04 DE DEZEMBRO - QUARTA-FEIRA - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"extra Ecclesiam nulla salus"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
O Papa: quem escolhe Cristo não recorre ao mago, a magia não é cristã. "Essas coisas que são feitas para adivinhar o futuro ou adivinhar muitas coisas ou mudar as situações da vida não são cristãs. A graça de Cristo dá tudo a você: reze e confie-se ao Senhor”, disse Francisco em sua catequese.
Pesquisa rápida

4ª feira da 1ª Semana do Advento
4 de Dezembro de 2019 - Cor: Roxo



 

Primeira Leitura (Is 25,6-10a)
 

Leitura do Livro do Profeta Isaías.

Naquele dia, 

6 o Senhor dos exércitos dará neste monte, para todos os povos, um banquete de ricas iguarias, regado com vinho puro, servido de pratos deliciosos e dos mais finos vinhos.

7 Ele removerá, neste monte, a ponta da cadeia que ligava todos os povos, a teia em que tinha envolvido todas as nações. 

8 O Senhor Deus eliminará para sempre a morte e enxugará as lágrimas de todas as faces e acabará com a desonra do seu povo em toda a terra; o Senhor o disse.

9 Naquele dia, se dirá: “Este é o nosso Deus, esperamos nele, até que nos salvou; este é o Senhor, nele temos confiado: vamos alegrar-nos e exultar por nos ter salvo”. 

10a E a mão do Senhor repousará sobre este monte.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.




 

Responsório (Sl 22)

 

— Na casa do Senhor habitarei pelos tempos infinitos.

— Na casa do Senhor habitarei pelos tempos infinitos.

 

— O Senhor é o pastor que me conduz; não me falta coisa alguma. Pelos prados e campinas verdejantes ele me leva a descansar. Para as águas repousantes me encaminha, e restaura as minhas forças.

— Na casa do Senhor habitarei pelos tempos infinitos.

 

— Ele me guia no caminho mais seguro, pela honra do seu nome. Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso, nenhum mal eu temerei. Estais comigo com bastão e com cajado, eles me dão a segurança!

— Na casa do Senhor habitarei pelos tempos infinitos.

 

— Preparais à minha frente uma mesa, bem à vista do inimigo; com óleo vós ungis minha cabeça e o meu cálice transborda.

— Na casa do Senhor habitarei pelos tempos infinitos.

 

— Felicidade e todo bem hão de seguir-me, por toda a minha vida; e, na casa do Senhor, habitarei pelos tempos infinitos.

— Na casa do Senhor habitarei pelos tempos infinitos.




 

Evangelho (Mt 15,29-37)

 

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

 

Naquele tempo, 

29 Jesus foi para as margens do mar da Galileia, subiu a montanha, e sentou-se. 

30 Numerosas multidões aproximaram-se dele, levando consigo coxos, aleijados, cegos, mudos, e muitos outros doentes. Então os colocaram aos pés de Jesus. E ele os curou. 

31 O povo ficou admirado, quando viu os mudos falando, os aleijados sendo curados, os coxos andando e os cegos enxergando. E glorificaram o Deus de Israel.

32 Jesus chamou seus discípulos e disse: “Tenho compaixão da multidão, porque já faz três dias que está comigo, e nada tem para comer. Não quero mandá-los embora com fome, para que não desmaiem pelo caminho”.

33 Os discípulos disseram: “Onde vamos buscar, neste deserto, tantos pães para saciar tão grande multidão?” 

34 Jesus perguntou: “Quantos pães tendes?” Eles responderam: “Sete, e alguns peixinhos”. 

35 E Jesus mandou que a multidão se sentasse pelo chão. 

36 Depois pegou os sete pães e os peixes, deu graças, partiu-os, e os dava aos discípulos, e os discípulos, às multidões. 

37 Todos comeram, e ficaram satisfeitos; e encheram sete cestos com os pedaços que sobraram.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.





 
Fonte: Youtube RS21
Fonte: Youtube RS21
Fonte: Youtube RS21
Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)
“Na casa do Senhor habitarei pelos tempos infinitos.”
Mt 15, 29-37

Jesus cura toda a espécie de doenças e dá de comer à multidão faminta. Diante da sorte de tanta gente flagelada por doenças e enfermidades, retrata a imensa misericórdia contida no coração de Jesus e o seu desejo de comunicá-la à humanidade. Nenhuma necessidade humana passa despercebida. Ele está preocupado com os problemas materiais do povo, como a doença e a fome.

Na multiplicação dos pães, o milagre maior, foi ensinar a eliminar o egoísmo presente no coração dos ouvintes, e movê-los a colocar em comum o pouco que cada um possuía para sua própria alimentação, de modo que todos pudessem ser igualmente saciados. Desta forma a acolhida de Jesus estava dando os seus primeiros frutos no coração daqueles que o seguiam.

Os cristãos logo entenderam que os gestos de Jesus não consistiam apenas em distribuir pães e curar enfermidades, mas eram mensagem de uma cura mais profunda e de um alimento mais duradouro. Jesus oferece uma salvação integral.

O que Jesus realiza se torna um sinal de que o Reino chegou e o mal está sendo expulso. Dificuldades sempre existem, mas o amor faz maravilhas. Não somos chamados a fazer coisas extraordinárias. Nosso dever é fazer o que podemos com o pouco que temos. O restante Ele faz. O amor consegue multiplicar o pão e dar a vida.

Rezemos: Senhor, quero mudar o meu coração. Quero ser disponível, aprender a partilhar o pão, o carinho e o tempo.  

Deus abençoe você e sua família.
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe seu novo dia. Uma quarta-feira feliz e abençoada. Que este dia 04 de Dezembro venha repleto de bençãos físicas e espirituais para a sua vida. Nunca esqueça que o primeiro gesto é o da gratidão: agradeça a Deus pela vida, pela natureza, pelas pessoas, pela família que você tem, pelo trabalho, pelos amigos...vá agradecendo...quando mais você agradece, mais Deus devolve sua gratidão em forma de milagres para sua vida. Um dia feliz...você merece colher só coisas boas no dia de hoje!!!

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm

ORAÇÃO
Oração

Santa Bárbara, que sois mais forte que as torres das fortalezas e a violência dos furacões, fazei que os raios não me atinjam, os trovões não me assustem e o troar dos canhões não me abalem a coragem e a bravura. Ficai sempre ao meu lado para que possa enfrentar de fronte erguidas e rosto sereno todas as tempestades e batalhas de minha vida, para que, vencedor de todas as lutas, com a consciência do dever cumprido, possa agradecer a vós, minha protetora, e render graças a Deus, criador do céu, da terra e da natureza: este Deus que tem poder de dominar o furor das tempestades e abrandar a crueldade das guerras. Santa Bárbara, rogai por nós.
FEVEREIRO
DOM
SEG
TER
QUA
QUI
SEX
SÁB





1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
181920212223
2425262728

- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo