Sábado da 26ª Semana Do Tempo Comum - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Sábado
26ª Semana Do Tempo Comum
3 de Outubro de 2020
Cor: Vermelho





1ª Leitura - Jó 42,1-3.5-6.12-16 (hebr. 1-3.5-6.12-17)

Agora, eu o vejo com meus olhos.
Por isso me retrato.

Leitura do Livro de Jó 42,1-3.5-6.12-16 (hebr. 1-3.5-6.12-17)

1Jó respondeu ao Senhor, dizendo:

2'Reconheço que podes tudo e que para ti nenhum pensamento é oculto.

3- Quem é esse que ofusca a Providência, sem nada entender? - Falei, pois, de coisas que não entendia, de maravilhas que ultrapassam a minha compreensão.

5 Conhecia o Senhor apenas por ouvir falar, mas, agora, eu o vejo com meus olhos.

6 Por isso me retrato e faço penitência no pó e na cinza'.

12 O Senhor abençoou a Jó no fim de sua vida mais do que no princípio; ele possuía agora catorze mil ovelhas, seis mil camelos, mil juntas de bois e mil jumentas.

13 Teve outros sete filhos e três filhas:

14 a primeira chamava-se 'Rola', a segunda 'Cássia', e a terceira 'Azeviche'.

15 Não havia em toda a terra mulheres mais belas que as filhas de Jó. Seu pai lhes destinou uma parte da herança, entre os seus irmãos.

16 Depois destes acontecimentos, Jó viveu cento e quarenta anos, e viu seus filhos e os filhos de seus filhos até a quarta geração. E Jó morreu velho e repleto de anos.

Palavra do Senhor.





Salmo - Sl 118,66. 71. 75. 91. 125. 130 (R 135a)


R. Fazei brilhar vosso semblante ao vosso servo
e ensinai-me vossas leis e mandamentos.


66 Dai-me bom senso, retidão, sabedoria, *
pois tenho fé nos vossos santos mandamentos!
R.

71 Para mim foi muito bom ser humilhado, *
porque assim eu aprendi vossa vontade!
R.

75 Sei que os vossos julgamentos são corretos, *
e com justiça me provastes, ó Senhor!
R.

91 Porque mandastes, tudo existe até agora; *
todas as coisas, ó Senhor, vos obedecem!
R.

125 Sou vosso servo: concedei-me inteligência, *
para que eu possa compreender vossa Aliança!
R.

130 Vossa palavra, ao revelar-se, me ilumina, *
ela dá sabedoria aos pequeninos.
R.





Evangelho - Lc 10,17-24


Ficai alegres porque vossos nomes estão escritos no céu.


+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 10,17-24

Naquele tempo:

17 Os setenta e dois voltaram muito contentes, dizendo: 'Senhor, até os demônios nos obedeceram por causa do teu nome.'

18 Jesus respondeu: 'Eu vi Satanás cair do céu, como um relâmpago.

19 Eu vos dei o poder de pisar em cima de cobras e escorpiões e sobre toda a força do inimigo. E nada vos poderá fazer mal.

20 Contudo, não vos alegreis porque os espíritos vos obedecem. Antes, ficai alegres porque vossos nomes estão escritos no céu.'

21 Naquele momento, Jesus exultou no Espírito Santo e disse: 'Eu te louvo, Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste essas coisas aos sábios e inteligentes,
e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado.

22 Tudo me foi entregue pelo meu Pai. Ninguém conhece quem é o Filho, a não ser o Pai; e ninguém conhece quem é o Pai, a não ser o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar.'

23 Jesus voltou-se para os discípulos e disse-lhes em particular: 'Felizes os olhos que vêem o que vós vedes!

24 Pois eu vos digo que muitos profetas e reis quiseram ver o que estais vendo, e não puderam ver; quiseram ouvir o que estais ouvindo, e não puderam ouvir.'

Palavra da Salvação.

FONTE: YOUTUBE
Reflexão - Pe. João Luís Fávero
“Mostra a teu servo um rosto radiante!”.
Lc 10. 17-24

Sucesso na Missão, alegria geral! A missão é sempre uma alegria muito grande para o missionário. É bonito ver o agir de Deus naqueles que Ele próprio envia!

Os setenta e dois discípulos experimentaram essa satisfação e voltaram felizes, contentes com os frutos, particularmente porque exerceram o poder em nome de Jesus e viram os demônios serem expulsos e outros milagres, certamente.

Jesus pede para eles não deixarem a vaidade e o deslumbramento envenenarem seus corações, já que a alegria verdadeira do missionário é saber que o seu nome está escrito nos céus.

Os missionários recebem o incentivo a perseverarem, colaborando na missão libertadora de Jesus. Eles estão a serviço ação misericordiosa de Deus. São seus instrumentos privilegiados desse amor no mundo.

A recompensa divina, não é pelas glorias humanas. Só quem tem o coração do pequenino é capaz de compreender as palavras de Jesus. Os sábios e entendidos não tem a humildade suficiente.

Hoje celebramos o Primeiro dia Da Novena de Nossa Senhora Aparecida: Com Maria, em Família, revestir-se da Palavra. Que sejamos revestidos de bondade e de misericórdia, cheios de ardor, de fé e amor. Com o seu sim, seu seio tornou-se fecundo gerando o Salvador para a humanidade. Nela a Palavra tornou-se viva e encarnada em nossa história, o Verbo fez morada entre nós! Pedimos que o nosso coração seja revestido da Palavra de Jesus, revestidos do verdadeiro amor, sendo solidários com os irmãos, repartindo o pão, a vida e os dons.  

Rezemos: Quero ser discípulo missionário! Quero ter a alegria de experimentar a força do Teu Espírito que tudo transforma. Quero ser simples e humilde, um pequenino do Senhor!

Deus abençoe você e sua família.
Um Abraço,
Pe. João Luiz
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe seu novo dia. Um sábado feliz e abençoado com toda sorte de bençãos físicas e espirituais. Hoje é dia de recordar os nossos Mártires brasileiros do Rio Grande do Norte.  Abaixo a história deles. Que o testemunho dos nossos bem-aventurados mártires possam nos contagiar na alegria de viver a fé cristã e dar a vida por Jesus. Que seu dia seja muito especial e abençoado.


Eu agradeço a Deus de todo o coração junto com todos os seus justos reunidos! Que grandiosas são as obras do Senhor, elas merecem todo o amor e admiração! (Salmo 110)



História dos Mártires brasileiros do Rio Grande do Norte

No dia 16 de julho de 1645, os holandeses que ocupavam o nordeste do Brasil, chegaram a Cunhaú, no Rio Grande do Norte, onde residiam vários colonos ao redor do Engenho, ocupados no plantio da cana-de-açúcar. Era um domingo. Na hora da missa, 69 pessoas se reuniram na capela de Nossa Senhora das Candeias. A capela foi cercada e invadida por soldados e índios que trucidaram a todos que aí estavam, inclusive o Pároco Pe. André de Soveral que celebrava a missa. Não opuseram resistência aos agressores e entregaram piedosamente suas almas ao Criador.
Aterrorizados com o acontecimento de Cunhaú, muitos moradores de Natal pediram asilo no Forte dos Reis Magos ou se refugiaram em abrigos improvisados. No dia 3 de outubro, foram levados para as margens do Rio Uruaçu, onde os aguardavam índios e soldados holandeses armados. Eram cerca de 80 pessoas. Os holandeses, de religião calvinista, trouxeram um pastor protestante para demovê-los de sua fé católica. Todos resistiram a esta tentativa e foram barbaramente sacrificados. Entre eles estava Mateus Moreira que, ao lhe ser arrancado o coração pelas costas, morreu exclamando: "Louvado seja o Santíssimo Sacramento".
NOVENA A NOSSA SENHORA APARECIDA - 1º DIA


Oração Inicial

Meu Deus, vinde em meu auxílio.

Senhor, apressai-vos em me socorrer.



Oração ao Divino Espírito Santo

Vinde, Espírito Santo! Enchei os corações dos Vossos fiéis e acendei neles o fogo do Vosso amor. Enviai o Vosso Espírito, e tudo será criado. E renovareis a face da Terra. Deus, que instruístes os corações dos Vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre da Sua consolação. Por Cristo, Senhor Nosso.



Oração para todos os dias

Virgem puríssima, concebida sem pecado, e desde aquele primeiro instante toda bela e sem mancha, gloriosa Maria, cheia de graça, Mãe de meu Deus, Rainha dos anjos e dos homens: eu vos saúdo humildemente como Mãe do meu Salvador, que com aquela estima, respeito e submissão, com que vos tratava, me ensinou quais sejam as honras e a veneração que eu devo prestar-vos; dignai-vos, eu vô-lo rogo, de receber as que nesta Novena vos consagro. Vós sois o seguro asilo dos pecadores penitentes, e assim tenho razão para recorrer a vós; sois Mãe de misericórdia, e por este título não podeis deixar de enternecer-vos à vista das minhas misérias; sois depois de Jesus Cristo toda a minha esperança, e por esta razão não podereis deixar de reconhecer a terna confiança que tenho em vós; fazei-me digno de chamar-me vosso filho, para que possa confiadamente dizer-vos: mostrai que sois nossa Mãe!


Primeiro Dia

Eis-me aqui aos vossos santíssimos pés, ó Virgem Imaculada! Convosco me alegro sumamente, porque desde a eternidade fostes eleita Mãe do Verbo eterno e preservada da culpa original. Eu bendigo e dou graças à Santíssima Trindade, que vos enriqueceu com este privilégio em vossa Conceição, e humildemente vos suplicamos me alcanceis a graça de vencer os tristes efeitos que em mim produziu o pecado. Ah! Senhor, fazei que eu os vença e jamais deixe de amar a meu Deus.


Jaculatória (ao final todos os dias)

Senhora Aparecida, milagrosa Padroeira, sede nossa guia nesta mortal carreira! Ó Virgem Aparecida, sacrário do Redendor, daí à alma desfalecida vosso poder e valor. Ó Virgem Aparecida, fiel e seguro norte, alcançai-nos graças na vida, favorecei-nos na morte!

Pai Nosso,
Ave-Maria,
Glória.



CONSAGRAÇÃO A NOSSA SENHORA APARECIDA


Ó Maria Santíssima, pelos méritos de Nosso Senhor Jesus Cristo, em vossa querida imagem de Aparecida, espalhais inúmeros benefícios sobre todo o Brasil.

Eu, embora indigno de pertencer ao número de vossos filhos e filhas, mas cheio do desejo de participar dos benefícios de vossa misericórdia, prostrado a vossos pés, consagro-vos o meu entendimento, para que sempre pense no amor que mereceis; consagro-vos a minha língua para que sempre vos louve e propague a vossa devoção; consagro-vos o meu coração, para que, depois de Deus, vos ame sobre todas as coisas. Recebei-me, ó Rainha incomparável, vós que o Cristo crucificado deu-nos por Mãe, no ditoso número de vossos filhos e filhas; acolhei-me debaixo de vossa proteção; socorrei-me em todas as minhas necessidades, espirituais e temporais, sobretudo na hora de minha morte. Abençoai-me, ó celestial cooperadora, e com vossa poderosa intercessão, fortalecei-me em minha fraqueza, a fim de que, servindo-vos fielmente nesta vida,possa louvar-vos, amar-vos e dar-vos graças no céu, por toda eternidade.

Amém.




ORAÇÃO A NOSSA SENHORA APARECIDA PEDINDO PROTEÇÃO


Ó incomparável Senhora da Conceição Aparecida,
Mãe de Deus, Rainha dos Anjos,
Advogada dos pecadores,
refúgio e consolação dos aflitos e atribulados,

Virgem Santíssima,
cheia de poder e de bondade,
lançai sobre nós um olhar favorável,
para que sejamos socorridos por vós,
em todas as necessidades em que nos acharmos.

Lembrai-vos, ó clementíssima Mãe Aparecida,
que nunca se ouviu dizer
que algum daqueles que têm a vós recorrido,
invocado vosso santíssimo nome
e implorado a vossa singular protecção,
fosse por vós abandonado.

Animados com esta confiança,
a vós recorremos.

Tomamo-vos para sempre por nossa Mãe,
nossa protectora, consolação e guia,
esperança e luz na hora da morte.

Livrai-nos de tudo o que possa ofender-vos
e ao vosso Santíssimo Filho, Jesus.
Preservai-nos de todos os perigos
da alma e do corpo;
dirigi-nos em todos os assuntos espirituais e temporais.

Livrai-nos da tentação do demónio,
para que, trilhando o caminho da virtude,
possamos um dia ver-vos e amar-vos
na eterna glória, por todos os séculos dos séculos.

Amém.


CONSAGRAÇÃO AO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA (Pio XII)


Ó Rainha do Santíssimo Rosário, auxilio dos cristãos, refúgio do gênero humano, vencedora de todas as batalhas de Deus!

Ante vosso Trono nos prostramos suplicantes, seguros de impetrar misericórdia e de alcançar graça e oportuno auxilio e defesa nas presentes calamidades, não por nossos méritos, mas sim unicamente pela imensa bondade de vosso maternal Coração.

Nesta hora trágica da história humana, a Vós, a vosso Imaculado Coração, nos entregamos e nos consagramos, não apenas em união com a Santa Igreja, corpo místico de vosso Filho Jesus, que sofre e sangra em tantas partes e de tantos modos atribulada, mas sim também com todo o mundo dilacerado por atrozes discórdias, abrasado em um incêndio de ódio, vítima de suas próprias iniquidades.

Que vos comovam tantas ruínas materiais e morais, tantas dores, tantas angustias de pais e mães, de esposos, de irmãos, de crianças inocentes;

Tantas vidas cortadas em flor, tantos corpos despedaçados na horrenda carnificina, tantas almas torturadas e agonizantes, tantas em perigo de perderem-se eternamente.
Vós, Oh! Mãe de misericórdia, consegui-nos de Deus a paz; e, ante tudo, as graças que podem converter-se em um momento os humanos corações, as graças que reparam, conciliam e asseguram a paz.

Rainha da paz, rogai por nós e dai ao mundo em guerra a paz por quem suspiram os povos, a paz na verdade, na justiça, na caridade de Cristo.

Dai a paz das armas e a paz das almas, para que na tranquilidade da ordem se dilate o reino de Deus.

Concedei vossa proteção aos infiéis e a quantos jazem ainda nas sombras da morte; concedeis a paz e fazei que brilhe para eles o sol da verdade e possam repetir com nós ante o único Salvador do mundo: glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens de boa vontade.

Dai a paz aos povos separados pelo erro ou a discórdia, especialmente a aqueles que vos professam singular devoção e nos quais não havia casa onde não se achasse honrada vossa venerada imagem (hoje quiçá oculta e retirada para melhores tempos), e fazei que retornem ao único redil de Cristo sob o único verdadeiro Pastor.

Obtende paz e liberdade completa para a Igreja Santa de Deus; contei o dilúvio inundante do neopaganismo, fomentai nos fiéis o amor à pureza, a prática da vida cristã e do zelo apostólico, a fim de que aumente em méritos e em número o povo dos que servem a Deus.

Finalmente, assim como foram consagrados ao Coração de vosso Filho Jesus a Igreja e todo o gênero humano, para que, postas nele todas as esperanças, fosse para eles sinal e prenda de vitória e de salvação;

De igual maneira, Oh! Mãe nossa e Rainha do Mundo, também nos consagramos para sempre a Vós, a vosso Imaculado Coração, para que vosso amor e patrocínio acelerem o triunfo do Reino de Deus, e todas as gentes, pacificadas entre si e com Deus, Vos proclamem bem-aventurada e entoem convosco, de um extremo a outro da terra, o eterno Magnificat de glória, de amor, de reconhecimento ao Coração de Jesus, no qual apenas se podem achar a Verdade, a Vida e a Paz.

Amém.

http://www.vatican.va/content/pius-xii/pt/speeches/1942/documents/hf_p-xii_spe_19421031_immaculata.html


- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo