5ª-FEIRA DA 1ª SEMANA - TEMPO COMUM - CALENDÁRIO LITÚRGICO 2021 - ANO B - SÃO MARCOS - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > Liturgia do dia
Liturgia de Hoje

5ª-FEIRA DA 1ª SEMANA - TEMPO COMUM




Animai-vos uns aos outros, enquanto ainda se disser' hoje'.

Leitura da Carta aos Hebreus 3, 7-14

Irmãos:
Escutai o que declara o Espírito Santo: 'Hoje, se ouvirdes a sua voz,
não endureçais os vossos corações, como aconteceu na provacação, no dia da tentação, no deserto,
onde vossos pais me tentaram, colocando-me à prova,
embora vissem as minhas obras, durante quarenta anos. Por isso me irritei com essa geração e afirmei: sempre se enganam no coração e desconhecem os meus caminhos.
Assim jurei em minha ira: não entrarão no meu repouso'.
Cuidai, irmãos, que não se ache em algum de vós um coração transviado pela incredulidade, levando-o a afastar-se do Deus vivo.
Antes, animai-vos uns aos outros, dia após dia, enquanto ainda se disser'hoje', para que nenhum de vós se endureça pela sedução do pecado
- pois tornamo-nos companheiros de Cristo, contanto que mantenhamos firme até ao fim a nossa confiança inicial.
Palavra do Senhor.





R. Oxalá ouvísseis hoje a sua voz: Não fecheis os vossos corações.


Vinde adoremos e prostremo-nos por terra, /
e ajoelhemos ante o Deus que nos criou!
Porque ele é o nosso Deus, nosso Pastor, /
e nós somos o seu povo e seu rebanho, /
as ovelhas que conduz com sua mão.
R.


Oxalá ouvísseis hoje a sua voz: /
'Não fecheis os corações como em Meriba,
como em Massa, no deserto, aquele dia, /
em que outrora vossos pais me provocaram, /
apesar de terem visto as minhas obras'.
R.


Quarenta anos desgostou-me aquela raça /
e eu disse: 'Eis um povo transviado,
seu coração não conheceu os meus caminhos!' /
E por isso lhes jurei na minha ira: /
'Não entrarão no meu repouso prometido!'
R.




A lepra desapareceu e o homem ficou curado

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 1, 40-45

Naquele tempo:
Um leproso chegou perto de Jesus, e de joelhos pediu: 'Se queres tens o poder de curar-me'.
Jesus, cheio de compaixão, estendeu a mão, tocou nele, e disse: 'Eu quero: fica curado!'
No mesmo instante a lepra desapareceu e ele ficou curado.
Então Jesus o mandou logo embora,
falando com firmeza: 'Não contes nada disso a ninguém! Vai, mostra-te ao sacerdote e oferece, pela tua purificação, o que Moisés ordenou, como prova para eles!'
Ele foi e começou a contar e a divulgar muito o fato. Por isso Jesus não podia mais entrar publicamente numa cidade: ficava fora, em lugares desertos. E de toda parte vinham procurá-lo.
Palavra da Salvação.





FONTE: YOUTUBE
Reflexão - Pe. João Luís Fávero
“Vinde, exultemos no Senhor”.
Mc 1, 40-45

No Antigo Testamento não se conhecia nenhum tratamento para a lepra, o que se prescrevia era apenas o isolamento social e religioso. Quem tocasse num leproso, era atingido pela impureza legal.

Esse sistema marginaliza os que mais precisavam de ajuda. Isso provoca a ira de Jesus. Por isso, acolhe o leproso, toca nele, sem reservas e nem medo de se contaminar, mas para devolver-lhe a saúde e para reintegrá-lo na sociedade.

Jesus andava por todos os caminhos, e se foi encontrado pelo leproso, é porque circulava nos lugares onde as pessoas excluídas e sem esperança viviam. A súplica do leproso toca o seu coração, e Ele responde: “Eu quero, fique purificado”. A cura é um sinal da missão de Jesus.

Ele quer as pessoas felizes e cheias de vida. Quer a superação da exclusão e da marginalização provocada pela doença. Quer as pessoas purificadas das doenças e do que as faz sofrer.

Jesus não quer ser reconhecido como um curador poderoso e nem provocar a euforia da população. Quer o reconhecimento da ação de Deus que salva a vida e liberta o homem. Por achar a cidade um ambiente hostil à sua presença e obra. Ele ficava em lugares desertos e ali acolhia o povo.

Como Jesus, o discípulo enche-se de compaixão por quem necessita de ajuda: os tristes, os desesperados, os angustiados, os revoltados e tantos outros para quem os horizontes e tornam estreitos demais.

Rezemos: Senhor, dá-me o dom da compaixão; que me torna sensível ao sofrimento dos irmãos e me mova a fazer sempre o bem.

Deus abençoe você e sua família.
Um Abraço,
Pe. João Luiz
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe sua preciosa vida. Que este seja um dia muito especial repleto de bençãos e graças na sua vida. Agradeça a Deus o dom da vida e viva com intensidade cada instante desse dia sabendo que Deus está no comando e vai proteger seus passos com a Luz do Espírito Santo. Uma ótima quinta-feira!

“O Senhor, pois, é aquele que vai adiante de ti; Ele será contigo, não te deixará, nem te desamparará; não temas, nem te espantes.”
Deuteronômio 31,8.

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm
Publicidade
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo