2ª-FEIRA DA 3ª SEMANA - TEMPO COMUM - CALENDÁRIO LITÚRGICO 2021 - ANO B - SÃO MARCOS - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > Liturgia do dia
Liturgia de Hoje

2ª-FEIRA DA 3ª SEMANA - TEMPO COMUM




Cristo, oferecido uma vez por todas, para tirar os pecados da multidão, aparecerá uma segunda vez, fora do pecado, para salvar aqueles que o esperam.

Leitura da Carta aos Hebreus 9, 15. 24-28

Irmãos:
Cristo é mediador de uma nova aliança. Pela sua morte, ele reparou as transgressões cometidas no decorrer da primeira aliança. E, assim, aqueles que são chamados recebem a promessa da herança eterna.
Jesus não entrou num santuário feito por mão humana, imagem do verdadeiro, mas no próprio céu, a fim de comparecer, agora, na presença de Deus, em nosso favor.
E não foi para se oferecer a si muitas vezes, como o sumo sacerdote que, cada ano, entra no Santuário com sangue alheio.
Porque, se assim fosse, deveria ter sofrido muitas vezes, desde a fundação do mundo. Mas foi agora, na plenitude dos tempos, que, uma vez por todas, ele se manifestou para destruir o pecado pelo sacrifício de si mesmo.
O destino de todo homem é morrer uma só vez, e depois vem o julgamento.
Do mesmo modo, também Cristo, oferecido uma vez por todas, para tirar os pecados da multidão, aparecerá uma segunda vez, fora do pecado, para salvar aqueles que o esperam.
Palavra do Senhor.




R. Cantai ao Senhor Deus um canto novo, porque ele fez prodígios!

Cantai ao Senhor Deus um canto novo, / porque ele fez prodígios! / Sua mão e o seu braço forte e santo / alcançaram-lhe a vitória.
R.

O Senhor fez conhecer a salvação, / e às nações, sua justiça; recordou o seu amor sempre fiel pela casa de Israel.
R.

Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus. clamai o Senhor Deus, ó terra inteira, / alegrai-vos e exultai!
R.

Cantai salmos ao Senhor ao som da harpa / e da cítara suave!Aclamai, com os clarins e as trombetas, / ao Senhor, o nosso Rei!
R.




Satanás será destruído.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 3, 22-30

Naquele tempo:
Os mestres da Lei, que tinham vindo de Jerusalém, diziam que ele estava possuído por Beelzebu, e que pelo príncipe dos demônios ele expulsava os demônios.
Então Jesus os chamou e falou-lhes em parábolas: 'Como é que Satanás pode expulsar a Satanás?
Se um reino se divide contra si mesmo, ele não poderá manter-se.
Se uma família se divide contra si mesma, ela não poderá manter-se.
Assim, se Satanás se levanta contra si mesmo e se divide, não poderá sobreviver, mas será destruído.
Ninguém pode entrar na casa de um homem forte para roubar seus bens, sem antes o amarrar. Só depois poderá saquear sua casa.
Em verdade vos digo: tudo será perdoado aos homens, tanto os pecados, como qualquer blasfêmia que tiverem dito.
Mas quem blasfemar contra o Espírito Santo, nunca será perdoado, mas será culpado de um pecado eterno. '
Jesus falou isso, porque diziam: 'Ele está possuído por um espírito mau. '
Palavra da Salvação.







CONVERSÃO DE SÃO PAULO, APÓSTOLO - SANTORAL




Levanta-te, recebe o batismo e purifica-te dos teus pecados, invocando o nome de Jesus.

Leitura dos Atos dos Apóstolos 22, 3-16

Naqueles dias, Paulo disse ao povo:
'Eu sou judeu, nascido em Tarso da Cilícia, mas fui criado aqui nesta cidade. Como discípulo de Gamaliel, fui instruído em todo o rigor da Lei de nossos antepassados, tornando-me zeloso da causa de Deus, como acontece hoje convosco.
Persegui até à morte os que seguiam este Caminho, prendendo homens e mulheres e jogando-os na prisão.
Disso são minhas testemunhas o Sumo Sacerdote e todo o conselho dos anciãos. Eles deram-me cartas de recomendação para os irmãos de Damasco. Fui para lá, a fim de prender todos os que encontrasse e trazê-los para Jerusalém, a fim de serem castigados.
Ora, aconteceu que, na viagem, estando já perto de Damasco, pelo meio dia, de repente uma grande luz que vinha do céu brilhou ao redor de mim. Caí por terra e ouvi uma voz que me dizia: `Saulo, Saulo, por que me persegues?'
Eu perguntei: `Quem és tu, Senhor?'7Ele me respondeu: `Eu sou Jesus, o Nazareno, a quem tu estás perseguindo'. 9Meus companheiros viram a luz, mas não ouviram a voz que me falava.
Então perguntei: `Que devo fazer, Senhor?' O Senhor me respondeu: `Levanta-te e vai para Damasco. Ali te explicarão tudo o que deves fazer'.
Como eu não podia enxergar, por causa do brilho daquela luz, cheguei a Damasco guiado pela mão dos meus companheiros.
Um certo Ananias, homem piedoso e fiel à Lei, com boa reputação junto de todos os judeus que aí moravam,
veio encontrar-me e disse: `Saulo, meu irmão, recupera a vista!' No mesmo instante, recuperei a vista e pude vê-lo.
Ele, então, me disse: `O Deus de nossos antepassados escolheu-te para conheceres a sua vontade, veres o Justo e ouvires a sua própria voz.
Porque tu serás a sua testemunha diante de todos os homens, daquilo que viste e ouviste.
E agora, o que estás esperando? Levanta-te, recebe o batismo e purifica-te dos teus pecados, invocando o nome dele!''
Palavra do Senhor.




R. Ide, por todo o mundo, a todos pregai o Evangelho.

Cantai louvores ao Senhor, todas as gentes, / povos todos, festejai-o!
R.

Pois comprovado é seu amor para conosco, / para sempre ele é fiel!
R.




Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 16, 15-18

Naquele tempo, Jesus se manifestou aos onze discípulos,
e disse-lhes: 'Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura!
Quem crer e for batizado será salvo. Quem não crer será condenado.
Os sinais que acompanharão aqueles que crerem serão estes: expulsarão demônios em meu nome, falarão novas línguas;
se pegarem em serpentes ou beberem algum veneno mortal não lhes fará mal algum; quando impuserem as mãos sobre os doentes, eles ficarão curados'.
Palavra da Salvação.





FONTE: YOUTUBE
Reflexão - Pe. João Luís Fávero
“Ide por todo mundo, a todos pregai o Evangelho.”
Mc 16, 15-18

FESTA DA CONVERSÃO DE SÃO PAULO – 25/01/2021

Antes de sua ascensão ao céu, Jesus envia os discípulos com uma ordem bem precisa: proclamar o Evangelho, isso   foi um marco importante na vida da primitiva comunidade cristã. Após longo processo de formação, os discípulos tinham diante de si a missão de evangelizar o mundo inteiro, e não contavam mais com a presença de Jesus entre eles.

Desde que convocou os primeiros discípulos para segui-lo até o momento de sua subida para junto do Pai, Jesus cuidou de preparar o pequeno grupo de seguidores para a tarefa de evangelizar.
As longas caminhadas permitiram que os discípulos compreendessem melhor a mensagem do Evangelho. Os ensinamentos dirigidos às multidões e os debates com seus adversários foram, também, ocasiões para conhecer seu pensamento.

Não bastava a formação intelectual. Foi preciso uma preparação existencial. Isso se deu mediante o exemplo de vida de Jesus. O modo de tratar as pessoas, especialmente os pecadores, sofredores e marginalizados, o relacionamento íntimo com o Pai, a sua liberdade diante da Lei, a ação enérgica contra toda sorte de injustiça e exploração da boa-fé do povo serviam de alerta para os discípulos, em vista da atitude que deveriam tomar, no exercício da missão.

Com a volta de Jesus para junto do Pai e a conclusão de sua missão terrena, chegou a hora dos discípulos assumirem sua tarefa, a missão que foi confiada a eles. Doravante, Jesus passaria a agir por meio deles. A Igreja testemunhou a verdade dessa realidade.

O Apóstolo Paulo, o evangelizador dos povos, faz parte dessa corrente de pregadores, através do qual Jesus realizou milagres extraordinários. Paulo, entendeu e assumiu a missão e lembrou: “Ai de mim se eu não evangelizar”.

Por onde Paulo passava, instituía comunidades para darem continuidade a obra de Jesus. Paulo não buscava o mínimo, mas o máximo possível. E graças ao seu testemunho de vida e suas cartas, sua palavra continua ressoando em nossas comunidades e motivando o anuncio do Evangelho.

Rezemos: Senhor, quero ser discípulo missionário assumir com alegria a tarefa de anunciar o Evangelho ao mundo inteiro.

Deus abençoe você e sua família.
Um Abraço,
Pe. João Luiz
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe sua preciosa vida nessa jornada de segunda-feira! Hoje recordamos a conversão do Apóstolo Paulo. Um homem com uma história incrível que teve um encontro com Jesus que mudou totalmente a sua vida a ponto de deixar tudo pela causa do Evangelho. Um homem que viveu intensamente sua fé e sua vocação de ser o grande missionário e evangelizador de todos os povos.
"Já não sou eu que vivo...é Cristo que vivem em mim". Que no dia de hoje possamos renovar o nosso amor por Jesus e seu Reino.
Parabéns a todos os PAULOS e PAULAS, Paulinos, Paulinas...
Parabéns a todas as cidades que levam o nome do grande apóstolo.
Parabéns São Paulo!!!

Romanos 8:35-39
35 Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? 36 Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia: fomos reputados como ovelhas para o matadouro. 37 Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou. 38 Porque estou certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, 39 nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor!

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo