4ª-FEIRA DA 1ª SEMANA - ADVENTO - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Liturgia de Hoje
4ª-FEIRA DA 1ª SEMANA - ADVENTO






O Senhor convida para o seu banquete
e enxugará as lágrimas de todas as faces.

Leitura do Livro do Profeta Isaías 25, 6-10a

Naquele dia:
O Senhor dos exércitos dará neste monte, para todos os povos, um banquete de ricas iguarias, regado com vinho puro, servido de pratos deliciosos e dos mais finos vinhos.
Ele removerá, neste monte, a ponta da cadeia que ligava todos os povos, a teia em que tinha envolvido todas as nações.
O Senhor Deus eliminará para sempre a morte e enxugará as lágrimas de todas as faces e acabará com a desonra do seu povo em toda a terra, o Senhor o disse.
Naquele dia, se dirá: 'Este é o nosso Deus, esperamos nele, até que nos salvou; este é o Senhor, nele temos confiado: vamos alegrar-nos e exultar por nos ter salvo'.
E a mão do Senhor repousará sobre este monte.
Palavra do Senhor.







R: Na casa do Senhor habitarei pelos tempos infinitos.


O Senhor é o pastor que me conduz; /
não me falta coisa alguma.
Pelos prados e campinas verdejantes /
ele me leva a descansar. /
Para as águas repousantes me encaminha,
e restaura as minhas forças.
R.


Ele me guia no caminho mais seguro, /
pela honra do seu nome.
Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso, /
nenhum mal eu temerei. /
Estais comigo com bastão e com cajado, /
eles me dão a segurança!
R.


Preparais à minha frente uma mesa, /
bem à vista do inimigo; /
com óleo vós ungis minha cabeça, /
e o meu cálice transborda.
R.


Felicidade e todo bem hão de seguir-me, /
por toda a minha vida; /
e, na casa do Senhor, habitarei /
pelos tempos infinitos.
R.







Jesus cura muitos e multiplica os pães.


+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 15, 29-37

Naquele tempo:
Jesus foi para as margens do mar da Galiléia, subiu a montanha, e sentou-se.
Numerosas multidões aproximaram-se dele, levando consigo coxos, aleijados, cegos, mudos, e muitos outros doentes. Então os colocaram aos pés de Jesus. E ele os curou.
O povo ficou admirado, quando viu os mudos falando, os aleijados sendo curados, os coxos andando e os cegos enxergando. E glorificaram o Deus de Israel.
Jesus chamou seus discípulos e disse: 'Tenho compaixão da multidão, porque já faz três dias que está comigo, e nada tem para comer. Não quero mandá-los embora com fome, para que não desmaiem pelo caminho. '
Os discípulos disseram: 'Onde vamos buscar, neste deserto, tantos pães para saciar tão grande multidão?'
Jesus perguntou: 'Quantos pães tendes?' Eles responderam: 'Sete, e alguns peixinhos'.
E Jesus mandou que a multidão se sentasse pelo chão.
Depois pegou os sete pães e os peixes, deu graças, partiu-os, e os dava aos discípulos, e os discípulos, às multidões.
Todos comeram, e ficaram satisfeitos. e encheram sete cestos com os pedaços que sobraram.
Palavra da Salvação.





FONTE: YOUTUBE
Reflexão - Pe. João Luís Fávero
“Na casa do Senhor, habitarei pelos tempos infinitos”.
Mt 15, 29-37

Jesus cura toda a espécie de doenças e dá de comer à multidão faminta. Diante da sorte de tanta gente flagelada por doenças e enfermidades, retrata a imensa misericórdia contida no seu coração e o desejo de comunicá-la à humanidade.

Nenhuma necessidade humana passa despercebida. Ele está preocupado com os problemas materiais do povo, como a doença e a fome. Investe suas capacidades a fim de renovar a vida do povo, realiza uma mudança significativa na vida de quem o procura de coração aberto.

Na multiplicação dos pães, o milagre maior, foi ensinar a eliminar o egoísmo presente no coração dos ouvintes, e movê-los a colocar em comum o pouco que cada um possuía para sua própria alimentação, de modo que todos pudessem ser igualmente saciados. Desta forma a acolhida de Jesus estava dando os seus primeiros frutos no coração daqueles que o seguiam.

Os cristãos logo entenderam que os gestos de Jesus não consistiam apenas em distribuir pães e curar enfermidades, mas eram mensagem de uma cura mais profunda e de um alimento mais duradouro. Jesus oferece uma salvação integral. Podemos ver o poder de Deus transformando a vida da sociedade: restitui a saúde aos doentes, reintegra os marginalizados ao convívio social e oferece dignidade a todos

O que Jesus realiza se torna um sinal de que o Reino chegou e o mal está sendo eliminado. Dificuldades sempre existem, mas o amor faz maravilhas. Não somos chamados a fazer coisas extraordinárias. Nosso dever é fazer o que podemos com o pouco que temos. O restante Ele faz. O amor consegue multiplicar o pão e dar a vida. A manifestação de tanta bondade deixará as multidões admiradas.

Rezemos: Senhor, quero mudar o meu coração. Quero ser disponível, aprender a partilhar o pão, o carinho e o tempo. Quero amar e servir com alegria.

Deus abençoe você e sua família.
Um Abraço,
Pe. João Luiz
Novena à Imaculada Conceição - dia 4


Oração para todos os dias

Deus vos salve, Maria, cheia de graça e bendita mais que todas as mulheres, Virgem singular, Virgem soberana e perfeita, eleita por Mãe de Deus e preservada por Ele de toda culpa desde o primeiro instante de sua Concepção.

Assim como por Eva nos veio a morte, assim nos vem a vida por ti, que pela graça de Deus tens sido eleita para ser Mãe do novo povo que Jesus Cristo tem formado com seu Sangue.
A ti, puríssima Mãe, restauradora da caída linhagem de Adão e Eva, viemos confiantes e suplicantes nesta novena, para rogar que nos concedas a graça de sermos verdadeiros filhos teus e de teu Filho Jesus Cristo, livres de toda mancha de pecado.

Confiantes, Virgem Santíssima, que haveis sido feita Mãe de Deus, não somente para vossa dignidade e glória, senão também para salvação nossa e proveito de todo o gênero humano.
Confiantes que jamais se tem ouvido dizer que um somente de quantos tem acudido a vossa proteção e implorado vosso socorro, tem já sido desamparado.
Não me deixeis, pois, a mim tampouco, porque se me deixais me perderei;
Que eu tampouco quero deixar a vos, antes bem, cada dia quero crescer mais em vossa verdadeira devoção.

Alcançai-me principalmente estas três graças:

-A primeira, não cometer jamais pecado mortal;
-A segunda, um grande apreço da virtude cristã,
-A terceira, uma boa morte. Além disso, dai-me a graça particular que vos peço nesta novena.

(Fazer aqui o pedido que se deseja obter)


Quarto dia

Oh! Santíssimo Filho de Maria Imaculada e benigníssimo Redentor nosso:

Assim como livrais a Maria da inclinação ao pecado e lhe destes domínio perfeito sobre todas suas paixões, assim vos rogamos humildemente, por intercessão de Maria Imaculada, nos concedas a graça de ir domando nossas paixões e destruindo nossas más inclinações, para que vos possamos servir, com verdadeira liberdade de espírito, sem imperfeição nenhuma.


Orações finais

Bendita seja tua pureza e eternamente o seja, pois todo um Deus se recreia em tão graciosa beleza.

A ti, celestial Princesa, Virgem Sagrada Maria, vos ofereço neste dia alma, vida e coração.
Olhai-me com compaixão, não me deixes, Mãe minha.


Rezar três Ave-Marias.

Tua Imaculada Concepção, Oh! Virgem Mãe de Deus, anunciou alegria ao universo inteiro.


Oração

Oh! Deus meu, que pela Imaculada Concepção da Virgem, preparaste digna habitação a teu Filho:

Vos rogamos que, assim como pela previsão da morte de teu Filho livrai-vos a ela de toda mancha, assim a nós nos concedas por sua intercessão chegar a Vós limpos de pecado.
Pelo mesmo Senhor nosso Jesus Cristo. Amém.





- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo