4ª-feira da 34ª Semana Do Tempo Comum - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > Liturgia do dia
Liturgia de Hoje
4ª-feira da 34ª Semana Do Tempo Comum
25 de Novembro de 2020 - Cor: Verde





1ª Leitura - Ap 15,1-4

Entoavam o cântico de Moisés e o cântico do Cordeiro.

Leitura do Livro do Apocalipse de São João 15,1-4

Eu, João,

1 vi no céu outro sinal,
grande e admirável:
sete anjos, com as sete últimas pragas.
Com elas o furor de Deus ia-se consumar.

2 Vi também como que um mar de vidro misturado com fogo.
Sobre este mar estavam, de pé,
todos aqueles que saíram vitoriosos
do confronto com a besta, com a imagem dela e
com o número do nome da besta.
Seguravam as harpas de Deus.

3 Entoavam o cântico de Moisés, o servo de Deus,
e o cântico do Cordeiro, dizendo:
'Grandes e admiráveis são as tuas obras,
Senhor Deus, Todo-poderoso!
Justos e verdadeiros são os teus caminhos,
ó Rei das nações!

4 Quem não temeria, Senhor,
e não glorificaria o teu nome?
Só tu és santo!
Todas as nações virão prostrar-se diante de Ti,
porque tuas justas decisões se tornaram manifestas.'

Palavra do Senhor.




Salmo - Sl 97 (98), 1. 2-3ab. 7-8. 9 (R. Ap 15,3b)

R. Como são grandes e admiráveis vossas obras,
ó Senhor e nosso Deus onipotente!

1 Cantai ao Senhor Deus um canto novo, *
porque ele fez prodígios!
Sua mão e o seu braço forte e santo *
alcançaram-lhe a vitória.
R.

2 O Senhor fez conhecer a salvação, *
e às nações, sua justiça;
3a recordou o seu amor sempre fiel *
3b pela casa de Israel.
R.

7 Aplauda o mar com todo ser que nele vive, *
o mundo inteiro e toda gente!
8 As montanhas e os rios batam palmas *
e exultem de alegria.
R.

9 na presença do Senhor, pois ele vem, *
vem julgar a terra inteira.
Julgará o universo com justiça *
e as nações com eqüidade.
R.




Evangelho - Lc 21,12-19

Todos vos odiarão por causa do meu nome.
Mas vós não perdereis.um só fio de cabelo da vossa cabeça.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 21,12-19

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:

12 Antes que estas coisas aconteçam,
sereis presos e perseguidos;
sereis entregues às sinagogas e postos na prisão;
sereis levados diante de reis e governadores
por causa do meu nome.

13 Esta será a ocasião em que testemunhareis a vossa fé.

14 Fazei o firme propósito
de não planejar com antecedência a própria defesa;

15 porque eu vos darei palavras tão acertadas,
que nenhum dos inimigos vos poderá resistir ou rebater.

16 Sereis entregues até mesmo pelos próprios pais,
irmãos, parentes e amigos.
E eles matarão alguns de vós.

17 Todos vos odiarão por causa do meu nome.

18 Mas vós não perdereis
um só fio de cabelo da vossa cabeça.

19 É permanecendo firmes que ireis ganhar a vida!

Palavra da Salvação.





FONTE: YOUTUBE
Reflexão - Pe. João Luís Fávero
“O Senhor manifestou sua salvação”.
Lc 21, 12-19

Os sofrimentos e as tribulações, no ensinamento de Jesus, estarão sempre presentes na vida dos discípulos. Como explicar isso, se os discípulos estão a serviço do bem, dedicados a proclamar o amor e a reconciliação? Porque pessoas mansas e pacificas atraem tanto ódio? E também as perseguições vindas até dos próprios familiares.

A presença do Reino instiga as forças contrárias do antirreino. A verdade denuncia o erro e a mentira. A justiça desmascara a maldade e a opressão. O amor torna patente o egoísmo e a falta de solidariedade. Cada virtude põe às claras o seu oposto. E o conflito se torna inevitável e a hostilidade só aumenta.

A perseverança se torna um imperativo para os discípulos. O medo se supera com a fé, na certeza da proteção do Pai: “Nem um só fio de cabelo cairá da cabeça de vocês”. Ele dará assistência do Espírito Santo, dará palavras acertadas para se defenderem por causa de Jesus.

O livro do Atos dos Apóstolos comprova, mediante inúmeros fatos, a veracidade desse ensinamento de Jesus. É a reviravolta provocada pela implantação do Reino de Deus. É o testemunho e a perseverança na tribulação.

Os discípulos de Jesus sofrem as acusações dos chefes, a traição dos familiares e ódio de muitos. Estevão se torna o primeiro mártir, é apedrejado. Tiago, o bispo de Jerusalém é degolado. Muitas tribulações atormentam, Pedro, Paulo, Silas e outros missionários. O importante é permanecer fiel no seguimento a Jesus e no compromisso como Reino.

Rezemos: Senhor, diante das tribulações, reaviva em meu coração a fé e a perseverança para enfrentar o mal, e viver o amor, na certeza que nossa vida está nas mãos do Pai.

Deus abençoe você e sua família.
Um Abraço,
Pe. João Luiz
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe seu novo dia. Uma quarta-feira feliz e abençoada com toda sorte de bençãos físicas e espirituais. Como sempre...comece o seu dia numa atitude de gratidão a Deus pela vida, família, natureza...tudo é dom, tudo é graça. Lembre-se: quem não sabe agradecer...não merece receber, não é mesmo? Então agradeça sempre e se prepare para receber todas as bençãos que Deus tem reservado para a sua vida. Um feliz e abençoado dia. Hoje é dia de Santa CATARINA  DE ALEXANDRIA, MARTIR...parabéns a todos os CATARINENSES.

Sejam fortes e corajosos. Não tenham medo nem fiquem apavorados por causa delas, pois o Senhor, o seu Deus, vai com vocês; nunca os deixará, nunca os abandonará".
Deuteronômio 31,6


Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm



Só para lembrar que HOJE, às 19h00 começo a NOVENA DE SÃO PEREGRINO..pelo meu canal do YouTube...venha rezar junto comigo!!!
Novena a Nossa Senhora Das Graças - Dia 8


Ato de contrição

Senhor meu, Jesus Cristo, Deus e Homem verdadeiro, Criador e Redentor meu, por serdes Vós quem sois, sumamente bom e digno de ser amado sobre todas as coisas, e porque Vos amo e estimo, pesa-me, Senhor, por Vos ter ofendido e pesa-me também por ter perdido o Céu e merecido o inferno. Proponho, firmemente, com o auxílio de Vossa divina graça e pela poderosa intercessão de Vossa Mãe Santíssima, emendar-me e nunca mais Vos tornar a ofender. Espero alcançar o perdão de minhas culpas, por Vossa infinita misericórdia. Assim seja.


8º dia – Súplica

Ó Virgem Imaculada da Medalha Milagrosa, fazei com que esses raios luminosos que irradiam de vossas mãos virginais, iluminem minha inteligência para melhor conhecer o bem, e abrasem meu coração vivos sentimentos de fé, esperança e caridade.


Oração:

Ó Imaculada Virgem Mãe de Deus e nossa Mãe, ao contemplar-vos de braços abertos derramando graças sobre os que vo-las pedem, cheios de confiança na vossa poderosa intercessão, inúmeras vezes manifestada pela Medalha Milagrosa, embora reconhecendo a nossa indignidade por causa de nossas inúmeras culpas, acercamo-nos de vossos pés para vos expor, durante essa oração, as nossas mais prementes necessidades (momento de silêncio e de pedir a graça desejada).

Concedei, pois, ó Virgem da Medalha Milagrosa, este favor que confiantes vos solicitamos, para maior glória de Deus, engrandecimento do vosso nome, e o bem de nossas almas. E para melhor servirmos ao Vosso Divino Filho, inspirai-nos profundo ódio ao pecado e dai-nos coragem de nos afirmar sempre verdadeiros cristãos. Amém.

Santíssima Virgem, eu reconheço e confesso vossa Santa e Imaculada Conceição, pura e sem mancha. Ó puríssima Virgem Maria, por vossa Conceição Imaculada e gloriosa prerrogativa de Mãe de Deus, alcançai-me de vosso amado Filho a humildade, caridade, obediência, castidade, santa pureza de coração, de corpo e espírito; alcançai-me a perseverança na prática do bem, uma santa vida, uma boa morte e a graça de (pede-se uma graça) que peço com toda a confiança. Amém.


Rezar três Ave-Marias.

Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós.



- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo