4ª-feira da 26ª Semana Do Tempo Comum - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Liturgia Diária



1a Leitura - Jó 9,1-12.14-16



Como poderia o homem ser justo diante de Deus?



Leitura do Livro de Jó 9, 1-12. 14-16
1 Jó respondeu a seus amigos e disse:
2 'Sei muito bem que é assim: como poderia o homem ser justo diante de Deus?
3 Se quisesse disputar com ele, entre mil razões não haverá uma para rebatê-lo.
4 Ele é sábio de coração e poderoso em força; quem poderia enfrentá-lo e ficar ileso?
5 Ele desloca as montanhas, sem que elas percebam e as derruba em sua cólera.
6 Ele abala a terra em suas bases e suas colunas vacilam.
7 Ele manda ao sol que não brilhe e guarda escondidas as estrelas.
8 Sozinho desdobra os céus, e caminha sobre as ondas do mar.
9 Criou a Ursa e o Órion, as Plêiades e as constelações do Sul.
10 Faz prodígios insondáveis, maravilhas sem conta.
11 Se passa junto de mim, não o vejo, e quando se afasta, não o percebo.
12 Se ele apanha uma presa, quem ousa impedi-lo? Quem pode dizer-lhe: - O que está fazendo?
14 Quem sou eu para replicar-lhe, e contra ele escolher meus argumentos?
15 Ainda que eu tivesse razão, não poderia replicar, e deveria pedir misericórdia ao meu juiz.
16 Se eu clamasse e ele me respondesse, não creio que daria atenção à minha voz'.
Palavra do Senhor.





Salmo - Sl 87,10bc-11. 12-13. 14-15 (R. 3a)



R. Chegue a minha oração até a vossa presença!



10b Clamo a vós, ó Senhor sem cessar, todo o dia,
10c minhas mãos para vós se levantam em prece.
11 Para os mortos, acaso, faríeis milagres? /
poderiam as sombras erguer-se e louvar-vos?
R.



12 No sepulcro haverá quem vos cante o amor /
e proclame entre os mortos a vossa verdade?
13 Vossas obras serão conhecidas nas trevas, /
vossa graça, no reino onde tudo se esquece?
R.



14 Quanto a mim, ó Senhor, clamo a vós na aflição, /
minha prece se eleva até vós desde a aurora.
15 Por que vós, ó Senhor, rejeitais a minh'alma? /
E por que escondeis vossa face de mim?
R.





Evangelho - Lc 9,57-62



Eu te seguirei para onde quer que fores.



+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 9, 57-62
Naquele tempo:
57 Enquanto estavam caminhando, alguém na estrada disse a Jesus: 'Eu te seguirei para onde quer que fores. '
58 Jesus lhe respondeu: 'As raposas têm tocas e os pássaros têm ninhos; mas o Filho do Homem não tem onde repousar a cabeça. '
59 Jesus disse a outro: 'Segue-me. ' Este respondeu: 'Deixa-me primeiro ir enterrar meu pai. '
60 Jesus respondeu: 'Deixa que os mortos enterrem os seus mortos; mas tu, vai anunciar o Reino de Deus. '
61 Um outro ainda lhe disse: 'Eu te seguirei, Senhor, mas deixa-me primeiro despedir-me dos meus familiares. '
62 Jesus, porém, respondeu-lhe: 'Quem põe a mão no arado e olha para trás, não está apto para o Reino de Deus. '
Palavra da Salvação.





SÃO JERÔNIMO, PRESB. E DOUTOR DA IGREJA - SANTORAL





1a Leitura - 2Tm 3,14-17



Leitura da Segunda Carta de São Paulo a Timóteo 3, 14-17
Caríssimo:
14 Permanece firme naquilo que aprendeste e aceitaste como verdade; tu sabes de quem o aprendeste.
15 Desde a infância conheces as Sagradas Escrituras: elas têm o poder de te comunicar a sabedoria que conduz à salvação pela fé em Cristo Jesus.
16 Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para ensinar, para argumentar, para corrigir e para educar na justiça,
17 a fim de que o homem de Deus seja perfeito e qualificado para toda a boa obra.
Palavra do Senhor.





Salmo - Sl 118(119),9.10.11.12.13.14 (R. 12b)



R. Ó Senhor, ensinai-me os vossos mandamentos!



9 Como um jovem poderá ter vida pura? /
Observando, ó Senhor, vossa palavra.
R.



10 De todo o coração eu vos procuro, /
não deixeis que eu abandone a vossa lei!
R.



11 Conservei no coração vossas palavras, /
a fim de eu não peque contra vós.
R.



12 Ó Senhor, vós sois bendito para sempre; /
os vossos mandamentos ensinai-me!
R.



13Com meus lábios, ó Senhor, eu enumero /
os decretos que ditou a vossa boca.
R.



14 Seguindo vossa lei me rejubilo /
muito mais do que em todas as riquezas.
R.





Evangelho - Mt 13,47-52



Coisas novas e velhas.



+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 13, 47-52
Naquele tempo, disse Jesus à multidão:
47 'O Reino dos Céus é ainda como uma rede lançada ao mar e que apanha peixes de todo tipo.
48 Quando está cheia, os pescadores puxam a rede para a praia, sentam-se e recolhem os peixes bons em cestos e jogam fora os que não prestam.
49 Assim acontecerá no fim dos tempos: os anjos virão para separar os homens maus dos que são justos,
50 e lançarão os maus na fornalha de fogo. E aí, haverá choro e ranger de dentes.
51 Compreendestes tudo isso?' Eles responderam: 'Sim'.
52 Então Jesus acrescentou: 'Assim, pois, todo mestre da Lei, que se torna discípulo do Reino dos Céus, é como um pai de família que tira do seu tesouro coisas novas e velhas'.
Palavra da Salvação.





Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)
“Chegue à Tua presença minha oração!”
Lc 9, 57-62

Damos muitas desculpas para não seguir Jesus. Temos nossos projetos pessoais, onde muitas vezes, não cabe o projeto do Reino. Jesus lembra que não tem seguranças materiais para oferecer a ninguém; Ele próprio não tem sequer onde reclinar a cabeça.

Jesus chamou quem ele quis para ficar com Ele e, depois, os enviou a evangelizar. Assim foi lembrado por Marcos a escolha dos primeiros discípulos. Na escolha que Jesus faz, uma condição marcante é a disponibilidade: eles deixam tudo e O seguem.

O seguimento não admite meio termo. Ensina que o anúncio do Reino é urgente e está acima de outros compromissos, e exige o primeiro lugar na vida e no coração dos discípulos. Um dos chamados pediu para enterrar os mortos, o outro queria se despedir da família e o outro cuidar dos negócios.

Temos que cuidar das outras coisas que não podem ser desprezadas, mas não precisam ter a primazia em nossas opções. Era dever do filho primogênito providenciar o sepultamento do pai, ante disso ele iria cuidar de seu bem-estar. Seria uma resposta a longo prazo. Despedir-se da família era uma desculpa para não se comprometer no momento, protela-se.

Cuidamos bem das desculpas oportunistas que apresentamos. Sem liberdade interior, não há seguimento de Cristo. Olhar para trás é não viver o presente, é ficar buscando as seguranças humanas e nelas nos consumimos. São Paulo dizia: “Esquecendo-me do que fica para trás... corro em direção à meta... (Fl 3, 13-14)

Rezemos: Senhor torna-me suficientemente maduro para acolher o teu convite para seguir-te, sem a tentação de encontrar motivos para adiar a minha adesão! Quero ser teu seguidor!

Hoje celebramos São Jeronimo, foi que a pedido do Papa Dâmaso colocou seu talento a serviço e preparou a tradução da Bíblia para o Latim, uma versão popular, a “Vulgata”. Peçamos ao Senhor a graça de meditar profundamente a Palavra de Deus e nos deixemos conduzir por ela.

Quando a Bíblia é fechada no púlpito, significa que ela entrou em nosso coração, para ser vivida em nosso cotidiano. Sendo fechada aqui, ela precisa ser aberta em nossas famílias, grupos e comunidades e ser proclamada e testemunhadas em todos os lugares. Que a Palavra seja luz e força em nossa vida. Amém.

Deus abençoe você e sua família.
Um Abraço,
Pe. João Luiz
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe sua vida nessa fascinante jornada de quarta que já chegou. Estamos no último dia de Setembro vamos agradecer a Deus o mês vivido e pedir as forças necessárias para começarmos com fé um novo mês que vai iniciar. Aproveite bem o último dia desse mês de Setembro para agradecer a Deus as bençãos e graças recebidas. Hoje recordamos São Jerônimo, o homem que traduziu a Bíblia do Hebraico/Aramaico/Grego para o Latim,  a língua do povo, facilitando que todos pudessem ter acesso e compreender a Palavra de Deus. A partir de São Jerônimo, a Palavra de Deus foi traduzida para todos os idiomas que conhecemos. Abaixo um pouquinho da história desse santo Homem de Deus.  

Deus é o nosso refúgio e a nossa fortaleza,
auxílio sempre presente na adversidade.
Salmo 46,1


Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém!

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm




São Jerônimo foi um homem de grande cultura, era doutor nas Sagradas Escrituras, teólogo, escritor, filósofo, historiador. Foi ele quem traduziu a Bíblia pela primeira vez, do hebraico e grego para o latim, a língua falada pelo povo. Sua tradução foi chamada de Vulgata, ou seja, popular..

História de São Jerônimo
São Jerônimo nasceu na Dalmácia, hoje Croácia, no ano de 340. Sua família era rica, culta e de raiz cristã. Ele era filho único e herdou uma pequena fortuna de seus pais. Após a morte deles, Jerônimo foi morar em Roma. Lá, estudou retórica, que é a arte de falar bem, oratória, com os melhores mestres da época. Com isso, adquiriu mais cultura ainda.

Batismo
Apesar de vir de uma família cristã, São Jerônimo ainda não tinha sido batizado. Só aos vinte e cinco anos ele tomou uma decisão madura e pediu o batismo. Então, foi batizado pelo Papa Libério. Depois disso, em oração, sentiu o chamado para a vida monástica. Mas não simplesmente vida monástica. Seu chamado era para a vida monástica dedicada à oração e ao recolhimento e ao estudo. Então, ele descobriu monges que viviam na Gália, atual França, e foi morar com eles. Lá, Jerônimo formou uma comunidade com seus amigos e discípulos. Estes dedicavam-se ao estudo da Bíblia e das obras de teologia.

A vida radical de São Jerônimo
São Jerônimo tinha um temperamento forte e radical. Por isso, foi procurar o deserto. No deserto, entrava num ritmo de orações e jejuns tão rigorosos que quase chegou a falecer. Tempos depois de se fortalecer no deserto, ele foi para Constantinopla, segunda capital do império romano. Lá, onde encontrou-se com São Gregório. Este lhe mostrou o caminho do amor pelo estudo das Sagradas Escrituras.

Por isso, São Jerônimo decidiu dedicar sua vida ao estudo da Palavra de Deus, para transmitir o cristianismo em sua máxima fidelidade, ao maior número de pessoas passível. Por causa desse objetivo, e usando sua grande aptidão para aprender línguas, estudou hebraico e grego. Seu objetivo era compreender as escrituras nas suas línguas originais para transmitir um ensinamento seguro aos fiéis..

A Vulgata, primeira tradução da bíblia
A fama da cultura e sabedoria de São Jerônimo se espalhou e chegou até Roma. Por isso, o Papa Damaso o chamou e lhe deu a grandiosa missão de traduzir a Bíblia para o Latim, a língua do povo. Por isso, sua tradução foi chamada de Vulgata, ou seja, popular. O Papa queria uma tradução mais fiel possível do hebraico e do grego para o latim e que, ao mesmo tempo, o povo pudesse compreender.

São Jerônimo reunia todas as condições para fazer este trabalho. Ele se tornou, então, o secretário do Papa. Por causa disso é que temos hoje a Bíblia traduzida para o português e várias línguas. Essas traduções vieram da Tradução Popular de São Jerônimo.

São Jerônimo e os anos de trabalho árduo
Este trabalho de São Jerônimo durou muitos anos, pois ele procurava, em cada versículo, a tradução mais fiel possível, para que o povo conhecesse em profundidade as riquezas da Palavra de Deus. Por isso, a tradução de São Jerônimo se tornou a base da tradução bíblica da igreja, aprovada no Concilio de Trento. Em sua tradução, além da extrema fidelidade aos textos originais, São Jerônimo mostrou uma grande riqueza de informações sobre a história da salvação.

Mudança para Belém
Terminado esse imenso trabalho, São Jerônimo foi morar em Belém, a terra onde Jesus nasceu. Lá, viveu como monge num mosteiro fundado por Santa Paula, sua grande amiga e auxiliadora nos trabalhos de estudo e tradução da Bíblia.

Morte de São Jerônimo
São Jerônimo morreu com quase 80 anos no dia 30 de setembro do ano 420. Ele é o Padroeiro dos estudos bíblicos, dos estudiosos da Bíblia. O dia da Bíblia foi colocado no dia de sua morte. Ele escreveu: Cristo é o poder de Deus e a sabedoria de Deus, e quem ignora as Escrituras, ignora o poder e a sabedoria de Deus; portanto, ignorar as Escrituras Sagradas é ignorar a Cristo.

Oração
Ó Deus, criador do universo, que vos revelastes aos homens através dos séculos pelas  Sagradas Escrituras, e levastes o vosso servo São Jerônimo a dedicar sua vida ao estudo e à meditação da Bíblia, dai-me a graça de compreender com clareza a vossa palavra quando leio a Bíblia. São Jerônimo, iluminai e esclarecei a todos os adeptos das seitas evangélicas para que eles compreendam as escrituras e se dêem conta de que contradizem a religião católica e a própria Bíblia, porque eles se baseiam em princípios pagãos e supersticiosos.

São Jerônimo, ajudai-nos a considerar os ensinamentos que nos vem da Bíblia, acima de qualquer outra doutrina, já que é a palavra e o ensinamento do próprio Deus.

Fazei que todos os homens aceitem e sigam a orientação do vosso Pai expressa  nas Sagradas escrituras. Amém. São Jerônimo, rogai por nós.
FEVEREIRO
D
S
T
Q
Q
S
S






1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo