2ª-FEIRA DA 17ª SEMANA - TEMPO COMUM - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Liturgia Diária
2ª-FEIRA DA 17ª SEMANA - TEMPO COMUM





1a Leitura - Jr 13,1-11

Este povo será como este cinto
que não serve mais para nada.



Leitura do Livro do Profeta Jeremias 13, 1-11
1 Isto disse-me o Senhor: 'Vai comprar um cinto de linho e põe-no em torno da cintura, mas não o deixes molhar na água'.
2 Comprei o cinto, conforme a ordem do Senhor, e coloquei-o à cintura.
3 E a palavra do Senhor dirigiu-se a mim pela segunda vez, dizendo:
4 'Toma o cinto que compraste e tens à cintura, levanta-te e vai ao Eufrates, esconde-o lá na fenda de uma pedra. '
5 Fui e o escondi perto do Eufrates, conforme mandara o Senhor.
6 Ora, ao cabo de muitos dias, disse-me o Senhor: 'Levanta-te, vai ao Eufrates, e retira de lá o cinto que te mandei esconder'.
7 Fui ao Eufrates, cavei e retirei o cinto do lugar, onde o tinha escondido; mas eis que o cinto tinha apodrecido tanto que não servia mais para nada.
8 E a palavra do Senhor dirigiu-se a mim, dizendo:
9 'Isto diz o Senhor: Assim farei apodrecer a grande soberba de Judá e de Jerusalém;
10 este povo perverso, que se recusa a ouvir minhas palavras, convive com a maldade no coração, e vai atrás de deuses estrangeiros, prestando-lhes culto e prostrando-se diante deles, será como este cinto que não serve mais para nada.
11 Pois assim como o cinto se une à cintura do homem, assim quis eu que toda a casa de Israel e toda a casa de Judá se unissem a mim, diz o Senhor, para ser meu povo, honra do meu nome, louvor e glória. Mas não ouviram. '
Palavra do Senhor.





Salmo - Dt 32,18-19. 20. 21 (R. Cf. 18)

R. Esqueceram o Deus que os gerou.


18 Desprezastes o Rochedo que te gerou, /
esquecestes o Deus que te criou.
19 E o Senhor viu e se irritou, /
aborrecido com seus filhos e filhas.
R.

20 E disse: Esconderei deles meu rosto, /
e verei qual será seu fim. /
Pois são uma geração perversa, /
filhos sem lealdade.
R.

21 Eles me provocaram com coisas, que não são deus, /
irritaram-me com seus ídolos. /
Também os provocarei com quem não é povo /
e os irritarei com gente insensata.
R.





Evangelho - Mt 13,31-35

O grão de mostrarda torna-se uma árvore,
de modo que os pássaros vêm
e fazem ninhos em seus ramos.



+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 13, 31-35
Naquele tempo:
31 Jesus contou-lhes outra parábola: 'O Reino dos Céus é como uma semente de mostarda que um homem pega e semeia no seu campo.
32 Embora ela seja a menor de todas as sementes, quando cresce, fica maior do que as outras plantas. E torna-se uma árvore, de modo que os pássaros vêm e fazem ninhos em seus ramos. '
33 Jesus contou-lhes ainda uma outra parábola: 'O Reino dos Céus é como o fermento que uma mulher pega e mistura com três porções de farinha, até que tudo fique fermentado. '
34 Tudo isso Jesus falava em parábolas às multidões. Nada lhes falava sem usar parábolas,
35 para se cumprir o que foi dito pelo profeta: 'Abrirei a boca para falar em parábolas; vou proclamar coisas escondidas desde a criação do mundo'.
Palavra da Salvação.




Pesquisa rápida
FOTO: MONSENHOR JOÃO LUÍS FÁVERO
Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)
“Esqueceram o Deus que os gerou”
Mt 13, 31-35

Jesus compara o Reino de Deus, com coisas pequenas que crescem e se tornam grandes depois. A olho nu, não se imagina que podem crescer tanto, como é o caso do grão de mostarda e do fermento.

O Reino de Deus, o projeto de Jesus, que vai se concretizando na história, começou com doze homens que Ele convocou em seus mais variados trabalhos. Começou pequeno e hoje temos uma multidão de fiéis.

Um grão pequenino e uma árvore grande, eis o mistério do grão de mostarda. O fermento faz a massa crescer, é a força da Palavra de Deus que suscita a fé e a faz crescer nos corações. Cresce misteriosamente.

São pequenos gestos que lançados na vida, fazem crescer o amor, a paz, a justiça, a solidariedade... cresce na simplicidade e no escondimento. O Reino nos faz melhor e transforma a realidade. Não somos uma presença insignificante na história.

Os sinais do Reino, embora discretos carregam um grande potencial de crescimento e a promessa de abundantes frutos, estão por toda a parte e nós devemos colaborar para sua expansão e solidez. O Reino nos surpreende e deve ser refeito a cada dia, quase sempre com pequenas atitudes e perdas no cotidiano, mas carrega possibilidades ilimitadas. Embora discretos, estão por toda parte.

Rezemos: Senhor, faze-me compreender que a ação escondida do Reino no meio da humanidade, transforma a nossa vida pela força do amor, nos compromete com a prática da justiça e nos faz viver fraternalmente.

Deus abençoe você e sua família.

Pe. João Luiz
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe você nesta nova semana que já começou. Que seu dia seja especial, que seja o primeiro de uma semana abençoada e repleta de grandes realizações. Uma ótima segunda-feira na Graça de Deus.

Faze-me ouvir a tua benignidade pela manhã,
pois em ti confio;  faze-me saber o caminho que devo seguir,
porque a ti levanto a minha alma.
Salmo 143,8
Com carinho e bençãos

Frei Rinaldo, osm
FOTO: FREI RINALDO STECANELA
FEVEREIRO
D
S
T
Q
Q
S
S






1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo