6ª-FEIRA DA 17ª SEMANA - TEMPO COMUM - Liturgia Diária da Igreja Católica Apostólica Romana

"Fiat Voluntas Tua"
Ir para o conteúdo
MISSAL > LITURGIA DO DIA
Liturgia Diária
6ª-FEIRA DA 17ª SEMANA - TEMPO COMUM





1a Leitura - Jr 26,1-9

Todo o povo juntou-se contra Jeremias
na casa do Senhor.



Leitura do Livro do Profeta Jeremias 26, 1-9
1 No início do reinado de Joaquim, filho de Josias, rei de Judá, foi comunicada da parte do Senhor, esta palavra, que dizia:
2 'Assim fala o Senhor: Põe-te de pé no átrio da casa do Senhor e fala a todos os que vêm das cidades de Judá, para adorar o Senhor no templo, todas as palavras que eu te mandei dizer. Não retires uma só palavra,
3 talvez eles as ouçam e voltem do mau caminho, e eu me arrependa da decisão de castigá-los por suas más obras.
4 A eles então dirás: Isto diz o Senhor: Se não vos dispuserdes a viver segundo a lei que vos dei,
5 a escutar as palavras dos meus servos, os profetas, que eu vos tenho enviado com solicitude e para vossa orientação, e que vós não tendes escutado,
6 farei desta casa uma segunda Silo e farei desta uma cidade amaldiçoada por todos os povos da terra'.
7 Os sacerdotes e profetas, e todo o povo presente ouviram Jeremias dizer estas palavras na casa do Senhor.
8 Quando Jeremias acabou de dizer tudo e que o Senhor lhe ordenara falasse a todo o povo, prenderam-no os sacerdotes, os profetas e o povo, dizendo: 'Este homem tem que morrer!
9 Por que dizes, em nome do Senhor, a profecia: -'Esta casa será como Silo, e esta cidade será devastada e vazia de habitantes?`' Todo o povo juntou-se contra Jeremias na casa do Senhor.
Palavra do Senhor.





Salmo - Sl 68,5. 8-10. 14 (R. 14c)

R. Respondei-me, ó Senhor, pelo vosso imenso amor.


5 Mais numerosos que os cabelos da cabeça, /
são aqueles que me odeiam sem motivo; /
meus inimigos são mais fortes do que eu; /
contra mim eles se voltam com mentiras! /
Por acaso poderei restituir /
alguma coisa que de outros não roubei?
R.

8 Por vossa causa é que sofri tantos insultos, /
e o meu rosto se cobriu de confusão;
9 eu me tornei como um estranho a meus irmãos, /
como estrangeiro para os filhos de minha mãe.
10 Pois meu zelo e meu amor por vossa casa /
me devoram como fogo abrasador; /
e os insultos de infiéis que vos ultrajam /
recaíram todos eles sobre mim!
R.

14 Por isso elevo para vós minha oração, /
neste tempo favorável, Senhor Deus! /
Respondei-me pelo vosso imenso amor, /
pela vossa salvação que nunca falha!
R.





Evangelho - Mt 13,54-58

Não é ele o filho do carpinteiro?
Então, de onde lhe vem tudo isso?



+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 13, 54-58
Naquele tempo:
54 Dirigindo-se para a sua terra, Jesus ensinava na sinagoga, de modo que ficavam admirados. E diziam: 'De onde lhe vem essa sabedoria e esses milagres?
55 Não é ele o filho do carpinteiro? Sua mãe não se chama Maria, e seus irmãos não são Tiago, José, Simão e Judas?
56 E suas irmãs não moram conosco? Então, de onde lhe vem tudo isso?'
57 E ficaram escandalizados por causa dele. Jesus, porém, disse: 'Um profeta só não é estimado em sua própria pátria e em sua família!'
58 E Jesus não fez ali muitos milagres, porque eles não tinham fé.
Palavra da Salvação.





SANTO INÁCIO DE LOIOLA, PRESB. - SANTORAL





1a Leitura - 1Cor 10,31-11,1

Fazei tudo para a glória de Deus.


Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 10, 31-11, 1
Irmãos:
31 Quer comais, quer bebais, quer façais qualquer outra coisa, fazei tudo para a glória de Deus.
32 Não escandalizeis ninguém, nem judeus, nem gregos, nem a igreja de Deus.
33 Fazei como eu, que procuro agradar a todos, em tudo, não buscando o que é vantajoso para mim mesmo, mas o que é vantajoso para todos, a fim de que sejam salvos.
11,1 Sede meus imitadores, como também eu o sou de Cristo.
Palavra do Senhor.





Salmo - Sl 33(34),2-3.4-5.6-7.8-9.10-11 (R. 2a ou 9a)

R. Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo!
R. Ou: Provai e vede quão suave é o Senhor!


2 Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, /
seu louvor estará sempre em minha boca.
3 Minha alma se gloria no Senhor; /
que ouçam os humildes e se alegrem!
R.

4 Comigo engrandecei ao Senhor Deus, /
exaltemos todos juntos o seu nome!
5 Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu, /
e de todos os temores me livrou.
R.

6 Contemplai a sua face e alegrai-vos, /
e vosso rosto não se cubra de vergonha!
7 Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, /
e o Senhor o libertou de toda angústia.
R.

8 O anjo do Senhor vem acampar /
ao redor dos que o temem, e os salva.
9 Provai e vede quão suave é o Senhor! /
Feliz o homem que tem nele o seu refúgio!
R.

10 Respeitai o Senhor Deus, seus santos todos, /
porque nada faltará aos que o temem.
11 Os ricos empobrecem, passam fome, /
mas aos que buscam o Senhor não falta nada.
R.





Evangelho - Lc 14,25-33

Qualquer um de vós, se não renunciar a tudo
o que tem, não pode ser meu discípulo!



+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 14, 25-33
Naquele tempo:
25 Grandes multidões acompanhavam Jesus. Voltando-se, ele lhes disse:
26 'Se alguém vem a mim, mas não se desapega de seu pai e sua mãe, sua mulher e seus filhos, seus irmãos e suas irmãs e até da sua própria vida, não pode ser meu discípulo.
27 Quem não carrega sua cruz e não caminha atrás de mim, não pode ser meu discípulo.
28 Com efeito: qual de vós, querendo construir uma torre, não se senta primeiro e calcula os gastos, para ver se tem o suficiente para terminar? Caso contrário,
29 ele vai lançar o alicerce e não será capaz de acabar. E todos os que virem isso começarão a caçoar, dizendo:
30 'Este homem começou a construir e não foi capaz de acabar!'
31 Ou ainda: Qual o rei que ao sair para guerrear com outro, não se senta primeiro e examina bem se com dez mil homens poderá enfrentar o outro que marcha contra ele com vinte mil?
32 Se ele vê que não pode, enquanto o outro rei ainda está longe, envia mensageiros para negociar as condições de paz.
33 Do mesmo modo, portanto, qualquer um de vós, se não renunciar a tudo o que tem, não pode ser meu discípulo!'
Palavra da Salvação.





Pesquisa rápida
FOTO: MONSENHOR JOÃO LUÍS FÁVERO
Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)
“Vede, humildes, e alegrai-vos!”
Mt 13, 54-58

Jesus sofreu a sina dos profetas que não foram bem recebidos em sua pátria; “santo de casa não faz milagres”. A questão levantada pelos nazarenos era inoportuna. Por conhecerem sua origem familiar, recusaram-se a dar-lhe crédito.

Embora reconhecessem a sabedoria de suas palavras e a grandiosidade de seus milagres: “Quem deu tal poder ao filho do carpinteiro? A ação do filho de Maria escondia algo de misterioso. Mesmo assim Jesus não foi aceito.

Muitos concidadãos de Jesus optaram pela incredulidade, nisso estava embutido um preconceito de pobres contra pobres. Talvez se fosse filho de uma família nobre, importante, ou de uma terra estranha e distante, teriam dado crédito. Jesus teria ganhado a simpatia da sinagoga. É difícil valorizar o cotidiano. Acabaram assumindo uma atitude de dúvida e desprezo. “E se escandalizaram por causa dele”.

Fechados em seus preconceitos, não se abriram para a fé em Jesus e não criaram as condições para Jesus realizar entre eles os sinais de Deus. Não existem milagres onde não há fé. Eles não mostraram um coração suficientemente aberto para acolher a Boa-Nova apresentada por Jesus, o Filho de Deus, o Salvador.

Como os antigos profetas, Jesus, manteve-se fiel à missão até o fim. A rejeição em sua terra natal, não fez com que Jesus, mudasse de planos.

Rezemos: Senhor, diante das dificuldades e das críticas, eu não quero desistir. Quero manter a minha fidelidade e o desejo de sempre fazer o bem, de amar e servir.

Deus abençoe você e sua família.
Um Abraço,
Pe. João Luiz
Reflexão - Padre João Luís Fávero - Campinas (SP)
FESTA DE SANTO INACIO DE LOYOLA – 31/07/2020

“Quando fui ferido, vi tudo mudar”

Hoje celebramos Santo Inácio de Loyola, diz uma música: “Quando fui ferido, vi tudo mudar”. Para Inácio tudo começa a mudar quando ele foi ferido numa batalha. O grave ferimento foi responsável pela sua mudança radical, e ele foi reconstruído em todos os aspectos.

É preciso coragem para não se acomodar nas quedas. Viver é reconstrução! É preciso reinventar-se. Buscar ser outro homem, amadurecido a partir das dificuldades. “A vitória mais bela que se pode alcançar é vencer a si mesmo”.

Inácio ficou dois anos acamado, viveu um isolamento e neste tempo buscou um sentido para sua vida. Mergulhou sua vida em Deus, visitou sua interioridade. Aprendeu a regenerar seus pensamentos e descobriu novas possibilidades. A vida desabrocha no silencio! Aprendeu que saborear Deus, é mais importante do que saber sobre Deus. “O impossível de Deus só acontece quando fazemos o nosso possível”.

Inácio se fez peregrino e nesta experiência despojou-se de suas vestes e armaduras. Este período foi sombrio, viveu a noite escura da fé. Com a ajuda de Deus e seu esforço conseguiu recuperar o equilíbrio. “Deus me tratou como um professor que trata uma criança a quem está educando”.

Vivemos noites escuras, nos sofrimentos, depressões, inseguranças... O sofrimento fragiliza a fé. E aprendemos a contemplar a cruz, nela vemos Deus se revelando, sofrendo e se solidarizando conosco.

É necessário o recolhimento, o tempo da oração e iluminação, Descobrir nossa reserva de força e de criatividade, pois somos capazes de transformar os momentos difíceis em possibilidades, porque Deus está em nós! Santo Inácio lembra: “Em tempo de escuridão, nunca tome decisões”, reze.

Das palavras do padre Antônio Vieira em seu sermão de Santo Inácio em 1669: "admirável é Deus em seus santos, mas em Santo Inácio Deus é singularmente admirável".

“Tomai, Senhor, e recebei toda a minha liberdade, a minha memória também. O meu entendimento e toda a minha vontade; tudo o que tenho e possuo vós me destes com amor. Todos os dons que me destes, com gratidão vos devolvo; disponde deles, Senhor, segundo a Vossa vontade. Dai-me somente o vosso amor, a vossa graça; isso me basta nada mais quero pedir” (Santo Inácio de Loyola).
Reflexão - Frei Rinaldo Stecanella, osm
Bom dia. Deus abençoe seu novo dia. Uma sexta-feira feliz e abençoada com toda sorte de bençãos físicas e espirituais. Terminamos o mês de Julho. Meu Deus, o tempo voa, não é mesmo? Deus seja louvado...chegamos até aqui...Avante sempre!!! Hoje recordamos Santo Inácio de Loyola,  fundador da Companhia de Jesus, ou Jesuitas, uma grande família religiosa na Igreja. Que este dia seja muito especial na sua vida. Gratidão é a palavra!!! Um santo dia! Continue se cuidando para viver mais e melhor!!!
O Senhor te guardará de todo mal;
ele guardará a tua alma.
O Senhor guardará a tua entrada e a tua saída,
desde agora e para sempre.
Salmo 121,7-8

Com carinho e bençãos
Frei Rinaldo, osm
FEVEREIRO
D
S
T
Q
Q
S
S






1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
- DEDICADO À VIRGEM MARIA -
Voltar para o conteúdo