27 DE NOVEMBRO - QUARTA-FEIRA - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Pesquisa rápida
Liturgia Diária


4ª-feira da 34ª Semana do Tempo Comum
27 de Novembro de 2019 - Cor: Verde




Primeira Leitura (Dn 5,1-6.13-14.16-17.23-28)
Leitura da Profecia de Daniel.
Naqueles dias,
1 o rei Baltazar ofereceu um grande banquete aos mil dignitários de sua corte, tomando vinho em companhia deles.
2 Já embriagado, Baltazar mandou trazer os vasos de ouro e prata, que seu pai Nabucodonosor tinha tirado do templo de Jerusalém, para beberem deles o rei e os grandes do reino, suas mulheres e concubinas.
3 Foram, pois, trazidos os vasos de ouro e prata, retirados do templo de Jerusalém, e deles se serviram o rei e os grandes do reino, suas mulheres e concubinas;
4 bebiam vinho e engrandeciam seus deuses de ouro e prata, de bronze e ferro, de madeira e pedra.
5 Naquele mesmo instante, apareceram dedos de mão humana que iam escrevendo, diante do candelabro, sobre a superfície da parede do palácio, e o rei via os dedos da mão que escrevia.
6 Alterou-se o semblante do rei, confundiram-se suas ideias e ele sentiu vacilarem os ossos dos quadris e tremerem os joelhos.
13 Então Daniel foi introduzido à presença do rei, e este lhe disse: “És tu Daniel, um dos cativos de Judá, trazidos de Judá pelo rei, meu pai?
14 Ouvi dizer que possuis o espírito dos deuses, e que em ti se acham ciência, entendimento e sabedoria em grau superior.
16 Ora, ouvi dizer também que sabes decifrar coisas obscuras e deslindar assuntos complicados; se, portanto, conseguires ler o escrito e dar-me sua interpretação, tu te vestirás de púrpura, e levarás ao pescoço um colar de ouro, e serás o terceiro homem do reino”.
17 Em resposta, disse Daniel perante o rei: “Fiquem contigo teus presentes e presenteia um outro com tuas honrarias; contudo, vou ler, ó rei, o escrito e fazer-te a interpretação.
23 Tu te levantaste contra o Senhor do céu; os vasos de sua casa foram trazidos à tua presença e deles bebestes vinho, tu e os grandes do reino, suas mulheres e concubinas; ao mesmo tempo, celebravas os deuses de prata e ouro, de bronze e ferro, de madeira e pedra, deuses que não veem nem ouvem, e nada entendem — e ao Deus, que tem em suas mãos tua vida e teu destino, não soubeste glorificar.
24 Por isso, foram mandados por ele os dedos da mão, que fez este escrito.
25 Assim se lê o escrito que foi traçado: mâne, técel, pársin.
26 E esta é a explicação das palavras: mâne: Deus contou os dias de teu reinado e deu-o por concluído;
27 técel: foste pesado na balança, e achado com menos peso;
28 pársin: teu reino foi dividido e entregue aos medos e persas”.
- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.





Responsório (Dn 3,62s.)

— Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
— Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
 
— Lua e sol, bendizei o Senhor!
— Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
 
— Astros e estrelas, bendizei o Senhor!
— Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
 
— Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
— Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
 
— Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
— Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
 
— Fogo e calor, bendizei o Senhor!
— Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
 
— Frio e ardor, bendizei o Senhor!
— Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!





Evangelho (Lc 21,12-19)
 
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.
 
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
12 “Antes que estas coisas aconteçam, sereis presos e perseguidos; sereis entregues às sinagogas e postos na prisão; sereis levados diante de reis e governadores por causa do meu nome.
13 Esta será a ocasião em que testemunhareis a vossa fé.
14 Fazei o firme propósito de não planejar com antecedência a própria defesa;
15 porque eu vos darei palavras tão acertadas, que nenhum dos inimigos vos poderá resistir ou rebater.
16 Sereis entregues até mesmo pelos próprios pais, irmãos, parentes e amigos. E eles matarão alguns de vós.
17 Todos vos odiarão por causa do meu nome.
18 Mas vós não perdereis um só fio de cabelo da vossa cabeça.
19 Épermanecendo firmes que ireis ganhar a vida!
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.




Fonte: Youtube RS21
Fonte: Youtube RS21
Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)
“Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!”
Lc 21, 12-19

Os sofrimentos e as tribulações, no ensinamento de Jesus, estarão sempre presentes na vida dos discípulos. Como explicar isso, se os discípulos estão a serviço do bem, dedicados a proclamar o amor e a reconciliação? Porque pessoas mansas e pacificas atraem tanto ódio? E também as perseguições vindas até dos próprios familiares.

A presença do Reino instiga as forças contrárias do antirreino. A verdade denuncia o erro e a mentira. A justiça desmascara a maldade e a opressão. O amor torna patente o egoísmo e a falta de solidariedade. Cada virtude põe às claras o seu oposto. E o conflito se torna inevitável.

A perseverança se torna um imperativo para os discípulos. O medo se supera com a fé, na certeza da proteção do Pai: “Nem um só fio de cabelo cairá da cabeça de vocês”. Ele dará assistência do Espírito Santo, dará palavras acertadas para se defenderem por causa de Jesus.

Os discípulos terão a assistência e a garantia de Jesus que aviva a fé e a perseverança no coração deles e os sustenta na tarefa do testemunho.

O livro do Atos dos Apóstolos comprova, mediante inúmeros fatos, a veracidade desse ensinamento de Jesus. É a reviravolta provocada pela implantação do Reino de Deus. É o testemunho na tribulação.

Rezemos: Senhor, diante das tribulações, reaviva em meu coração a fé e a perseverança para enfrentar o mal, e viver o amor, na certeza que nossa vida está nas mãos do Pai.

Hoje também lembramos a memória de Nossa Senhora das Graças, e atendendo o seu pedido trazemos a Medalha Milagrosa que ela mandou cunhar: “Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós!”.

Deus abençoe você e sua família.
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe seu novo dia. Uma quarta-feira feliz e abençoada com toda sorte de bençãos físicas e espirituais. Como sempre...comece o seu dia numa atitude de gratidão a Deus pela vida, família, natureza...tudo é dom, tudo é graça. Lembre-se: quem não sabe agradecer...não merece receber, não é mesmo? Então agradeça sempre e se prepare para receber todas as bençãos que Deus tem reservado para a sua vida. Um feliz e abençoado dia.

Sejam fortes e corajosos. Não tenham medo nem fiquem apavorados por causa delas, pois o Senhor, o seu Deus, vai com vocês; nunca os deixará, nunca os abandonará".
Deuteronômio 31,6


Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm
ORAÇÃO
Nossa Senhora da Graças

Oração

“Maria conhece todas as nossas necessidades, mágoas, tristezas, misérias e esperanças. Interessa-se por cada um de seus filhos, roga por cada um com tanto ardor como se não tivera outro”. (Serva de Deus, Madre Maria José de Jesus)

Ó Imaculada Virgem Mãe de Deus e nossa Mãe, ao contemplar-vos de braços abertos derramando graças sobre os que vo-las pedem, cheios de confiança na vossa poderosa intercessão, inúmeras vezes manifestada pela Medalha Milagrosa, embora reconhecendo a nossa indignidade por causa de nossas inúmeras culpas, acercamo- nos de vossos pés para vos expôr, durante esta oração, as nossas mais prementes necessidades (momento de silêncio e de pedir a graça desejada).

Concedei, pois, ó Virgem da Medalha Milagrosa, este favor que confiantes vos solicitamos, para maior Glória de Deus, engrandecimento do vosso nome, e o bem de nossas almas. E para melhor servirmos ao vosso Divino Filho, inspirai-nos profundo ódio ao pecado e dai-nos coragem de nos afirmar sempre como verdadeiros cristãos.

Rezar 3 Ave Marias.

Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós. Amém.
FEVEREIRO
DOM
SEG
TER
QUA
QUI
SEX
SÁB





1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
181920212223
2425262728

- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo