30 DE OUTUBRO - QUARTA-FEIRA - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
VATICAN NEWS
Pesquisa rápida
Liturgia Diária


4ª-feira da 30ª Semana Do Tempo Comum
30 de Outubro de 2019
Cor: Verde





1ª Leitura - Rm 8,26-30

Sabemos que tudo contribui
para o bem daqueles que amam a Deus.
Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos 8,26-30
Irmãos:
26 Também, o Espírito vem em socorro da nossa fraqueza. Pois nós não sabemos o que pedir, nem como pedir; é o próprio Espírito que intercede em nosso favor, com gemido inefáveis.
27 E aquele que penetra o íntimo dos corações sabe qual é a intençóo do Espírito. Pois é sempre segundo Deus que o Espírito intercede em favor dos santos.
28 Sabemos que tudo contribui para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados para a salvação, de acordo com o projeto de Deus.
29 Pois aqueles que Deus contemplou com seu amor desde sempre, a esses ele predestinou a serem conformes à imagem de seu Filho, para que este seja o primogênito numa multidão de irmãos.
30 E aqueles que Deus predestinou, também os chamou. E aos que chamou, também os tornou justos; e aos que tornou justos, também os glorificou.
Palavra do Senhor.


Salmo - Sl 12 (13),4-5. 6 (R. 6a)
 
R. Senhor, eu confiei na vossa graça!

4 Olhai, Senhor, meu Deus, e respondei-me! +
Não deixeis que se me apague a luz dos olhos *
e se fechem, pela morte, adormecidos!
5 Que o inimigo não me diga: 'Eu triunfei!' *
Nem exulte o opressor por minha queda.
R.
 
6 Uma vez que confiei no vosso amor!
Meu coração, por vosso auxílio, rejubile, *
e que eu vos cante pelo bem que me fizestes!
R.


Evangelho - Lc 13,22-30
 
Virão do oriente e do ocidente, e
tomarão lugar à mesa no Reino de Deus.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 13,22-30
Naquele tempo:
22 Jesus atravessava cidades e povoados, ensinando e prosseguindo o caminho para Jerusalém.
23 Alguém lhe perguntou: 'Senhor, é verdade que são poucos os que se salvam?' Jesus respondeu:
24 'Fazei todo esforço possível para entrar pela porta estreita. Porque eu vos digo que muitos tentarão entrar e não conseguirão.
25 Uma vez que o dono da casa se levantar e fechar a porta, vós, do lado de fora, começareis a bater, dizendo: `Senhor, abre-nos a porta!' Ele responderá: `Não sei de onde sois.'
26 Então começareis a dizer: `Nós comemos e bebemos diante de ti, e tu ensinaste em nossas praças!'
27 Ele, porém, responderá: `Não sei de onde sois. Afastai-vos de mim todos vós que praticais a injustiça!'
28 Ali haverá choro e ranger de dentes, quando virdes Abraão, Isaac e Jacó, junto com todos os profetas no Reino de Deus, e vós, porém, sendo lançados fora.
29 Virão homens do oriente e do ocidente, do norte e do sul, e tomarão lugar à mesa no Reino de Deus.
30 E assim há últimos que serão primeiros, e primeiros que serão últimos.'
Palavra da Salvação.

Fonte: Youtube RS21
Fonte: Youtube RS21
Fonte: Youtube RS21
Fonte: Youtube RS21
Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)
“Senhor, eu confiei na vossa graça!”
Lc 13, 22-30

São muitos os que se salvam? A pergunta feita a Jesus pode partir de dois pontos de vista. O Livro de Esdras fala que o mundo futuro será para poucos. Contrariando este ponto, alguns acreditavam que bastava ser israelita para entrar no Reino.

A resposta de Jesus rejeita a ideia de privilégios herdados, ou daqueles que pensam em garantir a salvação à força de acumular um currículo com bom número de obras agradáveis a Deus. Jesus quer corrigir esta maneira de pensar.

De um lado, Jesus enfatiza o esforço humano necessário para entrar no dinamismo do Reino e lembra que o acesso dependerá do dono da casa. A porta é estreita mas permite a passagem. Deus não nos salvará sem a nossa colaboração.

Precisamos fazer a nossa parte, sempre pequena, e acolher a graça e a misericórdia. É um alerta para nós que confiamos e gloriamos de cumprir os preceitos. O desafio é viver a justiça e a caridade, fazer da Palavra o critério de nosso agir. Amar e servir como Jesus, que sempre faz o bem.

Na lista dos salvos haverá surpresas com os últimos tomando o lugar dos herdeiros no banquete do Reino. Mais que salvar-nos, seremos salvos.

Rezemos: Senhor, ajuda-me a permanecer no caminho e aprender a passar pela porta estreita. Quero ser misericordioso e solidário com os pobres e sofredores, carentes de amor.

Deus abençoe você e sua família.
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia! Deus abençoe seu novo dia! Que sua jornada de quarta-feira seja muita abençoada! Viva o seu dia com intensidade com a certeza que o Amor de Deus vai acompanhar todos os seus passos!

Quando passares pelas águas,
estarei contigo,
e, quando pelos rios,
eles não te submergirão;
quando passares pelo fogo,
não te queimarás,
nem a chama arderá em ti.
Isaías 43,2

Com carinho e bênçãos
Frei Rinaldo, OSM
ORAÇÃO

São Germano de Cápua

   São Germano foi bispo de Cápua de 516 a 540-541 e era amigo de São Bento.

O Liber Pontificallis menciona que foi enviado pelo Papa Hormisda (514-523) a Constantinopla para administrar o Cisma do patriarca Acácio, excomungado pelo Papa em 484. Acácio difundira em 482 um documento conhecido como “Henoticonche” que pretendia reconciliar a heresia monofisita – que atribuía ao Cristo somente a natureza divina – com a posição teológica oficial da Igreja de Roma, estabelecida no Concílio de Calcedônia e que reconhecia a coexistência das naturezas humana e divina no Cristo.  Germano foi posto à frente desta terceira delegação e isto mostra o respeito que gozava sua doutrina, sabedoria e virtude. As cartas de vários testemunhos deste evento permitem reconstituir muito bem a ocasião. Em Constantinopla, a comissão papal foi muito bem recebida. Após ter sido recebido em audiência pelo imperador Justino, leu o famoso libelo de Hormisda, e os bispos presentes concordaram com sua argumentação em defesa da posição romana. O então patriarca João aceitou a fórmula do Papa, rejeitando as colocações de Acácio e assim terminou o cisma. A comissão papal permaneceu em Bizâncio, por mais de um ano para consolidar os resultados do processo de conciliação em outras igrejas e dissipar mal entendidos e dificuldades causadas por alguns monges rebeldes, e em seguida, retornou a Roma.

São Gregório Magno falou muito bem de São Germano, e relatou a história de uma notável visão de São Bento, em Monte Cassino, que mostrava Germano chegando ao céu transportado por anjos. Após esta visão São Bento mandou imediatamente pessoas de sua confiança a Cápua e recebeu a confirmação de que no momento da visão Germano havia serenamente falecido. Era dia 30 de outubro de 540.

O Santo Bispo foi enterrado em Cápua Vetere, na Igreja de Santo Estevão, e posteriormente transladado para a catedral, quando foi construída a nova cidade, a atual Santa Maria Cápua Vetere.

Em 866, o imperador Ludovico II viveu por cerca de um ano em Cápua e quando ele partiu levou consigo os restos mortais de São Germano, deixando no entanto uma parte na vila fundada pelo abade Bertário, no sopé do Monte Cassino, que levou o nome de São Germano. A vila manteve este nome até 1863, quando foi mudado para Cassino.

Fonte:  Aleteia







FEVEREIRO
DOM
SEG
TER
QUA
QUI
SEX
SÁB





1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
181920212223
2425262728

- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo