3ª-feira da 2ª Semana da Páscoa - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Liturgia Diária


Antífona de Entrada
Alegremo-nos, exultemos e demos glória a Deus, porque o Senhor todo-poderoso tomou posse do seu reino, aleluia! (Ap 19,7.6)




Oração do dia
Fazei-nos, ó Deus todo-poderoso, proclamar o poder de Cristo ressuscitado, e, tendo recebido as primícias dos seus dons, consigamos possuí-los em plenitude. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.




1ª Leitura – At 4,32-37

Um só coração e uma só alma.

Leitura dos Atos dos Atos dos Apóstolos 4,32-37
32 A multidão dos fiéis era um só coração e uma só alma. Ninguém considerava como próprias as coisas que possuía, mas tudo entre eles era posto em comum.
33 Com grandes sinais de poder, os apóstolos davam testemunho da ressurreição do Senhor Jesus. E os fiéis eram estimados por todos.
34 Entre eles ninguém passava necessidade, pois aqueles que possuíam terras ou casas, vendiam-nas, levavam o dinheiro,
35 e o colocavam aos pés dos apóstolos. Depois, era distribuído conforme a necessidade de cada um.
36 José, chamado pelos apóstolos de Barnabé, que significa filho da consolação, levita e natural de Chipre,
37 possuía um campo. Vendeu e foi depositar o dinheiro aos pés dos apóstolos.
Palavra do Senhor.




Salmo – Sl 92, 1ab. 1c-2. 5 (R.1a)

R. Reina o Senhor, revestiu-se de esplendor.
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia

1a
Deus é Rei e se vestiu de majestade,*
1b revestiu-se de poder e de esplendor!
R.


1c Vós firmastes o universo inabalável,
2 vós firmastes vosso trono desde a origem,*
desde sempre, ó Senhor, vós existis!
R.


5 Verdadeiros são os vossos testemunhos,
refulge a santidade em vossa casa,*
refulge a santidade em vossa casa,*
refulge a santidade em vossa casa,*
pelos séculos dos séculos, Senhor!
R.





Evangelho – Jo 3,7b-15

Ninguém subiu ao céu, a não ser aquele
que desceu do céu, o Filho do Homem.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 3,7b-15
Naquele tempo disse Jesus a Nicodemos:
7b Vós deveis nascer do alto.
8 O vento sopra onde quer e tu podes ouvir o seu ruído, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim acontece a todo aquele que nasceu do Espírito’.
7 Não te admires por eu haver dito: Vós deveis nascer do alto.
8 O vento sopra onde quer e tu podes ouvir o seu ruído, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim acontece a todo aquele que nasceu do Espírito’.
9 Nicodemos perguntou: ‘Como é que isso pode acontecer?’
10 Respondeu-lhe Jesus: ‘Tu és mestre em Israel, mas não sabes estas coisas?
11 Em verdade, em verdade te digo, nós falamos daquilo que sabemos e damos testemunho daquilo que temos visto, mas vós não aceitais o nosso testemunho.
12 Se não acreditais, quando vos falo das coisas da terra, como acreditareis se vos falar das coisas do céu?
13 E ninguém subiu ao céu, a não ser aquele que desceu do céu, o Filho do Homem.
14 Do mesmo modo como Moisés levantou a serpente no deserto, assim é necessário que o Filho do Homem seja levantado,
15 para que todos os que nele crerem tenham a vida eterna.
Palavra da Salvação.




Antífona da Comunhão
Era preciso que Cristo padecesse e ressurgisse dos mortos para entrar na sua glória, aleluia! (Lc 24,46.26)




Depois da Comunhão
Ouvi, ó Deus, as nossas preces, para que o intercâmbio de dons entre o céu e a terra, trazendo-nos a redenção, seja um auxílio para a vida presente e nos conquiste a alegria eterna. Por Cristo, nosso Senhor.



VATICAN NEWS
Pesquisa rápida
Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)

“Reina o Senhor, revestiu-se de esplendor. ”
Jo 3, 7-15

Da necessidade de nascer do alto (referência ao Batismo) passamos à fé em Jesus Cristo, exigida no Batismo. No diálogo com Nicodemos, Jesus, indicou a fé como caminho para alcançar a vida eterna. A fé na perspectiva cristã é a opção por um modo de viver. Longe de ser, uma confissão verbal, sem nenhuma incidência na vida daquele que crê.

O modo de viver com a fé é a prática do amor. Fé e amor se implicam mutuamente: a fé se expressa no amor, o amor é expressão da fé. E assim, a pessoa de fé alcança a fonte inesgotável da vida: Deus.

Nicodemos carrega sobre si o peso das tradições antigas, mas tem a serenidade de perceber que um mundo novo está nascendo. Para este nascimento é necessário deixar morrer e sepultar tudo aquilo que é contaminado por um fermento envelhecido.

As serpentes do deserto causavam a morte. Uma outra serpente, obra que Moises levantou no meio do acampamento em obediência à vontade do Pai, trazia a vida, sinal da bondade e da misericórdia divina.

Jesus imolado na cruz, vem trazer a salvação a todos. Esta salvação não parte das leis, mas da fé: pois, “ todo aquele que nele acreditar tenha a vida eterna”. E Jesus vem estabelecer um tempo novo, a mudança de valores. Ele vem anunciar o Pai e o seu Reino, que não se baseia nas leis, mas no amor.

Da carne nasce a carne; do Espírito nasce o espírito. Esse é um convite para que todos deixem o esconderijo da noite a fim de escolher o novo dia, nascido na manhã pascal, na companhia do Cristo Ressuscitado.  

Rezemos: Senhor, quero viver a minha praticando atos de amor misericordioso, pois isso me possibilita viver em comunhão com o Pai e participar alegremente da vida eterna.

Deus abençoe você e sua família.

Pe. João Luiz
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe você nessa espetacular jornada de Terça-feira. Então que seu dia seja repleto de sabedoria, paz, harmonia, serenidade, fortaleza e muita esperança. Hoje, como sempre, dê o seu melhor, plante a melhor semente, construa ambiente de alegria e bem-estar, peça o escudo do Espírito Santo para lhe proteger contra toda influência negativa. Avante!!! Feliz Terça para você!

"O Senhor te abençoe e te guarde; o Senhor faça resplandecer
o seu rosto sobre ti
e te conceda graça; o Senhor volte para ti o seu rosto
e te dê paz.
Números 6,24-26

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Com carinho e bençãos

Frei Rinaldo, osm
FEVEREIRO
D
S
T
Q
Q
S
S






1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo