo, é necessário que a gente procure assumir uma nova hierarquia de valores que faz com que sejamos capazes de desprezar os bens materiais, mas rejeitar os valores do mundo significa sofrer perseguições nesta vida. É preciso renunciar aos valores do mundo para ter a vida em Cristo.


Fonte: CNBB

PUBLICIDADE
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal