26º Domingo Do Tempo Comum - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Liturgia Diária



1a Leitura - Ez 18,25-28



Quando o ímpio se arrepende da maldade
que praticou conserva a própria vida.



Leitura da Profecia de Ezequiel 18, 25-28
Assim diz o Senhor:
25 Vós andais dizendo: `A conduta do Senhor não é correta`. Ouví, vós da casa de Israel: É a minha conduta que não é correta, ou antes é a vossa conduta que não é correta?
26 Quando um justo se desvia da justiça, pratica o mal e morre, é por causa do mal praticado que ele morre.
27 Quando um ímpio se arrepende da maldade que praticou e observa o direito e a justiça, conserva a própria vida.
28 Arrependendo-se de todos os seus pecados, com certeza viverá; não morrerá.
Palavra do Senhor.





Salmo - Sl 24,4bc-5.6-7.8-9 (R. 6a)



R. Recordai, Senhor meu Deus, vossa ternura e compaixão!



4b Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos,
4c e fazei-me conhecer a vossa estrada!
5 Vossa verdade me oriente e me conduza, /
porque sois o Deus da minha salvação; /
em vós espero, ó Senhor, todos os dias!
R.



6 Recordai, Senhor meu Deus, vossa ternura /
e a vossa compaixão que são eternas!
7 Não recordeis os meus pecados quando jovem, /
nem vos lembreis de minhas faltas e delitos! /
De mim lembrai-vos, porque sois misericórdia /
e sois bondade sem limites, ó Senhor!
R.



8 O Senhor é piedade e retidão, /
e reconduz ao bom caminho os pecadores.
9 Ele dirige os humildes na justiça, /
e aos pobres ele ensina o seu caminho.
R.





2a Leitura - Fl 2,1-11



Tende entre vós o mesmo sentimento
que existe em Cristo Jesus.



Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses 2, 1-11
Irmãos:
1 Se existe consolação na vida em Cristo, se existe alento no mútuo amor, se existe comunhão no Espírito, se existe ternura e compaixão,
2 tornai então completa a minha alegria: aspirai à mesma coisa, unidos no mesmo amor; vivei em harmonia, procurando a unidade.
3 Nada façais por competição ou vanglória, mas, com humildade, cada um julgue que o outro é mais importante,
4 e não cuide somente do que é seu, mas também do que é do outro.
5 Tende entre vós o mesmo sentimento que existe em Cristo Jesus.
6 Jesus Cristo, existindo em condição divina, não fez do ser igual a Deus uma usurpação,
7 mas ele esvaziou-se a si mesmo, assumindo a condição de escravo e tornando-se igual aos homens. Encontrado com aspecto humano,
8 humilhou-se a si mesmo, fazendo-se obediente até a morte, e morte de cruz.
9 Por isso, Deus o exaltou acima de tudo e lhe deu o Nome que está acima de todo nome.
10 Assim, ao nome de Jesus, todo joelho se dobre no céu, na terra e abaixo da terra,
11 e toda língua proclame : 'Jesus Cristo é o Senhor' - para a glória de Deus Pai.
Palavra do Senhor.





Evangelho - Mt 21,28-32



Arrependeu-se e foi. Os cobradores de impostose as prostitutas vão entrar antes de vós no Reino do céu.



+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 21, 28-32
Naquele tempo, Jesus disse aos sacerdotes e anciãos do povo:
28 Que vos parece? Um homem tinha dois filhos. Dirigindo-se ao primeiro, ele disse: `Filho, vai trabalhar hoje na vinha!'
29 O filho respondeu: `Não quero'. Mas depois mudou de opinião e foi.
30 O pai dirigiu-se ao outro filho e disse a mesma coisa. Este respondeu: `Sim, senhor, eu vou'. Mas não foi.
31 Qual dos dois fez a vontade do pai?' Os sumos sacerdotes e os anciãos do povo responderam: 'O primeiro. ' Então Jesus lhes disse: 'Em verdade vos digo, que os publicanos e as prostitutas vos precedem no Reino de Deus.
32 Porque João veio até vós, num caminho de justiça, e vós não acreditastes nele. Ao contrário, os publicanos e as prostitutas creram nele. Vós, porém, mesmo vendo isso, não vos arrependestes para crer nele.
Palavra da Salvação.





SÃO VICENTE DE PAULO, PRESB. - SANTORAL





1a Leitura - 1Cor 1,26-31



Deus escolheu o que o mundo considera como estúpido.



Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 1, 26-31
26 Irmãos, considerai vós mesmos, como fostes chamados por Deus. Pois entre vós não há muitos sábios de sabedoria humana nem muitos poderosos nem muitos nobres.
27 Na verdade, Deus escolheu o que o mundo considera como estúpido, para assim confundir os sábios; Deus escolheu o que o mundo considera como fraco, para assim confundir o que é forte;
28 Deus escolheu o que para o mundo é sem importância e desprezado, o que não tem nenhuma serventia, para assim mostrar a inutilidade do que é considerado importante,
29 para que ninguém possa gloriar-se diante dele.
30 É graças a ele que vós estais em Cristo Jesus, o qual se tornou para nós, da parte de Deus: sabedoria, justiça, santificação e libertação,
31 para que, como está escrito, 'quem se gloria, glorie-se no Senhor'.
Palavra do Senhor.





Salmo - 111(112),1-2.3-4.5-7a.7b-8.9 (R.1a)



R. É feliz quem respeita o Senhor!
R. Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia.



1 Feliz o homem que respeita o Senhor /
e que ama com carinho a sua lei!
2 Sua descendência será forte sobre a terra, /
abençoada a geração dos homens retos!
R.



3 Haverá glória e riqueza em sua casa, /
e permanece para sempre o bem que fez.
4 Ele é correto, generoso e compassivo, /
como luz brilha nas trevas para os justos.
R.



5 Feliz o homem caridoso e prestativo, /
que resolve seus negócios com justiça.
6 Porque jamais vacilará o homem reto, /
sua lembrança permanece eternamente!
7a Ele não teme receber notícias más.
R.



7b Confiando em Deus, seu coração está seguro.
8 Seu coração está tranqüilo e nada teme, /
e confusos há de ver seus inimigos.
R.



9 Ele reparte com os pobres os seus bens, /
permanece para sempre o bem que fez, /
e crescerão a sua glória e seu pode
R.





Evangelho - Mt 9,35-38



A Messe é grande, mas os trabalhadores são poucos.



+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 9, 35-38
Naquele tempo,
35 Jesus percorria todas as cidades e povoados, ensinando em suas sinagogas, pregando o Evangelho do Reino, e curando todo tipo de doença e enfermidade.
36 Vendo Jesus as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam cansadas e abatidas, como ovelhas que não têm pastor. Então disse a seus discípulos:
37 'A Messe é grande, mas os trabalhadores são poucos.
38 Pedi pois ao dono da messe que envie trabalhadores para a sua colheita!'
Palavra da Salvação.







FONTE: YOUTUBE
Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)
“Recorda, Senhor meu Deus, vossa ternura e compaixão!”
Mt 21, 28-32

APRENDER A FAZER O BEM

A parábola dos dois filhos, ilustra dois modos contrastante de se posicionar diante do querer de Deus. Algumas lideranças religiosas correspondem aqueles que dizem “sim”, mas se recusam a obedecer. São fieis da boca para fora. Praticam uma falsa religião, feita somente de aparências e exterioridades.

Jesus dá um “puxão de orelha nas autoridades religiosas do seu tempo. Esta parábola mostra que o mais importante não são as palavras, mas as ações, o fazer. A prática revela nossas intenções e opções.

Existe, porém, quem diga “não” a Deus. Entretanto no concreto da vida, dispõe-se a fazer o bem, mostra-se solidário com o sofrimento do próximo e se sacrifica pelos outros. Suas vidas se pautam pela misericórdia, mesmo que confessem não ter religião.

Jesus entra na casa de Zaqueu, chefe dos cobradores de impostos, deixa-se tocar por uma prostituta, que lhe lava os pés, defende a adultera contra os “Puros” que queriam apedrejá-la.

Os cobradores de impostos e as prostitutas nos precederão no Reino de Deus, por se abrirem ao apelo de Deus, e se converterem ao amor. Acabaram ouvindo João Batista e acolheram sua mensagem, levaram a sério o caminho da justiça, e mudaram de vida.  

Enquanto outros apelando para a religião de “puros”, limitaram-se a pratica de um ritual vazio, sem as entranhas da misericórdia com os irmãos necessitados. Não basta mostrar uma fachada de pessoas de “bem”, é preciso realizar as obras de justiça, e obras em favor da vida e da liberdade.

O discípulo do Reino caracteriza-se por dizer “sim”, e saber viver de maneira coerente com a resposta dada a Deus. Pois, o mais importante diante de Deus não é o falar, mas o fazer. Neste caminho vão na frente, não aqueles que fazem solenes profissões de fé, mas os que se abrem a Jesus dando passos concretos de conversão ao projeto do Pai. Todos temos muito que melhorar na busca de uma vida honesta e justa.

Hoje é o dia da Bíblia, celebremos com alegria a Palavra que nos orienta e conduz.

Rezemos: Senhor dá-me a graça de ser coerente com o nosso Sim, pautando a nossa vida pela Misericórdia no trato com todas as pessoas.

Deus abençoe você e sua família.
Um Abraço,
Pe. João Luiz
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe sua vida nesta nova jornada DOMINGO, Dia do Senhor, que está começando. Um dia pleno, abençoado, alegre, sereno com aquela certeza que o amor de Deus vai conduzir os seus passos e iluminar todos os seus afazeres. Um ótimo e abençoado Domingo.

Deus é o nosso refúgio e a nossa fortaleza,
auxílio sempre presente na adversidade.
Salmo 46,1

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm



Às 18h00 - Santa Missa pelo meu Canal do Youtube
e às 19h00- o nosso TERCEIRO de nossa Novena de São Peregrino, também pelo meu canal do Youtube


HOJE A LITURGIA É FUNDAMENTALMENTE DO SENHOR...Porém, recordamos, também, o santinho dos pobres, da caridade... São Vicente de Paulo.

São Vicente de Paulo, nasceu na Aquitânia (França) em 1581. No seu tempo a França era uma potência, porém convivia com as crianças abandonadas, prostitutas, pobreza e ruínas causadas pelas revoluções e guerras.

Grande sacerdote, gerado numa família pobre e religiosa, ele não ficou de braços cruzados mas se deixou mover pelo espírito de amor. Como padre, trabalhou numa paróquia onde conviveu com as misérias materiais e morais; esta experiência lhe abriu para as obras da fé. Numa viagem foi preso e, com grande humildade, viveu na escravidão até converter seu patrão e conseguiu depois de dois anos sua liberdade.

A partir disso, São Vicente de Paulo iniciou a reforma do clero, obras assistenciais, luta contra o jansenismo que esfriava a fé do povo e estragava com seu rigorismo irracional. Fundou também a “Congregação da Missão” (lazaristas) e unido a Santa Luísa de Marillac, edificou as “Filhas da Caridade” (irmãs vicentinas).

Sabia muito bem tirar dos ricos para dar aos pobres, sem usar as forças dos braços, mas a força do coração. Morreu quase octogenário, a 27 de setembro de 1660.

São Vicente de Paulo..rogai por nós!!!
FEVEREIRO
D
S
T
Q
Q
S
S






1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo