13 DE NOVEMBRO - QUARTA-FEIRA - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"extra Ecclesiam nulla salus"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
VATICAN NEWS
Pesquisa rápida
Liturgia Diária


4ª-feira da 32ª Semana do Tempo Comum
13 de Novembro de 2019 - Cor: Verde




Primeira Leitura (Sb 6,1-11)

Leitura do Livro da Sabedoria.
1 Escutai, ó reis, e compreendei. Instruí-vos, governadores dos confins da terra!
2 Prestai atenção, vós que dominais as multidões e vos orgulhais do número dos vossos súditos.
3 Pois o poder vos foi dado pelo Senhor e a soberania pelo Altíssimo. É ele quem examinará as vossas obras e sondará as vossas intenções;
4 apesar de estardes a serviço do seu reino, não julgastes com retidão, nem observastes a Lei, nem procedestes conforme a vontade de Deus.
5 Por isso, ele cairá de repente sobre vós, de modo terrível, porque um julgamento implacável será feito sobre os poderosos.
6 O pequeno pode ser perdoado por misericórdia, mas os poderosos serão examinados com poder.
7 O Senhor de todos não recuará diante de ninguém nem se deixará impressionar pela grandeza, porque o pequeno e o grande foi ele quem os fez, e a sua providência é a mesma para com todos;
8 mas para os poderosos, o julgamento será severo.
9 A vós, pois, governantes, dirigem-se as minhas palavras, para que aprendais a sabedoria e não venhais a tropeçar.
10 Os que observam fielmente as coisas santas serão justificados; e os que as aprenderem vão encontrar sua defesa.
11 Portanto, desejai ardentemente minhas palavras, amai-as e sereis instruídos.
- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.





Responsório (Sl 81)
 
— Levantai-vos, ó Senhor, julgai a terra!
— Levantai-vos, ó Senhor, julgai a terra!
 
— Fazei justiça aos indefesos e aos órfãos, ao pobre e ao humilde absolvei! Libertai o oprimido, o infeliz, da mão dos opressores arrancai-os!
— Levantai-vos, ó Senhor, julgai a terra!
 
— Eu disse: “Ó juízes, vós sois deuses, sois filhos, todos vós, do Deus Altíssimo! E, contudo, como homens morrereis, caireis como qualquer dos poderosos!”
— Levantai-vos, ó Senhor, julgai a terra!





Evangelho (Lc 17,11-19)
 
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.
 
11 Aconteceu que, caminhando para Jerusalém, Jesus passava entre a Samaria e a Galileia.
12 Quando estava para entrar num povoado, dez leprosos vieram a seu encontro. Pararam à distância,
13 e gritaram: “Jesus, Mestre, tem compaixão de nós!”
14 Ao vê-los, Jesus disse: “Ide apresentar-vos aos sacerdotes”. Enquanto caminhavam, aconteceu que ficaram curados.
15 Um deles, ao perceber que estava curado, voltou glorificando a Deus em alta voz;
16 atirou-se aos pés de Jesus, com o rosto por terra, e lhe agradeceu. E este era um samaritano.
17 Então Jesus lhe perguntou: “Não foram dez os curados? E os outros nove, onde estão?
18 Não houve quem voltasse para dar glória a Deus, a não ser este estrangeiro?”
19 E disse-lhe: “Levanta-te e vai! Tua fé te salvou”.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.




Fonte: Youtube RS21
Fonte: Youtube RS21
Fonte: Youtube RS21
Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)
“Lembrai-vos, ó Senhor, julgai a terra!”
Lc 17 11-19

A gravidade da doença (lepra) engrandece o gesto do terapeuta (Jesus) e salienta a falta de gratidão da maioria dos agraciados.

Considerada contagiosa e incurável, a lepra mantinha seus portadores afastados do convívio humano. Os sacerdotes tinham a tarefa de inspecionar a pureza das pessoas e, se fosse o caso, excluí-las.

Os dez leprosos mantem-se à distância e pedem a compaixão de Jesus, que exige deles um ato de fé: sem ainda serem curados, que se apresentem aos sacerdotes; estes comprovarão a veracidade da cura.

No caminho, os dez se veem purificados da doença, mas apenas um retorna “glorificando a Deus”, e o faz em “alta voz”, a fim de que todos participem da sua alegria e se conscientizem do poder de Deus. E este era um samaritano. Os outros nove apenas estavam interessados na própria cura: uma vez conseguida, partiram para suas vidas.

De um lado, estão os que se mostram incapazes de reconhecer a bondade do Pai, mostrada de tantos modos na caminhada da vida, os que se bastam a si mesmo. De outro estão os de coração agradecidos, que sabem reconhecer os mínimos sinais da bondade divina em sua vida, sabem louvar e agradecer a Deus e o próximo que lhe estende a mão e oferece socorro.

Deus não depende de agradecimentos para fazer dos seres humanos destinatários de sua misericórdia. Entretanto, o reconhecimento dos benefícios recebidos, expresso com as palavras devidas, é um sinal da graça agindo no coração humano. É a força salvadora da fé, gerando gratidão.

Rezemos: Senhor, que eu tenha um coração agradecido, e saiba manifestar gratidão pela misericórdia recebida, presente de Deus em minha vida.

Deus abençoe você e sua família.
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe seu novo dia. Deus abençoe sua jornada de Quarta-feira. Que seu dia seja muito especial, repleto de bençãos, ânimo, força, coragem, alegria, paz, serenidade e fortaleça. Alimente-se, já nas primeiras horas do dia somente de coisas boas, pensamentos positivos, desejos de paz e harmonia....comece desejando às pessoas que estão ao seu redor e àquelas que você vai  encontrar durante o dia somente coisas boas...e tenha certeza que tudo isso virá ao seu encontro primeiramente.

Não vos inquieteis com nada! Em todas as circunstâncias, apresentai a Deus as vossas preocupações mediante a oração, as súplicas e ação de graças.” (Filipenses 4, 6)

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm
FEVEREIRO
DOM
SEG
TER
QUA
QUI
SEX
SÁB





1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
181920212223
2425262728

- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo