6ª-feira da 16ª Semana Do Tempo Comum - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Liturgia Diária
6ª-FEIRA DA 16ª SEMANA - TEMPO COMUM





1a Leitura - Jr 3,14-17

Eu vos darei pastores segundo o meu coração;
e em torno de Jerusalém se reunirão todos os povos.



Leitura do Livro do Profeta Jeremias 3, 14-17
14 Convertei-vos, filhos, que vos tendes afastado de mim, diz o Senhor, pois eu sou vosso Senhor; vou tomar-vos, um de uma cidade e dois de uma família, e vos reconduzirei a Sião;
15 eu vos darei pastores segundo o meu coração, que vos apascentarão com clarividência e sabedoria.
16 Quando vos tiverdes multiplicado e crescerdes na terra, naqueles dias, diz o Senhor, não se falará mais da'arca da aliança do Senhor`; ela não virá à memória de ninguém, não se lembrarão dela, não a procurarão nem fabricarão outra.
17 Naquele tempo, chamarão Jerusalém Trono do Senhor, em torno dela se reunirão, em nome do Senhor, todos os povos; eles não se deixarão mais levar pelas inclinações de um coração mau.
Palavra do Senhor.





Salmo - Jr 31, 10. 11-12ab. 13 (R. Cf. 10d)

R. O Senhor nos guardará qual pastor a seu rebanho.


10 Ouvi, nações, a palavra do Senhor /
e anunciai-a nas ilhas mais distantes: /
'Quem dispersou Israel, vai congregá-lo, /
e o guardará qual pastor a seu rebanho!'
R.

11 Pois, na verdade, o Senhor remiu Jacó /
e o libertou do poder do prepotente.
12a Voltarão para o monte de Sião, /
entre brados e cantos de alegria
12b afluirão para as bênçãos do Senhor:
R.

13 Então a virgem dançará alegremente, /
também o jovem e o velho exultarão; /
mudarei em alegria o seu luto, /
serei consolo e conforto após a guerra.
R.





Evangelho - Mt 13,18-23

Aquele que ouve a palavra e a compreende. Esse produz fruto.


+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 13, 18-23
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
18 Ouvi a parábola do semeador:
19 Todo aquele que ouve a palavra do Reino e não a compreende, vem o Maligno e rouba o que foi semeado em seu coração. Este é o que foi semeado à beira do caminho.
20 A semente que caiu em terreno pedregoso é aquele que ouve a palavra e logo a recebe com alegria;
21 mas ele não tem raiz em si mesmo, é de momento: quando chega o sofrimento ou a perseguição, por causa da palavra, ele desiste logo.
22 A semente que caiu no meio dos espinhos é aquele que ouve a palavra, mas as preocupações do mundo e a ilusão da riqueza sufocam a palavra, e ele não dá fruto.
23 A semente que caiu em boa terra é aquele que ouve a palavra e a compreende. Esse produz fruto. Um dá cem, outro sessenta e outro trinta. '
Palavra da Salvação.




Pesquisa rápida
FOTO: MONSENHOR JOÃO LUÍS FÁVERO
Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)
“O Senhor nos guardará qual pastor a seu rebanho”.
Mt 13, 18-23

A Palavra de Deus exige do ouvinte uma escuta atenta e uma correta compreensão. É inútil ouvir e não compreender a Palavra, não perceber as implicações práticas e nem se sentir questionado por ela.

Jesus oferece a explicação da parábola do semeador. É necessário que a Palavra penetre nosso coração, encontre disponibilidade para ação de Deus, provoque conversão e produza as obras de justiça e fraternidade. Sem isto, a Palavra permanece estéril.

A “Palavra do Reino” é sempre boa; o semeador é generoso e espalha sementes com fartura. A falha está nos terrenos, ou melhor, nas pessoas que nem sempre escutam e compreendem.

A Palavra pode encontrar um terreno mal preparado e que produzirá pouco: a busca do poder, o apego aos bens materiais, as tribulações da missão, tudo isso impede ou dificulta o crescimento da Palavra no coração do ouvinte.

Curiosamente, dos quatro terrenos apresentados, apenas um produz frutos de modo satisfatório. Essa proporção indica que a missão de Jesus e dos cristãos com frequência não produz os frutos esperados.

Não podemos desanimar diante das resistências dos ouvintes. Devemos sempre apostar na semeadura e na possibilidade de uma colheita abundante. Abraçar e seguir as propostas do Reino, supõe dificuldades, mas contamos com a presença do Senhor que socorre e garante a nossa perseverança.

Rezemos: Senhor, faça de nós um terreno fértil, onde a Palavra possa cair e frutificar. Que saibamos ouvir, compreender e testemunhar a Palavra semeada.

Deus abençoe você e sua família.
Um Abraço,
Pe. João Luiz
FOTO: FREI RINALDO STECANELA
FEVEREIRO
D
S
T
Q
Q
S
S






1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo