30/12/2020 - QUARTA-FEIRA - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > Liturgia do dia
Liturgia de Hoje
6º DIA NA OITAVA - NATAL




Aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.

Leitura da Primeira Carta de São João 2, 12-17
Eu vos escrevo, filhinhos: os vossos pecados foram perdoados por meio do seu nome.
Eu vos escrevo, pais: vós conheceis aquele que é desde o princípio. Eu vos escrevo, jovens: vós vencestes o Maligno.
Já vos escrevi, filhinhos: vós conheceis o Pai. Já vos escrevi, jovens: vós sois fortes, a Palavra de Deus permanece em vós, e vencestes o Maligno.
Não ameis o mundo, nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, não está nele o amor do Pai.
Porque tudo o que há no mundo - as paixões da natureza, a concupiscência dos olhos e a ostentação da riqueza - não vem do Pai, mas do mundo.
Ora, o mundo passa, e também a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.
Palavra do Senhor.





R. O céu se rejubile e exulte a terra!


Ó família das nações, dai ao Senhor, /
ó nações, dai ao Senhor poder e glória,
dai-lhe a glória que é devida ao seu nome!
R.


Oferecei um sacrifício nos seus átrios,
adorai-o no esplendor da santidade, /
terra inteira, estremecei diante dele!
R.


Publicai entre as nações: 'Reina o Senhor!' /
Ele firmou o universo inabalável, /
e os povos ele julga com justiça.
R.




Pôs-se a falar do menino a todosque esperavam a libertação de Jerusalém.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 2, 36-40
Naquele tempo:
Havia também uma profetisa, chamada Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Era de idade muito avançada; quando jovem, tinha sido casada e vivera sete anos com o marido.
Depois ficara viúva, e agora já estava com oitenta e quatro anos. Não saía do Templo, dia e noite servindo a Deus com jejuns e orações.
Ana chegou nesse momento e pôs-se a louvar a Deus e a falar do menino a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém.
Depois de cumprirem tudo, conforme a Lei do Senhor, voltaram à Galiléia, para Nazaré, sua cidade.
O menino crescia e tornava-se forte, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava com ele.
Palavra da Salvação.





Reflexão - Pe. João Luís Fávero
“Dia após dia anunciai a salvação”.
Lc 2, 36-40

A profetisa Ana está presente no momento da apresentação do Menino Jesus no Templo. Ana e Simeão, ambos eram idosos e guiados pelo Espírito Santo, exprimem a longa espera da humanidade e apresentam-se como testemunhas da vinda do libertador.

Ana é apresentada com as credencias de uma judia fiel, temente a Deus. A maior parte de sua vida foi dedicada ao serviço do Senhor, não saia do Templo, servia ao Senhor com jejuns e orações.
Como profetisa ela é provida de Espírito Santo, possui a sensibilidade dos justos e em sua piedade foi capaz de reconhecer no Menino Jesus, aquele que foi escolhido para realizar o projeto libertador de Deus em Israel.

À semelhança de Simeão, Ana se põe a louvar a Deus e fala do Menino “a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém”. Com isso Lucas quer mostrar a participação da mulher no anuncio do Evangelho.

A velha profetisa serve de inspiração para os discípulos de Jesus, que são chamados a ter a sensibilidade de reconhecer o valor e a dignidade dos pobres. Deus conta com eles para fazer chegar sua misericórdia à humanidade sofredora, carente de amor. Não pode contar com os grandes e poderosos por estarem demasiadamente, centrados em si mesmos.

Terminado o ritual, Jesus e seus pais voltam a Nazaré, sua cidade, e aí o Menino se submete às leis naturais do crescimento humano: “crescia cheio de sabedoria e graça de Deus estava com Ele”. Há um longo período de silencio, no ambiente familiar, depois de trinta nos na família, Jesus começa a sua vida pública.

Rezemos: Senhor, dá-me a graça de ser piedoso e justo como aqueles que se envolvem no teu mistério de amor. Que eu tenha a sensibilidade da profetisa Ana. Que seja inspiração para a minha vida missionária.

Deus abençoe você e sua família.
Um Abraço,
Pe. João Luiz
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe seu novo dia...o ano está terminando...é tempo de começar a recolher o que é importante e saudável para levar para 2021...que este dia lhe traga serenidade e fortalecimento para separar o que vai na bagagem e o que vai ser deixado para trás. O que é bom...guarde com carinho sem medo de levar consigo...porém, tenha coragem de deixar de lado o que não te fez bem, o que não te ajudou a ser uma pessoa melhor, um cristão melhor...e não esqueça: o melhor sentimento é o da gratidão e da esperança...somos filhos de Deus e o amor de Deus nos impulsiona a olhar sempre para frente com amor e fé...uma ótima quarta-feira.

O menino crescia e tornava-se forte, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava com ele. (Lc 2, 40)

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo