17/02/20 - SEGUNDA-FEIRA - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Pesquisa rápida
Liturgia Diária



 

6ª SEMANA - TEMPO COMUM

COR: VERDE





 

1a Leitura - Tg 1,1-11


A comprovação da fé produz em vós a perseverança, para que vos torneis perfeitos e íntegros.

 

Início da Carta de São Tiago 1, 1-11

1 Tiago, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, às doze tribos que vivem na dispersão: saudações. 

2 Meus irmãos, quando deveis passar por diversas provações, considerai isso motivo de grande alegria, 

3 por saberdes que a comprovação da fé produz em vós a perseverança. 

4 Mas é preciso que a perseverança gere uma obra de perfeição, para que vos torneis perfeitos e íntegros, sem falta ou deficiência alguma. 

5 Se a alguém de vós falta sabedoria, peça-a a Deus, que a concede generosamente a todos, sem impor condições; e ela lhe será dada. 

6 Mas peça com fé, sem duvidar, porque aquele que duvida é semelhante a uma onda do mar, impelida e agitada pelo vento. 

7 Não pense tal pessoa que receberá alguma coisa do Senhor: 8o homem de duas almas é inconstante em todos os seus caminhos. 

9 O irmão humilde pode ufanar-se de sua exaltação, 

10 mas o rico deve gloriar-se de sua humilhação. Pois há de passar como a flor da erva. 

11 Com efeito, basta que surja o sol com o seu calor, logo seca a erva, cai a sua flor, e desaparece a beleza do seu aspecto. Assim também acabará por murchar o rico no meio de seus negócios.

Palavra do Senhor.




 

Salmo - Sl 118, 67. 68. 71. 72. 75. 76 (R. 77a)


R. Venha a mim o vosso amor e viverei.


67 Antes de ser por vós provado, eu me perdera; / mas agora sigo firme em vossa lei!

R.

 

68 Porque sois bom e realizais somente o bem, / ensinai-me a fazer vossa vontade!

R.

 

71 Para mim foi muito bom ser humilhado, / porque assim eu aprendi vossa vontade!

R.

 

72 A lei de vossa boca, para mim, / vale mais do que milhões em ouro e prata.

R.

 

75 Sei que os vossos julgamentos são corretos, / e com justiça me provastes, ó Senhor!

R.

 

76 Vosso amor seja um consolo para mim, / conforme a vosso servo prometestes.

R.





 

Evangelho - Mc 8,11-13


Por que esta gente pede um sinal?

 

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 8, 11-13

Naquele tempo: 

11 Os fariseus vieram e começaram a discutir com Jesus. E, para pô-lo à prova, pediam-lhe um sinal do céu. 

12 Mas Jesus deu um suspiro profundo e disse: 'Por que esta gente pede um sinal? Em verdade vos digo, a esta gente não será dado nenhum sinal. '

13 E, deixando-os, Jesus entrou de novo na barca e se dirigiu para a outra margem.

Palavra da Salvação.





 

OS SETE SANTOS FUNDADORES DOS SERVITAS - SANTORAL





 

1a Leitura - Rm 8,26-30


Sabemos que tudo contribuipara o bem daqueles que amam a Deus.

 

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos 8, 26-30

Irmãos: 

26 Também, o Espírito vem em socorro da nossa fraqueza. Pois nós não sabemos o que pedir, nem como pedir; é o próprio Espírito que intercede em nosso favor, com gemido inefáveis. 

27 E aquele que penetra o íntimo dos corações sabe qual é a intenção do Espírito. Pois é sempre segundo Deus que o Espírito intercede em favor dos santos. 

28 Sabemos que tudo contribui para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados para a salvação, de acordo com o projeto de Deus. 

29 Pois aqueles que Deus contemplou com seu amor desde sempre, a esses ele predestinou a serem conformes à imagem de seu Filho, para que este seja o primogênito numa multidão de irmãos. 

30 E aqueles que Deus predestinou, também os chamou. E aos que chamou, também os tornou justos; e aos que tornou justos, também os glorificou.

Palavra do Senhor.





 

Salmo - Sl 33(34),2-3.4-5.6-7.8-9.10-11 (R. 2a ou 9a)


R.Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo!

R. Ou: Provai e vede quão suave é o Senhor!


2 Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, / seu louvor estará sempre em minha boca.  3 Minha alma se gloria no Senhor; / que ouçam os humildes e se alegrem!

R.

 

4 Comigo engrandecei ao Senhor Deus, / exaltemos todos juntos o seu nome!  5 Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu, / e de todos os temores me livrou.

R.

 

6 Contemplai a sua face e alegrai-vos, / e vosso rosto não se cubra de vergonha!  7 Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, / e o Senhor o libertou de toda angústia.

R.

 

8 O anjo do Senhor vem acampar / ao redor dos que o temem, e os salva.  9 Provai e vede quão suave é o Senhor! / Feliz o homem que tem nele o seu refúgio!

R.

 

10 Respeitai o Senhor Deus, seus santos todos, / porque nada faltará aos que o temem.  11 Os ricos empobrecem, passam fome, / mas aos que buscam o Senhor não falta nada.

R.





 

Evangelho - Mt 19,27-29


Vós, que me seguistes, recebereis cem vezes mais.

 

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 19, 27-29

Naquele tempo: 

27 Pedro tomou a palavra e disse a Jesus: 'Vê! Nós deixamos tudo e te seguimos. O que haveremos de receber?'

28 Jesus respondeu: 'Em verdade vos digo, quando o mundo for renovado e o Filho do Homem se sentar no trono de sua glória, também vós, que me seguistes, havereis de sentar-vos em doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel. 

29 E todo aquele que tiver deixado casas, irmãos, irmós, pai, mãe, filhos, campos, por causa do meu nome, receberá cem vezes mais e terá como herança a vida eterna.

Palavra do Senhor.





 
Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)
“Vem a mim o vosso amor e viverei!”
Mc 8, 11-13

Os fariseus não dão trégua a Jesus. Parecem não ter outra ocupação, a não ser arrumar armadilhas para ver o fracasso de Jesus. Eles não estão à procura da verdade, apenas querem justificar-se e justificar a s suas teorias. Eles, de forma consciente, se fecham à verdade.

Desta vez, levantam dúvidas sobre a pessoa e as obras de Jesus. Jesus nunca se omite; fala abertamente em público; não economiza ensinamentos; reparte o pão para a multidão faminta; faz prodígios que despertam o entusiasmo e a admiração de grande número de pessoas.

E chegam os fariseus com suas objeções deslocadas, inconvenientes, desnecessárias: pedem a Jesus uma comprovação de sua autoridade; pedem-lhe um sinal do céu. O coração endurecido é incapaz de assimilar as lições apresentadas por Jesus.  

Cegos, eles não admitem que Jesus é o Messias, é o maior sinal do céu. Diante de tamanha dureza de coração e arrogância, a Jesus resta apenas suspirar “profundamente em seu espírito” e partir para a outra margem, inútil bater em ferro frio.

Jesus nos visita muitas vezes através dos acontecimentos. E nossa vida está cheio de sinais do amor e da ternura de nosso Deus. Tanto na sofrida história humana e na história da Igreja é possível perceber os sinais dos tempos e os sinais de Deus. Vamos aprender a acolher o Senhor em nossa vida.

Rezemos: Senhor, ensina-me a acolher os sinais manifestados na autoridade de sua palavra e de suas ações. Quero acolher Jesus em minha vida.

Deus abençoe você e sua família.

Pe. João Luiz
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe sua preciosa vida nesta segunda, 17 de Fevereiro, que está começando. Tenho plena certeza que será uma semana muito especial, sabe por que? Porque você é especial! E Deus convoca você para fazer a diferença hoje! Como? Fazendo o bem e dando o melhor de si em tudo aquilo que você se propor a fazer. Deus vai se orgulhar muito de você e vai retribuir todo esforço que nascer do seu coração em fazer o bem!
Creia nisso. Boa segunda, boa semana e sempre avante...

Hoje quero compartilhar de uma alegria: nossa família religiosa, a Ordem dos Servos de Maria, da qual faço parte está celebrando a festa dos seus "fundadores". Abaixo vou deixar um pequeno vídeo contando a história deles. Foram em 7, símbolo da perfeição!  Eles são chamados na história de "Ministros da Unidade e da Paz"...que sejamos nós, promotores e construtores da paz!

O Senhor te abençoe e te guarde. O Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti. O Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz. (Números 6, 24-26)


Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo