21 DE DEZEMBRO - SÁBADO - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
VATICAN NEWS
Papa: Cúria muda para servir melhor a humanidade
Pesquisa rápida
 

ÚLTIMOS DIAS ANTES DO NATAL - 21-12 - ADVENTO
COR LITÚRGICA: ROXO




 

1a Leitura - Ct 2,8-14

 

Eis o meu amado que vem saltando pelos montes.

Leitura do Cântico dos Cânticos 2, 8-14

8 É a voz do meu amado! Eis que ele vem saltando pelos montes, pulando sobre as colinas. 

9 O meu amado parece uma gazela, ou um cervo ainda novo. Eis que ele está de pé atrás de nossa parede, espiando pelas janelas, observando através das grades. 

10 O meu amado me fala dizendo: 'Levanta-te, minha amada, minha rola, formosa minha, e vem!

11 O inverno já passou, as chuvas pararam e já se foram. 

12 No campo aparecem as flores, chegou o tempo das canções, a rola já faz ouvir seu canto em nossa terra. 

13 Da figueira brotam os primeiros frutos, soltam perfume as vinhas em flor. Levanta-te, minha amada, formosa minha, e vem!

14 Minha rola, que moras nas fendas da rocha, no esconderijo escarpado, mostra-me teu rosto, deixa-me ouvir tua voz! Pois a tua voz é tão doce, e gracioso o teu semblante'.

Palavra do Senhor.




 

Salmo - Sl 32 (33), 2-3. 11-12. 20-21 (R. 1a.3a)

 

R. Ó justos, alegrai-vos no Senhor! Cantai para o Senhor um canto novo!

2 Dai graças ao Senhor ao som da harpa, / na lira de dez cordas celebrai-o! 3 Cantai para o Senhor um canto novo, / com arte sustentai a louvação!
R.

 

11 Mas os desígnios do Senhor são para sempre, / e os pensamentos que ele traz no coração, / de geração em geração, vão perdurar. 12 Feliz o povo cujo Deus é o Senhor, / e a nação que escolheu por sua herança!
R.

 

20 No Senhor nós esperamos confiantes, / porque ele é nosso auxílio e proteção! 21 Por isso o nosso coração se alegra nele, / seu santo nome é nossa única esperança.
R.





 

Evangelho - Lc 1,39-45

 

Como posso merecer que a mãe domeu Senhor me venha visitar?

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 1, 39-45

39 Naqueles dias, Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade da Judéia. 

40 Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel. 

41 Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou no seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. 

42 Com um grande grito, exclamou: 'Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre!'

43 Como posso merecer que a mãe do meu Senhor me venha visitar?

44 Logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança pulou de alegria no meu ventre. 

45 Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido, o que o Senhor lhe prometeu. '

Palavra da Salvação.





 
 

SÃO PEDRO CANÍSIO, PRESB. E DOUTOR DA IGREJA - SANTORAL


1a Leitura - 2Tm 4,1-5

 

Desempenha o teu serviço de pregador do evangelho, e cumpre com perfeição o teu ministério.

Leitura da Segunda Carta de São Paulo a Timóteo 4, 1-5

Caríssimo: 

1 Diante de Deus e de Cristo Jesus, que há de vir a julgar os vivos e os mortos, e em virtude da sua manifestação gloriosa e do seu Reino, eu te peço com insistência: 

2 proclama a palavra, insiste oportuna ou importunamente, argumenta, repreende, aconselha, com toda a paciência e doutrina. 

3 Pois vai chegar o tempo em que não suportarão a só doutrina, mas, com o prurido da curiosidade nos ouvidos, se rodearão de mestres ao sabor de seus próprios caprichos. 

4 E assim, deixando de ouvir a verdade, se desviarão para as fábulas. 

5 Tu, porém, mostra vigilância em tudo, suporta o sofrimento, desempenha o teu serviço de pregador do evangelho, cumpre com perfeição o teu ministério. Sê sóbrio.

Palavra do Senhor.




 

Salmo - Sl 39(40),2 e 4ab.7-8a.8b-9.10 (R. cf 8a e 9a)

 

R. Eis que venho fazer com prazer a vossa vontade, Senhor!
 

2 Esperando, esperei no Senhor, / e inclinando-se, ouviu meu clamor.  4a Canto novo ele pôs em meus lábios,  4b  um poema em louvor ao Senhor

R.

 

7 Sacrifício e oblação não quisestes, / mas abristes, Senhor, meus ouvidos; / não pedistes ofertas nem vítimas, / holocaustos por nossos pecados, 8a e então eu vos disse: 'Eis que venho!'

R.

 

8b Sobre mim está escrito no livro:  9 'Com prazer faço a vossa vontade, / guardo em meu coração vossa lei!'

R.

 

10 Boas-novas de vossa justiça / anunciei numa grande assembléia; / vós sabeis: não fechei os meus lábios!

R.





 

Evangelho - Mt 5,13-19

 

Vós sois a luz do mundo.
 

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 5, 13-19

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 

13 'Vós sois o sal da terra. Ora, se o sal se tornar insosso, com que salgaremos? Ele não servirá para mais nada, senão para ser jogado fora e ser pisado pelos homens. 

14 Vós sois a luz do mundo. Não pode ficar escondida uma cidade construída sobre um monte. 

15 Ninguém acende uma lâmpada e a coloca debaixo de uma vasilha, mas sim num candeeiro, onde ela brilha para todos os que estão em casa. 

16 Assim também brilhe a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e louvem o vosso Pai que está nos céus. 

17 Não penseis que vim abolir a Lei e os Profetas. Não vim para abolir, mas para dar-lhes pleno cumprimento. 

18 Em verdade, eu vos digo: antes que o céu e a terra deixem de existir, nem uma só letra ou vírgula serão tiradas da Lei, sem que tudo se cumpra. 

19 Portanto, quem desobedecer a um só destes mandamentos, por menor que seja, e ensinar os outros a fazerem o mesmo, será considerado o menor no Reino dos Céus. Porém, quem os praticar e ensinar será considerado grande no Reino dos Céus'.

Palavra da Salvação.





 
Fonte: Youtube RS21
Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)
“Ó justos, alegrai-vos no Senhor! Cantai par ao Senhor um canto novo!”
Lc 1, 39-45

Ao dar seu sim ao projeto de Deus, Maria não se encolhe e nem se esconde. Ao contrario impregnada do amor de Deus, ela extravasa seu amor para com o próximo.

Cheia do Espírito Santo e de alegria, ela parte espontaneamente e apressadamente e vai auxiliar a prima Isabel, gravida de seis meses.

O diálogo entre Maria e Isabel não é simples conversa de amigas, mas manifestação da grandeza de amor de Deus e da dignidade humana que reconhece a obra do Senhor em suas vidas e por isso compartilha.

Quem aceita Deus na própria vida e está repleto do Espirito Santo, não se apega a seus projetos pessoais, mas se dispõe a percorrer, com disposição e entusiasmo, também os caminhos mais difíceis.

Neste encontro de Maria com Isabel, as duas mães se unem no sublime louvor a Deus, o qual continua operando, de maneira admirável, a salvação do gênero humano.

Com este gesto, Maria nos ensina que todas as vezes que somos solidários com quem necessita, Deus se manifesta nestes gestos.

Estamos, portanto, nos preparando para receber a visita daquele que vem fazer a diferença em nossa vida, vem fazer morada entre nós. Deus estará sempre conosco e essa presença será percebida cada vez que fizermos as boas obras.

Rezemos: Senhor, ajuda-me a aprender de Maria, que se fez servidora de Deus e dos irmãos.

Deus abençoe você e sua família.
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe e toda sua vida e que este sábado venha repleto de muitas alegrias e bençãos. Convido você a rezar comigo essa oração e consagrar o dia, sua vida e familiares ao Senhor Nosso Deus! O Natal já se aproxima, preparemos o nosso coração para esta grandiosa chegada em nossos corações e em nossas casas.

Isaías 41, 8-14
Porque eu, o Senhor teu Deus, te tomo pela tua mão direita; e te digo: Não temas, eu te ajudo.
Não temas, tu meu amado filho,  eu te ajudo, diz o Senhor, e o teu redentor é o Santo de Israel.

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm
ORAÇÃO
SÃO PEDRO CANISIO, PRESBÍTERO JESUÍTA E DOUTOR DA IGREJA


A sonolência dos bons

“Vejam, Pedro dorme, mas Judas está acordado”.

Estas palavras de Pieter Kanijs, citadas pelo Papa Bento XVI no início da Quaresma de 2011, são definidas “um grito de angústia no seu momento histórico”, destinadas a sacudir “a sonolência dos bons”.

Pedro nasceu em 1521, em Nimegue, uma aldeia holandesa situada no Ducado de Gueldres e, portanto, no Sacro Império Romano.

“Vós sabeis, Senhor, em quantos modos e quantas vezes, naquele mesmo dia, me confiastes a Alemanha, pela qual, depois, teria continuado a ser solicitado e pela qual teria desejado viver e morrer!”

Pedro Canísio entrou para a Companhia de Jesus em 1543, após ter feito os Exercícios Espirituais sob a direção do Pedro Fabro. Participou do Concílio de Trento em 1547 e, em 1562, foi expressamente convocado pelo Bispo de Augusta, Cardeal Otto Truchsess Von Waldburg. Na ocasião, começou a usar a forma latina do seu nome.

No âmbito da Reforma católica, promovida pelo Concílio de Trento, sua principal missão foi estimular as raízes espirituais de cada um dos fiéis e do corpo da Igreja no seu conjunto.


Na Europa

Após um breve período em Roma e em Messina, Pedro foi enviado ao Ducado da Bavária, onde desempenhou o cargo de Decano, Reitor e Vice-chanceler da Universidade de Ingolstadt.

A seguir, foi administrador da Diocese de Viena e um requisitado pregador na Catedral de Santo Estêvão, dedicando-se ainda ao ministério pastoral em hospitais e prisões.

Em 1556, foi nomeado primeiro Padre Provincial da Alemanha Superior, onde criou uma rede de comunidades e colégios jesuítas, sempre com o intuito de apoiar a Reforma católica. Com o mesmo objetivo, participou de importantes negociações como representante oficial da Igreja.

“Com a sua amável Providência – escreveu São João Paulo II na sua Carta aos Bispos alemães, por ocasião do IV centenário da sua morte – Deus fez de São Pedro Canísio seu próprio embaixador, em um período em que a voz do anúncio católico da fé, nos países de língua alemã, arriscava cair no silêncio”.



“Embaixador do anúncio católico”

“São Pedro Canísio transcorreu boa parte da sua vida em contato com pessoas socialmente mais importantes do seu tempo e exerceu uma influência especial com os seus escritos. Foi autor das obras completas de São Cirilo de Alexandria e de São Leão Magno, das Cartas de São Jerônimo e das Orações de São Nicolau de Flüe. Publicou livros de devoção em várias línguas, biografias de alguns santos suíços e muitos textos de homilética. Mas, seus escritos mais difundidos foram os três Catecismos, elaborados entre 1555 e 1558. O primeiro Catecismo era destinado aos estudantes, que tinham noções elementares de teologia; o segundo, aos jovens do povo, para uma primeira instrução religiosa; o terceiro, aos jovens com formação escolar, em nível de escolas Secundárias e Superiores. A doutrina católica era exposta com perguntas e respostas breves, em termos bíblicos, com muita clareza e sem acenos polêmicos. Durante a sua vida, foram 200 as edições deste Catecismo!”

A sua atividade pela Reforma católica, mantida de modo afável e gentil, contou com o pleno apoio seja do imperador Ferdinando I seja do Papa Gregório XIII. Ele não gostava de colocar em realce heresias e erros na doutrina, mas aspectos de novidades perenes na Doutrina católica.

Nos últimos anos da sua vida, fundou em 1580, em Friburgo, Suíça, o colégio Sankt Michael, que, depois, foi transferido para Feldkirch e, enfim, para St. Blasien, na Floresta Negra.
Quando morreu, em 21 de dezembro de 1597, foi sepultado na igreja Sankt Michael do colégio de Friburgo.



FEVEREIRO
DOM
SEG
TER
QUA
QUI
SEX
SÁB





1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
181920212223
2425262728

- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo