Sábado da 24ª Semana Do Tempo Comum - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Liturgia Diária


1a Leitura - 1Cor 15,35-37.42-49


Semeia-se em corrupção e ressuscita-se em incorrupção.


Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 15, 35-37. 42-49
Irmãos:
35 Alguém perguntará? Como ressuscitam os mortos?
36 Insensato! O que semeias, não nasce sem antes morrer.
37 E, quando semeias, não semeias o corpo da planta, que há de nascer, mas o simples grão, como o de trigo, ou de alguma outra planta.
42 Pois assim será também a ressurreição dos mortos. Semeia-se em corrupção e ressuscita-se em incorrupção.
43 Semeia-se em ignomínia, e ressuscita-se em glória. Semeia-se em fraqueza, e ressuscita-se em vigor.
44 Semeia-se um corpo animal, e ressuscita-se um corpo espiritual. Se há um corpo animal, há também um espiritual.
45 Por isso está escrito: o primeiro homem, Adão, 'foi um ser vivo'. O segundo Adão é um espírito vivificante.
46 Veio primeiro não o homem espiritual, mas o homem natural; depois é que veio o homem espiritual.
47 O primeiro homem, tirado da terra, é terrestre; o segundo homem vem do céu.
48 Como foi o homem terrestre, assim também são as pessoas terrestres; e como é o homem celeste, assim também vão ser as pessoas celestes.
49 E como já refletimos a imagem do homem terrestre, assim também refletiremos a imagem do homem celeste.
Palavra do Senhor.





Salmo - Sl 55 (56),10. 11-12. 13-14 (R. Cf. 14c)


R. Na presença do Senhor, andarei na luz da vida.


10 Meus inimigos haverão de recuar /
em qualquer dia em que eu vos invocar; /
tenho certeza: o Senhor está comigo!
R.

11 Confio em Deus e louvarei sua promessa;
12 é no Senhor que eu confio e nada temo: /
que poderia contra mim um ser mortal?
R.

13 Devo cumprir, ó Deus, os votos que vos fiz, /
e vos oferto um sacrifício de louvor,
14 porque da morte arrancastes minha vida /
e não deixastes os meus pés escorregarem, /
para que eu ande na presença do senhor, /
na presença do Senhor na luz da vida.
R.





Evangelho - Lc 8,4-15


E o que caiu em terra boa são aqueles que,
conservam a Palavra, e dão fruto na perseverança.


+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 8, 4-15
Naquele tempo:
4 Reuniu-se uma grande multidão, e de todas as cidades iam ter com Jesus. Então ele contou esta parábola:
5 'O semeador saiu para semear a sua semente. Enquanto semeava, uma parte caiu à beira do caminho; foi pisada e os pássaros do céu a comeram.
6 Outra parte caiu sobre pedras; brotou e secou, porque não havia umidade.
7 Outra parte caiu no meio de espinhos; os espinhos cresceram juntos, e a sufocaram.
8 Outra parte caiu em terra boa; brotou e deu fruto, cem por um. ' Dizendo isso, Jesus exclamou: 'Quem tem ouvidos para ouvir, ouça. '
9 Os discípulos lhe perguntaram o significado dessa parábola.
10 Jesus respondeu: 'A vós foi dado conhecer os mistérios do Reino de Deus. Mas aos outros, só por meio de parábolas, para que olhando não vejam, e ouvindo não compreendam.
11 A parábola quer dizer o seguinte: A semente é a Palavra de Deus.
12 Os que estão à beira do caminho são aqueles que ouviram, mas, depois, vem o diabo e tira a Palavra do coração deles, para que não acreditem e não se salvem.
13 Os que estão sobre a pedra são aqueles que, ouvindo, acolhem a Palavra com alegria. Mas eles não têm raiz: por um momento acreditam; mas na hora da tentação voltam atrás.
14 Aquilo que caiu entre os espinhos são os que ouvem, mas, com o passar do tempo, são sufocados pelas preocupações, pela riqueza e pelos prazeres da vida, e não chegam a amadurecer.
15 E o que caiu em terra boa são aqueles que, ouvindo com um coração bom e generoso, conservam a Palavra, e dão fruto na perseverança.
Palavra da Salvação.





O JANUÁRIO, BISPO E MÁRTIR - SANTORAL





​​​​​​​1a Leitura - Hb 10,32-36

Suportastes longas e dolorosas lutas.


Leitura da Carta aos Hebreus 10, 32-36
Irmãos:
32 Lembrai-vos dos primeiros dias, quando, apenas iluminados, suportastes longas e dolorosas lutas.
33 Às vezes, éreis apresentados como espetáculo, debaixo de injúrias e tribulações; outras vezes, vos tornáveis solidários dos que assim eram tratados.
34 Com efeito, participastes dos sofrimentos dos prisioneiros e aceitastes com alegria o confisco dos vossos bens, na certeza de possuir uma riqueza melhor e mais durável.
35 Não abandoneis, pois, a vossa coragem, que merece grande recompensa.
36 De fato, precisais de perseverança para cumprir a vontade de Deus e alcançar o que ele prometeu.
Palavra do Senhor.





Salmo - Sl 125(126),1-2ab.2cd-3.4-5.6 (R.5)


R. Os que lançam as sementes entre lágrimas, ceifarão com alegria.


1 Quando o Senhor reconduziu nossos cativos, /
parecíamos sonhar;
2a encheu-se de sorriso nossa boca, /
2b nossos lábios, de canções.
R.


2c Entre os gentios se dizia: 'Maravilhas
2d fez com eles o Senhor!'
3 Sim, maravilhas fez conosco o Senhor, /
exultemos de alegria!
R.


4 Mudai a nossa sorte, ó Senhor, /
como torrentes no deserto.
5 Os que lançam as sementes entre lágrimas, /
ceifarão com alegria.
R.


6 Chorando de tristeza sairão, /
espalhando suas sementes; /
cantando de alegria voltarão, /
carregando os seus feixes!
R.





Evangelho - Jo 12,24-26


Se alguém me serve, meu Pai o honrará.


+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João 12, 24-26
Naquele tempo, disse Jesus a seus discipulos:
24 Em verdade, em verdade vos digo: Se o grão de trigo que cai na terra não morre, ele continua só um grão de trigo; mas se morre, então produz muito fruto.
25 Quem se apega à sua vida, perde-a; mas quem faz pouca conta de sua vida neste mundo conservá-la-á para a vida eterna.
26 Se alguém me quer servir, siga-me, e onde eu estou estará também o meu servo. Se alguém me serve, meu Pai o honrará'.
Palavra da Salvação.




Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)
“Na presença do Senhor andarei na luz da vida”.
Lc 8, 4-15

A Palavra semeada no coração do discípulo só frutificará se houver perseverança, caso contrário vai se perder. O discípulo deve ter total abertura e estar disposto a se deixar orientar pelo Senhor. Os frutos não podem esperar.

Jesus narra e explica a parábola do semeador. A semente é sempre a mesma; os terrenos são diferentes; cada um dá fruto segundo suas condições. Dois terços são terrenos defeituosos ou inférteis. O resultado é minguado e insatisfatório. O terreno bom, sim, produz abundantes frutos.

Jesus é o semeador. Ele sai pelos campos espalhando as sementes do Evangelho, procurando terrenos-corações disponíveis onde as sementes crescem e dão frutos.

Todos recebem a Palavra de Deus, as sementes, mas nem todos conseguem segurá-la. Umas os pássaros comem, outras secam, outras são sufocadas e outras dão furtos, cem por um. Esses terrenos estão dentro de nós, em nosso coração.

Depende de cada um o cuidado com o coração, assim, a semente pode encontrar terra fértil e frutificar. Cabe a cada um, examinar a consciência e descobrir os obstáculos que a Palavra encontra em nós: São as preocupações materiais? A intolerância, falta de interesse, ou comodismo, pelas coisas de Deus e da vida da Igreja?

Deus continua a semear generosamente sua Palavra no terreno do mundo e no interior do nosso coração. Um terreno sem consistência (infértil) faz a semente se perder.

Rezemos: Senhor, quero ser uma terra boa para acolher a Palavra de Deus e produzir bons frutos. Quero ter um coração aberto e generoso.

Deus abençoe você e sua família.
Um Abraço,
Pe. João Luiz
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe sua preciosa vida. Que este seja um dia muito especial repleto de bençãos e graças na sua vida. Agradeça a Deus o dom da vida e viva com intensidade cada instante desse dia sabendo que Deus está no comando e vai proteger seus passos com a Luz do Espírito Santo. um ótimo sábado para você e sua família!

“O Senhor, pois, é aquele que vai adiante de ti; Ele será contigo, não te deixará, nem te desamparará; não temas, nem te espantes.” Deuteronômio 31,8.

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm


Hoje recordamos, também, uma grande festa Mariana...Nossa Senhora da Salete.

Nossa Senhora de La Salette é a invocação dada à Virgem Maria nas suas aparições na montanha de La Salette, departamento de Isère, na região dos Alpes franceses. Nossa Senhora apareceu a 19 de setembro de 1846 a duas crianças: Maximino Giraud com 11 anos e Mélanie Calvat com 15 anos. O chamado à conversão está no coração da mensagem de La Salette. Tudo se dirige para esse fim: as lágrimas e o crucifixo, a luz e as rosas, as atitudes da Bela Senhora, seu caminhar desde o declive até o cume, mas sobretudo o discurso da Virgem. "Regressai a Deus com todo o vosso coração", Ele é a única fonte de vida. A ansiosa espera da criação deseja vivamente a revelação dos filhos de Deus... na esperança de ser libertada da corrupção para participar da gloriosa liberdade dos filhos de Deus (Rm 8,19).
FEVEREIRO
D
S
T
Q
Q
S
S






1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo