Sábado da 12ª Semana Do Tempo Comum - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Liturgia Diária

1a Leitura - Lm 2,2.10-14.18-19
 
Grite o teu coração ao Senhor, em favor dos muros da cidade de Sião.
Leitura do Livro das Lamentações 2, 2. 10-14. 18-19
2 O Senhor destruiu sem piedade todos os campos de Jacó; em sua ira deitou abaixo as fortificações da cidade de Judá; lançou por terra, aviltou a realeza e seus príncipes.
10 Sentados no chão, em silêncio, os anciãos da cidade de Sião espalharam cinza na cabeça, vestiram-se de saco; as jovens de Jerusalém inclinaram a cabeça para o chão.
11 Meus olhos estão machucados de lágrimas, fervem minhas entranhas; derrama-se por terra o meu fel diante da arruinada cidade de meu povo, vendo desfalecerem tantas crianças pelas ruas da cidade.
12 Elas pedem às mães: 'O trigo e o vinho, onde estão?' E vão caindo como derrubadas pela morte nas ruas da cidade, até expirarem no colo das mães.
13 Com quem te posso comparar, ou a quem te posso assemelhar, Ó cidade de Jerusalém? A quem te igualarei, para te consolar, ó cidade de Sião? Grande como o mar é tua aflição; quem poderá curar-te?
14 Teus profetas te fizeram ver imagens falsas e insensatas, não puseram a descoberto a tua malícia, para tentar mudar a tua sorte; ao contrário, deram-te oráculos mentirosos e atraentes.
18 Grite o teu coração ao Senhor, em favor dos muros da cidade de Sião; deixa correr uma torrente de lágrimas, de dia e de noite. Não te concedas repouso, não cessem de chorar as pupilas de teus olhos.
19 Levanta-te, chora na calada da noite, no início das vigílias, derrama o teu coração, como água, diante do Senhor; ergue as mãos para ele, pela vida de teus pequeninos, que desfalecem de fome em todas as encruzilhadas.
Palavra do Senhor.





Salmo - Sl 73,1-2. 3-4. 5-7. 20-21 (R. 19b)
 
R. Não esqueçais até o fim a humilhação dos vossos pobres.
1 Ó Senhor, por que razão nos rejeitastes para sempre / e vos irais contra as ovelhas do rebanho que guiais?  2 Recordai-vos deste povo que outrora adquiristes, / desta tribo que remistes para ser a vossa herança, / e do monte de Sião que escolhestes por morada!
R.
 
3 Dirigi-vos até lá para ver quanta ruína: / no santuário o inimigo destruiu todas as coisas;  4  e, rugindo como feras, no local das grandes festas, / lá puseram suas bandeiras vossos ímpios inimigos.
R.
 
5 Pareciam lenhadores derrubando uma floresta,  6 ao quebrarem suas portas com martelos e com malhos.  7 Ó Senhor, puseram fogo mesmo em vosso santuário! / Rebaixaram, profanaram o lugar onde habitais!
R.
 
20 Recordai vossa Aliança! A medida transbordou, / porque nos antros desta terra só existe violência!  21 Que não se escondam envergonhados o humilde e o pequeno, / mas glorifiquem vosso nome o infeliz e o indigente!
R.





Evangelho - Mt 8,5-17
 
Muitos virão do Oriente e do Ocidente, e se sentarão à mesa junto com Abraão, Isaac e Jacó.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 8, 5-17
Naquele tempo:
5 Quando Jesus entrou em Cafarnaum, um oficial romano aproximou-se dele, suplicando:
6 'Senhor, o meu empregado está de cama, lá em casa, sofrendo terrivelmente com uma paralisia. '
7 Jesus respondeu: 'Vou curá-lo. '
8 O oficial disse: 'Senhor, eu não sou digno de que entres em minha casa. Dize uma só palavra e o meu empregado ficará curado.
9 Pois eu também sou subordinado e tenho soldados debaixo de minhas ordens. E digo a um : 'Vai!', e ele vai; e a outro: 'Vem!', e ele vem; e digo ao meu escravo: 'Faze isto!', e ele faz. '
10 Quando ouviu isso, Jesus ficou admirado, e disse aos que o seguiam: 'Em verdade, vos digo: nunca encontrei em Israel alguém que tivesse tanta fé.
11 Eu vos digo: muitos virão do Oriente e do Ocidente, e se sentarão à mesa no Reino dos Céus, junto com Abraão, Isaac e Jacó,
12 enquanto os herdeiros do Reino serão jogados para fora, nas trevas, onde haverá choro e ranger de dentes. '
13 Então, Jesus disse ao oficial: 'Vai! e seja feito como tu creste. ' E naquela mesma hora o empregado ficou curado.
14 Entrando Jesus na casa de Pedro, viu a sogra dele deitada e com febre.
15 Tocou-lhe a mão, e a febre a deixou. Ela se levantou, e pôs-se a servi-lo.
16 Quando caiu a tarde, levaram a Jesus muitas pessoas possuídas pelo demônio. Ele expulsou os espíritos, com sua palavra, e curou todos os doentes,
17 para que se cumprisse o que foi dito pelo profeta Isaías: 'Ele tomou as nossas dores e carregou as nossas enfermidades. '
Palavra da Salvação.





SÃO CIRILO DE ALEXANDRIA, BISPO E DOUTOR DA IGREJA - SANTORAL





1a Leitura - 2Tm 4,1-5
 
Desempenha o teu serviço de pregador do evangelho, e cumpre com perfeição o teu ministério.
Leitura da Segunda Carta de São Paulo a Timóteo 4, 1-5
Caríssimo:
1 Diante de Deus e de Cristo Jesus, que há de vir a julgar os vivos e os mortos, e em virtude da sua manifestação gloriosa e do seu Reino, eu te peço com insistência:
2 proclama a palavra, insiste oportuna ou importunamente, argumenta, repreende, aconselha, com toda a paciência e doutrina.
3 Pois vai chegar o tempo em que não suportarão a só doutrina, mas, com o prurido da curiosidade nos ouvidos, se rodearão de mestres ao sabor de seus próprios caprichos.
4 E assim, deixando de ouvir a verdade, se desviarão para as fábulas.
5 Tu, porém, mostra vigilância em tudo, suporta o sofrimento, desempenha o teu serviço de pregador do evangelho, cumpre com perfeição o teu ministério. Sê sóbrio.
Palavra do Senhor.





Salmo - Sl 88(89),2-3.4-5.21-22.25 e 27 (R. cf. 2a)
 
R. Ó Senhor, eu cantarei eternamente vosso amor.
2 Ó Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor, / de geração em geração eu cantarei vossa verdade!  3 Porque dissestes: 'O amor é garantido para sempre!' / E a vossa lealdade é tão firme como os céus.
R.
 
4 'Eu firmei uma Aliança com meu servo, meu eleito, / e eu fiz um juramento a Davi, meu servidor.  5 Para sempre, no teu trono, firmarei tua linhagem, / de geração em geração garantirei o teu reinado!'
R.
 
21 Encontrei e escolhi a Davi, meu servidor, / e o ungi, para ser rei, com meu óleo consagrado.  22 Estará sempre com ele minha mão onipotente, / e meu braço poderoso há de ser a sua força.
R.
 
25 Minha verdade e meu amor estarão sempre com ele, / sua força e seu poder por meu nome crescerão. 27 Ele, então, me invocará: `Ó Senhor, vós sois meu Pai, / sois meu Deus, sois meu Rochedo onde encontro a salvação'!
R.





Evangelho - Mt 5,13-19
 
Vós sois a luz do mundo.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 5, 13-19
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
13 'Vós sois o sal da terra. Ora, se o sal se tornar insosso, com que salgaremos? Ele não servirá para mais nada, senão para ser jogado fora e ser pisado pelos homens.
14 Vós sois a luz do mundo. Não pode ficar escondida uma cidade construída sobre um monte.
15 Ninguém acende uma lâmpada e a coloca debaixo de uma vasilha, mas sim num candeeiro, onde ela brilha para todos os que estão em casa.
16 Assim também brilhe a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e louvem o vosso Pai que está nos céus.
17 Não penseis que vim abolir a Lei e os Profetas. Não vim para abolir, mas para dar-lhes pleno cumprimento.
18 Em verdade, eu vos digo: antes que o céu e a terra deixem de existir, nem uma só letra ou vírgula serão tiradas da Lei, sem que tudo se cumpra.
19 Portanto, quem desobedecer a um só destes mandamentos, por menor que seja, e ensinar os outros a fazerem o mesmo, será considerado o menor no Reino dos Céus. Porém, quem os praticar e ensinar será considerado grande no Reino dos Céus'.
Palavra da Salvação.




Pesquisa rápida
Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)
“Não esqueças jamais a vida dos teus pobres”.
Mt 8, 5-17

No Evangelho, um chefe de soldados romano (um centurião-pagão), se aproxima de Jesus para pedir a cura de seu servo. Chama Jesus de “Senhor”, reconhece a filiação divina de Jesus, manifestando a grandeza de sua fé. A fé e a humildade deste homem tocam o coração de Jesus.

Jesus prontamente responde a este pedido: “Vou até lá para curá-lo”. Tudo é possível para quem tem fé. Mostra que veio salvar e curar a todos, independentemente do território ou crença religiosa.

A fé do chefe dos soldados deixa Jesus admirado: “Nunca vi tanta fé assim em Israel”. Realiza a cura dali mesmo, pois o chefe dos soldados não se achou digno de recebe-Lo em sua casa.

Seja essa nossa humildade também: não somos dignos de receber o Senhor em nossa vida, mas mesmo assim Ele quer habitar dentro de nós, morar em nosso coração. E por sua misericórdia e vendo a nossa confiança, vem curar nossas paralisias, que impedem de amar a Deus e servir nossos irmãos.

Jesus toma uma iniciativa, sem proferir palavras, segura a mão da sogra ade Pedro, “e a febre a deixou”, imediatamente “ela se levantou e começou a servi-lo”. Com uma palavra, jesus cura numerosos outros enfermos: “Ele assumiu nossas fraquezas e carregou nossas doenças” (cf Is 53, 4).

Rezemos: Senhor, entre em minha vida! Cure nossas paralisias. Cure para o serviço aos outros, como curou a sogra de Pedro. A cura nos liberta para o amor e o serviço, faz de nós missionários. Quero Amar e Servir!

Deus abençoe você e sua família.

Pe. João Luiz
FOTO: MONSENHOR JOÃO LUÍS FÁVERO
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe sua vida nesta nova jornada de sábado que está começando.  Sinta a presença de Deus agindo na sua vida e convidando você para irradiar esse amor. Ande sempre nos caminhos do Senhor, do amor, da paz, da alegria, da serenidade...da verdade, da justiça...faça sempre o bem, não importa a quem. Não mude o que é sua essência: ser bom!!! Deus abençoe seu dia na paz e no amor. Um abençoado sábado!

Não fui eu que ordenei a você? Seja forte e corajoso! Não se apavore nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar".
Josué 1,9

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm
FOTO: FREI RINALDO STECANELA
FEVEREIRO
D
S
T
Q
Q
S
S






1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo