PRIMEIROS DIAS DO ANO - 02-01 - NATAL - CALENDÁRIO LITÚRGICO 2021 - ANO B - SÃO MARCOS - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > Liturgia do dia
Liturgia de Hoje




Permaneça dentro de vós aquilo que ouvistes desde o princípio.

Leitura da Primeira Carta de São João 2, 22-28
Caríssimos:
Quem é mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? O Anticristo é aquele que nega o Pai e o Filho.
Todo aquele que nega o Filho, também não possui o Pai. Quem confessa o Filho, possui também o Pai.
Permaneça dentro de vós aquilo que ouvistes desde o princípio. Se o que ouvistes desde o princípio permanecer em vós , permanecereis com o Filho e com o Pai.
E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna.
Escrevo isto a respeito dos que procuram desencaminhar-vos.
Quanto a vós mesmos, a unção que recebestes da parte de Jesus permanece convosco, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine. A sua unção vos ensina tudo, e ela é verdadeira e não mentirosa. Por isso, conforme a unção de Jesus vos ensinou, permanecei nele.
Então, agora, filhinhos, permanecei nele. Assim poderemos ter plena confiança, quando ele se manifestar, e não seremos vergonhosamente afastados dele, quando da sua vinda.
Palavra do Senhor.





R. Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus.


Cantai ao Senhor Deus um canto novo, /
porque ele fez prodígios! /
Sua mão e o seu braço forte e santo /
alcançaram-lhe a vitória.
R.


O Senhor fez conhecer a salvação, /
e às nações, sua justiça;
recordou o seu amor sempre fiel
pela casa de Israel.
R.


Os confins do universo contemplaram
a salvação do nosso Deus.
Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, /
alegrai-vos e exultai!
R.




No meio de vós está o que vem após mim.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 1, 19-28
Este foi o testemunho de João, quando os judeus enviaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para perguntar: 'Quem és tu?'
João confessou e não negou. Confessou: 'Eu não sou o Messias'.
Eles perguntaram: 'Quem és, então? És tu Elias?' João respondeu: 'Não sou'. Eles perguntaram: 'És o Profeta?' Ele respondeu: 'Não'.
Perguntaram então: 'Quem és, afinal? Temos que levar uma resposta para aqueles que nos enviaram. O que dizes de ti mesmo?'
João declarou: 'Eu sou a voz que grita no deserto: 'Aplainai o caminho do Senhor`' - conforme disse o profeta Isaías.
Ora, os que tinham sido enviados pertenciam aos fariseus
e perguntaram: 'Por que então andas batizando, se não és o Messias, nem Elias, nem o Profeta?'
João respondeu: 'Eu batizo com água; mas no meio de vós está aquele que vós não conheceis,
e que vem depois de mim. Eu não mereço desamarrar a correia de suas sandálias. '
Isso aconteceu em Betânia além do Jordão, onde João estava batizando.
Palavra da Salvação.






SÃO BASÍLIO MAGNO E SÃO GREGÓRIO NAZIANZENO, BISPOS E DOURORES DA IGREJA - SANTORAL




Ele capacitou os santos para o ministério, para edificar o corpo de Cristo.

Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios 4, 1-7. 11-13
Irmãos:
Eu, prisioneiro no Senhor, vos exorto a caminhardes de acordo com a vocação que recebestes:
Com toda a humildade e mansidão, suportai-vos uns aos outros com paciência, no amor.
Aplicai-vos a guardar a unidade do espírito pelo vínculo da paz.
Há um só Corpo e um só Espírito, como também é uma só a esperança à qual fostes chamados.
Há um só Senhor, uma só fé, um só batismo,
um só Deus e Pai de todos, que reina sobre todos, age por meio de todos e permanece em todos.
Cada um de nós recebeu a graça na medida em que Cristo lha deu.
E foi ele quem instituiu alguns como apóstolos, outros como profetas, outros ainda como evangelistas, outros, enfim, como pastores e mestres.
Assim, ele capacitou os santos para o ministério, para edificar o corpo de Cristo,
até que cheguemos todos juntos à unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, ao estado do homem perfeito e à estatura de Cristo em sua plenitude.
Palavra do Senhor.





R. O Senhor é o pastor que me conduz, não me falta coisa alguma.
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia.


O Senhor é o pastor que me conduz; /
não me falta coisa alguma.
Pelos prados e campinas verdejantes /
ele me leva a descansar. /
Para as águas repousantes me encaminha,
e restaura as minhas forças. /
Ele me guia no caminho mais seguro, /
pela honra do seu nome.
R.


Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso, /
nenhum mal eu temerei. /
Estais comigo com bastão e com cajado, /
eles me dão a segurança!
R.


Preparais à minha frente uma mesa, /
bem à vista do inimigo; /
com óleo vós ungis minha cabeça, /
e o meu cálice transborda.
R.


Felicidade e todo bem hão de seguir-me, /
por toda a minha vida; /
e, na casa do Senhor, habitarei /
pelos tempos infinitos.
R.






O maior dentre vós deve ser aquele que vos serve.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 23, 8-12

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
'Quanto a vós, nunca vos deixeis chamar de Mestre, pois um só é vosso Mestre e todos vós sois irmãos.
Na terra, não chameis a ninguém de pai, pois um só é vosso Pai, aquele que está nos céus.
Não deixeis que vos chamem de guias, pois um só é o vosso Guia, Cristo.
Pelo contrário, o maior dentre vós deve ser aquele que vos serve.
Quem se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado'.
Palavra da Salvação.





Reflexão - Pe. João Luís Fávero
“Aclamai ao Senhor, terra inteira”.
Jo 1, 19-28

A figura de João inquieta as autoridades religiosas dos judeus. Vão procura-lo e querem identificar sua origem e missão. Um profeta sempre se apresenta como inoportuno, falando em nome de Deus, acaba atrapalhando os projetos humanos.

Eles pensam no passado, e João aponta para o futuro e busca no profeta Isaias alguém que ilumine o novo momento. Ele é apenas uma voz que grita no deserto da insensibilidade e do comodismo. E pede que todos preparem o caminho “daquele que deve vir”.

João Batista tinha consciência de sua identidade e missão. Se recusou a confundir os papeis, apresentando-se como alguém que não era. Sua atitude serve de inspiração para que os discípulos continuem preparando o caminho para o acolhimento de Jesus.

Os discípulos devem assumir o lugar que lhes compete; o lugar do humilde servidor. Pois é grande a tentação de assumir o lugar que não lhes corresponde. Por isso, João dá o testemunho e faz um alerta.  

João Batista mostra o Messias presente no mundo. Jesus, que é a Palavra que se faz carne: Ele está no meio de nós! Ele veio para os seus, mas os seus não o acolheram. São as trevas que rejeitam a luz.  

É preciso reconhecer essa presença amorosa entre nós. Deus só age pelo amor, pois o amor Lhe interessa. Sem o amor, Deus não encontra lugar em nós. É preciso aprender a amar.

Rezemos: Senhor, quero reconhecer o meu lugar de humilde servidor, preparando corações para amá-Lo, o lugar privilegiado para acolhê-Lo.

Deus abençoe você e sua família.
Um Abraço,
Pe. João Luiz
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe sua nova jornada que está começando. Depois das comemorações, festas, bons desejos, renovadas esperanças, votos de um feliz e abençoado ano que foram vivenciadas ontem...é hora de levantar a cabeça e recomeçar. Colocar em prática tudo aquilo que desejamos para os outros e que os outros desejaram para nós. Portanto...redobre a esperança e siga em frente.

Tu és o meu refúgio e o meu escudo;
espero na tua palavra. (Sl 118, 114)

Com carinho e bençãos

Frei Rinaldo, osm
FEVEREIRO
DOM
SEG
TER
QUA
QUI
SEX
SÁB

12
3
4
56
78910111213
14151617181920
21222324252627
28





- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo