18 DE OUTUBRO - SEXTA-FEIRA - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
VATICAN NEWS
Pesquisa rápida
Liturgia Diária


São Lucas, Evangelista. Festa
18 de Outubro de 2019
Cor: Vermelho




1ª Leitura - 2Tm 4,10-17b
 
Só Lucas está comigo.

Leitura da Segunda Carta de São Paulo a Timóteo 4,10-17b
Caríssimo:
10 Demas me abandonou por amor deste mundo, e foi para Tessalônica. Crescente foi para a Galácia, Tito para a Dalmácia.
11 Só Lucas está comigo. Toma contigo Marcos e traze-o, porque me é útil para o ministério.
12 Mandei Tíquico a Éfeso.
13 Quando vieres, traze contigo a capaque deixei em Trôade, em casa de Carpo,e os livros, principalmente os pergaminhos.
14 Alexandre, o ferreiro, tem-me causado muito dano; o Senhor lhe pagará segundo as suas obras!
15 Evita-o também tu, pois ele fez forte oposição às nossas palavras.
16 Na minha primeira defesa, ninguém me assistiu; todos me abandonaram. Oxalá que não lhes seja levado em conta.
17 Mas o Senhor esteve a meu lado e me deu forças, ele fez com que a mensagem fosse anunciada por mim integralmente, e ouvida por todas as nações.
Palavra do Senhor.

Salmo - Sl 144(145),10-11,12-13ab,17-18 (R. 12a)
 
R. Ó Senhor, vossos amigos anunciem vosso Reino glorioso!

10 Que vossas obras, ó Senhor, vos glorifiquem, *
e os vossos santos com louvores vos bendigam!
11 Narrem a glória e o esplendor do vosso reino *
e saibam proclamar vosso poder!
R.
 
12 Para espalhar vossos prodígios entre os homens *
e o fulgor de vosso reino esplendoroso.
13a O vosso reino é um reino para sempre, *
13b vosso poder, de geração em geração.
R.

17 É justo o Senhor em seus caminhos, *
é santo em toda obra que ele faz.
18 Ele está perto da pessoa que o invoca, *
de todo aquele que o invoca lealmente.
R.

Evangelho - Lc 10,1-9
 
A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 10,1-9
Naquele tempo:
1 O Senhor escolheu outros setenta e dois discípulos e os enviou dois a dois, na sua frente, a toda cidade e lugar aonde ele próprio devia ir.
2 E dizia-lhes: "A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos. Por isso, pedi ao dono da messe que mande trabalhadores para a colheita.
3 Eis que vos envio como cordeiros para o meio de lobos.
4 Não leveis bolsa, nem sacola, nem sandálias, e não cumprimenteis ninguém pelo caminho!
5 Em qualquer casa em que entrardes, dizei primeiro: `A paz esteja nesta casa!'
6 Se ali morar um amigo da paz, a vossa paz repousará sobre ele; se não, ela voltará para vós.
7 Permanecei naquela mesma casa, comei e bebei do que tiverem, porque o trabalhador merece o seu salário. Não passeis de casa em casa.
8 Quando entrardes numa cidade e fordes bem recebidos, comei do que vos servirem,
9 curai os doentes que nela houver e dizei ao povo: `O Reino de Deus está próximo de vós'".
Palavra da Salvação.

Fonte: Youtube RS21
Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)

PARABÉNS MONSENHOR JOÃO LUÍS FÁVERO!

Hoje não publicaremos a homilia de Monsenhor João Luís Fávero, em razão de seu aniverário natalício.

Registramos o nosso respeito e admiração, e desejamos ao nosso Sacerdote todas as bênçãos reservadas aos santos.

Convidamos aos usuários do site, que façam uma oração por ele, por sua vida e vocação sacerdotal.

Monsenhor João Luiz Fávero

Pároco da Paróquia Nossa Senhora das Dores (Campinas)

Monsenhor João Luiz Fávero nasceu no dia 18 de outubro de 1961, em Pedreira, SP, filho de João Fávero e Maria Elza Biotto Fávero.Fez o Curso primário no Grupo Escolar Coronel João Pedro de Godoy Moreira, em Pedreira, o ginasial no Colégio Estadual Humberto Piva, em Pedreira, e o colegial na Escola Técnica de Comércio de Pedreira; Filosofia e Teologia na PUC- Campinas.Recebeu a ordenação diaconal junto com seu irmão, Padre José Eugênio Fávero, no dia 11 de setembro de 1987, na Matriz Sant’Ana, em Pedreira.Foi ordenado Presbítero, também junto com seu irmão, no dia 07 de dezembro de 1987, no Ginásio de Esportes Santa Sofia, em Pedreira, pelas mãos de Dom Gilberto Pereira Lopes.Foi Pároco da Paróquia Nossa Senhora do Rosário, em Hortolândia, de 1988 a 1990; Pároco da Paróquia São Sebastião, em Valinhos, de 1990 a 2008; Vigário Episcopal da Região Sul, de 06 de dezembro de 1993 a 1996; Vigário Forâneo da Forania Santa Cruz, de 04 de março de 1997 a 1999; Vigário Episcopal da Região Norte-Sul, de 30 de novembro de 1999 a 2002; foi reeleito em 26 de novembro de 2002.No dia 09 de março de 2004 foi nomeado por Dom Gilberto Pereira Lopes como Coordenador de Pastoral da Arquidiocese de Campinas e mantido por Dom Bruno Gamberini através de nomeação datada de 1º de agosto de 2004.Em 02 de janeiro de 2008 foi nomeado Pároco da Paróquia Santa Cruz, em Campinas.Dom Bruno nomeou Padre João Luiz como Cônego Catedrático do Cabido Metropolitano de Campinas no dia 09 de agosto de 2009 e Vigário Geral da Arquidiocese de Campinas no dia 1º de setembro de 2010.Foi nomeado Pároco da Paróquia Nossa Senhora das Dores, em Campinas, no dia 05 de janeiro de 2011, e membro do Colégio de Consultores no dia 18 de maio de 2011.Com o falecimento de Dom Bruno Gamberini, foi eleito Administrador Diocesano da Arquidiocese de Campinas, no dia 1º de setembro de 2011, cargo que ocupou até a posse de Dom Airton José dos Santos, em 15 de abril de 2012.Em 15 de abril de 2012, Dom Airton assinou decreto nomeando-o Vigário Geral da Arquidiocese de Campinas.
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe sua vida. Um novo dia começa. Deus quer que esta Sexta-feira seja muito especial na sua vida, dentro da sua casa, para seus amigos e familiares e em todos os seus afazeres. Hoje recordamos o Evangelista São Lucas que além do Evangelho escreveu também os "Atos dos Apóstolos". A Tradição diz que ele foi médico. Portanto é também o dia do médico. Parabéns a todos eles. Eu sou muito grato à classe médica. Já tive o privilégio de entrevistar um um pouco mais de 2850 médicos nos meus programas de TV, sem contar no Rádio, etc. Deus seja louvado pela vida deles. Hoje, também, vou rezar a Missa da Saúde na Rede Século 21 às 19h30, ao vivo e será transmitida pela TV. Um motivo a mais para você rezar comigo e colocar suas intenções. Deus abençoe sua sexta-feira. Viva são Lucas. Reze pelos médicos também!

Ou não sabeis que o nosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.

1 Coríntios 6,19-20
ORAÇÃO


SÃO LUCAS, EVANGELISTA, MÉDICO, PADROEIRO DOS ARTISTAS


O “doutor dos Gentios”

São Paulo, na Carta aos Colossenses, define Lucas, - autor do terceiro Evangelho e dos Atos dos Apóstolos, - como “médico amado” (Cl 4,14). Segundo o historiador Eusébio, Lucas nasceu em Antioquia da Síria e era um Gentio: de fato, sempre na Carta aos Colossenses, Paulo fala de seus companheiros e nomeia por primeiro “aqueles que vieram da Circuncisão, isto é, os Judeus, sem incluir Lucas (Cl 4,10-11). Além do mais, em seu Evangelho, Lucas demonstra particular sensibilidade em relação à evangelização dos Gentios. Foi ele quem narrou a parábola do Bom Samaritano; citou o elogio que Jesus fez pela fé da viúva de Sarepta; de Naamã, o Sírio; do Samaritano leproso, o único que voltou para expressar seu agradecimento a Jesus por ter sido curado.




Ao lado de Paulo

Nada sabemos sobre as circunstâncias em que Lucas se converteu, mas, pelos Atos dos Apóstolos, podemos deduzir quando Lucas se juntou a Paulo. Até ao capítulo décimo sexto, os Atos foram narrados em terceira pessoa. De repente, logo após a visão de Paulo - um macedônio lhe pede para ir ajudá-los na Macedônia (Atos 16,9), - passou-se à primeira pessoa do plural: “E, logo depois desta visão, procuramos partir para a Macedônia, concluindo que o Senhor nos chamava para lhes anunciar o Evangelho” (Atos 16,10). Logo, Lucas acompanhou Paulo, no ano 51, a Samotrácia, Neápolis, Filipos. Depois, há uma nova passagem para a terceira pessoa, que nos leva a pensar que Lucas não tinha sido preso com Paulo, pelo contrário, que havia permanecido em Filipos, após a partida do amigo.

Sete anos depois, Paulo voltou àquela região e Lucas, - que no capítulo 20 retoma a narração em primeira pessoa do plural, e foi com ele a Mileto, Tiro, Cesareia e Jerusalém. Quando Paulo foi preso em Roma, no ano 61, Lucas ficou ao seu lado, como referem as Cartas de Paulo a Filemon e Timóteo: depois que todos o haviam abandonado, na fase final da sua reclusão, Paulo escreveu a Timóteo: “Somente Lucas está comigo” (2 Timóteo 4,11).
O Evangelista da Misericórdia

É possível perceber a característica mais original do Evangelho de Lucas, graças aos seis milagres e às dezoito parábolas, que não encontramos nos outros Evangelhos. Ele dedica atenção particular aos pobres e às vítimas das injustiças, aos pecadores arrependidos, acolhidos pelo perdão e a misericórdia de Deus: ele narra a parábola do pobre Lázaro e o rico Epulão; fala do Filho Pródigo e do pai misericordioso, que o acolhe de braços abertos; descreve a ação da pecadora perdoada, que lava os pés de Jesus com as suas lágrimas e os enxuga com seus cabelos; cita as palavras de Maria, no Magnificat, quando ela proclama que Deus “derruba do trono os poderosos e eleva os humildes; aos famintos enche de bens e despede os ricos de mãos vazias!” (Lc 1,52-53).


Junto a Maria

A relação particular que Lucas tem com Maria é outra característica do seu Evangelho. Por meio dele e - podemos imaginar - por meio da narração que Maria lhe fez pessoalmente, conhecemos as palavras da Anunciação, da Visita a Isabel e do Magnificat; por seu intermédio, sabemos os particulares da Apresentação de Jesus ao Templo e a angústia de seus pais, Maria e José, por não poder encontrar seu filho de doze anos no Templo. Provavelmente, graças a esta sua sensibilidade narrativa e descritiva, que nasce a tradição de ser o primeiro iconógrafo, sabemos que Lucas era pintor.

As notícias concernentes à sua morte são incertas: algumas fontes falam do seu martírio; outras dizem que viveu até à idade avançada. A tradição mais antiga diz que morreu na Beócia, com 84 anos, depois de ter-se estabelecido na Grécia, onde escreveu seu Evangelho.

Fonte: Vatican News







FEVEREIRO
DOM
SEG
TER
QUA
QUI
SEX
SÁB





1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
181920212223
2425262728

- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo