11º Domingo Do Tempo Comum - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Liturgia Diária


1a Leitura - Ex 19,2-6a

Vós sereis para mim um reino desacerdotes e uma nação santa.

Leitura do Livro do Êxodo 19, 2-6a
Naqueles dias, os israelitas,
2 partindo de Rafidim, chegaram ao deserto do Sinai, onde acamparam. Israel armou ali suas tendas, defronte da montanha.
3 Moisés, então, subiu ao encontro de Deus. O Senhor chamou-o do alto da montanha, e disse: 'Assim deverás falar à casa de Jacó e anunciar aos filhos de Israel:
4 Vistes o que fiz aos egípcios, e como vos levei sobre asas de águia e vos trouxe a mim.
5 Portanto, se ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança, sereis para mim a porção escolhida dentre todos os povos, porque minha é toda a terra.
6a E vós sereis para mim um reino de sacerdotes e uma nação santa.
Palavra do Senhor.





Salmo - Sl 99,2.3.5 (R.3c)

R. Nós somos o povo e o rebanho do Senhor.

2 Aclamai o Senhor, ó terra inteira, / servi ao Senhor com alegria, / ide a ele cantando jubilosos!
R.

3 Sabei que o Senhor, só ele, é Deus, / Ele mesmo nos fez, e somos seus, / nós somos seu povo e seu rebanho.
R.

5 Sim, é bom o Senhor e nosso Deus, / sua bondade perdura para sempre, / seu amor é fiel eternamente!
R.





2a Leitura - Rm 5,6-11

Se fomos reconciliados pela morte do Filho, muito mais seremos salvos por sua vida.


Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos 5, 6-11
Irmãos:
6 Quando éramos ainda fracos, Cristo morreu pelos ímpios, no tempo marcado.
7 Dificilmente alguém morrerá por um justo; por uma pessoa muito boa, talvez alguém se anime a morrer.
8 Pois bem, a prova de que Deus nos ama é que Cristo morreu por nós, quando éramos ainda pecadores.
9 Muito mais agora, que já estamos justificados pelo sangue de Cristo, seremos salvos da ira por ele.
10 Quando éramos inimigos de Deus, fomos reconciliados com ele pela morte do seu Filho; quanto mais agora, estando já reconciliados, seremos salvos por sua vida!
11 Ainda mais: Nós nos gloriamos em Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo. É por ele que, já desde o tempo presente, recebemos a reconciliação.
Palavra do Senhor





Evangelho - Mt 9,36-10,8

Jesus chamou seus doze discípulos e os enviou.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 9, 36-10, 8
Naquele tempo:
36 Vendo Jesus as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam cansadas e abatidas, como ovelhas que não têm pastor. Então disse a seus discípulos:
37 'A Messe é grande, mas os trabalhadores são poucos.
38 Pedi pois ao dono da messe que envie trabalhadores para a sua colheita!'
10,1 Jesus chamou os doze discípulos e deu-lhes poder para expulsarem os espíritos maus e para curarem todo tipo de doença e enfermidade.
2 Estes são os nomes dos doze apóstolos: primeiro, Simão chamado Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João;
3 Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o cobrador de impostos; Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu;
4 Simão, o Zelota, e Judas Iscariotes, que foi o traidor de Jesus.
5 Jesus enviou estes Doze, com as seguintes recomendações: 'Não deveis ir aonde moram os pagãos, nem entrar nas cidades dos samaritanos!
6 Ide, antes, às ovelhas perdidas da casa de Israel!
7 Em vosso caminho, anunciai: O Reino dos Céus está próximo'.
8 Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. De graça recebestes, de graça deveis dar!
Palavra da Salvação.




Pesquisa rápida
Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)
“Aclamai o Senhor, ó terra inteira!”
Mt 9, 36-10,8

SERVIR E ANUNCIAR O REINO DE AMOR

Jesus vendo as multidões abandonadas e angustiadas, se enche de compaixão (sofre com elas). Sentir compaixão não é um sentimento racional, mas mexe com todo o nosso ser.

A comparação das ovelhas sem pastor afeta a imagem das lideranças incapazes em suas funções de cuidar do povo. Por isso vai ressaltar a necessidade de chamar mais servidores que estejam dispostos a auxiliar na missão. A obra iniciada por Jesus não pode ser interrompida.

Os apóstolos chamados pelo nome, individualmente, devem acompanhar o Mestre Jesus e aprender a fazer o que Ele estava fazendo: expulsar os demônios e curar as doenças, e saibam dar continuidade à obra libertadora.

Ao longo dos séculos, Jesus continua chamando. E lembramos que existem três alternativas diante do chamado: assumir a missão com entusiasmo, ignorar o chamado, ou - a exemplo de Judas – aceitar a tentação de criar um projeto alternativo.

A Igreja é responsável de continuar anunciando o Evangelho e manifestando o Reino que exige a defesa da dignidade para todas pessoas. A Igreja deve ser sentinela no meio da sociedade alertando a todos e principalmente as autoridades competentes para libertar as pessoas dos males que afligem a vida do povo.

O fiel seguidor de Jesus não pode ficar indiferente a dor dos irmãos e irmãs que encontra ao longo do caminho. É convidado a se compadecer diante da miséria e da doença que provoca tantos males.

Os enviados por Jesus recebem a “autoridade” para fazer o bem, expulsando os espíritos que atormentam as pessoas, deixando-as sufocadas, cheias de medo, inseguras e abandonadas. Conceda aos chamados o teu ardor missionário e o mesmo coração compassivo. Faça do nosso coração semelhante ao Teu, para cuidar do teu povo em suas necessidades.  

Rezemos: Quero ouvir teu apelo, Senhor, ao teu chamado de amor e responder. Na alegria te quero servir, e anunciar o teu reino de amor. E pelo mundo eu vou. Cantando o teu amor. Pois disponível estou para servir-te, Senhor.

Deus abençoe você e sua família.

Pe. João Luiz
FOTO: MONSENHOR JOÃO LUÍS FÁVERO
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe sua vida nessa fascinante jornada de domingo que já chegou. É o DIA DO SENHOR por excelência. Está chegando o merecido descanso, não é mesmo? Repor as energias faz bem!!! Cuidar do Corpo é um ato de amor e respeito para com Deus! Mas também não podemos descuidar da Família e de Deus. A ORAÇÃO em família fortalece os laços de amor e união e também é alimento para a alma. Então que seu domingo seja repleto de alegrias e bençãos.

Senhor, Hoje é Domingo, dia do Senhor por excelência.
Obrigado pelo precioso dom da vida e por poder desfrutar esse dia com a família e em comunidade.
Obrigado pela semana vivida e por esta oportunidade de descansar o corpo, a mente e o espírito.
Derrama, Senhor, as Tuas ricas bençãos neste dia, sobre as nossas vidas, e também de todos os nossos familiares e amigos.
Derrama, Senhor, muita paz e muito amor nos nossos corações e livra-nos de todo o mal e de todas as flechas do inimigo.
Abençoai a todos que podem descansar hoje de suas lutas diárias.
Que possamos ter uma ótima dia de descanso, para amanhã, segunda, quando acordarmos para mais uma semana abençoada, sentir o seu amor e sua presença no meio de nós.
Perdoa as nossas falhas cometidas durante a semana, a nossa falta de caridade e misericórdia e nos dê forças para continuar seguindo em frente com a cabeça sempre erguida.
Abençoe, Senhor, essa nova semana que se inicia, nos dê a chance de recomeçar com muita força, fé, otimismo e alegria de viver...
Agradecemos por tudo, meu Deus.
A Ti toda honra, toda glória e todo poder.
Obrigado pela oportunidade de celebrarmos a santa Ressurreição.
Fica conosco, Senhor, hoje e sempre.
Amém!


Sl 137
Ó Senhor, de coração eu vos dou graças,/ porque ouvistes as palavras dos meus lábios!/ Perante os vossos anjos vou cantar-vos/ e ante o vosso templo vou prostrar-me.


Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm
FOTO: FREI RINALDO STECANELA
FEVEREIRO
D
S
T
Q
Q
S
S






1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo