6ª-feira da 22ª Semana Do Tempo Comum - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Liturgia Diária





1a Leitura - 1Cor 4,1-5

O Senhor manifestará os projetos dos corações.

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 4, 1-5
Irmãos:
1 Que todo o mundo nos considere como servidores de Cristo e administradores dos mistérios de Deus.
2 A este respeito, o que se exige dos administradores é que sejam fiéis.
3 Quanto a mim, pouco me importa ser julgado por vós ou por algum tribunal humano. Nem eu me julgo a mim mesmo.
4 É verdade que a minha consciência não me acusa de nada. Mas não é por isso que eu posso ser considerado justo.
5 Quem me julga é o Senhor. Portanto, não queirais julgar antes do tempo. Aguardai que o Senhor venha. Ele iluminará o que estiver escondido nas trevas e manifestará os projetos dos corações. Então, cada um receberá de Deus o louvor que tiver merecido.
Palavra do Senhor.





Salmo - Sl 36,3-4. 5-6. 27-28. 39-40 (R. 39a)

R. A salvação de quem é justo vem de Deus.

3 Confia no Senhor e faze o bem, /
e sobre a terra habitarás em segurança.
4 Coloca no Senhor tua alegria, /
e ele dará o que pedir teu coração.
R.

5 Deixa aos cuidados do Senhor o teu destino; /
confia nele, e com certeza ele agirá.
6 Fará brilhar tua inocência como a luz, /
e o teu direito, como o sol do meio-dia.
R.

27 Afasta-te do mal e faze o bem, /
e terás tua morada para sempre.
28 Porque o Senhor Deus ama a justiça, /
e jamais ele abandona os seus amigos.
R.

39 A salvação dos piedosos vem de Deus; /
ele os protege nos momentos de aflição.
40 O Senhor lhes dá ajuda e os liberta, /
defende-os e protege-os contra os ímpios, /
e os guarda porque nele confiaram.
R.





Evangelho - Lc 5,33-39

Mas dias virão em que o noivo será tirado do meio deles.
Então, naqueles dias, eles jejuarão.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 5, 33-39
Naquele tempo:
33 Os fariseus e os mestres da Lei disseram a Jesus: 'Os discípulos de João, e também os discípulos dos fariseus, jejuam com freqüência e fazem orações. Mas os teus discípulos comem e bebem. '
34 Jesus, porém, lhes disse: 'Os convidados de um casamento podem fazer jejum enquanto o noivo está com eles?
35 Mas dias virão em que o noivo será tirado do meio deles. Então, naqueles dias, eles jejuarão. '
36 Jesus contou-lhes ainda uma parábola: 'Ninguém tira retalho de roupa nova para fazer remendo em roupa velha; senão vai rasgar a roupa nova, e o retalho novo não combinará com a roupa velha.
37 Ninguém coloca vinho novo em odres velhos; porque, senão, o vinho novo arrebenta os odres velhos e se derrama; e os odres se perdem.
38 Vinho novo deve ser colocado em odres novos.
39 E ninguém, depois de beber vinho velho, deseja vinho novo; porque diz: o velho é melhor. '
Palavra da Salvação.




Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)
“A salvação de quem é justo vem de Deus”.
Lc 5, 33-39

Os doutores da Lei e os fariseus querem de Jesus uma satisfação sobre a pratica do jejum. Jesus desloca a questão da importância de jejuar para o significado do Noivo, que é sinal do próprio Messias.

O jejum tinha um grande valor para os judeus. Ele motivava a esperança da chegada do Messias. Jesus declara que ele é o noivo que está presente no meio deles. O tempo da espera já se cumpriu, pois agora alegria é mais importante que o jejum.

Jesus questiona a religiosidade de seu tempo, comparando com uma roupa cheia de remendos, quando deveria ser um pano único sem rasgos e remendos: remendos de hipocrisia, de atitudes legalistas e de separação de fé e vida. Deve ser um pano novo e sem remendos, deve ser o pano da coerência.

Os mestres da Lei e os fariseus alimentam uma resistência em relação a Jesus. Não reconhecem que Ele é o enviado do Pai, ficam fechados num legalismo paralisante e não se abrem para a alegria da Boa Notícia. Jesus acentua a necessidade de dar um salto de qualidade para superar esses esquemas envelhecidos e assumirem a dinâmica do Reino apresentada por Ele: a alegria da vida abundante e a liberdade para todos.

O vinho novo da alegria saúda a chegada dos tempos novos, onde o Reino acolhe os convidados para a festa. “Vinho novo em odres novos”: a novidade de Jesus deve ser acolhida num coração livre, generoso, compassivo e misericordioso; onde a alegria e a partilha falam mais alto.

A parábola da roupa nova e do vinho novo ilustram o modo de pensar de Jesus: a nova maneira apresentada exige de quem quiser ser seu discípulo, um coração novo, sem falsas religiosidades. Nada de praticar uma religião fechada e distante de querer verdadeiro de Deus. Mas ainda hoje há cristãos que relutam em aceitar que a Igreja se renove e atualize a missão!

Rezemos: Senhor, que o Jejum e a oração renovem meu coração, que ele seja generoso, compassivo e misericordioso. Seja livre para amar e servir e não carregue os remendos da hipocrisia e dos legalismos, mas seja revestido da alegria da vida nova.

Deus abençoe você e sua família.
Um Abraço,
Pe. João Luiz
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe sua nova jornada de sexta-feira. Um novo dia começa e com ele grandes surpresas e novidades. Antes mesmo de você acordar, Deus preparou o seu dia, desde a madrugada, para você sentir o maravilhoso DOM DA VIDA. Viver é um dom e você, eu, e toda a criação somos protagonistas dessa maravilha chamada VIDA. Tudo é dom, tudo é graça! Hoje à noite, às 19h00, vou rezar a Missa da Saúde (São Peregrino) pelo meu canal do Youtube e espero você e sua família para rezarmos juntos pelos enfermos e fragilizados, pelas vítimas do coronavirus e pelo fim dessa pandemia. Juntos? Deus abençoe sua jornada de Sexta!

Mas os que esperam no Senhor renovarão as suas forças e subirão com asas como águias; correrão e não se cansarão; caminharão e não se fatigarão. Isaías 40,31

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm
FEVEREIRO
D
S
T
Q
Q
S
S






1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo