19 DE JULHO - SEXTA-FEIRA - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"extra Ecclesiam nulla salus"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
VATICAN NEWS
Pesquisa rápida
Liturgia Diária

6ª-FEIRA DA 15ª SEMANA
TEMPO COMUM


1a Leitura
Ex 11,10-12,14


Imolareis o cordeiro ao cair da tarde; e ao ver o sangue, passarei adiante.

Leitura do Livro do Êxodo 11, 10-12, 14

Naqueles dias:
10 Moisés e Aarão realizaram muitos prodígios diante do Faraó; mas o Senhor endureceu o coração do Faraó, e ele não deixou que os filhos de Israel saíssem da sua terra.
12, 1 O Senhor disse a Moisés e a Aarão no Egito:
2 'Este mês será para vós o começo dos meses; será o primeiro mês do ano.
3 Falai a toda a comunidade dos filhos de Israel, dizendo: 'No décimo dia deste mês, cada um tome um cordeiro por família, um cordeiro por casa.
4 Se a família não for bastante numerosa para comer um cordeiro, convidará também o vizinho mais próximo, de acordo com o número de pessoas. Deveis calcular o número de comensais, conforme o tamanho do cordeiro.
5 O cordeiro será sem defeito, macho, de um ano. Podereis escolher tanto um cordeiro, como um cabrito:
6 e devereis guardá-lo preso até ao dia catorze deste mês. Então toda a comunidade de Israel reunida o imolará ao cair da tarde.
7 Tomareis um pouco do seu sangue e untareis os marcos e a travessa da porta, nas casas em que o comerdes.
8 Comereis a carne nessa mesma noite, assada ao fogo, com pães ázimos e ervas amargas.
9 Não comereis dele nada cru, ou cozido em água, mas assado ao fogo, inteiro, com cabeça, pernas e vísceras.
10 Não deixareis nada para o dia seguinte: o que sobrar, devereis queimá-lo ao fogo.
11 Assim devereis comê-lo: com os rins cingidos, sandálias nos pés e cajado na mão. E comereis às pressas, pois é a Páscoa, isto é, a Passagem do Senhor!
12 E naquela noite passarei pela terra do Egito e ferirei na terra do Egito todos os primogênitos, desde os homens até os animais; e infligirei castigos contra todos os deuses do Egito, eu, o Senhor.
13 O sangue servirá de sinal nas casas onde estiverdes. Ao ver o sangue, passarei adiante, e não vos atingirá a praga exterminadora, quando eu ferir a terra do Egito.
14 Este dia será para vós uma festa memorável em honra do Senhor, que haveis de celebrar por todas as gerações, como instituição perpétua.
Palavra do Senhor.



Salmo
Sl 115,12-13.15-16bc.17-18 (R. 13)

R. Elevo o cálice da minha salvação, invocando o nome santo do Senhor.

R. Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia.

12 Que poderei retribuir ao Senhor Deus /
por tudo aquilo que ele fez em meu favor?
13 Elevo o cálice da minha salvação, /
invocando o nome santo do Senhor.
R.


15 É sentida por demais pelo Senhor /
a morte de seus santos, seus amigos.
16b Eis que sou o vosso servo, ó Senhor
16 mas me quebrastes os grilhões da escravidão!
R.


17 Por isso oferto um sacrifício de louvor, /
invocando o nome santo do Senhor.
18 Vou cumprir minhas promessas ao Senhor /
na presença de seu povo reunido.
R.



Evangelho
Mt 12,1-8

O Filho do Homem é senhor do sábado.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 12, 1-8

1 Naquele tempo, Jesus passou no meio de uma plantação num dia de sábado. Seus discípulos tinham fome e começaram a apanhar espigas para comer.
2 Vendo isso, os fariseus disseram-lhe: 'Olha, os teus discípulos estão fazendo, o que não é permitido fazer em dia de sábado!'
3 Jesus respondeu-lhes: 'Nunca lestes o que fez Davi, quando ele e seus companheiros sentiram fome?
4 Como entrou na casa de Deus e todos comeram os pães da oferenda que nem a ele nem aos seus companheiros era permitido comer, mas unicamente aos sacerdotes?
5 Ou nunca lestes na Lei, que em dia de sábado, no Templo, os sacerdotes violam o sábado sem contrair culpa alguma?
6 Ora, eu vos digo: aqui está quem é maior do que o Templo.
7 Se tivésseis compreendido o que significa: 'Quero a misericórdia e não o sacrifício', não teríeis condenado os inocentes.
8 De fato, o Filho do Homem é senhor do sábado. '
Palavra da Salvação.





Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)
“Elevo o cálice da minha salvação, invocando o nome santo do Senhor.”
Mt 12, 1-8

No Evangelho de hoje, os discípulos de Jesus, arrancam espigas de trigo para comer, o que não era roubo, segundo as leis daquele tempo, porque era para matar a fome.

O único problema é que era sábado, e era considerado trabalho. A lei judaica proibia fazer colheita no sábado. Era um sinal de aliança com Deus, dia de total repouso (Cf Ex, 34,21 e Dt 23, 25). A ação dos discípulos não era trabalho, mas os fariseus colocaram tudo no mesmo plano e censuravam Jesus, pois o descanso sabático tinha se tornado uma obsessão.

Jesus não questiona a instituição religiosa do sábado, mas a escala de valores que torna absoluto o que era relativo e esqueciam o que ra mais importante. Jesus argumenta que que certas urgências têm preferencias sobre a Lei.

Jesus propõe uma reflexão ética: quem vale mais uma lei ou uma pessoa? Ele coloca a pessoa e suas necessidades concretas acima da Lei. A fome não espera ninguém. Se se tem comida e famintos, nada mais justo do que alimentá-los, mesmo sendo sábado. Jesus mostra que é maior do que sábado.

Além disso, Jesus vai lembrar também, que os fariseus precisam aprender o que significa: “Quero misericórdia e não sacrifício”.   O que Deus espera de cada pessoa não é mera observância da lei, mas a solidariedade, o socorro necessário e imediato. O salvamento de uma vida.

Rezemos: Senhor, livra-me da tentação do legalismo, que me afasta da misericórdia e impede de ver o mundo e as pessoas com o olhar do Pai.

Deus abençoe você e sua família.
ORAÇÃO
Ó grande Papa São Símaco, vós que conseguiste promover a paz em vossos dias, fazei com que eu seja um agente promotor da paz! Vede as aflições, angústias e dores que trespassam minha alma, e vede como se faz por tão pouco, a guerra em nossos dias. Fazei, ó grande santo, que possamos sempre promover a paz e receber as graças que por vossa intercessão pedirmos a Deus Pai!

Amém!
SANTO DO DIA







FEVEREIRO
DOM
SEG
TER
QUA
QUI
SEX
SÁB





1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
181920212223
2425262728

- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo