32º Domingo Do Tempo Comum - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Liturgia de Hoje
32º Domingo Do Tempo Comum
8 de Novembro de 2020 - Cor: Verde



1ª Leitura - Sb 6,12-16

A sabedoria é encontrada por aqueles que a procuram.

Leitura do Livro da Sabedoria 6,12-16

12 A Sabedoria é resplandecente e sempre viçosa.
Ela é facilmente contemplada por aqueles que a amam,
e é encontrada por aqueles que a procuram.

13 Ela até se antecipa,
dando-se a conhecer aos que a desejam.

14 Quem por ela madruga não se cansará,
pois a encontrará sentada à sua porta.

15 Meditar sobre ela é a perfeição da prudência;
e quem ficar acordado por causa dela
em breve há de viver despreocupado.

16 Pois ela mesma sai à procura dos que a merecem,
cheia de bondade, aparece-lhes nas estradas
e vai ao seu encontro em todos os seus projetos.
Palavra do Senhor.



Salmo - Sl 62,2.3-4.5-6.7-8 (R. 2b)

R. A minh'alma tem sede de vós, e vos deseja, ó Senhor.

2 Sois vós, ó Senhor, o meu Deus!*
Desde a aurora ansioso vos busco!
A minh'alma tem sede de vós,
minha carne também vos deseja,*
como terra sedenta e sem água!
R.

3 Venho, assim, contemplar-vos no templo,*
para ver vossa glória e poder.
4 Vosso amor vale mais do que a vida:*
e por isso meus lábios vos louvam.
R.

5 Quero, pois vos louvar pela vida,*
e elevar para vós minhas mãos!
6 A minh'alma será saciada,
como em grande banquete de festa;*
cantará a alegria em meus lábios.
R.

7 Penso em vós no meu leito, de noite,*
nas vigílias suspiro por vós!
8 Para mim fostes sempre um socorro;*
de vossas asas à sombra eu exulto!
R.





2ª Leitura - 1Ts 4,13-18

Deus trará de volta, com Cristo, os que
através dele entraram no sono da morte.

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses 4,13-18

13 Irmãos, não queremos deixar-vos na incerteza
a respeito dos mortos,
para que não fiqueis tristes
como os outros, que não têm esperança.

14 Se Jesus morreu e ressuscitou - e esta é nossa fé -
de modo semelhante Deus trará de volta, com Cristo,
os que através dele entraram no sono da morte.

15 Isto vos declaramos, segundo a palavra do Senhor:
nós que formos deixados com vida para a vinda do Senhor
não levaremos vantagem em relação aos que morreram.

16 Pois o Senhor mesmo, quando for dada a ordem,
à voz do arcanjo e ao som da trombeta,
descerá do céu
e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.

17 Em seguida, nós que formos deixados com vida
seremos arrebatados com eles nas nuvens,
para o encontro com o Senhor, nos ares.
E assim estaremos sempre com o Senhor.

18 Exortai-vos, pois, uns aos outros,
com estas palavras.

Palavra do Senhor.





Evangelho - Mt 25,1-13

O noivo está chegando. Ide ao seu encontro.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 25,1-13

Naquele tempo,
disse Jesus, a seus discípulos, esta parábola:

1 'O Reino dos Céus é como a história das dez jovens
que pegaram suas lâmpadas de óleo
e saíram ao encontro do noivo.

2 Cinco delas eram imprevidentes,
e as outras cinco eram previdentes.

3 As imprevidentes pegaram as suas lâmpadas,
mas não levaram óleo consigo.

4 As previdentes, porém, levaram vasilhas com óleo
junto com as lâmpadas.

5 O noivo estava demorando
e todas elas acabaram cochilando e dormindo.

6 No meio da noite, ouviu-se um grito:
`O noivo está chegando. Ide ao seu encontro!'

7 Então as dez jovens se levantaram
e prepararam as lâmpadas.

8 As imprevidentes disseram às previdentes:
`Dai-nos um pouco de óleo,
porque nossas lâmpadas estão se apagando.'

9 As previdentes responderam:
`De modo nenhum,
porque o óleo pode ser insuficiente
para nós e para vós.
É melhor irdes comprar aos vendedores'.

10 Enquanto elas foram comprar óleo, o noivo chegou,
e as que estavam preparadas
entraram com ele para a festa de casamento.
E a porta se fechou.

11 Por fim, chegaram também as outras jovens e disseram:
`Senhor! Senhor! Abre-nos a porta!'

12 Ele, porém, respondeu:
`Em verdade eu vos digo: Não vos conheço!'

13 Portanto, ficai vigiando,
pois não sabeis qual será o dia, nem a hora.

Palavra da Salvação.




Reflexão - Pe. João Luís Fávero
“Ouve, ó Deus, o clamor de meu lamento”.
Mt 25, 1-13

PERMANECER VIGILANTES!

O Reino do céu é o tema central da pregação de Jesus; por isso, Ele usa comparações: parábolas, alegorias e realidades cotidianas (símbolos) para explicar o seu ensinamento, o Reino.

Mateus conta a Parábola das dez jovens chamando nossa atenção para a necessidade da Vigilância que deve acompanhar a vida do discípulo de Jesus. Pois a vigilância não é passividade ou sonolência, e sim ação pessoal e construção comunitária, ninguém pode substituir ninguém, cada um oferece a sua contribuição.

Na Parábola, vemos que o noivo que é Jesus. O Banquete é o Reino de Deus, presente e atuante no mundo. As jovens, representam os discípulos de Jesus, homens e mulheres de toda parte. Todos carregam as lâmpadas acesas, indicando que a comunidade deve ser luz para o mundo. As lâmpadas com sua luz é a fé. O óleo é a prática da Justiça.

O atraso do noivo é a demora da vinda Senhor. A chegada repentina, à meia noite, corresponde à vinda de Jesus que pode acontecer a qualquer hora. Os vários elementos da parábola nos falam da responsabilidade pessoal, a necessidade de permanecer vigilantes.

A parábola apresenta a figura de dois tipos de discípulos do Reino. Os prevenidos que levaram reserva de azeite, e se prepararam para o encontro com o Senhor, cujo dia e hora desconhecem, perseverando na solidariedade com os necessitados, a quem está sempre pronto a servir. Trilham o caminho sem esmorecer, sabem manter-se fiel no discipulado missionário, embora seja longo e as vezes penoso, pois, levaram uma reserva e o azeite não se esgotou, a lâmpada se manteve acesa.  

Os sem juízo, não levaram azeite consigo, são inconstantes na opção, de modo que alternam momentos de empenho na prática do bem, de esfriamento e de desvios do projeto de vida que abraçaram. A inconstância poderá lhes trazer frustração, ao serem encontrados pelo Senhor em situação de infidelidade.

A prudência aconselha estar sempre preparado para o encontro com o Senhor, quando ele vier, e participar das alegrias do Reino na eternidade. Pois o momento de sua chegada é imprevisível. Estar preparados, vigilantes: é a questão, pois, não sabemos nem o dia e nem a hora que Ele vai chegar.

Rezemos: Senhor, dá-me a graça de ser perseverante na espera do Senhor que vem, para participar das alegrias do teu Reino de amor e vida.  

Deus abençoe você e sua família.
Um Abraço,
Pe. João Luiz
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe sua vida nessa fascinante jornada de domingo que já chegou. É o DIA DO SENHOR por excelência. Está chegando o merecido descanso, não é mesmo? Repor as energias faz bem!!! Cuidar do Corpo é um ato de amor e respeito para com Deus! Mas também não podemos descuidar da Família e de Deus. Portanto, convide sua família e escolham um bom horário para participar de sua comunidade, sempre respeitando os cuidados necessários. A ORAÇÃO em família fortalece os laços de amor e união e também é alimento para a alma.

Senhor, Hoje é Domingo, dia do Senhor por excelência.
Obrigado pelo precioso dom da vida e por poder desfrutar esse dia com a família e em comunidade.
Obrigado pela semana vivida e por esta oportunidade de descansar o corpo, a mente e o espírito.
Derrama, Senhor, as Tuas ricas bençãos neste dia, sobre as nossas vidas, e também de todos os nossos familiares e amigos.
Derrama, Senhor, muita paz e muito amor nos nossos corações e livra-nos de todo o mal e de todas as flechas do inimigo.
Abençoai a todos que podem descansar hoje de suas lutas diárias.
Que possamos ter uma ótima dia de descanso, para amanhã, segunda, quando acordarmos para mais uma semana abençoada, sentir o seu amor e sua presença no meio de nós.
Perdoa as nossas falhas cometidas durante a semana, a nossa falta de caridade e misericórdia e nos dê forças para continuar seguindo em frente com a cabeça sempre erguida.
Abençoe, Senhor, essa nova semana que se inicia, nos dê a chance de recomeçar com muita força, fé, otimismo e alegria de viver...
Agradecemos por tudo, meu Deus.
A Ti toda honra, toda glória e todo poder.
Obrigado pela oportunidade de celebrarmos a santa Ressurreição.
Fica conosco, Senhor, hoje e sempre.
Amém!


Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo