13/02/20 - QUINTA-FEIRA - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Pesquisa rápida
Liturgia Diária



 

5ª SEMANA - TEMPO COMUM

COR: VERDE





 

1a Leitura - 1Rs 11,4-13


Já que não guardaste a minha aliança, tirar-te-ei o reino; 
mas deixarei ao teu filho uma tribo, 
por consideração para com meu servo Davi


 

Leitura do Primeiro Livro dos Reis 11, 4-13

4 Quando Salomão ficou velho, suas mulheres desviaram o seu coração para outros deuses e seu coração já não pertencia inteiramente ao Senhor, seu Deus, como o do seu pai Davi. 

5 Salomão prestou culto a Astarte, deusa dos sidônios, e a Melcom, ídolo dos amonitas. 

6 Ele fez o que desagrada ao Senhor e não lhe foi inteiramente fiel, como seu pai Davi. 

7 Foi então que Salomão construiu um santuário para Camos, ídolo de Moab, no monte que está defronte de Jerusalém, e para Melcom, ídolo dos amonitas. 

8 Fez o mesmo para todas as suas mulheres estrangeiras, as quais queimavam incenso e ofereciam sacrifícios aos seus deuses. 

9 Então o Senhor irritou-se contra Salomão, porque o seu coração tinha-se desviado do Senhor, Deus de Israel, que lhe tinha aparecido duas vezes

10 e lhe proibira expressamente seguir a outros deuses. Mas ele não obedeceu à ordem do Senhor. 

11 E o Senhor disse a Salomão: 'Já que procedeste assim, e não guardaste a minha aliança, nem as leis que te prescrevi, vou tirar-te o reino e dá-lo a um teu servo. 

12 Mas, por amor de teu pai Davi, não o farei durante a tua vida; é da mão de teu filho que o arrebatarei. 

13 Não te tirarei o reino todo, mas deixarei ao teu filho uma tribo, por consideração para com meu servo Davi e para com Jerusalém, que escolhi'.

Palavra do Senhor.





 

Salmo - Sl 105, 3-4. 35-36. 37.40 (R. 4)


R. Lembrai-vos, ó Senhor, de mim lembrai-vos, segundo o amor que demonstrais ao vosso povo!


3 Felizes os que guardam seus preceitos / e praticam a justiça em todo o tempo!   Lembrai-vos, ó Senhor, de mim, lembrai-vos, / pelo amor que demonstrais ao vosso povo!

R.


35 misturaram-se, então, com os pagãos, / e aprenderam seus costumes depravados.  36 Aos ídolos pagãos prestaram culto, / que se tornaram armadilha para eles.

R.


37 pois imolaram até mesmo os próprios filhos, / sacrificaram suas filhas aos demônios.  40 Acendeu-se a ira de Deus contra o seu povo, / e o Senhor abominou a sua herança.

R.





 

Evangelho - Mc 7,24-30


Os cachorrinhos, debaixo da mesa, 
comem as migalhas que as crianças deixam cair.


 

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 7, 24-30

Naquele tempo: 

24 Jesus saiu dali e foi para a região de Tiro e Sidônia. Entrou numa casa e não queria que ninguém soubesse onde ele estava. Mas não conseguiu ficar escondido. 

25 Uma mulher, que tinha uma filha com um espírito impuro, ouviu falar de Jesus. Foi até ele e caiu a seus pés. 

26 A mulher era pagó, nascida na Fenícia da Síria. Ela suplicou a Jesus que expulsasse de sua filha o demônio. 

27 Jesus disse: 'Deixa primeiro que os filhos fiquem saciados, porque não está certo tirar o pão dos filhos e jogá-lo aos cachorrinhos. '

28 A mulher respondeu: 'É verdade, Senhor; mas também os cachorrinhos, debaixo da mesa, comem as migalhas que as crianças deixam cair. '

29 Então Jesus disse: 'Por causa do que acabas de dizer, podes voltar para casa. O demônio já saiu de tua filha. '

30 Ela voltou para casa e encontrou sua filha deitada na cama, pois o demônio já havia saído dela.

Palavra da Salvação.





 
Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)

“Lembrai-vos, ó Senhor, de mim, lembrai-vos!”
Mc 7, 24-30


A narrativa apresentada no Evangelho que acabamos de ouvir, descreve para nós, um testemunho de fé, um exemplo para todos os discípulos de Jesus. Os discípulos são os destinatários deste texto, do qual devem tirar as lições para o seu dia a dia.

A mulher estrangeira é insistente em seu pedido, embora não pertencesse ao povo de Israel. Considera Jesus a sua tábua de salvação para a situação desesperadora em que se encontra a sua filha.

A acolhida de Jesus, à primeira vista, parece pouco acolhedora e cordial. A insistência da mulher, porém, valeu-lhe ter o pedido atendido, a menina foi libertada. Valeu a insistência, a sua perseverança: “Senhor, também os cachorrinhos, debaixo da mesa, comem as migalhas que os filhos deixam cair”.

Os discípulos missionários, como Jesus, estão a serviço de todos sem distinção. A raça ou a cultura são irrelevantes, quando se trata de fazer os benefícios do Reino chegar a alguém. Por isso, jamais poderão se recusar a fazer o bem, a quem quer que seja.

A mulher estrangeira revelou a boa vontade dos pagãos, sensibilizados por acolher a proposta do Reino apresentada por Jesus. É urgente perceber o quanto estão carentes de salvação e a insistência com que se põem na busca de Jesus, o Messias Salvador.

Os discípulos devem aprender a se colocar a serviços de todos, inspirados pelo Mestre.

Rezemos:  Senhor, quero aprender a ser livre para anunciar o Evangelho a todos, sem distinção, e fazer chegar a cada pessoa a alegria do Evangelho e os benefícios da Salvação.

Deus abençoe você e sua família.

Pe. João Luiz
Bom dia. Deus abençoe sua vida nesse novo dia que já começa. Que sua quinta-feira seja muito especial e abençoada. Como é bom começar o dia sabendo que somos criaturas amadas por Deus. Então viva esta verdade com amor e gratidão. Deus vai conduzir todos os seus passos e iluminar cada decisão a ser tomada hoje. Confia em Deus. Ele é Pai e nos ama com amor eterno.


Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração; Romanos Cap 12. 12
Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo