23 DE JULHO - TERÇA-FEIRA - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

- SOMENTE EVANGELHO, SEM POLÍTICA -
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
VATICAN NEWS
Pesquisa rápida
3ª-FEIRA DA 16ª SEMANA
TEMPO COMUM - COR LITÚRGICA: VERDE


1a Leitura
Ex 14,21-15,1

Os filhos de Israel entrarampelo meio do mar a pé enxuto.

Leitura do Livro do Êxodo 14, 21-15, 1
Naqueles dias:
21 Moisés estendeu a mão sobre o mar, e durante toda a noite o Senhor fez soprar sobre o mar um vento leste muito forte; e as águas se dividiram.
22 Então, os filhos de Israel entraram pelo meio do mar a pé enxuto, enquanto as águas formavam como que uma muralha à direita e à esquerda.
23 Os egípcios puseram-se a perseguí-los, e todos os cavalos do Faraó, carros e cavaleiros os seguiram mar adentro.
24 Ora, de madrugada, o Senhor lançou um olhar, desde a coluna de fogo e da nuvem, sobre as tropas egípcias e as pôs em pânico.
25 Bloqueou as rodas dos seus carros, de modo que só a muito custo podiam avançar. Disseram, então, os egípcios: 'Fujamos de Israel! Pois o Senhor combate a favor deles, contra nós'.
26 O Senhor disse a Moisés: 'Estende a mão sobre o mar, para que as águas se voltem contra os egípcios, seus carros e cavaleiros'.
27 Moisés estendeu a mão sobre o mar e, ao romper da manhã, o mar voltou ao seu leito normal, enquanto os egípcios, em fuga, corriam ao encontro das águas, e o Senhor os mergulhou no meio das ondas.
28 As águas voltaram e cobriram carros, cavaleiros e todo o exército do Faraó, que tinha entrado no mar em perseguição de Israel. Não escapou um só.
29 Os filhos de Israel, ao contrário, tinham passado a pé enxuto pelo meio do mar, cujas águas lhes formavam uma muralha à direita e à esquerda.
30 Naquele dia, o Senhor livrou Israel da mão dos egípcios, e Israel viu os egípcios mortos nas praias do mar,
31 e a mão poderosa do Senhor agir contra eles. O povo temeu o Senhor, e teve fé no Senhor e em Moisés, seu servo.
15, 1 Então, Moisés e os filhos de Israel cantaram ao Senhor este cântico.
Palavra do Senhor


Salmo
Ex 15,8-9. 10.12. 17

R. Ao Senhor quero cantar, pois fez brilhar a sua glória!

8 Ao soprar a vossa ira amontoaram-se as águas, /
levantaram-se as ondas e formaram uma muralha, /
e imóveis se fizeram, em meio ao mar, as grandes vagas.
R.


9 O inimigo tinha dito: 'Hei de segui-los e alcançá-los! /
Repartirei os seus despojos e minh'alma saciarei; /
arrancarei da minha espada e minha mão os matará!'
R.


10 Mas soprou o vosso vento, e o mar os recobriu; /
afundaram como chumbo entre as águas agitadas.
12 Estendestes vossa mão, e a terra os devorou;
R.


17 Vós, Senhor, o levareis e o plantareis em vosso Monte, /
no lugar que preparastes para a vossa habitação, /
no Santuário construído pelas vossas próprias mãos.
R.



Evangelho
Mt 12,46-50

E, estendendo a mão para os discípulos, Jesus disse: 'Eis minha mãe e meus irmãos.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 12, 46-50
Naquele tempo:
46 Enquanto Jesus estava falando às multidões, sua mãe e seus irmãos ficaram do lado de fora, procurando falar com ele.
47 Alguém disse a Jesus: 'Olha! Tua mãe e teus irmãos estão aí fora, e querem falar contigo. '
48 Jesus perguntou àquele que tinha falado: 'Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?'
49 E, estendendo a mão para os discípulos, Jesus disse: 'Eis minha mãe e meus irmãos.
50 Pois todo aquele que faz a vontade do meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe. '
Palavra da Salvação.





SANTA BRÍGIDA, RELIGIOSA - SANTORAL
1a Leitura
Gl 2,19-20

Eu vivo, mas não eu, é Cristo que vive em mim.

Leitura da Carta de São Paulo aos Gálatas 2, 19-20
Irmãos:
19 Foi em virtude da Lei que eu morri para a Lei, a fim de viver para Deus. Com Cristo, eu fui pregado na cruz.
20 Eu vivo, mas não eu, é Cristo que vive em mim. Esta minha vida presente, na carne, eu a vivo na fé, crendo no Filho de Deus, que me amou e por mim se entregou.
Palavra do Senhor


Salmo
Sl 33(34),2-3.4-5.6-7.8-9.10-11 (R. 2a ou 9a)

R. Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo!
R. Ou: Provai e vede quão suave é o Senhor!

2 Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, /
seu louvor estará sempre em minha boca.
3 Minha alma se gloria no Senhor; /
que ouçam os humildes e se alegrem!
R.


4 Comigo engrandecei ao Senhor Deus, /
exaltemos todos juntos o seu nome!
5 Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu, /
e de todos os temores me livrou.
R.


6 Contemplai a sua face e alegrai-vos, /
e vosso rosto não se cubra de vergonha!
7 Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, /
e o Senhor o libertou de toda angústia.
R.


8 O anjo do Senhor vem acampar /
ao redor dos que o temem, e os salva.
9 Provai e vede quão suave é o Senhor! /
Feliz o homem que tem nele o seu refúgio!
R.


10 Respeitai o Senhor Deus, seus santos todos, /
porque nada faltará aos que o temem.
11 Os ricos empobrecem, passam fome, /
mas aos que buscam o Senhor não falta nada.
R.


Evangelho
Jo 15,1-8

Quem permanecer em mim, e eunele, produz muito fruto

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João 15, 1-8
Naquele tempo, Jesus disse a seus discípulos:
1 'Eu sou a videira verdadeira e meu Pai é o agricultor.
2 Todo ramo que em mim não dá fruto ele o corta; e todo ramo que dá fruto, ele o limpa, para que dê mais fruto ainda.
3 Vós já estais limpos por causa da palavra que eu vos falei.
4 Permanecei em mim e eu permanecerei em vós. Como o ramo não pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira, assim também vós não podereis dar fruto, se não permanecerdes em mim.
5 Eu sou a videira e vós os ramos. Aquele que permaneceu em mim, e eu nele, esse produz muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.
6 Quem não permanecer em mim, será lançado fora como um ramo e secará. Tais ramos são recolhidos, lançados no fogo e queimados.
7 Se permanecerdes em mim e minhas palavras permanecerem em vós, pedí o que quiserdes e vós será dado.
8 Nisto meu Pai é glorificado: que deis muito fruto e vos torneis meus discípulos.
Palavra da Salvação.
Fonte: Youtube RS21
Liturgia Diária
“Ao Senhor quero cantar, pois fez brilhar a sua glória!”
Mt 12, 46-50

Com muita habilidade Jesus aproveita para esclarecer a natureza de sua nova família. Sua nova família não será mais a do sangue, mas aquela que tem sua razão de ser a partir da escuta e da prática da Palavra.

Jesus não esboça nenhuma indiferença ou repulsa aos familiares recém-chegados, apenas deixa claro o critério de pertença a sua família, são os que fazem a vontade do Pai.

É mais uma palavra que ela guardará em seu coração, como aquela expressão misteriosa que ouviu de Jesus aos doze anos: “Não sabiam que eu devo estar ocupado com as coisas de meu Pai?”.  

Maria, a mãe de Jesus, se torna a mais perfeita discípula. Ninguém cumpriu a vontade do Pai como Maria. Ela aprende a perceber a vontade do Pai, em todos os momentos de sua vida.

Com isso fica claro também para nós qual é o grau de nossa familiaridade com Jesus: não é de sangue, mas de adesão a Ele e ao Pai, aprendendo a ser discípulo e missionário.

Um modo de proceder fundado na prática do amor e do perdão, na atenção aos carentes e marginalizados, na superação dos legalismos religiosos e no discernimento contínuo para não cair nas armadilhas do maligno.

Rezemos: Senhor, quero aprender como Maria, sua mãe, a fazer sempre a sua vontade e a do Pai. Faça-se em mim sua vontade: Eis-me aqui!

Deus abençoe você e sua família.
ORAÇÃO
Oração

Bendito sejais, ó Deus, que concedestes a Santa Brígida a graça da firmeza da fé e das grandes iniciativas apostólicas. Dai-me ser sempre diligente e pronto para as grandes tarefas de apostolado e testemunho. Por Cristo nosso Senhor. Amém!







FEVEREIRO
DOM
SEG
TER
QUA
QUI
SEX
SÁB





1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
181920212223
2425262728

- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo