2019 - MARÇO - 03 - Liturgia Católica Apostólica Romana

www.liturgiacatolica.com
Ir para o conteúdo

2019 - MARÇO - 03

MISSAL ROMANO > LITURGIA DO DIA
ÂNGELUS - PORTUGUÊS
VATICAN NEWS - ESPAÑOL







8º DOMINGO – TEMPO COMUM

Não elogies a ninguém, antes de ouvi-lo falar.

Leitura do Livro do Eclesiástico 27,5-8 (gr.4-7)

5Quando a gente sacode a peneira,
ficam nela só os refugos;
assim os defeitos de um homem aparecem no seu falar.
6Como o forno prova os vasos do oleiro,
assim o homem é provado em sua conversa,
7O fruto revela como foi cultivada a árvore;
assim, a palavra mostra o coração do homem.
8Não elogies a ninguém, antes de ouvi-lo falar:
pois é no falar que o homem se revela.
Palavra do Senhor.


R.Como é bom agradecermos ao Senhor.
2Como é bom agradecermos ao Senhor*
e cantar salmos de louvor ao Deus Altíssimo!
3Anunciar pela manhã vossa bondade,*
e o vosso amor fiel, a noite inteira.
R.

13O justo crescerá como a palmeira,*
florirá igual ao cedro que há no Líbano;
14na casa do Senhor estão plantados,*
nos átrios de meu Deus florescerão.
R.

15Mesmo no tempo da velhice darão frutos,*
cheios de seiva e de folhas verdejantes;
16e dirão:’É justo mesmo o Senhor Deus:*
meu Rochedo, não existe nele o mal!’
R.

A vitória foi-nos dada por Jesus Cristo.

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 15,54-58

Irmãos:
54Quando este ser corruptível
estiver vestido de incorruptibilidade
e este ser mortal estiver vestido de imortalidade,
então estará cumprida a palavra da Escritura:
‘A morte foi tragada pela vitória.
55Ó morte, onde está a tua vitória?
Onde está o teu aguilhão?’
56O aguilhão da morte é o pecado,
e a força do pecado é a Lei.
57Graças sejam dadas a Deus
que nos dá a vitória pelo Senhor nosso, Jesus Cristo.
58Portanto, meus amados irmãos,
sede firmes e inabaláveis,
empenhando-vos cada vez mais na obra do Senhor,
certos de que vossas fadigas não são em vão, no Senhor.
Palavra do Senhor.


A boca fala do que o coração está cheio.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 6,39-45

Naquele tempo:
39Jesus contou uma parábola aos discípulos:
‘Pode um cego guiar outro cego?
Não cairão os dois num buraco?
40Um discípulo não é maior do que o mestre;
todo discípulo bem formado será como o mestre.
41Por que vês tu o cisco no olho do teu irmão,
e não percebes a trave que há no teu próprio olho?
42Como podes dizer a teu irmão:
irmão, deixa-me tirar o cisco do teu olho,
quando tu não vês a trave no teu próprio olho?
Hipócrita! Tira primeiro a trave do teu olho,
e então poderás enxergar bem
para tirar o cisco do olho do teu irmão.
43Não existe árvore boa que dê frutos ruins,
nem árvore ruim que dê frutos bons.
44Toda árvore é reconhecida pelos seus frutos.
Não se colhem figos de espinheiros,
nem uvas de plantas espinhosas.
45O homem bom tira coisas boas
do bom tesouro do seu coração.
Mas o homem mau tira coisas más do seu mau tesouro,
pois sua boca fala do que o coração está cheio.
Palavra da Salvação.




REFLEXÃO - PADRE JOÃO LUÍS FÁVERO - CAMPINAS


“Como é bom agradecermos ao Senhor!”
Lc 6, 39-45

O Evangelho de hoje mostra claramente o cuidado que devemos ter no julgamento das pessoas. “Um cego não pode guiar outro cego”. Não dá para guiar os outros, enquanto não consegue guiar a si mesmo.

Antes de “pretender tirar o cisco do olho do outro”, é preciso tirar a “trave que está no seu”, para enxergar melhor.

Muitos ao longo da história, quiseram mudar o mundo. A intenção é boa, mas quase sempre é falha no seu ponto de partida. Precisamos começar por nós mesmos. Os santos foram modelos: eram exigentes consigo mesmos e misericordiosos com os outros.

Aquele que pretende julgar os outros, coloca-se como modelo e juiz, consideram-se perfeitos. A autossuficiência impede de perceber e receber os ensinamentos e se deixar questionar pela Palavra que Jesus apresenta, se tornam impermeáveis e de coração endurecido.

A parábola do cisco e da trave é uma exortação aos discípulos no sentido de cultivarem o senso da autocritica, junto a capacidade de criticar. É uma atitude sábia, aprender a olhar para si mesmo, antes de nos tornarmos juízes dos irmãos, pois existe grande possibilidade de equívoco.

O ponto frisado por Jesus é a contradição entre alguém denunciar as pequenas falhas alheias, quando tem defeitos maiores, sem que se esforce para corrigi-los. É preciso saber considerar os erros pessoais, isso torna a pessoa mais bondosa e misericordiosa com as limitações dos outros. O caminho percorrido para corrigir-se é sempre longo e penoso e precisamos de ajuda para empreender a nossa conversão.

Somente os hipócritas têm o atrevimento de julgar os outros sem, primeiro julgar a si mesmos.

A exemplo da árvore, a pessoa é conhecida pelos seus frutos; a pessoa é revelada pelas suas ações. Quem tem consciência justa e reta, realiza atos justos e retos. “Quem é bom tira coisas boas do tesouro do seu coração... pois a boca fala daquilo que o coração está cheio”.

Deus abençoe você e sua família.

REFLEXÃO - FREI RINALDO STECANELLA, OSM


Bom dia. Deus abençoe toda sua vida nesta jornada de domingo que já começou. Que seu dia seja de descanso, de alegrias, de harmonia e de boas notícias. Não descuide o lado espiritual, pois é um gesto de gratidão a Deus por tudo aquilo que Ele realizou durante a semana. O Evangelho nos convida a não julgar e não condenar, mas sermos misericordiosos uns com os outros. Um bom exercício para nos prepararmos para a Quaresma que está chegando, não é mesmo?
Um lindo e abençoado domingo para você!

Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração. (Rm 12,12)


Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm







Oração

Deus eterno e todo poderoso, que destes a São Marino a graça de lutar pela justiça até a morte, concedei-nos, por sua intercessão, suportar por vosso amor as adversidades e correr ao encontro de vós, que sois a nossa vida. Por Cristo nosso Senhor







FEVEREIRO
DOM
SEG
TER
QUA
QUI
SEX
SÁB





1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
181920212223
2425262728

PUBLICIDADE
Voltar para o conteúdo