2019 - ABRIL - 8 - SEGUNDA-FEIRA - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

- SOMENTE EVANGELHO, SEM POLÍTICA -
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
PROPÓSITO QUARESMAL
SEGUNDA-FEIRA, 8 DE ABRIL DE 2019
"Cumprirei uma obra de misecirórcia corporal"
VATICAN NEWS - ESPAÑOL
NOTICIÁRIO DO VATICANO
Liturgia Diária
2ª-feira da 5ª Semana da Quaresma
8 de Abril de 2019
Cor: Roxo



Antífona de entrada

Tende piedade de mim, Senhor, pois me atormentam; todos os dias me oprimem os agressores (Sl 55,2).

Oração do Dia

Ó Deus, que pela vossa graça inefável nos enriqueceis de todos os bens, concedei-nos passar da antiga à nova vida, preparando-nos assim para o reino da glória. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.


Primeira Leitura (Dn 13,41c-62)

Leitura da Profecia de Daniel.

Naqueles dias,
41c a assembleia condenou Susana à morte.
42 Susana, porém, chorando, disse em voz alta: “Ó Deus eterno, que conheces as coisas escondidas e sabes tudo de antemão, antes que aconteça!
43 Tu sabes que é falso o testemunho que levantaram contra mim! Estou condenada a morrer, quando nada fiz do que estes maldosamente inventaram a meu respeito!
44 O Senhor escutou sua voz.
45 Enquanto a levavam para a execução, Deus suscitou o santo espírito de um adolescente, de nome Daniel.
46 E ele clamou em alta voz: “Sou inocente do sangue desta mulher!”
47 Todo o povo então voltou-se para ele e perguntou: “Que palavra é esta, que acabas de dizer?”
48 De pé, no meio deles, Daniel respondeu: “Sois tão insensatos, filhos de Israel? Sem julgamento e sem conhecimento da causa verdadeira, condenais uma filha de Israel?
49 Voltai a repetir o julgamento, pois é falso o testemunho que levantaram contra ela!”
50 Todo o povo voltou apressadamente, e outros anciãos disseram ao jovem: “Senta-te no meio de nós e dá-nos o teu parecer, pois Deus te deu a honra da velhice”.
51 Falou então Daniel: “Mantende os dois separados, longe um do outro, e eu os julgarei”.
52 Tendo sido separados, Daniel chamou um deles e lhe disse: “Velho encarquilhado no mal! Agora aparecem os pecados que estavas habituado a praticar.
53 Fazias julgamentos injustos, condenando inocentes e absolvendo culpados, quando o Senhor ordena: ‘Não farás morrer o inocente e o justo!’
54 Pois bem, se é que viste, dize-me à sombra de que árvore os viste abraçados?” Ele respondeu: “À sombra de uma aroeira”.
55 Daniel replicou: “Mentiste com perfeição, contra a tua própria cabeça. Por isso o anjo de Deus, tendo recebido já a sentença divina, vai rachar-te pelo meio!”
56 Mandando sair este, ordenou que trouxessem o outro: “Raça de Canaã, e não de Judá, a beleza fascinou-te e a paixão perverteu o teu coração.
57 Era assim que procedíeis com as filhas de Israel, e elas por medo sujeitavam-se a vós. Mas uma filha de Judá não se submeteu a essa iniquidade.
58 Agora, pois, dize-me debaixo de que árvore os surpreendeste juntos?” Ele respondeu: “Debaixo de uma azinheira”.
59 Daniel retrucou: “Também tu mentiste com perfeição, contra tua própria cabeça. Por isso o anjo de Deus já está à espera, com a espada na mão, para cortar-te ao meio e para te exterminar!”
60 Toda a assistência pôs-se a gritar com força, bendizendo a Deus, que salva os que nele esperam.
61 E voltaram-se contra os dois velhos, pois Daniel os tinha convencido, por suas próprias palavras, de que eram falsas testemunhas. E, agindo segundo a lei de Moisés, fizeram com eles aquilo que haviam tramado perversamente contra o próximo.
62 E assim os mataram, enquanto, naquele dia, era salva uma vida inocente.
- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.



Responsório (Sl 22)

— Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso, nenhum mal eu temerei, estais comigo.
— Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso, nenhum mal eu temerei, estais comigo.

— O Senhor é o pastor que me conduz; não me falta coisa alguma. Pelos prados e campinas verdejantes ele me leva a descansar. Para as águas repousantes me encaminha, e restaura as minhas forças.

— Ele me guia no caminho mais seguro, pela honra do seu nome. Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso, nenhum mal eu temerei. Estais comigo com bastão e com cajado, eles me dão a segurança!

— Preparais à minha frente uma mesa, bem à vista do inimigo; com óleo vós ungis minha cabeça, e o meu cálice transborda.

— Felicidade e todo bem hão de seguir-me, por toda a minha vida; e, na casa do Senhor, habitarei pelos tempos infinitos.


Evangelho - João 8,12-20

Eu sou a luz do mundo.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 8,12-20

Naquele tempo:
12 Disse Jesus aos fariseus: 'Eu sou a luz do mundo. Quem me segue, não andará nas trevas, mas terá a luz da vida.'
13 Então os fariseus disseram: 'O teu testemunho não vale, porque estás dando testemunho de ti mesmo.'
14 Jesus respondeu: 'Ainda que eu dê testemunho de mim mesmo, o meu testemunho é válido, porque sei de onde venho e para onde vou. Mas vós não sabeis donde venho, nem para onde vou.
15 Vós julgais segundo a carne, eu não julgo ninguém,
16 e se eu julgo, o meu julgamento é verdadeiro, porque não estou só, mas comigo está o Pai, que me enviou.
17 Na vossa Lei está escrito que o testemunho de duas pessoas é verdadeiro.
18 Ora, eu dou testemunho de mim mesmo e também o Pai, que me enviou, dá testemunho de mim.'
19 Perguntaram então: 'Onde está o teu Pai?' Jesus respondeu: 'Vós não conheceis nem a mim, nem o meu Pai. Se me conhecêsseis, conheceríeis também o meu Pai.'
20 Jesus disse estas coisas, enquanto estava ensinando no Templo, perto da sala do tesouro. E ninguém o prendeu, porque a hora dele ainda não havia chegado.
Palavra da Salvação.


Oração Sobre as Oferendas

Concedei-nos, ó Deus, que, ao celebrarmos os santos mistérios, apresentemos como fruto da penitência corporal a alegria e a pureza do espírito. Por Cristo, nosso Senhor.


Antífona de Comunhão

Mulher, ninguém te condenou? – Ninguém, Senhor. – Nem eu te condeno. Vai, não peques mais! (Jo 8,10s)


Depois da Comunhão

Revigorados, ó Deus, pelos benefícios deste sacramento, nós vos pedimos que ele nos purifique sempre dos vícios, pra que, seguindo a Cristo, corramos ao vosso encontro. Por Cristo, nosso Senhor.



Eu sou a luz do mundo

REFLEXÃO - MARIA NAZARÉ LINS BARBOSA


34º dia

“Ó Senhor, não fiqueis longe de mim! Ó minha força, correi em meu socorro” (Sl 21,20)!

Aproxima-se a hora da Verdade, apro- xima-se a hora da Cruz. O Senhor não fez “propaganda enganosa”: “Quem quiser ser meu discípulo, renuncie a si mesmo, tome a sua Cruz e me siga” (Mt 16, 24).

Ao entrar na Semana Santa, quero Senhor, abraçar com elegância a minha Cruz cotidiana. Já sei: não é preciso que eu assuma todas as dores do mundo, mas devo tomar com devoção a minha Cruz: esta que levarás comigo, esta a qual eu me resisto, esta que me exige brio - minhas limitações, minhas circunstâncias, um dia a dia às vezes insípido.

Pessoas chatas com quem convivo, frustrações, amor sem brilho. Como Senhor tomar a minha Cruz sem vitimismo? Como ressuscitar contigo? Não é fácil, mas acessível. Aprender a amar, este é o sentido. Hoje me proponho a fazer este exercício: viver ao longo do dia detalhes de serviço, renunciando a mim mesmo, como Cristo.

Oração: Senhor, dai-nos a graça de descobrir, à luz da fé, o amor infinito com que nos amais, e oferecer esse amor aos demais. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.




REFLEXÃO - PADRE JOÃO LUÍS FÁVERO - CAMPINAS


“Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso, nenhum mal eu temerei, estais comigo”
Jo 8, 12-20

Jesus se apresenta como a “luz do mundo”. A luz é símbolo da vida. No prólogo do Evangelho de João, luz e vida se identificam e se aplicam a pessoa de Jesus: “No princípio existia a Palavra... nela havia a vida e a vida era a luz dos seres humanos” Jo 1, 1.4).

A luz se impõe por si mesma, não precisa ser demonstrada, mas a pessoa pode fechar os olhos à luz, e não enxergar. Foi o que aconteceu com os dirigentes incrédulos, diante dos quais Jesus afirmou sua origem: Ele vem do Pai.

Deveriam acreditar em Jesus, pois o Pai dá testemunho em favor Dele, e o “testemunho de duas pessoas é válido”. Eles, porém, se recusaram a ver e reconhecer a luz que é Jesus.

A luz é um dos símbolos mais significativos da vida cristã e da liturgia. Contrapõe-se às trevas, que simbolizam o pecado e o mal. Essas duas realidades estão presentes também dentro de nós: luz e trevas.

Pela oração, pela graça e pelos sacramentos podemos tornar-nos cada vez mais Luz. Não se trata apenas de ser luz para nós, pois Jesus vem lembrar: “somos luz do mundo”. Uma luz que deve ser colocada no alto, para iluminar a vida das pessoas, através do amor e da justiça.  

O texto de hoje, nos ensina também a não julgar. E isto por dois motivos: nós conhecemos muito bem nossas limitações e pouco conhecemos dos outros. Deixemos o julgamento para Deus, e ele faz isso com o olhar de misericórdia.  

Rezemos: Senhor, quero ser iluminado e viver o ensinamento de Jesus. Quero iluminar o caminho por onde eu passo.

Deus abençoe você e sua família.

REFLEXÃO - FREI RINALDO STECANELLA, OSM


Bom dia. Deus abençoe você nesta nova semana que já começou. Que este dia seja muito especial. Que a projeção da semana possa vir repleta de bençãos e grandes conquistas. Você merece. Agradeça o dom da vida, peça forças para enfrentar com fé e coragem mais uma semana e siga adiante sempre! Deus está contigo!  Uma ótima segunda para você.

Conosco está o Senhor do universo! *
O nosso refúgio é o Deus de Jacó!
O Senhor para nós é refúgio e vigor, *
sempre pronto, mostrou-se um socorro em todas as horas

(Salmo 45)

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Com carinho e bençãos

Frei Rinaldo, osm









ORAÇÃO
Deus de amor e bondade, que escolheste Santa Júlia para a obra de auxílio ao mais abandonados, ajudai-nos a seguir o exemplo deixado e a viver sempre em caridade fraterna com os mais esquecidos. Dai-nos também paciência nas enfermidades e a esperança viva na recuperação da saúde. Por Cristo nosso Senhor. Amém.
SANTA JÚLIA DE BILLIART







FEVEREIRO
DOM
SEG
TER
QUA
QUI
SEX
SÁB





1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
181920212223
2425262728

PUBLICIDADE
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo