4ª-feira da 26ª Semana Do Tempo Comum - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Liturgia Diária



1a Leitura - Jó 9,1-12.14-16



Como poderia o homem ser justo diante de Deus?



Leitura do Livro de Jó 9, 1-12. 14-16
1 Jó respondeu a seus amigos e disse:
2 'Sei muito bem que é assim: como poderia o homem ser justo diante de Deus?
3 Se quisesse disputar com ele, entre mil razões não haverá uma para rebatê-lo.
4 Ele é sábio de coração e poderoso em força; quem poderia enfrentá-lo e ficar ileso?
5 Ele desloca as montanhas, sem que elas percebam e as derruba em sua cólera.
6 Ele abala a terra em suas bases e suas colunas vacilam.
7 Ele manda ao sol que não brilhe e guarda escondidas as estrelas.
8 Sozinho desdobra os céus, e caminha sobre as ondas do mar.
9 Criou a Ursa e o Órion, as Plêiades e as constelações do Sul.
10 Faz prodígios insondáveis, maravilhas sem conta.
11 Se passa junto de mim, não o vejo, e quando se afasta, não o percebo.
12 Se ele apanha uma presa, quem ousa impedi-lo? Quem pode dizer-lhe: - O que está fazendo?
14 Quem sou eu para replicar-lhe, e contra ele escolher meus argumentos?
15 Ainda que eu tivesse razão, não poderia replicar, e deveria pedir misericórdia ao meu juiz.
16 Se eu clamasse e ele me respondesse, não creio que daria atenção à minha voz'.
Palavra do Senhor.





Salmo - Sl 87,10bc-11. 12-13. 14-15 (R. 3a)



R. Chegue a minha oração até a vossa presença!



10b Clamo a vós, ó Senhor sem cessar, todo o dia,
10c minhas mãos para vós se levantam em prece.
11 Para os mortos, acaso, faríeis milagres? /
poderiam as sombras erguer-se e louvar-vos?
R.



12 No sepulcro haverá quem vos cante o amor /
e proclame entre os mortos a vossa verdade?
13 Vossas obras serão conhecidas nas trevas, /
vossa graça, no reino onde tudo se esquece?
R.



14 Quanto a mim, ó Senhor, clamo a vós na aflição, /
minha prece se eleva até vós desde a aurora.
15 Por que vós, ó Senhor, rejeitais a minh'alma? /
E por que escondeis vossa face de mim?
R.





Evangelho - Lc 9,57-62



Eu te seguirei para onde quer que fores.



+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 9, 57-62
Naquele tempo:
57 Enquanto estavam caminhando, alguém na estrada disse a Jesus: 'Eu te seguirei para onde quer que fores. '
58 Jesus lhe respondeu: 'As raposas têm tocas e os pássaros têm ninhos; mas o Filho do Homem não tem onde repousar a cabeça. '
59 Jesus disse a outro: 'Segue-me. ' Este respondeu: 'Deixa-me primeiro ir enterrar meu pai. '
60 Jesus respondeu: 'Deixa que os mortos enterrem os seus mortos; mas tu, vai anunciar o Reino de Deus. '
61 Um outro ainda lhe disse: 'Eu te seguirei, Senhor, mas deixa-me primeiro despedir-me dos meus familiares. '
62 Jesus, porém, respondeu-lhe: 'Quem põe a mão no arado e olha para trás, não está apto para o Reino de Deus. '
Palavra da Salvação.





SÃO JERÔNIMO, PRESB. E DOUTOR DA IGREJA - SANTORAL





1a Leitura - 2Tm 3,14-17



Leitura da Segunda Carta de São Paulo a Timóteo 3, 14-17
Caríssimo:
14 Permanece firme naquilo que aprendeste e aceitaste como verdade; tu sabes de quem o aprendeste.
15 Desde a infância conheces as Sagradas Escrituras: elas têm o poder de te comunicar a sabedoria que conduz à salvação pela fé em Cristo Jesus.
16 Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para ensinar, para argumentar, para corrigir e para educar na justiça,
17 a fim de que o homem de Deus seja perfeito e qualificado para toda a boa obra.
Palavra do Senhor.





Salmo - Sl 118(119),9.10.11.12.13.14 (R. 12b)



R. Ó Senhor, ensinai-me os vossos mandamentos!



9 Como um jovem poderá ter vida pura? /
Observando, ó Senhor, vossa palavra.
R.



10 De todo o coração eu vos procuro, /
não deixeis que eu abandone a vossa lei!
R.



11 Conservei no coração vossas palavras, /
a fim de eu não peque contra vós.
R.



12 Ó Senhor, vós sois bendito para sempre; /
os vossos mandamentos ensinai-me!
R.



13Com meus lábios, ó Senhor, eu enumero /
os decretos que ditou a vossa boca.
R.



14 Seguindo vossa lei me rejubilo /
muito mais do que em todas as riquezas.
R.





Evangelho - Mt 13,47-52



Coisas novas e velhas.



+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 13, 47-52
Naquele tempo, disse Jesus à multidão:
47 'O Reino dos Céus é ainda como uma rede lançada ao mar e que apanha peixes de todo tipo.
48 Quando está cheia, os pescadores puxam a rede para a praia, sentam-se e recolhem os peixes bons em cestos e jogam fora os que não prestam.
49 Assim acontecerá no fim dos tempos: os anjos virão para separar os homens maus dos que são justos,
50 e lançarão os maus na fornalha de fogo. E aí, haverá choro e ranger de dentes.
51 Compreendestes tudo isso?' Eles responderam: 'Sim'.
52 Então Jesus acrescentou: 'Assim, pois, todo mestre da Lei, que se torna discípulo do Reino dos Céus, é como um pai de família que tira do seu tesouro coisas novas e velhas'.
Palavra da Salvação.





FEVEREIRO
D
S
T
Q
Q
S
S






1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo