6ª-feira da 24ª Semana Do Tempo Comum - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Liturgia Diária


1a Leitura - 1Cor 15,12-20


Se Cristo não ressuscitou é vã a vossa fé.


Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 15, 12-20
Irmãos:
12 Ora, se se prega que Cristo ressuscitou dos mortos, como podem alguns dizer entre vós que não há ressurreição dos mortos?
13 Se não há ressurreição dos mortos, então Cristo não ressuscitou.
14 E se Cristo não ressuscitou, a nossa pregação é vã e a vossa fé é vã também.
15 Nesse caso, nós seríamos testemunhas mentirosas de Deus, porque teríamos atestado - contra Deus - que ele ressuscitou Cristo, quando, de fato, ele não o teria ressuscitado - se é verdade que os mortos não ressuscitam.
16 Pois, se os mortos não ressuscitam, então Cristo também não ressuscitou.
17 E se Cristo não ressuscitou, a vossa fé não tem nenhum valor e ainda estais nos vossos pecados.
18 Então, também os que morreram em Cristo pereceram.
19 Se é para esta vida que pusemos a nossa esperança em Cristo, nós somos - de todos os homens - os mais dignos de compaixão.
20 Mas, na realidade, Cristo ressuscitou dos mortos como primícias dos que morreram.
Palavra do Senhor.





Salmo - Sl 16 (17),1. 6-7. 8b.15 (R. 15b)


R. Ao despertar, me saciará vossa presença, ó Senhor.


1 Ó Senhor, ouvi a minha justa causa, /
escutai-me e atendei o meu clamor! /
Inclinai o vosso ouvido à minha prece, /
pois não existe falsidade nos meus lábios!
R.


6 Eu vos chamo, ó meu Deus, porque me ouvis, /
inclinai o vosso ouvido e escutai-me!
7 Mostrai-me vosso amor maravilhoso, /
vós que salvais e libertais do inimigo /
quem procura a proteção junto de vós.
R.


8b Protegei-me qual dos olhos a pupila /
e guardai-me, à proteção de vossas asas,
15 Mas eu verei, justificado, a vossa face /
e ao despertar me saciará vossa presença.
R.





Evangelho - Lc 8,1-3


Andavam com êle várias mulheres que ajudavam a Jesus
e aos discípulos com os bens que possuíam.


+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 8, 1-3
Naquele tempo:
1 Jesus andava por cidades e povoados, pregando e anunciando a Boa Nova do Reino de Deus. Os doze iam com ele;
2 e também algumas mulheres que haviam sido curadas de maus espíritos e doenças: Maria, chamada Madalena, da qual tinham saído sete demônios;
3 Joana, mulher de Cuza, alto funcionário de Herodes; Susana, e várias outras mulheres que ajudavam a Jesus e aos discípulos com os bens que possuíam.
Palavra da Salvação.



Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)
“Ao despertar, me saciará vossa presença, ó Senhor!”
Lc 8, 1-3

A cena do Evangelho de hoje nos mostra, como era organizada a vida pública de Jesus e seus discípulos. Jesus não era um pregador solitário. Além dos doze e os discípulos que o acompanhavam, também algumas mulheres fazem parte do anúncio apostólico da mensagem cristã.

A tradição evangélica conservou o nome de algumas delas: Joana e Suzana, na sua atuação em momentos importantes; também, Maria Madalena. No Calvário foram as últimas a deixar a cruz, e foram as primeiras na manhã da Ressurreição.

Serviço e gratuidade marcam a atuação do grupo feminino que caminha com Jesus. Eram guiadas pelo agradecimento dos favores recebidos. Todos gostamos de pedir, mas não podemos esquecer de agradecer.

A Igreja primitiva à semelhança de Jesus, abriu espaço para a ação das mulheres nas comunidades. A mulher não tem papel passivo no mistério da Salvação, e hoje é chamada a novos encargos apostólicos, como evidenciou o Concilio Vaticano II. Uma presença atuante e criativa que se perpetua até os dias de hoje.

O Papa Francisco diz que “ainda é preciso ampliar os espaços para uma presença feminina mais incisiva na Igreja” (EG 103). As mulheres amavam Jesus e eram amadas por Ele.

A ótica feminina ajuda a entender melhor Jesus e sua missão. As mulheres têm uma presença marcante nos ministérios não ordenados. É um direito adquirido na manhã da ressurreição: elas foram as primeiras testemunhas.

Rezemos: Senhor, disponha-me para construir um mundo querido pelo Criador, onde haja igualdade entre os seres humanos, filhos e filhas de Deus. Que eu saiba reconhecer a dignidade de cada um.

Deus abençoe você e sua família.
Um Abraço,
Pe. João Luiz
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe sua vida, sua casa, sua família, seu trabalho...seus afazeres ... nessa nova jornada de Sexta-feira que começa.  Vamos superar  as dificuldades, as tribulações, as tempestades...Vamos levantar a cabeça e seguir firmes em nossos propósitos para o dia de hoje. Uma coisa é certa: com Deus somos mais que vencedores! Ele nos pega pela mão e nos conduz por terras firmes. Conte com Ele e o invoque para caminhar com você.


Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus.
Filipenses 4, 6-7

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm
FEVEREIRO
D
S
T
Q
Q
S
S






1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo