3ª-feira da 18ª Semana Do Tempo Comum - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Liturgia Diária
1a Leitura - Jr 30,1-2.12-15.18-22

Eu te tratei com rudeza por causa do teu endurecimento no pecado. Mudarei a sorte das tendas de Jacó.

Leitura do Livro do Profeta Jeremias 30, 1-2. 12-15. 18-22
1 Palavra que foi dirigida a Jeremias, da parte do Senhor:
2 'Isto diz o Senhor, Deus de Israel: Escreve para ti, num livro, todas as palavras que te falei.
12 Isto diz o Senhor: Incurável é tua ferida, maligna tua chaga;
13 não há quem conheça teu diagnóstico; uma úlcera tem remédio, mas em ti não se produz cicatrização.
14 Todos os teus amigos te esqueceram, não te procuram mais; eu te causei uma ferida, como se fosses inimigo, como um castigo cruel: por causa do grande número de maldades que te fez endurecer no pecado.
15 Por que gritas em teu sofrimento? É insanável a tua dor. Eu te tratei com rudeza por causa das tuas inúmeras maldades e por causa do teu endurecimento no pecado.
18 Isto diz o Senhor: Eis que eu mudarei a sorte das tendas de Jacó e terei compaixão de suas moradias, a cidade ressurgirá das suas ruínas e a fortaleza terá lugar para suas fundações;
19 de lá sairão cânticos de louvor e sons festivos. Hei de multiplicá-los, eles não diminuirão, hei de glorificá-los, eles não serão humilhados.
20 Teus filhos serão felizes como outrora, e sua comunidade, estável na minha presença; e agirei contra todos os que os molestarem.
21 Para chefe será escolhido um dos seus, e o soberano sairá do seu meio; eu o incitarei, e ele se aproximará de mim. Quem dará a vida em penhor da sua aproximação de mim? - diz o Senhor.
22 Sereis meu povo e eu serei vosso Deus.
Palavra do Senhor.





Salmo - Sl 101, 16-18. 19-21. 29.22-23 (R. 20b)

R. O Senhor olhou a terra do alto céu.

16 As nações respeitarão o vosso nome, / e os reis de toda a terra, a vossa glória;
17 quando o Senhor reconstruir Jerusalém / e aparecer com gloriosa majestade,
18 ele ouvirá a oração dos oprimidos / e não desprezará a sua prece.
R.

19 Para as futuras gerações se escreva isto, / e um povo novo a ser criado louve a Deus.
20 Ele inclinou-se de seu templo nas alturas, / e o Senhor olhou a terra do alto céu,
21 para os gemidos dos cativos escutar / e da morte libertar os condenados.
R.
 
29 Assim também a geração dos vossos servos / terá casa e viverá em segurança, / e ante vós se firmará sua descendência.
22 Para que cantem o seu nome em Sião / e louve ao Senhor Jerusalém,
23 quando os povos e as nações se reunirem / e todos os impérios o servirem.
R.





Evangelho - Mt 14,22-36

'Senhor, manda-me ir ao teu encontro, caminhando sobre a água. '

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 14, 22-36
Depois que a multidão comera até saciar-se,
22 Jesus mandou que os discípulos entrassem na barco e seguissem, à sua frente, para o outro lado do mar, enquanto ele despediria as multidões.
23 Depois de despedi-las, Jesus subiu ao monte, para orar a sós. A noite chegou, e Jesus continuava ali, sozinho.
24 A barca, porém, já longe da terra, era agitada pelas ondas, pois o vento era contrário.
25 Pelas três horas da manhã, Jesus veio até os discípulos, andando sobre o mar.
26 Quando os discípulos o avistaram, andando sobre o mar, ficaram apavorados, e disseram: 'É um fantasma'. E gritaram de medo.
27 Jesus, porém, logo lhes disse: 'Coragem! Sou eu. Não tenhais medo!'
28 Então Pedro lhe disse: 'Senhor, se és tu, manda-me ir ao teu encontro, caminhando sobre a água. '
29 E Jesus respondeu: 'Vem!' Pedro desceu da barca e começou a andar sobre a água, em direção a Jesus.
30 Mas, quando sentiu o vento, ficou com medo e começando a afundar, gritou: 'Senhor, salva-me!'
31 Jesus logo estendeu a mão, segurou Pedro, e lhe disse: 'Homem fraco na fé, por que duvidaste?'
32 Assim que subiram no barco, o vento se acalmou.
33 Os que estavam no barco, prostraram-se diante dele, dizendo: 'Verdadeiramente, tu és o Filho de Deus!'
34 Após a travessia desembarcaram em Genesaré.
35 Os habitantes daquele lugar, reconheceram Jesus e espalharam a notícia por toda a região. Então levaram a ele todos os doentes;
36 e pediam que pudessem, ao menos, tocar a barra de sua veste. E todos os que a tocaram, ficaram curados.
Palavra da Salvação.




SÃO JOÃO MARIA VIANNEY, PRESB. - SANTORAL


1a Leitura - Ez 3,16-21

Eu te coloquei como vigia para a casa de Israel.

Leitura da Profecia de Ezequiel 3, 16-21
Naqueles dias,
16 a palavra do Senhor foi-me dirigida nestes termos:
17 'Filho do homem, eu te coloquei como vigia para a casa de Israel. Logo que ouvires alguma palavra de minha boca, deverás chamar a atenção deles em meu nome.
18 Se eu disser ao ímpio que ele deve morrer, e não falares, chamando-lhe a atenção a respeito de sua má conduta, para que ele viva, o ímpio morrerá por própria culpa; a ti, porém, pedirei contas, do seu sangue.
19 Se, no entanto, depois de avisares um ímpio, ele não se afastar da maldade e de sua má conduta, ele morrerá por própria culpa, mas tu salvarás a tua vida.
20 Se um justo se afastar de sua justiça e cometer injustiças, eu porei um tropeço na frente dele e ele morrerá por não o teres avisado; ele morrerá por causa do próprio pecado, e a justiça que antes praticou não será levada em conta; de ti, porém, pedirei contas do seu sangue.
21 Por outro lado, se chamaste a atenção do justo, para não pecar, e ele não pecou, o justo viverá, porque foi avisado, e tu salvarás a própria vida'.
Palavra do Senhor.





Salmo - Sl 116(117),1.2 (R. Mc 16,15)

R. Ide, por todo o mundo, a todos pregai o Evangelho.
R. Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia.

1 Cantai louvores ao Senhor, todas as gentes, povos todos, festejai-o!
R.
 
2 Pois comprovado é seu amor para conosco, para sempre ele é fiel!
R.





Evangelho - Mt 9,35-10,1

Vendo Jesus as multidões, compadeceu-se delas.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 9, 35-10, 1
Naquele tempo,
35 Jesus percorria todas as cidades e povoados, ensinando em suas sinagogas, pregando o Evangelho do Reino, e curando todo tipo de doença e enfermidade.
36 Vendo Jesus as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam cansadas e abatidas, como ovelhas que não têm pastor. Então disse a seus discípulos:
37 'A Messe é grande, mas os trabalhadores são poucos.
38 Pedi pois ao dono da messe que envie trabalhadores para a sua colheita!'
10,1 E, chamando os seus doze discípulos deu-lhes poder para expulsarem os espíritos maus e para curarem todo tipo de doença e enfermidade.
Palavra da Salvação.




Mapas Mentais
Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)
“O Senhor olhou a terra do alto céus”.
Mt 15 1-2.10-14

Esse é o primeiro confronto com os Doutores da Lei e os fariseus que se organizam e de modo solene e oficial, partem para questionar Jesus.

A fama do pregador de Nazaré havia chegado a Jerusalém. O ponto de discórdia é a tradição dos antigos, que eles transformaram em lei: “Por que os teus discípulos desobedecem à tradição dos antepassados?”.

Jesus sem rejeitar as tradições, anuncia a todos o Novo, sua Boa-Noticia. Além das tradições, indica os valores que justificam sua prática, um critério válido para todos os tempos e para todas as consciências.

A maldade não é o entra pela boca, mas o que está no coração. A impureza é o que está no íntimo de cada pessoa. Impuro é o ser humano com suas más intenções, egoísmo, maldade, preconceitos, indiferenças e injustiça...

Jesus não se impressiona com a indignação dos doutores da Lei e fariseus. Eles são impermeáveis, a mensagem do Senhor não encontra acolhida da parte deles, nem os leva a mudar o comportamento, saem como chegaram: “São cegos guiando outros cegos”.

Por não conhecerem o caminho, enganam os outros. Não são confiáveis. Eles se afastaram da inspiração inicial, o que era do alto, tornou-se apenas humano.

Rezemos: Senhor, que a sua Palavra sempre ilumine o meu coração, que eu cresça em amor, generosidade e abra o meu coração a solidariedade.

Deus abençoe você e sua família.
Um Abraço,
Pe. João Luiz


FESTA DE SÃO JOÃO MARIA VIANEY– DIA DO PADRE – 04/08/2020

São João Maria Vianey, modelo de caridade pastoral e de cuidado com os pobres.

São João Maria Vianney (1786-1859), o Cura D’Ars foi canonizado por Pio XI em 1925 e proposto como modelo de caridade pastoral para os padres diocesanos, especialmente para os párocos!

Do púlpito anunciava a Palavra de Deus com unção e profecia, despertando nos ouvintes, sincero desejo de conversão, que os levava até o tradicional confessionário, onde eram acolhidos, ouvidos, aconselhados e pela misericórdia divina, reconciliados com o Pai, com a Igreja e consigo mesmos. Daí caminhavam para a mesa do altar, onde o Cura D’Ars, diariamente celebrava a Eucaristia. Assim, em torno dessa mesa selava-se o encontro pessoal com o Senhor e os irmãos, que partilhavam o Pão da Vida e o Cálice da Bênção.

Sabemos pela história e biografia do santo que seu ministério pastoral não se restringiu ao espaço religioso da pequena igreja de Ars, pelo contrário, derramou-se e expandiu-se por toda a cidade em obras de caridade e no cuidado com os pobres, órfãos e enfermos.

Para a cidade de Ars, peregrinavam nobres e pobres, simples e doutores, para ouvir o seu Cura, aconselhar-se com ele e tantas vezes reencontrar-se com as fontes genuínas da fé cristã.
Na dinâmica do Reino de Deus, comparada ao grão de mostarda ou pouco de fermento, passa a mediação de instrumentos singelos e simples, aparentemente frágeis e tantas vezes imperceptíveis, como a vida e a ação do Cura de D’Ars. Mas Deus é surpreendente e ninguém pode conter o alento do Espírito que dá vida!

Nesses dias difíceis, de incertezas e inseguranças, onde caminhamos de esperança em esperança, comemoramos o Dia do Padre, esperançosos e confiantes que o Senhor está conosco nesta barca em meio as tempestades. Que o Espírito venha em nosso auxílio. O bom Cura D’Ars interceda por nós! E Maria, Mãe dos pastores, nos proteja!
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe sua vida nessa fascinante jornada de terça que já chegou. Hoje recordamos São João Maria Vianey, o famoso "Cura d´Ars" que dizia: "o Sacerdócio é o amor do coração de Jesus". Continuemos rezando pela vocação sacerdotal, o mês é propício para isso e esta semana nos pede esta intenção.  

Este é o pão que desceu do céu, para que não morra todo aquele que dele comer.   Eu sou o pão vivo que desceu do céu. Quem comer deste pão viverá eternamente. E o pão, que eu hei de dar, é a minha carne para a salvação do mundo. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia. (Jo 6, 50-51, 54

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém!

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm

Hoje às 19h00 vou rezar a MISSA DE SÃO PEREGRINO pelo meu canal do Youtube e espero contar com sua participação. Combinado?
FEVEREIRO
D
S
T
Q
Q
S
S






1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
Mapas Mentais
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo