2019 - JANEIRO - 8 - Liturgia Católica Apostólica Romana

Ir para o conteúdo

2019 - JANEIRO - 8

MISSAL ROMANO > LITURGIA DO DIA
NOTICIÁRIO DO VATICANO
Liturgia Diária
3ª-FEIRA DEPOIS DA EPIFANIA – NATAL

1a Leitura - 1Jo 4,7-10
Deus é amor

Leitura da Primeira Carta de São João 4,7-10

Caríssimos:
7 Amemo-nos uns aos outros, porque o amor vem de Deus e todo aquele que ama nasceu de Deus e conhece Deus.
8 Quem não ama, não chegou a conhecer a Deus, pois Deus é amor.
9 Foi assim que o amor de Deus se manifestou entre nós: Deus enviou o seu Filho único ao mundo, para que tenhamos vida por meio dele.
10 Nisto consiste o amor: não fomos nós que amamos a Deus, mas foi ele que nos amou e enviou o seu Filho como vítima de reparação pelos nossos pecados.
Palavra do Senhor.


Salmo - Sl 71 (72), 1-2. 3-4ab. 7-8 (R. Cf. 11)
R. Os reis de toda a terra, hão de adorar-vos, ó Senhor!

1Dai ao Rei vossos poderes, Senhor Deus, *
vossa justiça ao descendente da realeza!
2Com justiça ele governe o vosso povo, *
com eqüidade ele julgue os vossos pobres.
R.

3Das montanhas venha a paz a todo o povo, *
e desça das colinas a justiça!
4aEste Rei defenderá os que são pobres, *
4bos filhos dos humildes salvará, *
R.

7Nos seus dias a justiça florirá *
e grande paz, até que a lua perca o brilho!
8De mar a mar estenderá o seu domínio, *
e desde o rio até os confins de toda a terra!
R.


Evangelho - Mc 6,34-44
Multiplicando os pães, Jesus se manifesta como profeta.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos, 6,34-44

Naquele tempo:
34 Jesus viu uma numerosa multidão e teve compaixão, porque eram como ovelhas sem pastor. Começou, pois, a ensinar-lhes muitas coisas.
35 Quando estava ficando tarde, os discípulos chegaram perto de Jesus e disseram:’Este lugar é deserto e já é tarde.
36 Despede o povo, para que possa ir aos campos e povoados vizinhos comprar alguma coisa para comer.’
37 Mas, Jesus respondeu: ‘Dai-lhes vós mesmos de comer.’ Os discípulos perguntaram: ‘Queres que gastemos duzentos denários para comprar pão e dar-lhes de comer?’
38 Jesus perguntou: ‘Quantos pães tendes? Ide ver.’ Eles foram e responderam: ‘Cinco pães e dois peixes.’
39 Então Jesus mandou que todos se sentassem na grama verde, formando grupos.
40 E todos se sentaram, formando grupos de cem e de cinqüenta pessoas.
41 Depois Jesus pegou os cinco pães e os dois peixes, ergueu os olhos para o céu, pronunciou a bênção, partiu os pães e ia dando aos discípulos, para que os distribuíssem. Dividiu entre todos também os dois peixes.
42 Todos comeram, ficaram satisfeitos,
43 e recolheram doze cestos cheios de pedaços de pão e também dos peixes.
44 O número dos que comeram os pães era de cinco mil homens.
Palavra da Salvação.



REFLEXÃO - PADRE JOÃO LUÍS FÁVERO - CAMPINAS


“Os reis de toda a terra hão de adorar-vos, ó Senhor!”
Mc 6, 34-44

Muito procuram Jesus com a fome de ouvir a palavra e permanecem com Ele, o lugar é deserto. Cheio de compaixão porque parecem ovelhas sem pastor, ensina-lhes muitas coisas, cuida, se preocupa.
Surge a preocupação de como alimentar a multidão. E Jesus convoca os discípulos que participem dessa solução. A partir dos evangelhos podemos construir três teorias:
A primeira é fatalista: simplesmente não há pão, não há solução.
A segunda tentativa pertence aos economistas. Calculam quanto dinheiro seria necessário e também acham que a solução é impossível. Apenas há pão para uns poucos insaciáveis.
Por fim surge a solução da solidariedade. A partir das pequenas coisas a solução é possível. Organiza cuidadosamente o povo, usando o que eles têm (cinco pães e dois peixes, cuja soma simboliza a totalidade). Sacia a fome de todos. Os dons de Deus são abundantes se forem repartidos. Satisfazem a todos e ainda sobra muita coisa para continuar saciando quem precisa.
Não sabemos fazer milagres, mas podemos aprender com Jesus a partilhar. A nós cabe colaborar para que a ninguém falte o pão material e o pão espiritual.

Rezemos: que eu saiba aprender do ensinamento de Jesus. Nosso dever é fazer o possível, a partir do pouco que temos, sendo solidário e aprendendo a partilhar.

Deus abençoe você e sua família.

REFLEXÃO - FREI RINALDO STECANELLA, OSM


Bom dia. Deus abençoe sua preciosa vida nesta terça-feira, 08 de Janeiro. Que seu dia seja pleno de bençãos, graças e boas notícias! Procure ser agradecido a Deus pela vida e por ter mais um dia, mais uma oportunidade de dar o o seu melhor!
Que seu dia seja alegre, sereno e leve!

Salmo, 32

1.Exultai no Senhor, ó justos, pois aos retos convém o louvor.*
2.Celebrai o Senhor com a cítara, entoai-lhe hinos na harpa de dez cordas.
3.Cantai-lhe um cântico novo, acompanhado de instrumentos de música,
4.porque a palavra do Senhor é reta, em todas as suas obras resplandece a fidelidade:
5.ele ama a justiça e o direito, da bondade do Senhor está cheia a terra.
6.Pela palavra do Senhor foram feitos os céus, e pelo sopro de sua boca todo o seu exército.
7.Ele junta as águas do mar como num cantil, e em reservatórios encerra as ondas.
8.Tema ao Senhor toda a terra; reverenciem-no todos os habitantes do globo.
9.Porque ele disse e tudo foi feito, ele ordenou e tudo existiu. 10.O Senhor desfaz os planos das nações pagãs, reduz a nada os projetos dos povos.
11.Só os desígnios do Senhor permanecem eternamente e os pensamentos de seu coração por todas as gerações.
12.Feliz a nação que tem o Senhor por seu Deus, e o povo que ele escolheu para sua herança.
13.O Senhor olha do céu, vê todos os filhos dos homens. 14.Do alto de sua morada observa todos os habitantes da terra;
15.ele, que formou o coração de cada um, está atento a cada uma de suas ações.
16.Não vence o rei pelo numeroso exército, nem se livra o guerreiro pela grande força.
17.O cavalo não é penhor de vitória, nem salva pela sua resistência. 18.Eis os olhos do Senhor pousados sobre os que o temem, sobre os que esperam na sua bondade,
19.a fim de livrar-lhes a alma da morte e nutri-los no tempo da fome.
20.Nossa alma espera no Senhor, porque ele é nosso amparo e nosso escudo.
21.Nele, pois, se alegra o nosso coração, em seu santo nome confiamos.
22.Seja-nos manifestada, Senhor, a vossa misericórdia, como a esperamos de vós."

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre! Amém!

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm
PUBLICIDADE
Voltar para o conteúdo