26/02/20 - QUARTA-FEIRA - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Pesquisa rápida
Liturgia Diária


 

4ª-FEIRA DE CINZAS - QUARESMA

COR: ROXO





 

1a Leitura - Jl 2,12-18

 

Rasgai o vosso coração e não as vossas vestes.

 

Leitura da Profecia de Joel 2, 12-18

12 'Agora, diz o Senhor, voltai para mim com todo o vosso coração, com jejuns, lágrimas e gemidos; 

13 rasgai o coração, e não as vestes; e voltai para o Senhor, vosso Deus; ele é benigno e compassivo, paciente e cheio de misericórdia, inclinado a perdoar o castigo'. 

14 Quem sabe, se ele se volta para vós e vos perdoa, e deixa atrás de si a bênção, oblação e libação para o Senhor, vosso Deus?

15 Tocai trombeta em Sião, prescrevei o jejum sagrado, convocai a assembléia; 

16 congregai o povo, realizai cerimônias de culto, reuni anciãos, ajuntai crianças e lactentes; deixe o esposo seu aposento, e a esposa, seu leito. 

17 Chorem, postos entre o vestíbulo e o altar, os ministros sagrados do Senhor, e digam: 'Perdoa, Senhor, a teu povo, e não deixes que esta tua herança sofra infâmia e que as nações a dominem. ' Por que se haveria de dizer entre os povos: 'Onde está o Deus deles?'

18 Então o Senhor encheu-se de zelo por sua terra e perdoou ao seu povo.

Palavra do Senhor.





 

Salmo - Sl 50 (51), 3-4. 5-6a. 12-13. 14.17 (R.Cf.3a)

 

R. Misericórdia, ó Senhor, pois pecamos.

 

3 Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia! / Na imensidão de vosso amor, purificai-me!  4 Lavai-me todo inteiro do pecado, / e apagai completamente a minha culpa!

R.

 

5 Eu reconheço toda a minha iniqüidade, / o meu pecado está sempre à minha frente.   6a Foi contra vós, só contra vós, que eu pequei, / pratiquei o que é mau aos vossos olhos!

R.

 

12 Criai em mim um coração que seja puro, / dai-me de novo um espírito decidido.  13 Ó Senhor, não me afasteis de vossa face,  / nem retireis de mim o vosso Santo Espírito!

R.

 

14 Dai-me de novo a alegria de ser salvo / e confirmai-me com espírito generoso!  17 Abri meus lábios, ó Senhor, para cantar, / e minha boca anunciará vosso louvor!

R.





 

2a Leitura - 2Cor 5,20-6,2

 

Reconciliai-vos com Deus. É agora o momento favorável.

 

Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios 5, 20 - 6, 2

Irmãos: 

20 Somos embaixadores de Cristo, e é Deus mesmo que exorta através de nós. Em nome de Cristo, nós vos suplicamos: deixai-vos reconciliar com Deus. 

21 Aquele que não cometeu nenhum pecado, Deus o fez pecado por nós, para que nele nós nos tornemos justiça de Deus. 

6,1 Como colaboradores de Cristo, nós vos exortamos a não receberdes em vão a graça de Deus, 

2 pois ele diz: 'No momento favorável, eu te ouvi e no dia da salvação, eu te socorri'. É agora o momento favorável, é agora o dia da salvação.

Palavra do Senhor.





 

Evangelho - Mt 6,1-6.16-18

 

E o teu Pai, que vê o que estáescondido, te dará a recompensa.

 

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 6, 1-6. 16-18

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 

1 'Ficai atentos para não praticar a vossa justiça na frente dos homens, só para serdes vistos por eles. Caso contrário, não recebereis a recompensa do vosso Pai que está nos céus. 

2 Por isso, quando deres esmola, não toques a trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem elogiados pelos homens. Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa. 

3 Ao contrário, quando deres esmola, que a tua mão esquerda não saiba o que faz a tua mão direita, 

4 de modo que, a tua esmola fique oculta. E o teu Pai, que vê o que está oculto, te dará a recompensa. 

5 Quando orardes, não sejais como os hipócritas, que gostam de rezar em pé, nas sinagogas e nas esquinas das praças, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa. 

6 Ao contrário, quando tu orares, entra no teu quarto, fecha a porta, e reza ao teu Pai que está oculto. E o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa. 

16 Quando jejuardes, não fiqueis com o rosto triste como os hipócritas. Eles desfiguram o rosto, para que os homens vejam que estão jejuando. Em verdade vos digo: Eles já receberam a sua recompensa. 

17 Tu, porém, quando jejuares, perfuma a cabeça e lava o rosto, 

18 para que os homens não vejam que tu estás jejuando, mas somente teu Pai, que está oculto. E o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa.

Palavra da Salvação.





 
Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)

“Misericórdia, ó Senhor, pois pecamos!”
Mt 6,1-6.16-18


O CAMINHO DA VIDA NOVA.

Quarta-feira de Cinzas é sempre um convite para retomar a vida e a fé, para lembrar a fragilidade da vida. A data assinala o início da caminhada para a Páscoa. É um caminho de penitência e alegria. A tradição cristã aponta três práticas para a vivência quaresmal:

Jejum – o Jejum faz bem ao corpo e à alma. Podemos fazer outros tipos de Jejum a partir dos olhos, das palavras inúteis ou prejudiciais, e evitar o consumismo, o exagero desnecessário. O jejum nos ajuda a esvaziar-nos de nós mesmos. E no vazio abrimos espaço para sermos fecundados pela gratuidade divina. No jejum somos reintegrados e nos equilibramos novamente.

Esmola – A Esmola é o exercício da caridade em todas as suas dimensões. A caridade-esmola é partilha concreta de vida, cuidado amoroso, liberdade de entrega! É o encontro com o próximo é a capacidade de sentir compaixão, de vencer o egoísmo e a insensibilidade. A compaixão torna-se a nossa medida.

Oração – A Oração deste tempo deve ser individual, comunitária e litúrgica. É um diálogo de amor e de amizade, é aproximação e exposição, uma nova relação, ocasião em que somos tocados pelo amor e a ternura de Deus.

Nas três práticas devemos evitar a vaidade que empobrece nossos gestos e atrapalham nosso processo de conversão. Devemos aprender a maneira discreta de dar esmolas, rezar e jejuar.

Nada de exageros, não corremos atrás da glória deste mundo. O que conta realmente é a conversão a Deus e aos irmãos e irmãs. Esse é o nosso projeto para toda a Quaresma.

Na busca de transformação e santificação, a Igreja no Brasil oferece às comunidades, no tempo da Quaresma, uma realidade para ser refletida, meditada e rezada. É a Campanha da Fraternidade (CF), que, neste ano, tem como tema: “FRATERNIDADE E VIDA: DOM E COMPROMISSO” e como lema: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10, 33-34). A CF-2020 coloca diante nós o exemplo do Bom Samaritano, que reflete a compaixão e o cuidado com a vida e o testemunho de Santa Dulce dos Pobres na vivência da caridade como o verdadeiro sentido da vida.

Vamos estabelecer uma meta que queremos atingir na Páscoa, como sinal do novo de Deus se manifestando em nós. Ver, sentir compaixão e cuidar apresentam-se como um autêntico programa quaresmal. Peçamos, então, a graça de um coração acolhedor, para viver a compaixão e o cuidado fraterno em nosso programa quaresmal.

Rezemos: Senhor, eu quero nesta quaresma, estabelecer uma meta a ser atingida na Páscoa. Conto com a sua graça!

Deus abençoe você e sua família.

Pe. João Luiz
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe seu novo dia que começa. Hoje começa um tempo novo, o tempo da graça, o tempo da quaresma. Teremos 40 dias pela frente para nos prepararmos bem para vivermos o maior acontecimento cristão: a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus. Tempo de oração, de Jejum, do exercício mais acentuado da Misericórdia...Tempo de olhar para dentro de si e se perguntar: como eu me avalio como cristão, filho de Deus...? Como estou amando as pessoas? Como me relaciono com Deus? Como está minha oração? O que sou capaz de renunciar? Como está a prática do perdão na minha vida? Que nota eu me dou como cristão? Quantas perguntas não...!!!! Quaresma é isso mesmo! Um olhar para dentro de si...para o mundo, para as pessoas e para Deus...
Por isso que vamos começar com as Cinzas..para recordar que somos pó! Para recordar que um novo tempo começa...de mudanças, de transformações...de uma caminhada penitencial.... Viva com intensidade esse tempo!!! Comece deixando de lado o barulhos, a agitação, as festas...e se recolha...como num grande retiro...para retomar a sua essência: IMAGEM E SEMELHANÇA DE DEUS.
Junto com a Quaresma, teremos a Campanha da Fraternidade  que proclama que a vida é dom e compromisso! Seu sentido consiste em ver, solidarizar-se e cuidar. A vida é essencialmente samaritana.
Com o TEMA - Fraternidade e serviço: dom e compromisso e o LEMA: viu, sentiu compaixão e cuidou dele...a campanha se inspira na vida da Irmã Dulce, canonizada em Outubro do ano passado.
Boa caminhada quaresmal...


Provem e Vejam como o Senhor é Bom! Como é feliz o homem que nele se refugia! Salmo 34,8

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo