14 de novembro de 2018 - Liturgia Católica Apostólica Romana

www.liturgiacatolica.com
www.liturgiacatolica.com
Ir para o conteúdo

14 de novembro de 2018

LITURGIA DIÁRIA > 2018 > NOVEMBRO

1a Leitura - Tt 3,1-7

Outrora éramos extraviados,
mas por sua misericórdia ele nos salvou.

Leitura da Carta de São Paulo a Tito 3,1-7

Caríssimo:
1 Admoesta a todos que vivam submissos aos príncipes e às autoridades, que lhes obedeçam e estejam prontos para qualquer boa obra.
2 Não injuriem a ninguém, sejam pacíficos, afáveis e dêem provas de mansidão para com todos os homens.
3 Porque nós outrora éramos insensatos, rebeldes, extraviados, escravos de toda sorte de paixões e prazeres, vivendo na maldade e na inveja, dignos de ódio e odiando uns aos outros.
4 Mas um dia manifestou-se a bondade de Deus, nosso Salvador, e o seu amor pelos homens:
5 Ele salvou-nos não por causa dos atos de justiça que tivéssemos praticado, mas por sua misericórdia; quando renascemos e fomos renovados no batismo pelo Espírito Santo,
6 que ele derramou abundantemente sobre nós por meio de nosso Salvador Jesus Cristo.
7 Justificados, assim, pela sua graça, nos tornamos na esperança herdeiros da vida eterna.
Palavra do Senhor.

Salmo - Sl 22 (23),1-3a. 3b-4. 5. 6 (R. 1)

R. O Senhor é o pastor que me conduz,
não me falta coisa alguma.

1O Senhor é o pastor que me conduz;*
não me falta coisa alguma.
2Pelos prados e campinas verdejantes*
ele me leva a descansar.
Para as águas repousantes me encaminha,*
3ae restaura as minhas forças.
R.

3bEle me guia no caminho mais seguro,*
pela honra do seu nome.
4Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso,*
nenhum mal eu temerei.
Estais comigo com bastão e com cajado,*
eles me dão a segurança!
R.

5Preparais à minha frente uma mesa,*
bem à vista do inimigo;
com óleo vós ungis minha cabeça,*
e o meu cálice transborda.
R.

6Felicidade e todo bem hão de seguir-me,*
por toda a minha vida;
e, na casa do Senhor, habitarei*
pelos tempos infinitos.
R.

Evangelho - Lc 17,11-19

Não houve quem voltasse para dar glória
a Deus, a não ser este estrangeiro.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 17,11-19

11 Aconteceu que, caminhando para Jerusalém, Jesus passava entre a Samaria e a Galiléia.
12 Quando estava para entrar num povoado, dez leprosos vieram ao seu encontro. Pararam à distância,
13 e gritaram:’Jesus, Mestre, tem compaixão de nós!’
14 Ao vê-los, Jesus disse: ‘Ide apresentar-vos aos sacerdotes.’ Enquanto caminhavam, aconteceu que ficaram curados.
15 Um deles, ao perceber que estava curado, voltou glorificando a Deus em alta voz;
16 atirou-se aos pés de Jesus, com o rosto por terra, e lhe agradeceu. E este era um samaritano.
17 Então Jesus lhe perguntou: ‘Não foram dez os curados? E os outro nove, onde estão?
18 Não houve quem voltasse para dar glória a Deus, a não ser este estrangeiro?’
19 E disse-lhe:’Levanta-te e vai! Tua fé te salvou.’
Palavra da Salvação.


REFLEXÃO - PADRE JOÃO LUÍS FÁVERO


Estamos iniciando a Peregrinação , vamos a Jope, celebrar a Eucaristia e certamente rezaremos por todos...
“ O Senhor é o meu Pastor que me conduz , não me falta coisa alguma”
Lc 17, 11-19

A Primeira Leitura faz uma advertência as autoridades: sua responsabilidade é muito grande, pois delas depende a vida do povo. Daí a diferença do julgamento: Todos serão tratados com justiça proporcional, de acordo com a repercussão social dos seus atos.
Os poderosos serão julgados com rigor, porque de suas mínimas decisões e atos dependem a liberdade e a vida de muitas pessoas. “O pequeno pode ser perdoados por misericórdia, mas os poderosos serão examinados com rigor”. É necessário amar e desejar ardentemente o ensinamento do Senhor.
No Evangelho, Jesus fica admirado pelo fato de apenas um voltar para agradecer, glorificando a Deus, e este era um samaritano! Quem se esquece de agradecer, pode dizer que realmente foi curado?
A gravidade da doença (lepra) engrandece o gesto do terapeuta(Jesus) e salienta a desconsideração da maioria dos agraciados. Considerada contagiosa a lepra mantinha seus portadores afastados do convívio humano.
Os dez leprosos mantem-se a distância e pedem compaixão de Jesus, que exige deles um ato de fé: Sem ainda serem curados, Ele pede que se apresentem aos sacerdotes; estes comprovarão a veracidade da cura.
No caminho, os dez são curados, apenas um retorna “glorificando a Deus”, e o faz, “em alta voz”, a fim de que todos participem da sua alegria e se conscientizem do poder de Deus.
Esse era um samaritano, um estrangeiro. Prostra-se, confirmando sua fé em Jesus. E os outros nove? Estes seguem adiante em seu caminho, pensando em si mesmo e nos seus afazeres, não sabem voltar para agradecer. E deixam de ouvir dos lábios de Jesus o coroamento da cura: “Levante-se e vá! Sua fé o salvou.”
Rezemos: Senhor quero ter um coração grande para amar, perdoar e sentir o teu amor em minha vida. Que eu saiba reconhecer essa presença misericordiosa que salva e liberta a todos.

Deus abençoe você é sua família.

Padre João Luiz Fávero
Paróquia Nossa Senhora das Dores
Cambuí - Campinas - SP

REFLEXÃO - FREI RINALDO STECANELLA, OSM


Bom dia. Deus abençoe seu novo dia. Deus abençoe sua jornada de Quarta-feira. Que seu dia seja muito especial, repleto de bençãos, ânimo, força, coragem, alegria, paz, serenidade e fortaleça. Alimente-se, já nas primeiras horas do dia somente de coisas boas, pensamentos positivos, desejos de paz e harmonia....comece desejando às pessoas que estão ao seu redor e àquelas que você vai  encontrar durante o dia somente coisas boas...e tenha certeza que tudo isso virá ao seu encontro primeiramente.


CONSAGRANDO O DIA
Senhor Deus de Bondade, nesta quarta-feira, venho diante de ti para agradecer todo o bem que realizas na minha vida. Muito obrigado pelo ar que respiro, pelo alimento à minha mesa, pelas pessoas que amo. Quero agradecer também pela graça do trabalho. Eu bem sei, Senhor, que trabalhar é colaborar com teu plano de amor e serviço a toda a criação. É também a forma que tenho para garantir o pão de cada dia para mim e minha família. Eu te peço que olhes com carinho para todos os desempregados e desempregadas. Que eles com a tua graça e a nossa colaboração encontrem um trabalho digno e suficiente para suprir suas necessidades. Abençoa os aposentados e aposentadas por todo o trabalho bonito que realizaram. Por intercessão de São José operário, protege a todos os trabalhadores e trabalhadoras. Tudo isso eu te peço por Jesus Cristo, teu filho e nosso irmão, na força e na unidade do Espírito Santo, Amém!


REZANDO COM O SALMO

Sl 110 - Grandiosas são as obras do Senhor!

Eu agradeço a Deus de todo o coração junto com todos os seus justos reunidos! Que grandiosas são as obras do Senhor, elas merecem todo o amor e admiração!

Que beleza e esplendor são os seus feitos! Sua justiça permanece eternamente! O Senhor bom e clemente nos deixou a lembrança de suas grandes maravilhas.

Ele dá o alimento aos que o temem e jamais esquecerá sua Aliança. Ao seu povo manifesta seu poder, dando a ele a herança das nações.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém!

Evangelho do dia: https://www.youtube.com/watch?v=BcHVLRdDA-w
PUBLICIDADE
App Liturgia Católica
Voltar para o conteúdo