2ª-feira da 11ª Semana Do Tempo Comum - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Liturgia Diária


1a Leitura - 1Rs 21,1-16

Nabot foi apedrejado e morto.

Leitura do Primeiro Livro dos Reis 21, 1-16
Naquele tempo:
1 Nabot de Jezrael possuía uma vinha em Jezrael, ao lado do palácio de Acab, rei de Samaria.
2 Acab falou a Nabot: 'Cede-me a tua vinha, para que eu a transforme numa horta, pois está perto da minha casa. Em troca eu te darei uma vinha melhor, ou, se preferires, pagarei em dinheiro o seu valor'.
3 Mas Nabot respondeu a Acab: 'O Senhor me livre de te ceder a herança de meus pais'.
4 Acab voltou para casa aborrecido e irritado por causa desta resposta que lhe deu Nabot de Jezrael: 'Não te cederei a herança de meus pais'. Deitou-se na cama, com o rosto voltado para a parede, e não quis comer nada.
5 Sua mulher Jezabel aproximou-se dele e disse-lhe: 'Por que estás triste e não queres comer?'
6 Ele respondeu: 'Porque eu conversei com Nabot de Jezrael e lhe fiz a proposta de me ceder a sua vinha pelo seu preço em dinheiro, ou, se preferisse, eu lhe daria em troca outra vinha. Mas ele respondeu que não me cede a vinha'.
7 Então sua mulher Jezabel disse-lhe: 'Bela figura de rei de Israel estás fazendo! Levanta-te, toma alimento e fica de bom humor, pois eu te darei a vinha de Nabot de Jezrael'.
8 Ela escrefeu então cartas em nome de Acab, selou-as com o selo real, e enviou-as aos anciãos e nobres da cidade de Nabot.
9 Nas cartas estava escrito o seguinte: 'Proclamai um jejum e fazei Nabot sentar-se entre os primeiros do povo,
10 e subornai dois homens perversos contra ele, que dêem este testemunho: 'Tu amaldiçoaste a Deus e ao rei!` Levai-o depois para fora e apedrejai-o até que morra'.
11 Os homens da cidade, anciãos e nobres concidadãos de Nabot, fizeram conforme a ordem recebida de Jezabel, como estava escrito nas cartas que lhes tinha enviado.
12 Proclamaram um jejum e fizeram Nabot sentar-se entre os primeiros do povo.
13 Chegaram os dois homens perversos, sentaram-se diante dele e testemunharam contra Nabot diante de toda a assembléia, dizendo: 'Nabot amaldiçoou a Deus e ao rei'. Em virtude disto, levaram-no para fora da cidade e mataram-no a pedradas.
14 Depois mandaram a notícia a Jezabel: 'Nabot foi apedrejado e morto'.
15 Ao saber que Nabot tinha sido apedrejado e estava morto, Jezabel disse a Acab: 'Levanta-te e toma posse da vinha que Nabot de Jezrael não te quis ceder por seu preço em dinheiro; pois Nabot já não vive; está morto'.
16 Quando Acab soube que Nabot estava morto, levantou-se para descer até a vinha de Nabot de Jezrael e dela tomar posse.
Palavra do Senhor.





Salmo - Sl 5, 2-3. 5-6. 7 (R. 2b)

R.Atendei o meu gemido, ó Senhor!

2 Escutai, ó Senhor Deus, minhas palavras, / atendei o meu gemido! 3 Ficai atento ao clamor da minha prece, / ó meu Rei e meu Senhor!
R.

5 Não sois um Deus a quem agrade a iniqüidade, / não pode o mau morar convosco; 6 nem os ímpios poderão permanecer / perante os vossos olhos.
R.

7 Detestais o que pratica a iniqüidade / e destruís o mentiroso. / Ó Senhor, abominais o sanguinário, / o perverso e enganador.
R.





Evangelho - Mt 5,38-42

Eu vos digo: não enfrenteis quem é malvado!

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 5, 38-42
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
38 Ouvistes o que foi dito: 'Olho por olho e dente por dente!'
39 Eu, porém, vos digo: Não enfrenteis quem é malvado! Pelo contrário, se alguém te dá um tapa na face direita, oferece-lhe também a esquerda!
40 Se alguém quiser abrir um processo para tomar a tua túnica, dá-lhe também o manto!
41 Se alguém te forçar a andar um quilômetro, caminha dois com ele!
42 Dá a quem te pedir e não vires as costas a quem te pede emprestado.
Palavra da Salvação.





Pesquisa rápida
Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)
“Atendei o meu gemido, ó Senhor!”
Mt 5, 38-42

Mahatma Gandhi dizia que a máxima do “olho por olho e dente por dente”, nos deixaria todos cegos e desdentados.

A Lei do Talião, olho por olho e dente por dente, era a maneira de pensar da sabedoria antiga. Era uma maneira de tentar conter a violência. Era uma lei de vingança, presente no Antigo Testamento que predomina até hoje nas relações pessoais, sociais e políticas, onde o Evangelho ainda não penetrou suficientemente. Jesus quer interromper o ciclo da violência.

Mas os cristãos seguem uma lógica diferente: é chamado a quebrar a espiral do ódio, respondendo ao mal com o bem. o direito à vingança (lei antiga), cedeu lugar à lei da misericórdia.

Para não responder com a mesma moeda, o discípulo de Jesus Cristo deve se dispor a fazer gestos radicais de tolerância e compreensão. A superação da violência acontece pela capacidade de fazer o bem.

Uma das bem-aventuranças reforça nosso anseio de criar um mundo melhor, onde as relações humanas estejam assentadas sobre o amor e o respeito: “Felizes os mansos, porque herdarão a terra! ”.

Jesus pede para colocar um ponto final no ciclo do ódio e da violência. Não podemos fazer apenas o mínimo, mas o máximo. Só o bem pode superar o mal. Quando respondemos ao mal com o mal, nos igualamos ao inimigo. É preciso acreditar no dinamismo do amor. O perdão traz paz e possibilita entrar numa nova dinâmica da vida. À Lei do Talião, Jesus responde com a Lei do Amor.

Rezemos: Senhor, me ajude a renunciar a vingança. Quero acreditar na força do bem que supera o mal, no dinamismo do amor, na superação da violência.  

Deus abençoe você e sua família.

Pe. Joao Luiz
FOTO: MONSENHOR JOÃO LUÍS FÁVERO
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe você nesta nova semana que já começou. Que este dia seja muito especial. Que a projeção da semana possa vir repleta de bençãos e grandes conquistas. Você merece. Deus está com você em cada passo que você der nesse dia e nessa semana. Entrega suas preocupações ao Senhor e Ele o auxiliará.

"Tudo é possível àquele que crê."
Marcos 9,23

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm

FOTO: FREI RINALDO STECANELA
FEVEREIRO
D
S
T
Q
Q
S
S






1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo