6ª-FEIRA DA 2ª SEMANA - TEMPO COMUM - CALENDÁRIO LITÚRGICO 2021 - ANO B - SÃO MARCOS - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > Liturgia do dia
Liturgia de Hoje
6ª-FEIRA DA 2ª SEMANA - TEMPO COMUM




Cristo é o mediador de uma aliança bem melhor.

Leitura da Carta aos Hebreus 8, 6-13

Irmãos:
Agora, Cristo possui um ministério superior. Pois ele é o mediador de uma aliança bem melhor, baseada em promessas melhores.
De fato, se a primeira aliança fosse sem defeito, não se procuraria estabelecer uma segunda.
Com efeito, Deus adverte: 'Dias virão, diz o Senhor, em que concluirei com a casa de Israel e com a casa de Judá uma nova aliança.
Não como a aliança que eu fiz com os seus pais, no dia em que os conduzi pela mão para fazê-los sair da terra do Egito. Pois eles não permaneceram fiéis à minha aliança; por isso, me desinteressei deles, diz o Senhor.
Eis a aliança que estabelecerei com o povo de Israel, depois daqueles dias - diz o Senhor: colocarei minhas leis na sua mente e as gravarei no seu coração, e serei o seu Deus, e eles serão o meu povo.
Ninguém mais ensinará o seu próximo, e nem o seu irmão, dizendo: 'Conhece o Senhor!'. Porque todos me conhecerão, desde o menor até o maior.
Porque terei misericórdia das suas faltas, e não me lembrarei mais dos seus pecados. '
Assim, ao falar de nova aliança, declarou velha a primeira. Ora, o que envelhece e se torna antiquado está prestes a desaparecer.
Palavra do Senhor.





R. A verdade e o amor se encontrarão.


Mostrai-nos, ó Senhor, vossa bondade, / concedei-nos também vossa salvação!Está perto a salvação dos que o temem, / e a glória habitará em nossa terra.
R.


A verdade e o amor se encontrarão, / a justiça e a paz se abraçarão; da terra brotará a fidelidade, / e a justiça olhará dos altos céus.
R.


O Senhor nos dará tudo o que é bom, / e a nossa terra nos dará suas colheitas; a justiça andará na sua frente / e a salvação há de seguir os passos seus.
R.




Chamou os que ele quis, para que ficassem com ele.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 3, 13-19

Naquele tempo:
Jesus subiu ao monte e chamou os que ele quis. E foram até ele.
Então Jesus designou Doze, para que ficassem com ele e para enviá-los a pregar,
com autoridade para expulsar os demônios.
Designou, pois, os Doze: Simão, a quem deu o nome de Pedro;
Tiago e João, filhos de Zebedeu, aos quais deu o nome de Boanerges, que quer dizer'filhos do trovão';
André, Filipe, Bartolomeu, Mateus, Tomé, Tiago, filho de Alfeu, Tadeu, Simão, o cananeu,
e Judas Iscariotes, aquele que depois o traiu.
Palavra da Salvação.







SÃO VICENTE, DIÁCONO E MÁRTIR - SANTORAL




Aquele que ressuscitou o Senhor Jesusnos ressuscitará também com Jesuse nos colocará ao seu lado.

Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios 4, 7-15

Irmãos:
Trazemos esse tesouro em vasos de barro, para que todos reconheçam que este poder extraordinário vem de Deus e não de nós.
Somos afligidos de todos os lados, mas não vencidos pela angústia; postos entre os maiores apuros, mas sem perder a esperança;
perseguidos, mas não desamparados; derrubados, mas não aniquilados;
por toda parte e sempre levamos em nós mesmos os sofrimentos mortais de Jesus, para que também a vida de Jesus seja manifestada em nossos corpos.
De fato, nós, os vivos, somos continuamente entregues à morte, por causa de Jesus, para que também a vida de Jesus seja manifestada em nossa natureza mortal.
Assim, a morte age em nós, enquanto a vida age em vós.
Mas, sustentados pelo mesmo espírito de fé, conforme o que está escrito: 'Eu creio e, por isso, falei', nós também cremos e, por isso, falamos,
certos de que aquele que ressuscitou o Senhor Jesus nos ressuscitará também com Jesus e nos colocará ao seu lado, juntamente convosco.
E tudo isso é por causa de vós, para que a abundância da graça em um número maior de pessoas faça crescer a ação de graças para a glória de Deus.
Palavra do Senhor.




R. De todos os temores o Senhor me libertou.

Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, / seu louvor estará sempre em minha boca. Minha alma se gloria no Senhor; / que ouçam os humildes e se alegrem!
R.

Comigo engrandecei ao Senhor Deus, / exaltemos todos juntos o seu nome!Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu, / e de todos os temores me livrou.
R.

Contemplai a sua face e alegrai-vos, / e vosso rosto não se cubra de vergonha!Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, / e o Senhor o libertou de toda angústia.
R.

O anjo do Senhor vem acampar / ao redor dos que o temem, e os salva. Provai e vede quão suave é o Senhor! / Feliz o homem que tem nele o seu refúgio!
R.




Não sereis vós que havereis de falar, mas sim o Espírito do vosso Pai.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 10, 17-22

Naquele tempo, disse Jesus aos seus apóstolos:
'Cuidado com os homens, porque eles vos entregarão aos tribunais e vos açoitarão nas suas sinagogas.
Vós sereis levados diante de governadores e reis, por minha causa, para dar testemunho diante deles e das nações.
Quando vos entregarem, não fiqueis preocupados como falar ou o que dizer. Então naquele momento vos será indicado o que deveis dizer.
Com efeito, não sereis vós que havereis de falar, mas sim o Espírito do vosso Pai é que falará através de vós.
O irmão entregará à morte o próprio irmão; o pai entregará o filho; os filhos se levantarão contra seus pais, e os matarão.
Vós sereis odiados por todos, por causa do meu nome. Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo'.
Palavra da Salvação.





FONTE: YOUTUBE
Reflexão - Pe. João Luís Fávero
“Misericórdia e fidelidade se encontram!”
Mc 3, 13-19

Jesus sobe a montanha para rezar e ali faz a escolha dos primeiros companheiros. Uma escolha feita a dedo, chamou quem ele quis. De nada adiantava se oferecer, pedir para ser recebido como discípulo ou apresentar vantagens pessoais. Jesus sabia quem deveria tomar parte deste grupo mais próximo a Ele.

O número dos escolhidos tem um valor simbólico. O número doze evoca as doze tribos do antigo Israel, libertado da escravidão do Egito. O grupo dos discípulos estava destinado a ser semente do novo Povo de Deus. E tomaria o lugar do Israel do passado, cujas funções na história já haviam se esgotado. Seu sucessor é o grupo formado por Jesus, os apóstolos.

Os doze receberam a tarefa de dar continuidade à missão de Jesus. Eles são enviados como anunciadores da Boa-Nova do Reino, destinada a transformar a vida das pessoas. O anúncio consiste num convite suave insistente à conversão; uma mudança de vida e de mentalidade.

A pregação seria ratificada com a realização de gestos poderosos de expulsão dos demônios, afim de livrar as pessoas de todo tipo de maldade e opressão. A vitória sobre os demônios seria um sinal da eficácia do Reino no coração das pessoas.

A ação dos apóstolos, é a continuidade da ação de Jesus, que continua dando frutos na história. Esta é a tarefa de todo discípulo autêntico.

Rezemos: Senhor se Tu me chamas, eu quero te ouvir. Se queres que eu te siga. Respondo: eis-me aqui. Quero ser discípulo de Jesus e missionário do Evangelho.

Deus abençoe você e sua família.
Um Abraço,
Pe. João Luiz
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia! Deus abençoe sua vida nessa nova jornada de sexta-feira que está começando. Que seja uma quinta feliz e abençoada! Seja grato a Deus pelo dom da vida. Procure fazer o que é certo e o que agrada a Deus! Deus vai estar do seu lado o tempo todo para iluminar todos os seus passos.

Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus.
Filipenses 4:6-7

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm
Publicidade
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo