5ª-feira da 25ª Semana Do Tempo Comum - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Liturgia Diária



1a Leitura - Ecl 3,1-11



Há um momento oportuno
para tudo que acontece debaixo do céu.



Leitura do Livro do Eclesiastes 3, 1-11
1 Tudo tem seu tempo. Há um momento oportuno para tudo que acontece debaixo do céu.
2 Tempo de nascer e tempo de morrer; Tempo de plantar e tempo de colher a planta.
3 Tempo de matar e tempo de salvar; tempo de destruir e tempo de construir.
4 Tempo de chorar e tempo de rir; tempo de lamentar e tempo de dançar.
5 Tempo de atirar pedras e tempo de as amontoar; tempo de abraçar e tempo de se separar.
6 Tempo de buscar e tempo de perder; tempo de guardar e tempo de esbanjar.
7 Tempo de rasgar e tempo de costurar; tempo de calar e tempo de falar.
8 Tempo de amar e tempo de odiar; tempo de guerra e tempo de paz.
9 Que proveito tira o trabalhador de seu esforço?
10 Observei a tarefa que Deus impôs aos homens, para que nela se ocupassem.
11 As coisas que ele fez são todas boas no tempo oportuno. Além disso, ele dispôs que fossem permanentes; no entanto o homem jamais chega a conhecer o princípio e o fim da ação que Deus realiza.
Palavra do Senhor.





Salmo - Sl 143,1a.2abc. 3-4 (R. 1a)



R. Bendito seja o Senhor, meu rochedo!



1a Bendito seja o Senhor, meu rochedo.
22a Ele é meu amor, meu refúgio,
2b libertador, fortaleza e abrigo;
2c É meu escudo: é nele que espero,
R.



3 Que é o homem, Senhor, para vós? /
Por que dele cuidais tanto assim, /
e no filho do homem pensais?
4 Como o sopro de vento é o homem, /
os seus dias são sombra que passa.
R.





Evangelho - Lc 9,18-22



Tu és o Cristo de Deus. O Filho do Homem deve sofrer muito.



+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 9, 18-22
Aconteceu que,
18 Jesus estava rezando num lugar retirado, e os discípulos estavam com ele. Então Jesus perguntou-lhes: 'Quem diz o povo que eu sou?'
19 Eles responderam: 'Uns dizem que és João Batista; outros, que és Elias; mas outros acham que és algum dos antigos profetas que ressuscitou. '
20 Mas Jesus perguntou: 'E vós, quem dizeis que eu sou?' Pedro respondeu: 'O Cristo de Deus. '
21 Mas Jesus proibiu-lhes severamente que contassem isso a alguém.
22 E acrescentou: 'O Filho do Homem deve sofrer muito, ser rejeitado pelos anciãos, pelos sumos sacerdotes e doutores da Lei, deve ser morto e ressuscitar no terceiro dia. '
Palavra da Salvação.



Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)

“Ó Senhor, vós foste, um refúgio para nós.”
Lc 9, 7-9

Jesus com suas atitudes coerentes, havia cativado e arrastado atrás de si, uma grande multidão com o seu poder de expulsar as forças do mal e curar as doenças. Embora insistisse para não publicarem seus feitos, sua fama logo se espalhou por toda a parte e chegou até Herodes.

A atuação de Jesus deixa Herodes curioso e perturbado: “Quem é esse Homem?”. O conhecimento da identidade de Jesus depende do esforço de entrar em comunhão com Ele e acolher com bondade de coração.

A simples visão física não é suficiente para se chegar ao conhecimento do Mestre e reconhecê-lo como o “Filho amado do Pai”, enviado para anunciar o Reino e fazê-lo acontecer.

O desejo de entrar em comunhão com Jesus comporta o esforço de ser transformado por Ele. Herodes manifesta só a curiosidade, mas não se deixa tomar pelo convite de João Batista, a conversão. Isso deixa a pergunta de Herodes sem resposta. Certamente não quer tornar-se um fiel discípulo de Jesus.

Mais tarde, na hora da Paixão, Jesus é colocado à frente de Herodes, que quer vê-lo fazer algum milagre. Jesus não lhe dirá sequer uma palavra. Herodes saboreando uma imensa frustração dará vazão a sua ira; com os seus soldados, tratando Jesus com desprezo e caçoando dele.  (Lc 23, 11).

Ainda hoje, uns procuram ver Jesus, outros tem medo de encontrá-Lo, de abraçar um projeto de vida fundado na misericórdia e na justiça.

Rezemos: Senhor, eu quero ver Jesus! Estar em comunhão com Ele para ser transformado pela força do seu amor e aprender a ser misericordioso e bondoso.

Deus abençoe você e sua família.
Um Abraço,
Pe. João Luiz
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe sua preciosa vida, nesta abençoada jornada de Quinta-feira. Que o Espírito Santo ilumine seus passos e conduza com discernimento todos as suas ações. Seja de Deus e não saia da Sua presença. Faça a diferença! Cristo espera algo de você!!!

Então Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: "Senhor, quantas vezes deverei perdoar a meu irmão quando ele pecar contra mim? Até sete vezes?" Jesus respondeu: "Eu digo a você: Não até sete, mas até setenta vezes sete.  
Mateus 18, 21-22

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm
FEVEREIRO
D
S
T
Q
Q
S
S






1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo