Sábado da 16ª Semana Do Tempo Comum - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Liturgia Diária
SÁBADO DA 16ª SEMANA - TEMPO COMUM





1a Leitura - Jr 7,1-11

Acaso, esta casa, em que meu nome é invocado,
tornou-se a vossos olhos uma caverna de ladrões?



Leitura do Livro do Profeta Jeremias 7, 1-11
1 Palavra comunicada a Jeremias, da parte do Senhor:
2 'Põe-te à porta da casa do Senhor e lá anuncia esta palavra, dizendo: Ouvi a palavra do Senhor, todos vós de Judá, que entrais por estas portas para adorar o Senhor.
3 Isto diz o Senhor dos exércitos, Deus de Israel: Melhorai vossa conduta e vossas obras, que eu vos farei habitar neste lugar.
4 Não ponhais vossa confiança em palavras mentirosas, dizendo: -'É o templo do Senhor, o templo do Senhor, o templo do Senhor!
5 Mas, se melhorardes vossa conduta e vossas obras, se fizerdes valer a justiça, uns com os outros,
6 não cometerdes fraudes contra o estrangeiro, o órfão e a viúva, nem derramardes sangue inocente neste lugar, e não andardes atrás de deuses estrangeiros, para vosso próprio mal,
7 então eu vos farei habitar neste lugar, na terra que dei a vossos pais, desde sempre e para sempre.
8 Eis que confiais em palavras mentirosas, que para nada servem.
9 Como! Roubar, matar, cometer adultério e perjúrio, queimar incenso a Baal, e andar atrás de deuses que nem sequer conheceis;
10 e depois, vindes à minha presença, nesta casa em que meu nome é invocado, e dizeis: 'Nenhum mal nos foi infligido, tendo embora cometido todas essas abominações.
11 Acaso, esta casa, em que meu nome é invocado, tornou-se a vossos olhos uma caverna de ladrões? Eis que também eu vi, diz o Senhor.
Palavra do Senhor.





Salmo - Sl 83,3. 4. 5-6a.8a. 11 (R. 2)

R. Quão amável, ó Senhor, é vossa casa!


3 Minha alma desfalece de saudades /
e anseia pelos átrios do Senhor! /
Meu coração e minha carne rejubilam /
e exultam de alegria no Deus vivo!
R.

4 Mesmo o pardal encontra abrigo em vossa casa, /
e a andorinha ali prepara o seu ninho, /
para nele seus filhotes colocar: /
vossos altares, ó Senhor Deus do universo! /
vossos altares, ó meu Rei e meu Senhor!
R.

5 Felizes os que habitam vossa casa; /
para sempre haverão de vos louvar!
6a Felizes os que em vós têm sua força,
8a Caminharão com um ardor sempre crescente.
R.

11 Na verdade, um só dia em vosso templo /
vale mais do que milhares fora dele! /
Prefiro estar no limiar de vossa casa, /
a hospedar-me na mansão dos pecadores!
R.





Evangelho - Mt 13,24-30

Deixai crescer um e outro até a colheita!


+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 13, 24-30

Naquele tempo:
24 Jesus contou outra parábola à multidão: 'O Reino dos Céus é como um homem que semeou boa semente no seu campo.
25 Enquanto todos dormiam, veio seu inimigo, semeou joio no meio do trigo, e foi embora.
26 Quando o trigo cresceu e as espigas começaram a se formar, apareceu também o joio.
27 Os empregados foram procurar o dono e lhe disseram: 'Senhor, não semeaste boa semente no teu campo? Donde veio então o joio?'
28 O dono respondeu: 'Foi algum inimigo que fez isso'. Os empregados lhe perguntaram: 'Queres que vamos arrancar o joio?'
29 O dono respondeu: 'Não! pode acontecer que, arrancando o joio, arranqueis também o trigo.
30 Deixai crescer um e outro até a colheita! E, no tempo da colheita, direi aos que cortam o trigo: arrancai primeiro o joio e o amarrai em feixes para ser queimado! Recolhei, porém, o trigo no meu celeiro!''
Palavra da Salvação.





SÃO TIAGO, APÓSTOLO - SANTORAL





1a Leitura - 2Cor 4,7-15

Aquele que ressuscitou o Senhor Jesus
nos ressuscitará também com Jesuse nos colocará ao seu lado.



Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios 4, 7-15
Irmãos:
7 Trazemos esse tesouro em vasos de barro, para que todos reconheçam que este poder extraordinário vem de Deus e não de nós.
8 Somos afligidos de todos os lados, mas não vencidos pela angústia; postos entre os maiores apuros, mas sem perder a esperança;
9 perseguidos, mas não desamparados; derrubados, mas não aniquilados;
10 por toda parte e sempre levamos em nós mesmos os sofrimentos mortais de Jesus, para que também a vida de Jesus seja manifestada em nossos corpos.
11 De fato, nós, os vivos, somos continuamente entregues à morte, por causa de Jesus, para que também a vida de Jesus seja manifestada em nossa natureza mortal.
12 Assim, a morte age em nós, enquanto a vida age em vós.
13 Mas, sustentados pelo mesmo espírito de fé, conforme o que está escrito: 'Eu creio e, por isso, falei', nós também cremos e, por isso, falamos,
14 certos de que aquele que ressuscitou o Senhor Jesus nos ressuscitará também com Jesus e nos colocará ao seu lado, juntamente convosco.
15 E tudo isso é por causa de vós, para que a abundância da graça em um número maior de pessoas faça crescer a ação de graças para a glória de Deus.
Palavra do Senhor.





Salmo - Sl 125(126),1-2ab.2cd-3.4-5.6 (R.5)

R. Os que lançam as sementes entre lágrimas, ceifarão com alegria.


1 Quando o Senhor reconduziu nossos cativos, /
parecíamos sonhar;
2a encheu-se de sorriso nossa boca, /
2b nossos lábios, de canções.
R.

2c Entre os gentios se dizia: 'Maravilhas
2d fez com eles o Senhor!'
3 Sim, maravilhas fez conosco o Senhor, /
exultemos de alegria!
R.

4 Mudai a nossa sorte, ó Senhor, /
como torrentes no deserto.
5 Os que lançam as sementes entre lágrimas, /
ceifarão com alegria.
R.

6 Chorando de tristeza sairão, /
espalhando suas sementes; /
cantando de alegria voltarão, /
carregando os seus feixes!
R.





Evangelho - Mt 20,20-28

Vós bebereis do meu cálice.


+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 20, 20-28
 
Naquele tempo:
20 A mãe dos filhos de Zebedeu aproximou-se de Jesus com seus filhos e ajoelhou-se com a intenção de fazer um pedido.
21 Jesus perguntou: 'O que tu queres?' Ela respondeu: 'Manda que estes meus dois filhos se sentem, no teu Reino, um à tua direita e outro à tua esquerda'.
22 Jesus, então, respondeu-lhes: 'Não sabeis o que estais pedindo. Por acaso podeis beber o cálice que eu vou beber?' Eles responderam: 'Podemos'.
23 Então Jesus lhes disse: 'De fato, vós bebereis do meu cálice, mas não depende de mim conceder o lugar à minha direita ou à minha esquerda. Meu Pai é quem dará esses lugares àqueles para os quais ele os preparou'.
24 Quando os outros dez discípulos ouviram isso, ficaram irritados contra os dois irmãos.
25 Jesus, porém, chamou-os, e disse: 'Vós sabeis que os chefes das nações têm poder sobre elas e os grandes as oprimem.
26 Entre vós não deverá ser assim. Quem quiser tornar-se grande, torne-se vosso servidor;
27 quem quiser ser o primeiro, seja vosso servo.
28 Pois, o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida como resgate em favor de muitos'.
Palavra da Salvação.




Pesquisa rápida
FOTO: MONSENHOR JOÃO LUÍS FÁVERO
Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)
“Quem semeia entre lagrimas, colherá com alegria”
Mt 20, 20-28

FESTA DE SÃO TIAGO – APÓSTOLO

Na lista dos Apóstolos, Tiago, filho de Zebedeu, aparece ao lado de seu irmão, João. Juntamente com Pedro e João, ele está presente no momento da transfiguração de Jesus e da sua agonia no Horto das Oliveiras.

Segundo o Livro dos Atos dos Apóstolos, por volta do ano 44, Herodes Antipas “começou a perseguir os membros da igreja e mandou matar à espada, Tiago, irmão de João” (At 12, 1-2).

“Ele inicialmente tinha pedido, por meio da mãe, para sentar com o irmão ao lado do Mestre, no Reino, foi justamente o primeiro a beber o cálice da paixão”. (Bento XVI).

A tentação dos primeiros lugares, é a tentação de sempre. E os discípulos de Jesus e a própria Igreja não estão livres disso. Jesus nos alerta: “Entre vocês não deve ser assim”. A tirania cede lugar ao serviço, e a opressão transforma-se em amor eficaz em benefício do próximo.

O primeiro lugar gera orgulho, desprezo e discriminação. Jesus indica qual é o melhor lugar: o último, o lugar daquele que serve. É o serviço que dá dignidade. Jesus se faz exemplo de serviço. Jamais buscou ser servido, tampouco teve a arrogância de se considerar superior a quem quer que seja. Manteve sempre sua postura de servo, e nos ensina que o mandamento que nos rege é o amor

Antiga tradição refere que as relíquias de são Tiago foram levadas para Compostela na Espanha, lugar que se tornou objeto de grande veneração e continua sendo meta de numerosas peregrinações do mundo todo.

Rezemos: Senhor, quero ser um servidor, aprender a fazer aquilo que ninguém quer fazer. São Tiago, rogai por nós!

Hoje lembramos também da memória de são Cristóvão, patrono dos motoristas. Que Deus abençoe você que é motorista, o seu veículo e os passageiros, livrando de todos os perigos e males. Que Jesus seja sempre nosso companheiro nas viagens. Amém

Deus abençoe você e sua família.
Um Abraço,
Pe. João Luiz
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe sua vida nesta nova jornada que está começando. Que seus passos sejam conduzidos por Deus e os dons do Espírito Santo iluminem toda sua vida.  Hoje comemoramos DOIS GRANDES SANTOS: São Tiago - Apóstolo e  São Cristovão, padroeiro dos motoristas. O nome Cristovão não é o seu nome de batismo e carrega o significado de “condutor de Cristo” (ou o "carregador de Cristo), além de também representar uma das devoções mais populares e antigas da Igreja Católica e do Brasil. São Tiago é muito invocado, também, por todos aqueles que estão a caminho...Ele deu sua vida por Cristo na Espanha, onde seu corpo foi encontrado. Muitos fazem o famoso caminho de São Tiago de Compostela para um profundo autoconhecimento e conversão!
Parabéns a todos os motoristas do nosso país...nossa gratidão e oração por todos eles. Não esqueça de saudar e rezar pelo motorista de caminhão, de ônibus, de Van, de Aplicativo e de tantos outros serviços públicos, de saúde, civil, militar, viaturas... a lista é grande não é mesmo? Rezemos por todos eles.

Abaixo, um pouquinho da história de São Tiago e São Cristóvão.

Oração de São Cristóvão  na hora de sair de casa com seu carro e por todos os motoristas.
Dai-me, Senhor, firmeza e vigilância no volante para que eu chegue ao meu destino sem acidentes.
Protegei os que viajam, a todos, e a dirigir com prudência, e que eu descubra vossa presença na natureza, nas rodovias, nas ruas, nas criaturas, e em tudo aquilo que me rodeia.
São Cristóvão, protegei-me e ajudai-me nas minhas idas e vindas a saber viver com alegria, agora e sempre.
Amém!

Com carinho e bençãos

Frei Rinaldo, osm
FOTO: FREI RINALDO STECANELA
CONHEÇA A HISTÓRIA DE SÃO TIAGO

Nascido em Betsaida, este apóstolo do Senhor era filho de Zebedeu e de Salomé e irmão do apóstolo João, o Evangelista.

Pescador juntamente com seu irmão João, foi chamado por Jesus a ser discípulo d’Ele. Aceitou o chamado do Mestre e, deixando tudo, seguiu os passos do Senhor.

Dentre os doze apóstolos, São Tiago foi um grande amigo de Nosso Senhor fazendo parte daquele grupo mais íntimo de Jesus (formado por Pedro, Tiago e João) testemunhando, assim, milagres e acontecimentos como a cura da sogra de Pedro, a Transfiguração de Jesus, entre outros.

Procurou viver com fidelidade o seu discipulado. No entanto, foi somente após a vinda do Espírito Santo em Pentecostes que São Tiago correspondeu concretamente aos desígnios de Deus. No livro dos Atos dos Apóstolos, vemos o belo testemunho de São Tiago, o primeiro dentre os doze apóstolos a derramar o próprio sangue pela causa do Evangelho: “Por aquele tempo, o rei Herodes tomou medidas visando maltratar alguns membros da Igreja. Mandou matar à espada Tiago, irmão de João” (At 12,1-2).

Segundo uma tradição, antes de ser martirizado, São Tiago abraçou um carcereiro desejando-lhe “a Paz de Cristo”. Este gesto converteu o carcereiro que, assumindo a fé em Jesus, foi martirizado juntamente com o apóstolo.

Existe ainda outra tradição sobre os lugares em que São Tiago passou, levando a Boa Nova do Reino. Dentre estes lugares, a Espanha onde, a partir do Século IX, teve início a devoção a São Tiago de Compostela.

São Tiago Maior, rogai por nós!



CONHEÇA A HISTÓRIA DE SÃO CRISTÓVÃO

História
Seu verdadeiro nome era Réprobo e pouco se sabe sobre a sua origem. Diz-se que ele era um homem muito alto, forte, da linhagem Cananéia e por conta disso, sua profissão era ser um guerreiro. Graças ao seu porte físico, não havia um que o vencesse. Sua presença quase sempre era sinônimo de vitória.

Mas algo um dia perturbou a mente de Cristovão. Enquanto servia o Rei de Canaã, se deu conta que ele deveria trabalhar para o maior rei de todos, o mais poderoso, e saiu em busca dessa figura. Encontrou um rei mais forte e passou a servi-lo.

Em uma das festas do reino, durante uma festa, algumas cantigas e canções estavam sendo cantadas para o rei e continham em sua letra citações ao demônio. Toda vez que era citado, o rei fazia o sinal da cruz. Intrigado, Cristovão perguntou ao rei do que se tratava aquele sinal e ele disse que era uma proteção contra qualquer má intenção ou coisas ruins vindas daquela figura. Sendo assim, Cristovão concluiu que o demônio era mais poderoso que o rei e por isso devia servi-lo.

Saiu em mais uma jornada atrás de seu novo “mestre” e durante sua caminada por um deserto o encontrou. Enquanto caminhavam juntos, Cristovão notou que o demônio ao avistar uma cruz, desvio o caminho e percorreu uma distância muito maior afim de não passar perto dela. Cristovão, intrigado, questionou o demônio que confessou: “Houve um homem chamado Jesus Cristo que, por meio de Sua morte na Cruz, trouxe a salvação para a humanidade, e quando vejo Seu sinal, fico apavorado e fujo dele”.

Na mesma hora, Cristovão entendeu que era a Jesus Cristo era mais poderoso e por isso saiu em uma busca incansável ao seu novo Senhor. Durante a caminhada, encontrou um senhor e perguntou como poderia encontrar Jesus Cristo. O velho eremita disse que ele deveria jejuar e orar, mas Cristovão disse que não seria possível. Sendo assim, o eremita pediu que ele se instalasse a beira de um rio que existia ali perto, de travessia dificil, para ajudar a todos que quisessem passar por ele e por amor a Jesus Cristo iniciou a sua missão.

Dia e noite ajudava as pessoas a atravessar o rio, até que em uma noite escutou uma criança chamá-lo para ajudá-la a atravessar a margem do rio. Cristovão colocou a criança nos ombros e iniciou a travessia. A criança era tão pesada que Cristovão, mesmo forte, temeu se afogar e por várias vezes pensou estar carregando o mundo nas costas. Ao deixar a criança do outro lado do rio, comentou sobre o seu peso e eis que teve a sua revelação: “Bom homem, respondeu-lhe o menino, não te espantes, pois não só carregaste o mundo inteiro como também o dono do mundo. Eu sou Jesus Cristo, o Rei que estás a servir neste mundo, e, para que saibas que digo a verdade, põe teu cajado no chão junto à tua casa e amanhã verás que ele estará coberto de flores e de frutos”.

O milagre do cajado de São Cristovão
Depois desse dia, Cristovão partiu para Lícia ao encontro de cristãos que estavam presos. Quando foi descoberto, apanhou muito de seus perseguidores e quando todos achavam que ele seria derrotado, jogou o seu cajado no chão pedindo a Jesus Cristo que o florisse novamente. E assim aconteceu, diante de mais de 8 mil pessoas.

Imediatamente Cristovão foi levado ao rei, que tentou de todas as maneiras fazer com que desistisse e renunciasse a sua fé mas ele permanceu inabalável. Sua fé era tão forte quanto o seu corpo. O rei ainda tentou fazê-lo pecar, mas foi em vão. Depois de várias tentativas, o rei mandou executá-lo e Cristovão morreu decapitado.

Após esse episódio, a fama de Cristovão espalhou-se muito rapidamente atingindo assim mais e mais devotos ao longo do mundo.

O padroeiro dos motoristas
Após o episódio da criança no rio, Réprobo assumiu o nome de Cristovão (carregador de Cristo) e por isso é considerado o padroeiro dos motoristas, condutores e viajantes já que um dia carregou o menino Jesus nos ombros.
Sua imagem representa exatamente esse momento: o menino Jesus em seus ombros e o cajado na mão.
FEVEREIRO
D
S
T
Q
Q
S
S






1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo